Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''nutrição''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Hipertrofia
    • Venda de Suplementos
    • Nutrição e Suplementação
    • Treinamento
    • Esteróides Anabolizantes
    • Geral
    • Diário de Treino
    • Saúde e Qualidade de Vida
    • Academia em Casa
    • Área Feminina
    • Assuntos Acadêmicos
    • Entrevistas
  • Assuntos gerais
    • Off-Topic
    • Mixed Martial Arts
    • Fisiculturismo, Powerlifting e Outros
  • Fisiculturismo
  • Multimídia
    • Vídeos de Fisiculturismo e Strongman
    • Fotos Fisiculturismo
    • Fotos de Usuários
  • Fórum
    • Críticas, Sugestões e Suporte ao Fórum
    • Lixeira
  • Off-Topic

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Localização


Peso


Altura


Idade

Encontrado 712 registros

  1. Bem, começando do princípio, eu conheço as bases fundamentais da dieta, como montar, como decidir as percentagens, contudo não sou profissional nenhum na área, estudo como hobbie, um curioso. A minha pergunta é se realmente vale a pena ter um nutricionista, será que ele otomizará os resultados? Eu pretendo emagrecer e mais tarde entrar em competição. Neste momento estou num nutricionista, e sem ginásio (academia) perdi 6kg de gordura em 2/3 meses, neste momentão tenho 20% de gordura, e vou entrar no ginásio agora em junho... Será que vale a pena continuar no nutricionista? Ele nem é caro, são 7,50€ mês o que dá cerca de 21 reais +- eu acho...
  2. Boa tarde, Primeiro um pouco da minha história: Tenho 1,73m de altura, e estava com 90 kg (agosto/18) quando voltei a treinar (treinei a quase a vida toda, mas nos últimos 2 anos estava 100% parado e sedentário). Em janeiro, já com 79,5 kg. resolvi voltar com a nutricionista, para secar um pouco mais e depois começar o trabalho de ganho de massa. Em 20 dias estava pesando 75 kg com 9% de BF, então começamos o trabalho para ganho de massa magra. O problema é que de fevereiro até agora não consegui ganhar peso, acredito que esteja faltando algo, por isso peço ajuda na avaliação. Altura: 1,73 Peso: 74,5 BF: 9% Objetivo da dieta: Clean Bulking GCD: Em torno de 3.000 cal Consumo de Água: 3,8L/Dia Horário do Treino: 19:30 Café da Manhã 4x (16,93 gord | 38,43 carb | 40,61 prot) 2x (1,08 gordura | 36,75 carb | 21,82 prot) - 473/242 cal 1x Shake de Proteína com Maracujá + Colágeno 10g 3 Ovos (dia sim/dia não) 50g Batata doce Domingos: Jejum Lanche da Manhã 6x (16,56 gord | 28,53 carb | 5,20 prot) - 271 cal 100g Abacate + 50g Granola Domingos: Jejum Almoço 7x (8,64 gord | 63,28 carb | 36,10 prot) - 475 cal 150g x Mandioca Cozida 100g x Feijão 100g x Peito de Frango Saladas à vontade 40g x Abacaxi Lanche da Tarde 7x (0,10 gord | 11,59 carb | 0,84 ) - 50 cal 100g Batata Yacon Janta 7x (8,64 gord | 63,28 carb | 36,10 prot) - 475 cal 150g x Mandioca Cozida 100g x Feijão 100g x Peito de Frango Saladas à vontade 40g x Abacaxi Ceia 7x (2,44 gord | 8,12 carb | 1,05 prot) - 58 cal 150ml x Chá de Hibisco 4x Amêndoas Agradeço desde já.
  3. Boa tarde pessoal, como o titulo diz , essa é pra ser uma tentativa de dieta de hipertrofia, tendo um custo baixo, objetivando apenas alcançar as macros necessárias para o crescimento muscular, mesmo sabendo do risco e da quase certeza do aumento de gordura também,treinei algum tempo atras, ja tenho uma base de como tudo funciona, mas estou parado da academia e dos halteres desde 2016, ainda estou montando a dieta e gostaria de conselhos sobre a divisão dos macros, a divisão por refeição,lembrando que tomo multivitamínico diariamente e frequentemente existe o consumo de verduras e outros alimentos que não pesam na dieta, enfim, agradeço a todos que puderem ver e dar uma ajuda a um velho iniciante. Idade:27 Altura: 1.86 Peso: 87Kg BF: 17~20% Objetivo: Hipertrofia.
  4. Olá, sou ectomorfo e tenho uns 3 anos e meio de treino, estou em uma fase que ja não aguento mais comer, saí dos meus 59 pros 75, só que estou tendo que ingerir cerca de 7000 kcal diárias, menos que isso meu peso não altera mais, o complicado é bater tudo isso todos os dias.. fica cansativo e enjoativo. Alguém pode me dar alguma dica de como fazer pra ingerir menos comida e continuar ganhando ? pq ta complicado kk Segue umas fotos: https://uploaddeimagens.com.br/imagens/20190426_104743_1_-jpg https://uploaddeimagens.com.br/imagens/20190426_104345_1_-jpg https://uploaddeimagens.com.br/imagens/20190426_104751_1_-jpg Minha dieta : macarrão,peito de frango, ovo, az. de oliva, leite integral, malto e uva passas.
  5. Olá. Desde 2011 quando comecei a treinar, eu consumo diariamente proteína texturizada de soja. 120g por dia que me fornece 62g de proteína e 400 calorias. Eu consumo ela moída com leite. Acontece que faz quase dois anos que eu descobri que soja é um dos alimentos que mais contém Oxalato, um componente que forma pedra nos rins. Mas eu acredito que não tenho nenhuma tendência a formar pedras, pois já são 8 anos de consumo e nunca tive problemas. Mas eu tenho medo e decidi tirar a proteína de soja da minha dieta. Porém não sei como substituir. Eu compro um saco de 20kg de proteína texturizada de soja por 140,00 e dura 5 meses. Acho que nada tem esse custo x benefício.
  6. Bom, alguns já me conhecem, outros não. Participo do fórum há alguns anos mas estou sem entrar aqui já faz um tempo. Sou estudante de nutrição (daqui a pouco formado se Deus quiser), treino há alguns anos entre idas e vindas. Nesse espaço pretendo colocar um pouco da rotina de treino mas também discussões sobre artigos, estudos, matérias, etc., principalmente a respeito de nutrição. Vez ou outra também fazer um "perguntas e respostas". Aos poucos vou atualizando as informações aqui nesse primeiro post. Meu outro diário era esse: - Treino e Nutrição MEUS TÓPICOS - AGACHAMENTO E JOELHO - PROTOCOLO DE MEDIDAS - JEJUM INTERMITENTE - EXERCÍCIOS ISOLADOS: QUAL A UTILIDADE? - A DIETA GRACIE - PDF - CROSSFIT - EXERCÍCIOS - ENDIREITE AS COSTAS - REPELENTES NATURAIS - 2º CONGRESSO ONLINE DE EMAGRECIMENTO SAUDÁVEL - TRATAMENTO DO CÂNCER ATRAVÉS DA ALIMENTAÇÃO - COLESTEROL O QUE VOCÊ PRECISA SABER - VITAMINAS - POSSO AQUECER MEU WHEY?
  7. Fala galera, blz ? Gostaria de ouvir a opiniões de vocês sobre quais as principais dificuldades e facilidades encontradas depois da consulta com o nutricionista. Pode ser relato, experiencias, opiniões etc... Forte Abraço!
  8. Salve galera, preciso montar uma refeição com 24g de proteína, 13g de gordura, 68g de carboidrato e 5g de fibra. Isso no café da manhã. Quero fazer algo com ovos e folhas para ajudar nos micronutrientes. Pensei em um omelete com folhas só que só teria proteína e gorduras. Alguma dica rapaziada? Tamo junto.
  9. Tópico devidamente editado. Quem nunca desistiu de fazer uma dieta por que achava que tudo era a base de frango e batata doce? Eu mesmo não como sempre, e quando como, são "pequenas" quantidades, pois ela me dá excesso de gases. A batata doce não é algo essencial em nenhuma dieta, aliás, você pode sim comer arroz branco, macarrão e/ou outros alimentos no lugar sem problema algum e também falar que está em dieta PORÉM seguir dieta é seguir um planejamento, pois tudo deve ser calculado, FIBRAS??? Você sabe quanto come de fibras para justificar comer arroz branco? Você sabe a recomendação diária de fibras? Você calcula seus micronutrientes? Isso é a profissão de um nutricionista. Macronutrientes por si só não lhe dá saúde e nem melhora de composição corporal, por isso existem os micronutrientes. Dieta "flexível" serve pra quem? Pra quem entende de carga glicêmica de refeição, de fibras, de micronutrientes, de sensibilidade a insulina, de resistência a insulina e entre outros. Segundo a tabela taco, 100g de batata doce cozida possui 2,2g de fibras enquanto o arroz branco possui 1,6g de fibra(olhando a tabela nutricional de marcas diversas nos supermercados, as vezes vejo 0g de fibras, a marca que comprei de arroz parboilizado não tem fibras). O maior diferencial da batata doce para os outros carboidratos refinados é promover maior saciedade devido ao seu menor índice glicêmico e fibras(sim você precisa ter sensibilidade a insulina para direcionar a sua ingestão de carboidratos para ganho de músculo ao invés de ganho de gordura), além de ter uma quantidade interessante de vitamina C e potássio. Com uma variedade de carboidratos complexos na dieta como arroz integral, aipim, macarrão integral e entre outros, você consegue suprir suas necessidades de micronutrientes, assim você entende que não é necessário ficar apenas com um alimento fonte de carboidrato na dieta. Quer arroz branco? no mínimo coloque feijão nesta refeição, ou quantidade suficiente de legumes e verduras para deixar sua refeição rica em fibras.
  10. Se você está gordinho, você não é saudável, independente se seus exames estão bonitinhos. Vou falar bastante sobre esse assunto. A obesidade e excesso de gordura corporal é extremamente preocupante e é algo que quero estudar até o resto da minha vida. A sociedade está e é doente, e quando o indivíduo quer mudar, ele busca o caminho mais "fácil" ou mais rápido, causando diversos problemas e desordens metabólicas. Farei vários posts a respeito dos meus novos conhecimentos adquiridos e que estão sendo adquiridos. Abaixo vai a introdução do meu TCC de educação física. Segundo Conde e Borges (2011), no Brasil nos anos de 2008 a 2009, cerca de 10% da população adulta se encontra com obesidade, é estimado também que cerca de 1 bilhão de pessoas no mundo estão com excesso de peso, e 300 milhões destas são obesas. Estimativas para o ano de 2025 é de que 40% da população dos EUA, 30% na Inglaterra e 20% no Brasil se encontram obesas. A obesidade está associada ao desenvolvimento de doenças crônicas e aumento de mortalidade precoce. É estimado que as doenças crônicas foram responsáveis por 70% das mortes no Brasil no ano de 2000. Um terço dos norte-americanos adultos estão acima do peso. Em 1960 o percentual de americanos extremamente obesos era zero, sendo em 2010 6% da população (FRYAR; CARROLL; OGDEN, 2012). 45% das mulheres e 30% dos homens norte-americanos estão sempre tentando reduzir a massa corporal, e é estimado que a cada ano, 300 mil indivíduos norte americanos morrem de doenças relacionadas com a obesidade (KRAEMER; FLECK; DESCHENES; 2013). Um levantamento telefônico randomizado foi feito com 110 mil adultos norte-americanos e foi constatado que 70% das pessoas se esforçam para perder peso ou apenas para manter o peso corporal, dentre estas, 30% são homens e 40% eram mulheres. Os que tentam perder peso gastam cerca de 40 bilhões de dólares por ano com produtos e serviços destinados a reduzir o peso, sendo a maior parte das vezes utilizando práticas dietéticas e medicamentos potencialmente prejudiciais ao mesmo tempo que ignoram programas sensatos de redução ponderal. Cerca de 2 milhões de norte-americanos gastam mais de 125 milhões de dólares em pílulas dietéticas supressoras de apetite que são obtidas sem receita médica (McARDLE; KATCH; KATCH, 2008). A obesidade é um problema de saúde pública no mundo, é a principal causa de morte evitável. Ela é resultante da ação de fatores ambientais como hábitos alimentares, atividade física e condições psicológicas, fazendo-se necessária a mudança de estilo de vida (ROCHA, et al, 2014). O consumo de açúcares pode contribuir consideravelmente para o desenvolvimento e prevalência da obesidade (RICCO, 2016). O sono e sua qualidade, tem influência sobre os hábitos alimentares e pode levar a um aumento de consumo de carboidratos simples (CARVALHO, et al, 2016). A obesidade além de ser um fator primário relacionado a diabetes tipo 2, hipertensão, artrite, gota, e anormalidades menstruais, também tem sido relacionada com diversos outros tipos de doenças como aterosclerose, doença cardiovascular, efeitos negativos no perfil lipídico do sangue, apneia do sono, osteoartrite, complicações na gravidez e cirurgia, alguns tipos de câncer e doença da vesícula biliar. A deposição de gordura corporal na área abdominal é mais fortemente relacionada as doenças anteriormente ditas do que a deposição de gordura concentrada na porção periférica (KRAEMER; FLECK; DESCHENES; 2013). Estudos apontam que indivíduos obesos metabolicamente normais apresentam maiores riscos de eventos em comparativo com pessoas de peso normal metabolicamente saudáveis. Não existe um nível ou padrão saudável de aumento de peso (KRAMER; ZINMAN; RETNAKARAN, 2013). A mudança desfavorável da composição corporal como redução de massa muscular e aumento do tecido adiposo está associado ao maior risco de morbidade e mortalidade precoce. Em um estudo epidemiológico com 588 369 mulheres e 457 785 homens adultos norte-americanos com idade superior a 30 anos avaliaram a relação entre índice de massa corporal (IMC) e o risco de morte por todas as causas em quatro subgrupos, caracterizados de acordo com tabagismo, raça, histórico de doença e idade. Os resultados deste estudo mostraram que o ponto mais baixo da curva entre índice de massa corporal e mortalidade foi observado no IMC entre 23,5 e 24,9k/m² nos homens e 22 e 23,4kg/m² nas mulheres. Aumento significativo no risco de morte por doença cardiovascular foi observado a partir de 25kg/m² nas mulheres e 26,5kg/m² nos homens (COELHO; BURINI; 2009).
  11. Atualmente em minha prática clínica eu não utilizo 500 kcal de deficit calórico. Depende do indivíduo e a quantidade de gordura corporal total que este possui. Posso dizer que varia entre 150kcal a 500kcal. Isso já contando que tento fazer ajustes para aumentar a intensidade de treino do individuo para que este consiga manter o máximo de massa muscular possível(fora rotina de aeróbios quando este pode fazer). Este texto abaixo é uma parte do meu desenvolvimento do TCC de educação física que fiz. A gordura em nosso corpo é a forma mais abundante de energia potencial disponível quando comparado aos carboidratos e proteínas, representa quase uma fonte ilimitada de combustível. As reservas de gordura de um jovem adulto provém de duas fontes principais, a primeira se encontra nas células adiposas que corresponde de 60.000 a 100.000 kcal e a segunda os triglicerídeos intramusculares que corresponde a cerca de 3000kcal, fazendo-se assim, bem superior aos estoques de reservas energéticas de carboidratos que corresponde a menos de 2000kcal (McARDLE; KATCH; KATCH, 2008). Para a gordura ser transformada em energia, é necessária a hidrólise ou lipólise do triglicerídeo, este é transformado em três moléculas de ácidos graxos e um glicerol. Os hormônios adrenalina, noradrenalina, glucagon e somatotropina aceleram a ativação da lipase, gerando lipólise e mobilização de ácidos graxos livres pelo tecido adiposo. As concentrações desses hormônios lipolíticos são aumentados durante as atividades físicas para uma contínua liberação rica em energia. Dependendo do estado nutricional do indivíduo, do nível da atividade, intensidade e duração do exercício, as moléculas lipídicas suprem entre 30 a 80% da energia necessária para o trabalho biológico. Quando um exercício de alta intensidade e longa duração depleta os estoques de glicogênio, a gordura passar a constituir o combustível primário energético para o exercício e recuperação. Uma dieta rica em lipídeos e baixa em carboidratos gera adaptações enzimáticas que aprimoram a capacidade do indivíduo de realizar a oxidação lipídica durante o exercício (McARDLE; KATCH; KATCH, 2008). Para uma redução da massa corporal, devemos ter um gasto calórico total superior a ingestão de calorias totais em um período de tempo. O gasto calórico total inclui a taxa metabólica basal (TMB) e as calorias gastas na atividade física, sendo esta última de grande importância para a mudança da massa corporal. A TMB tem relação positiva com a massa muscular, mulheres e crianças possuem menor TMB que indivíduos homens adultos devido a menor quantidade de massa muscular. Esta relação se faz importante pois ao realizar dietas sem atividade física, uma grande quantidade de peso corporal é advinda da massa muscular consequentemente reduzindo a TMB, assim sendo importante o conjunto com a prática de atividade física (KRAEMER; FLECK; DESCHENES; 2013). O percentual de gordura corporal pode ser reduzido apenas com o ganho de massa muscular advindo da atividade física (KRAEMER; FLECK; DESCHENES; 2013). As comparações do treinamento de resistência com o treinamento de endurance foram significativamente superiores em um teste de 12 semanas com jovens adultos sedentários que não faziam dieta, ambos os tipos de atividades físicas apresentaram quedas significativas na redução do percentual de gordura porém apenas os praticantes de treinamento resistido apresentaram maior peso corporal isento de gordura quando submetidos ao método antropométrico da pesagem hidrostática (McARDLE; KATCH; KATCH, 2008). Na maioria das pessoas há uma diminuição do apetite após o exercício físico ao invés de um aumento para compensar o gasto energético advindo do exercício, isso se deve a diversos fatores, um destes é a regulação do hormônio insulina e aumento dos hormônios lipolíticos. Para indivíduos sedentários recomenda-se um gasto de energia de 150 a 400 kcal durante a atividade física associado a uma dieta, atingindo um déficit calórico de pelo menos 500kcal diárias (KRAEMER; FLECK; DESCHENES; 2013). A frequência cardíaca proporciona uma estimativa do consumo de oxigênio, consequentemente uma estimativa do gasto energético (McARDLE; KATCH; KATCH, 2008). Abaixo tem o link do tópico sobre a introdução do meu TCC (OBESIDADE NO BRASIL E NO MUNDO. RISCOS PELO EXCESSO DE GORDURA CORPORAL)
  12. Sou iniciante, preciso me preocupar em ter níveis de macronutrientes diferentes nos dias de treino e dias de descanso? No nível intermediário precisa?
  13. Pensando naquela estratégia de colocar maior parte dos carboidratos no pré e pós treino para aproveitar a insulina e deixar o músculos com glicogênio para deixar o treino mais intenso, fiquei pensado: E o pessoal que só consegue consumir a maior parte dos carbos pela manhã, e treina no final da tarde? Como vai ficar? Será que o carbo que ele consumiu já foi estocado como gordura? Ou ainda está em forma de glicogênio no músculo?
  14. Opá pessoal, tudo bom ? Seguinte... Tenho 20 anos, 172cm, 76kg, e creio que o BF esteja entre 16 e 18%. Treino com indas e vindas desde os 16 anos, mas SÉRIO treino a uns 9 meses. a 9 meses estava pensando 70kg, com bf lá pra 18%, no começo deste ano, estava com 71kg e 11%Bf. o corpo estava começando a ficar bom, abdômen começando a trincar, a definição começando a aparecer, porém estava me sentindo pequeno...De camisa ninguém sábia que eu treinava, e acho que o objetivo do bodybuilding é completante o contrário. então resolvi tentar aumentar o peso. Até então eu trabalhava como instalador de sistemas de segurança, ou seja, trampando no sol o dia inteiro, subindo escada e os caralho, devido a isso, tinha um gasto calórico bem alto e não conseguia comer o suficiente para ganhar peso. no fim do mês passado (fevereiro/2019) fui dispensado do trampo, nisso, acabei fazendo merda na dieta, comendo besteira pra caralho (até então eu estava na dieta flexível, tentando bater os macros limpos, com frango, arroz, batata, ovo e os alimentos mais indicados para hipertrofia.) Hoje estou com 76kg, e bf lá pra 18%. Primeira dúvida. Agora sem trabalhar fico em casa sem fazer nada o dia inteiro, apenas treino no periodo da tarde, e sempre que consigo vou fazer cárdio pela manha. Recalculando meus macros eu consigo deixar de ganhar gordura, ou meu corpo vai sentir esse impacto de não trabalhar ? e isso vai fazer com que eu ganhe gordura? Segunda dúvida, a mais importante. Em minha cidade uma consulta com nutricionista esta 250R$, pórem, onde treino (Panobianco Salto-SP) possui um atleta que já participou e já trouxe vários trofeus para a academia, que faz consultoria por 150R$, pescreve treino, dieta e AEs, porém, no momento quero continuar natural, até porque não tenho condições de bancar os veneno. Mas o cara tem apenas o conhecimento das competições, segundo ele, 32 anos competindo, ganhou campeonatos regionais e os caralho. Vocês acham que vale a pena a consultoria ou a nutri? Shape com 71kg 11%BF Shape atual (Foto tremida porque eu tava fazendo força ;) Valeu pela atenção!!
  15. Salve família, tudo certo? Minha rotina está muito corrida e está difícil de comer comida sólida. Meu pré-treino tem cerca de 100g de carboidratos. Posso consumir isso em shake de pré-treino? Ou não é recomendado? Agradeço dese já.
  16. WANTED_

    Opinião Sincera

    Eai galerou,depois de um bom tempo pesquisando no fórum resolvi criar uma conta Pois bem...Sou estudante de nutrição (5 semestre) e faço estágio na prefeitura onde moro,sou apaixonado pela área e na forma como ajuda as pessoas,porém a didática da graduação me faz desanimar. Esse ano reacendeu o antigo sonho de cursar medicina,entretanto eu teria que abandonar tudo e me dedicar ao Enem novamente Oque vocês fariam na minha situação? Tenho 20 anos
  17. Tenho 98 kgs, e quero perder um pouco de peso e ganhar musculo, mas o meu curso da faculdade é muito intenso, então não dá para ficar cuidando da minha dieta o tempo inteiro, eu vou consumir shake proteico+2 caps de omega-3+creatina+multivitamínico e cafeína as vezes, para dar disposição, os em destaque eu já consumia, tenho duas questões, esse "shake" precisa de alterações? 1 kg de whey 500g de farinha de aveia 250g de farinha de amendoim 300g de proteina de soja (?) 250g de achocolatado (?) Os com "?" é porque eu to em duvida se precisa, o gosto do whey é muito fraco, então o achocolatado é bom, eu acho... A outra pergunta é com relação ao omega-3, eu inicialmente vou tomar por motivos de bem-estar, mas ele tem alguma relação com a hipertrofia? Todos os produtos do shake, menos o whey, são orgânicos. O restante não-orgânico são da Growth Suplementos. A minha dieta é beeeem irregular, eu dependo, basicamente, do bandejão da faculdade, eu estudo e moro em outra cidade e não tenho muitas condições econômicas, em resumo eu to ferrado rs, não busco "crescer" bastante e rápido, é mais para o meu bem-estar e saúde mesmo. Edit: A aveia é porque depois do treino eu posso ficar muito tempo sem comer, e como a aveia tem uma absorção lenta, ela pode ajudar nisso e além de conter fibras , e o amendoim é porque é uma ótima fonte de gorduras e pouco carboidrato, e gorduras, em certas quantidades, são necessárias, para a manutenção do corpo.
  18. Olá galera. Comecei academia pouco tempo, só que sou magro de ruim uahauha. Sou leigo e também novo no assunto, então resolvi passar na nutricionista, porém, achei fiquei meio receoso pelos alimentos colocados. Queria que a galera avaliasse o que foi proposto. Idade: 21 Peso: 75,5kg altura: 185cm. Basal: 1968kcal Objetivo: Hipertrofia Dieta
  19. Voltei a treinar há 01 ano, to comendo de 3 em 3 horas, e tô na disposição de virar um animal e agora, há algumas semanas, to experimentando comer em TODAS as refeições: "ARROZ INTEGRAL, FEIJÃO, (e ovos cozidos, ou carne, ou frango)". Acrescento uma salada as vezes em algumas das refeições, ou batata doce, mandioca... Mas o principal que eu como é o arroz integral, feijão e (ovos,carne,ou frango). To comendo bastante banana tbm porque dizem que é bom.. eu coloco uma canela, aveia tbm as vezes e mando ver. OBS: é em TODAS as refeições mesmo. No café da manhã, no almoço, café da tarde, janta, ceia... kkkkkkk sim, na ceia tô mandando isso mesmo, dps espero 1 hora e vou dormir... sei lá se prejudica, to mandando pra dentro. Não to com grana pra pagar um nutricionista no momento, e não sei se tá legal essa minha dieta, o que vcs acham? Mudariam algo? Acrescentariam? Não to com muita grana tbm pra fazer uma dieta muito cara valeww
  20. Qual site sobre valor nutricional dos alimentos usar? eu conheço esses três https://www.dietaesaude.com.br/dietas/alimentos/370-feijão-preto-cozido-?q=Feijão+cozido http://www.tabeladealimentos.com.br https://tabnut.dis.epm.br/index.php/alimento/16015/feijao-preto-semente-madura-cozido-sem-sal Mas reparei que quanto ao valor calórico dos alimentos, a maioria dá uma discrepância bem grande, como podem ver, usei o feijão como exemplo. Isso tem muita relevância? E se tem, qual site levar mais em conta? Atualmente estou montando um bulking.
  21. Meu primeiro post nesse fórum, enfim preciso de ajuda. Eu tenho 16 anos e 170cm de altura com 63.4KG, entrei em Cutting e estou comendo 1770kcal diárias com 2.5g de Proteína por kg, 2g de Carbo por kg e 1.2 de Gordura por kg - já vi gente falando que se deve comer 0.8 no máximo de gordura porém eu não tenho como aumentar algo mais para compensar se não ultrapassa também o que já li no fórum. O que faço? Suplemento com Whey, BCAA e Creatina se alguém perguntar.
  22. Boa noite, fórum. Quero pedir orientação e indicações da galera que tem mais tempo de estrada na hipertrofia para recomendar fontes boas de estudo para um conhecimento mais aprofundado. É suficiente dizer que, por razões diversas, gosto de estudar quando tento levar um hobbie mais a sério; e nesse sentido, ocorre que estou com disposição e tempo suficiente na vida para começar a estudar sobre bodybuilding. Sei que vários elementos cercam o bodybuilding, e cada um é estudado com profundidade dentro de um ramo específico acadêmico. Fisiologia do exercício (educação física); Dieta (nutrição); esteróides e seus efeitos no corpo humano (farmácia bioquímica e medicina). Já tenho uma formação superior (não é na área da saúde) e já tenho meu trabalho fixo (que também nada tem a ver com academia). A intenção não é matricular-me em um curso de nutrição ou educação física para posteriormente trabalhar na área/receitar/ser personal. Quero saber de vocês, que estudaram, entendem de verdade como os aspectos do bodybuilding funcionam, o que eu posso usar pra entender? Sejam livros, artigos, sites, videozinhos no youtube, consigo me adaptar e aprender com qualquer material de estudo. A intenção seria conhecer com seriedade esses aspectos ja citados de dieta, nutrição, fisiologia do exercício, hormonização; tudo para conhecimento pessoal. Obrigado!
  23. Boa tarde pessoal, qual a opinião de vocês em relação ao Diet Way Shake Substituto de Refeição? É saudável? é funcional?
  24. p291

    Dúvida

    Galera, passei mal pra caramba anteontem durante a noite, vomitei toda a janta e ontem consegui comer apenas um ovo, resto do dia fiquei dormindo. No dia que passei mal as outras refeições fiz corretamente; hoje a rotina voltou ao normal. Minha dúvida é: Devo mandar aquele rodízio amanhã para compensar a falta de calorias? PS: vomitei apenas uma vez. Treino 6x semana há 10 meses
×
×
  • Criar Novo...