Clique aqui

Dianabol é um dos esteroides anabolizantes mais famosos e usados no mundo, principalmente por gerar ganhos rápidos em força e massa muscular.

Diferente de muitos esteroides anabolizantes, que foram criados inicialmente para tratar doenças, o dianabol foi criado exclusivamente como uma droga para aumento de performance em esportes.

Nos anos 50 os Estados Unidos estavam sendo massacrados pela União Soviética nos jogos olímpicos.

John Ziegler, médico da equipe olímpica dos Estados Unidos, em uma conversa com um técnico russo levemente embrigado, descobriu que todos os atletas da união soviética estavam usando testosterona.

Ziegler resolveu então juntar esforços com uma empresa farmacêutica chamada Ciba para desenvolver uma droga que seria ainda melhor que a testosterona na tentativa de superar a União Soviética.

E assim nasceu o primeiro esteroide anabolizante oral da história  (apesar de existir versões injetáveis também).

Na verdade, dianabol é o nome comercial para o hormônio metandrostenolona que é uma variação muito semelhante da própria testosterona, só que muito mais anabólica e menos androgênica.

Enquanto a testosterona possui um grau de anabolismo e androgênico de 100/100 respectivamente, o dianabol possui 210/60.

Isto significa duas coisas importantes.

Primeiro, esta proporção entre anabolismo e androgenicidade torna o dianabol em uma “ferramenta” perfeita para ganhar massa muscular e força.

Segundo, ele não é tão androgênico como a testosterona e poderá causar menos efeitos colaterais como queda de cabelo e acne (se for usado corretamente, óbvio).

Efeitos do dianabol na hipertrofia e força

Os principais efeitos do dianabol na hipertrofia e força envolvem o aumento da síntese de proteína, retenção de nitrogênio e glicogenólise.

para que serve o dianabol

Entenda.

A síntese de proteína representa a criação de novas proteínas, ou seja, os blocos construtores de massa muscular.

Quanto mais síntese de proteína, maior tende a ser construção de massa muscular.

A retenção de nitrogênio impede que ocorra quebra de tecido muscular. Enquanto o corpo mantém um balanço positivo de nitrogênio, você estará em um estado anabólico.

Já a melhora na glicogenólise, de forma simplista, significa fazer melhor uso da ingestão de carboidratos, transformando-os em glicogênio para serem usados como energia pelos músculos.

Se mais carboidrato está sendo transformado em glicogênio, então eles não estão sendo guardados como fonte de gordura.

Além disso, glicogênio muscular alto fará você ter pumps e vascularização monstruosos no treino.

Basicamente, o dianabol permite que você treine mais pesado, faça melhor uso dos carboidratos ao mesmo tempo que cria um ambiente mais propício para gerar hipertrofia.

Outra característica interessante deste anabólico é sua alta sinergia com outros esteroides anabolizantes.

Muitos esteroides anabolizantes, quando usados em conjunto ao dianabol, geram mais efeitos.

Por exemplo: entre usar 100mg de trembolona por dia e usar 50mg de trembolona com 50mg de dianabol, a segunda opção gera mais efeitos com a mesma quantidade total de esteroides.

Por conta disso, usar esta droga sozinha ou sem uma estratégica muito específica, geralmente será uma péssima ideia.

Devido a sua meia vida curta, é possível sentir os seus efeitos logo nos primeiros dias de uso.

Sendo possível notar aumento das cargas, pump e maior recuperação.

Lembre-se que dianabol foi criado propositalmente para aumentar a performance em esportes –  e ele faz isso muito bem.

Através de uma dieta correta de bulking, é possível ganhar MUITO peso em um curto período de tempo.

Não é incomum ver relatos de pessoas que subiram 10kg de peso corporal em semanas.

É válido lembrar que se o ciclo não for bem elaborado ou o dianabol esteja sendo usado sozinho, os ganhos tendem a desaparecer tão rápido quanto surgem.

Por isso é indicado usar esta droga sempre em conjunto de outras, com uma dosagem racional e por tempo suficiente para consolidar os ganhos.

Efeitos colaterais e desvantagens

Toda droga possui efeitos colaterais, com o dianabol não seria diferente.

A boa notícia é que este esteroide anabolizante vem sendo usado desde a década de 50, existem estudos em humanos e animais que comprovam seus efeitos colaterais, mas que também mostram que o dianabol está longe de ser a substância mais perigosa que existe.

Uma pessoa saudável poderá tolerar tranquilamente os efeitos colaterais da droga, mas mesmo assim todo cuidado é pouco e é preciso saber “onde você está pisando” antes de utilizar qualquer droga.

1 – Efeitos estrogênicos

Dianabol é uma droga altamente estrogênica o que torna possível efeitos colaterais como ginecomastia e retenção de líquidos.

Por mais que a maioria dos homens tenham medo da ginecomastia, o real inimigo aqui é a retenção hídrica.

Esse aumento na quantidade de líquidos pelo corpo pode fazer com que a pressão sanguínea suba, gerando estresse em inúmeros órgãos.

Se você for uma pessoa que já tem predisposição a ter pressão alta ou sofre com o problema, isso será altamente exacerbado pelo dianabol.

Por isso ao usar drogas anabólicas como o dianabol (ou qualquer outra que seja), é essencial que o usuário esteja realizando exercícios aeróbicos regulares (aeróbicos diminuem pressão sanguínea), controle a dieta e faça uso devido de inibidores de aromatase para manter o estrogênio sobre controle.

Além de, obviamente, estar em perfeita condições de saúde.

2 – Efeitos androgênicos

Dianabol não é uma droga extremamente androgênica, mas os efeitos colaterais dessa natureza ainda são possíveis.

Pessoas com predisposição a acne e alopécia (perda de cabelo), que são efeitos colaterais comumente causados pela natureza androgênica de uma droga, poderão ver uma piora no problema.

Mulheres deverão passar (muito) longe dessa droga, mesmo com pouca androgenicidade, o dianabol vai causar virilização como engrossamento da voz, crescimento de pelos corporais e desenvolvimento de outras características masculinas.

3 – Efeitos cardiovasculares

A metandrostenolona pode alterar (para pior) o perfil lipídico do sangue, diminuindo o HDL, enquanto aumenta LDL e triglicerídeos.

Esta alteração na proporção de lipídeos poderá facilitar o acúmulo de placas nas artérias.

Além disso, dianabol é capaz de aumentar a quantidade e volume de glóbulos vermelhos no sangue.

Ao mesmo tempo que este aumento é um dos responsáveis por gerar os benefícios que queremos da droga, isto também faz com que o sangue se torne mais grosso.

Se o sangue está mais grosso, o coração precisa trabalhar mais para bombeá-lo.

Esta alteração na viscosidade também tem um efeito na pressão sanguínea.

Nada disso será um problema para uma pessoa saudável e que saiba monitorar os exames de sangue (principalmente o percentual de hematócrito) para saber quando o sangue está ficando viscoso.

Mas agora imagine uma pessoa que já está com o percentual de gordura descontrolado, é do tipo que não gosta de fazer aeróbicos e não sabe fazer dieta, usando uma droga que facilita o acúmulo de placas nas artérias, ao mesmo tempo que deixa o sangue mais grosso e aumenta a pressão sanguínea.

Esta é a receita perfeita para um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral.

São nestes casos que ignorância e falta de conhecimento levam uma pessoa a óbito.

4 – Produção natural de testosterona

Todos os esteroides anabolizantes vão afetar a produção natural de testosterona.

Enquanto o grau de supressão muda de droga para droga, o dianabol é especialmente eficaz em fazer isso.

Qualquer dosagem suficiente para ver resultados já causará supressão suficiente para tornar uma TPC necessária após o uso.

Veja -> Como elaborar uma TPC efetiva

5 – Fígado

Enquanto o dianabol está longe de ser tão tóxico ao fígado quanto o hemogenin, ele também não é tão leve como a oxandrolona.

Uso responsável de dianabol não causará danos no fígado de pessoas saudáveis (que não possuem problemas no fígado para começo de história).

Apenas é contraindicado fazer uso de qualquer outra coisa que gere ainda mais hepatoxicidade durante o uso de dianabol.

Por exemplo: usar outro esteroide oral ao mesmo tempo, usar anti-inflamatórios, consumo de bebidas alcoólicas e drogas sintéticas como ecstasy.

Como costuma ser um ciclo com dianabol

A dosagem de dianabol em um ciclo costuma variar dependendo da experiência do usuário e outras drogas usadas em conjunto (não existe uma dosagem universal como acontece com a creatina, por exemplo).

Não é incomum ver dosagens que vão desde 20mg a 50mg por dia. Quanto maior a dose, maiores os resultados (e efeitos colaterais).

Como a meia-vida da metandrostenolona é de 3-5 horas, essa dosagem diária costuma ser dividida em 2 ou 3 doses para controlar o pico da droga alta durante o dia todo.

Dianabol é muito usado também na forma de “kick-start”.

Kick-start significa basicamente usar uma droga de ação rápida no inicio do ciclo, dando um ponta pé inicial (kick start) enquanto as drogas com ação longa ainda não estão gerando efeito.

Desta forma, usando o dianabol no inicio do ciclo – que é uma droga de ação rápida – é possível gerar ganhos mais rápidos e quando chegar o momento de parar o uso, as outras drogas estarão em níveis altos no sangue.

Mas seu uso dessa forma não é regra.

Diana também é usado como “ponte” entre ciclos devido aos seus efeitos anti-catabólicos ou em qualquer outro momento do ciclo onde seu uso seja válido.

Como se trata de uma droga que causa estresse no fígado, os ciclos costumam beirar as 6 semanas, podendo ir além em muitos casos.

Apenas lembre-se que não há recomendação médica para uso de esteroides com propósito estético. As dosagens e ciclos com dianabol são baseadas no conhecimento empírico obtido através de relatos dos próprios usuários, portanto não considere estas informações como orientação médica (pois elas não existem).

Palavras finais

Dianabol é talvez o melhor esteroide anabolizante oral especialmente se usado durante o bulking.

É um esteroide que causa ganhos rápidos, e se for comparado com outros orais, como hemogenin, ele possui um “custo-benefício” em termos de danos e anabolismo, maior.

Este texto ajudou você ?

Escreva um comentário