Clique aqui

GH é um dos hormônios mais poderosos que o próprio corpo produz e um dos mais procurados em sua forma exógena.

Em sua forma exógena (feita em laboratório), o GH é idêntico ao nosso hormônio do crescimento e pode ser usado tanto para tratar doenças como ser usado para fins estéticos, quando o objetivo é recomposição corporal (perda de gordura e ganho de massa muscular).

Hormônio do crescimento é conhecido erroneamente como esteroide anabolizante.

Apesar de ser altamente anabólico, não se trata de um esteroide e não possui os mesmos efeitos colaterais (da mesma forma que comida é anabólica, ninguém chama um peito de frango ou bife de esteroide anabolizante).

Enfim.

O que é GH e para que serve ?

GH, hormônio do crescimento ou somatropina, é um peptídio altamente anabólico e queimador de gordura liberado pela glândula pituitária.

É essencial para uma série de processos metabólicos e síntese de células.

Durante a fase de crescimento, liberamos uma grande quantidade de GH, o que faz com que todas as células aumentem em volume e número, aumentando o tamanho dos órgãos, músculos e ossos, proporcionando o crescimento corporal que precisamos para atingir a fase adulta.

Mesmo atingindo a vida adulta continuamos a produzir GH, mas em quantidades muito menores.

Esta pequena quantidade é vital para a nossa saúde, influenciando a produção de energia, recuperação, imunidade, produção natural de testosterona e sensação geral de bem estar.

Como se não fosse suficiente, hormônio do crescimento aumenta o transporte de aminoácidos para dentro das células dos músculos, aumenta a formação de RNA e o número de ribossomos no interior das células.

Traduzindo para o bom português, isto significa que a capacidade de reparo e construção dos músculos aumentam na presença de GH.

Hormônio do crescimento também causa hiperplasia muscular, causando a criação de novas células musculares.

Enquanto esteroides anabolizantes, por exemplo, aumentam a hipertrofia muscular (o aumento das células musculares que já existem), o GH aumenta o número de células que poderão aumentar com hipertrofia.

Basicamente, o GH aumenta o potencial de um individuo para ganhar massa muscular, mas não necessariamente vai causar o crescimento (como um esteroide anabolizante faria).

O mais impressionante de tudo é que isto é feito ao custo da gordura corporal.

Hormônio do crescimento facilita a quebra de ácidos graxos dos tecidos adiposos para proporcionar a criação de novas células.

De forma simples e grosseira, o GH vai usar a sua gordura corporal para deixá-lo com mais massa muscular.

Não é a toa que este hormônio é altamente procurado por quem faz musculação, mas ao mesmo tempo que ele realmente entrega o que promete, as coisas estão longe de serem simples.

Entenda.

Como costuma ser um ciclo com GH

Muitas pessoas buscam neste hormônio uma forma de obter resultados mais rápidos na musculação, como se fosse um método infalível para mudar o corpo.

o que é hormônio do crescimento ou GH e sua influência na hipertrofia

Mas a primeira coisa que precisamos ter em mente é que ao mesmo tempo que GH é realmente incrível, as mudanças causadas por ele podem ser tudo, menos rápidas.

Veja bem.

Os efeitos do GH são mediados principalmente pela ação do hormônio IGF-1 que é convertido a partir do próprio hormônio do crescimento quando passa pelo fígado.

É o IGF-1 que causa efeitos na multiplicação de células musculares e basicamente vai gerar tudo o que queremos em termos de crescimento muscular e queima de gordura.

Acontece que este processo é cumulativo e levará tempo para que os níveis de IGF-1 fiquem suficientemente altos e por um período suficiente para gerar os efeitos esperados do ciclo com hormônio do crescimento.

Se você realizar um ciclo muito curto, simplesmente não haverá tempo suficiente para esse efeito cumulativo ocorrer e todo o dinheiro investido poderá ser desperdiçado.

É preciso 20 a 30 semanas de uso contínuo para ver diferenças significativas com o ciclo de GH com 2 a 4 UI sendo usados diariamente.

Por isso um ciclo com GH costuma ser tratado como algo para ser levado sem prazo definido.

O momento que você usa GH também é importante.

Ao usar antes de dormir, por exemplo, você corre o risco de inibir o pulso natural de hormônio que ocorre durante o sono mais profundo, tornando mais interessante o uso em outros horários, como de manhã, antes ou depois do treino.

GH pode ser administrado através de injeções subcutâneas e intramuscular profunda, sendo o primeiro método o mais fácil e comum.

Efeitos colaterais

De forma geral, e comparado com os efeitos colaterais dos esteroides anabolizantes, GH é relativamente seguro.

GH de verdade é uma cópia exata do próprio hormônio do crescimento humano, uma substância que o seu corpo já conhece, e mais importante, uma substância que ele precisa para funcionar corretamente.

Mas mesmo sendo uma substância relativamente segura, quando estamos falando em usar hormônios em uma quantidade acima do natural, sempre haverá a possibilidade de colaterais.

Os efeitos colaterais mais comuns do GH em doses baixas poderão incluir retenção leve de líquidos, dores nas articulações e de cabeça.

Quando utilizado em doses superiores a 2 UI por dia e por períodos mais longos, poderão ocorrer problemas como síndrome do túnel de carpo e hipotireoidismo.

Síndrome do túnel de carpo é uma doença que pode causar danos e dor crônica nas mãos, mas não é algo que vai atingir todos e hipotireoidismo poderá ser tratado com a ingestão de T3.

Doses acima de 5-10 UI poderão causar ainda mais efeitos colaterais como crescimento das mãos, pés, mandíbula e em casos mais severos, até órgãos.

Além disso, GH é hiperglicemiante.

Enquanto doses baixas não causam problemas relacionados a hiperglicemia em pessoas saudáveis, dose maiores poderão causar problemas de insensibilidade a insulina e posteriormente, caso nada seja feito para sanar o problema, diabetes.

Esta é uma das razões para a insulina ser usada em conjunto do GH, o que torna o protocolo muito mais complexo já que insulina é um hormônio volátil e se você usá-lo da maneira errada, pode ser a última.

Pessoas com histórico de câncer na família deverão ter cuidado extra.

O IGF-1 vindo do GH causará crescimento acelerado de células, o que inclui o crescimento de tumores pré-existentes.

Apesar de parecer assustador, pessoas saudáveis e usando doses discretas dificilmente terão problemas ao usar GH.

Os efeitos colaterais mais sérios ocorrem quando há abuso, assim como ocorre com qualquer substância na face da terra.

Preço do GH

Preço é o principal fator limitante para usar GH.

Cerca de 100 UIs de GH verdadeiro poderão custar R$1500 e manter o uso por tempo suficiente para ver resultados poderá facilmente ultrapassar a casa dos R$5000.

Hormônio do crescimento é um dos hormônios mais caros que existe. E também um dos mais falsificados.

Na verdade, há mais GH falsificado circulando pelo mundo do que verdade. Procurar por barganhas na hora de comprar, é pedir para ser enganado.

Como saber se o GH é verdadeiro ?

A melhor (e única maneira) de saber se o GH é realmente verdeiro é através do exame de sangue chamado HGH (ou hormônio do crescimento mesmo).

Mas é preciso usar uma abordagem específica no caso do uso exógeno (externo) da substância.

A melhor maneira é utilizando 4 UIs de GH intramuscular duas horas antes de fazer o exame.

É recomendável também fazer uma refeição rica em carboidratos imediatamente após o uso.

Por quê ?

Simples. Alguns peptídios vendidos como GH poderão estimular a produção de GH pela hipófise, mas na presença de insulina (causada pela ingestão de carboidratos), isto anulará a produção.

Isto não acontece se for GH de verdade, apenas com alguns peptídios que são vendidos como GH (mas não são).

O resultado precisa estar entre 9 a 14 ug/L.

Caso o resultado seja zero ug/l ou abaixo de 3 (que é a referência para naturais), é muito provável que seja GH falso.

Caso o valore esteja acima da referência, mas ainda abaixo dos 9, é possível que seja GH de péssima qualidade ou que foi exposto a calor.

Hormônio do crescimento é extremamente sensível ao calor e perde suas propriedades caso não esteja refrigerado entre 2 a 8 graus a maior parte do tempo.

Como podemos aumentar os níveis de GH naturalmente ?

Uma estratégia muito mais barata, livre de efeitos colaterais e sustentável a longo prazo, é tentar otimizar a própria produção natural de GH.

Logo de cara, esqueça qualquer tipo de suplemento que promete ser GH ou aumentar o GH diretamente.

Infelizmente, mesmo que você tivesse a oportunidade de ingerir o hormônio verdadeiro através de um suplemento de pílulas, a delicada cadeia de aminoácidos que compõe este peptídio é destruída quando passa pelo sistema digestivo, impossibilitando que hormônio do crescimento seja absorvido.

Suplementos que prometem fornecer os micronutrientes para que o próprio corpo possa produzir GH, como é o caso de glutamina, vitamina C e arginina, poderão ser úteis para pessoas com deficiência e apenas para colocar os níveis na normalidade.

Infelizmente, não há estudos que mostrem que este aumento possa produzir resultados, principalmente quando uma pessoa que já possui níveis adequados do hormônio.

A boa notícia é que mesmo que você seja saudável, ainda é possível dar um “boost” no GH naturalmente, e o melhor, é uma questão de mudança de hábitos e você não precisará gastar (quase) nada para conseguir fazer isso.

1 – Diminua o percentual de gordura

Estudos que verificaram a relação entre percentual de gordura e produção de GH mostraram que aqueles que possuíam um percentual de gordura acima do normal, sempre produziam menos hormônio do crescimento (1,2).

Além disso, percentual gordura possui uma relação inversa com sensibilidade a insulina.

Quanto maior o percentual, pior tende a ser a sensibilidade e mais insulina o corpo precisa produzir para conseguir diminuir a glicose no sangue.

O problema com isso ?

Insulina é antagonista do GH, ou seja, na presença de insulina, a produção de GH fica inibida.

Basicamente, diminuindo o percentual de gordura você resolve os dois problemas ao mesmo tempo que amplifica a produção natural de hormônio do crescimento.

Um percentual de gordura considerado saudável é abaixo de 15%, sendo o ideal para quem treina 10-12% de gordura.

2 – Treine de forma intensa

Uma maneira efetiva para aumentar o GH é através de atividade física intensa, seja aeróbica ou anaeróbica.

Treinos de musculação com curtos intervalos entre séries poderão aumentar o GH (30 a 60 segundos entre as séries), assim como aeróbicos do tipo HIIT.

Para maximiza a produção natural de GH é interessante conciliar ambos os tipos em sua rotina, apenas evitando fazer um após o outro.

3 –  Durma profundamente

A maior parte do seu GH é liberado durante o sono, através de pulsos.

Os maiores pulsos ocorrem no período profundo do sono, no meio da noite, e vão diminuindo conforme a hora de levantar se aproxima (5,6).

Com isto dito, respeitar o período do sono e ter certeza que você consegue dormir profundamente todos os dias, é essencial para produzir mais hormônio do crescimento.

4 – Cuide bem do seu fígado

Como já vimos, os efeitos do hormônio do crescimento são principalmente mediados através da conversão de GH em IGF-1 que ocorre no fígado.

Pessoas que abusam de bebidas alcoólicas e outras substâncias com toxicidade hepática jamais estarão extraindo o máximo de benefícios do GH.

Mais importante ainda é que independente de você estar usando GH de forma exógena ou produzindo naturalmente, a saúde do seu fígado poderá influenciar da mesma forma.

5 – Use melatonina

Melatonina é o principal neuro-hormônio envolvido no controle do sono.

A suplementação com melatonina pode melhorar a qualidade e duração do período do sono, o que, por si só, já pode amplificar a produção de GH.

Além disso, estudos têm mostrado que a melatonina pode estimular a produção do hormônio do crescimento de forma direta (7,8,9,10).

Em outras palavras, melatonina é uma das poucas substâncias naturais (talvez a única)que realmente pode ajudar na qualidade do sono e, de forma direta e indireta, melhorar os níveis de GH.

Palavras finais

GH realmente é um hormônio incrível capaz de aumentar o potencial genético de uma pessoa para ganhar massa muscular ao mesmo tempo que usa as gorduras como fonte de energia para completar esta tarefa.

Contudo o uso de GH se torna altamente proibitivo devido ao seu preço e dificuldade para encontrá-lo em sua forma genuína.

Na maioria das vezes, tentar extrair o máximo possível da sua própria produção de GH é o melhor caminho (e definitivamente o mais barato).

Referências

  1. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11502822/;
  2. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2690428/;
  3. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/12797841/;
  4. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15947720/;
  5. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1188300/;
  6. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC297368/;
  7. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/8370132;
  8. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2174513/;
  9. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9509065;
  10. http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/10594526

Este texto ajudou você ?

9 Comentários

  1. Tarcísio lima6 Responda

    Parabéns pela excelente matéria.
    A cada dia o site fica mais interessante e com conteúdo que tendem a prender a atenção do leitor👏👂

  2. André de Avila Simoes Responda

    Boa matéria , mas o principal não foi dito. Não adianta usar o GH e comer paozinho com manteiga, bolacha recheada,batata doce, lanches , doces, bolos, principalmente frituras , salgados e ficar beliscando o dia todo. Poxa vais gastar no minimo 5 mil reais pra não ver resultado algum ao término ????O GH tem q.ser mais pra secar do que pra ganhar. Ou seja feche a boca para as coisas gostosas e abuse de saladas, frango bifes tudo na chapa sem óleo.Arroz só integral ovo cuzido sem gema..Omeletes sem oleo pao integral fibras , suco natural, nada de refrigerantes, E frutas. Aí sim veras os resultados esperados. Há, fuja de bebidas alcólicas. Bom treino.

    • Redação Hipertrofia.org Responda

      Muito bem lembrado Fernando, acabamos de adicionar estas informações.

Escreva um comentário