Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''calistenia''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Hipertrofia
    • Venda de Suplementos
    • Nutrição e Suplementação
    • Treinamento
    • Esteróides Anabolizantes
    • Geral
    • Diário de Treino
    • Saúde e Qualidade de Vida
    • Academia em Casa
    • Área Feminina
    • Assuntos Acadêmicos
    • Entrevistas
    • Arquivo
  • Assuntos gerais
    • Off-Topic
    • Mixed Martial Arts
    • Fisiculturismo, Powerlifting e Outros
  • Fisiculturismo
  • Multimídia
    • Vídeos de Fisiculturismo e Strongman
    • Fotos Fisiculturismo
    • Fotos de Usuários
  • Fórum
    • Críticas, Sugestões e Suporte ao Fórum
    • Lixeira
  • Off-Topic

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Localização


Peso


Altura


Idade

Conteúdo continua após a publicidade.

Encontrado 51 registros

  1. Quero praticar as duas modalidades, mas como conciliar?
  2. Voltando a relatar em julho de 2019. Voltando do sedentarismo. Por hora, treinando musculação e buscando emagrecer. ---------------------------------------------------------------- Fui leitor do fórum por algum tempo, e desde dezembro de 2016 venho relatando meus treinos e alimentação aqui no diário. Entre muitos erros e acertos vou levando. Abaixo um texto sobre minha trajetória pelos esportes e treinos anteriores. Atualmente treinando corrida (10km) e tentando emagrecer sem sofrimento. Início no esporte, lesões, drama e retorno. Depois de toda a história cheguei nesse plano! (antigo) Depois de toda a história com a corrida e a rotina, aprendi a desenvolver a Resiliência, e tenho empregado-a em tudo que faço. Indico à todos que aprendam a utiliza-la.
  3. E aí galera, estou há um tempo sumido do fórum mas voltei trazendo a tradução, feita pelo Google e editada por mim, do primeiro capítulo do livro "Building the Gymnastic Body" (Construindo o Corpo Ginástico), do autor Christopher Sommer. Há sentenças difíceis de traduzir ao pé da letra para o português, então deixei o termo em inglês ao lado para quem quiser realizar sua própria interpretação. O primeiro capítulo se chama "Ginástica como condicionamento - A jornada". Antes de iniciar o capítulo, o autor decorre sobre sua história como treinador e nos introduz aos grandes feitos que seus atletas conquistaram utilizando apenas a preparação física geral por meio do treinamento com peso corporal. Conforme for traduzindo o restante, vou postando neste tópico. O arquivo está no Google Drive, o link segue abaixo: https://docs.google.com/document/d/1NaojdB53VFd2qK0VM-ALiqQ9lUTcNZbarE48ka1OhTY/edit?usp=sharing
  4. Boa noite galera. Pratico calistenia há dois anos, e tenho os seguintes acessórios em casa: - 30kg em anilhas - barra w e barra reta - argolas - barra fixa - barra paralela (pra fazer dip) Se puderem, de uma olhada no meu """shape""", que está no link abaixo. Minha dúvida é, qual exercício devo fazer pra pegar do meio do peito, e também a parte clavicular do peito? Na calistenia, um exercício que chega próximo é a flexão declinada, mas simplesmente não pega. Através desses equipamentos, como faço pra pegar essa parte? Na foto abaixo eu pintei de verde, a área que simplesmente não consigo hipertrofiar, não consigo fazer crescer. Fico grato pela ajuda. Devo comprar mais algum equipamento? Qual exercício? Valeu galera. Se tiverem alguma sugestão em quê também devo melhorar, fiquem a vontade pra criticas e etc. Tmj
  5. Olá pessoal Quem me conhece sabe que eu era um membro bem ativo no forum até um tempo atras. O que aconteceu foi uma doença desgraçada chamada apendicite. Tive que fazer uma cirurgia de retirada do apendice mês passado, o que me obrigou a ficar um mês sem treinar, perder massa muscular e acumular um pouco de gordura abdominal. Um mês pode parecer pouco, mas imagine ficar sem comer direito por um bom tempo antes e depois da cirurgia e ficar uma semana, praticamente, só deitado. É uma ótima receita para acabar com seu shape. No começo dei uma desanimada, mas depois me conformei. Agora vejo como uma oportunidade de conseguir um shape ainda melhor do que antes. É importante dizer aqui que vou começar praticamente do zero mesmo, pois vou ter que fazer um mês de treino leve por causa da cirurgia. Além do mais, como perdi massa muscular, estou ficando dolorido só de fazer uma flexão na parede. Todos os treinos são feitos em minha casa ou no parque. Montei uma homegym com alguns pesos e barra de parede. Pra quem tiver curiosidade, vou colocar o link do meu antigo diário (de antes da cirurgia): www.hipertrofia.org/forum/topic/209012-calistenia-e-home-gym-diario-do-jow-com-fotos/?page=36
  6. Boa noite! Estou treinando sozinho a 8 meses, tenho me virado nas minhas realizações, porém as dúvidas sempre surgem, gostaria de incluir a corrida no meu treino pois gosto muito, o problema que sou ectomorfo e já é difícil de ganhar massa, pois como já sabem a uma queima de caloria devido metabolismo, nesses 8 meses passei de 69kg para 77kg, pretendo chega nos 80kg até final do ano. Eu sendo um ectomorfo e praticante de calistenia seria bom incluir a corrida 2x na semana como um cardio? Lembrando que toda opinião é bem-vinda!
  7. Fonte e adaptações: http://www.domyos.com.br/fitzine/advice/musculacao-minuto-ter-exito-no-muscle-n42683 e http://www.beastskills.com/the-muscle-up/ Há quem diga que um homem de verdade tem que ser capaz de fazer pelo menos uma barra-fixa. Eu acredito que um homem forte tem que ser capaz de uma muscle-up. Para você que não sabe o que é uma muscle-up é, a grosso modo, uma barra-fixa e um mergulho tríceps, em barras ou argolas. Bonito de se ver né? Dentro os movimentos básicos em calistenia/ginástica, esse é um simples de se aprender e que promove ganhos monstruosos. Afinal, é tudo o que a barra-fixa e as paralelas oferecem, ao mesmo tempo. O muscle-up atinge o grande dorsal (costas), grande redondo, pequeno redondo, os músculos dos braços (bíceps e tríceps), trapézios, romboides, deltoides posteriores, peitorais, o deltoide anterior, os tríceps, as costas, trapézios, abdominais. Como carry over no treinamento de força, melhora todo movimento de puxar, explosivo ou não, e grip - é uma alternativa brutal e divertida para remadas e barras-fixas. Moral da história: é um snatch da calistenia, e um treino completo de upper body em um exercício, recrutando pelo menos metade dos seus músculos. Junte com um agachamento ou um levantamento terra e você tem um treino fullbody absolutamente assassino. Sabendo mandar + ou - 10 barras-fixas e 10 paralelas, você já pode começar a pegar o muscle-up. O engraçado é que muitas vezes, mesmo quem faz mais de 25 não consegue pegar o muscle logo de cara (eu mesmo, por exemplo). Variações de Brahms do Muscle-up E eu todo satisfeito por conseguir 1x5 da normal... Como começo tio? Começando a ir além... slow muscle-ups Minhas dicas para quem vai fazer em barras: pratique L-sit pull ups, high pull ups (barra fixa onde você toca o peito na barra) e lembre-se de que a puxada da muscle parece mais com um lat pulldown do que com uma barra fixa - você puxa com os braços abertos, cotovelos mais estendidos. Role para cima da barra e é só empurrar. Com argolas, nunca tentei, dizem que é mais fácil. Muscle-ups no treino É um movimento explosivo, técnico e composto. Por isso deve vir antes de movimentos mais simples, como roscas. Melhor ainda que seja o primeiro do dia. Conta como um exercício de puxar e empurrar, ou seja, se você quer reduzir seu tempo na academia, se mate nelas. Cuidado com a boa forma, no início é um exercício que taxa muito os cotovelos e ombros. Recuperação é essencial. Minha experiência com elas é a seguinte: peguei a muscle há algumas semanas atrás. Lesionei os cotovelos graças a elas e fiquei 2 semanas sem tentá-las. Três semanas atrás consegui algumas singles, depois doubles, e fui pegando o jeito. Consigo começar dead hang (sem balançar) e já cheguei a fazer uma "clean" muscle-up (onde você não "rola" sobre a barra, mas sobe direto para o lockout). Já percebi ganhos para puxadas, melhoria da grip e aumento discreto nos bíceps. Tenho feito 3x semana, o máximo de reps em cada set. Ou várias sets de duas repetições. Faça muscle-ups e evolua para Charizard. Abraço!
  8. Qual os benefícios de fazer paralela? Tenho 15 anos e além de praticar musculação adoro fazer calistenia. Meus amigos me elogiam muito por que consigo fazer e me chamam de gorila pelo porte acima da média.
  9. Treine como os homens das cavernas, se divirta como uma criança, sofra como se nunca tivesse treinado na vida. texto meu kkkk Para os amantes de calistenia, ou não, essa é uma forma interessante de treino ou de acréscimo ao treino. Um ótimo aliado, um treino excelente para condicionamento em geral, bom para aumento geral da força (não espere virar um strongman ou alguém que treine focado em força), um bom treino para desenvolver músculos fracos de forma mais completa (não espere se um BB/Fisiculturista), uma melhora na mobilidade e agilidade como um todo (sim, nesse caso espere muita melhora na sua mobilidade), um aumento considerável na capacidade de mover o próprio corpo. São vários movimentos que misturam a movimentação de animais, movimentação do homem paleolitico, luta antes do conhecimento que geraram as artes marciais, ginástica como um todo. Você não precisa de nada, nem de barras, nem de argolas, nem de roupa (não que seja aconselhável treinar pelado). A verdade que você precisa somente do que Deus (Zeus, Odim, Carl Sagan, escolha o seu) lhe deu: A Natureza. Troncos, pedras, são bem vindos, mas a essência é o uso do próprio corpo. Não é mahamudra, aquela "calistenia" com meditação, nem Calistenia Brasil com o filho do Otávio Mesquita se contraindo para parecer maior. Não existe regras, apenas se movimentar da maneira que quiser, desde que respeite a ideia da progressão de esforço, não adianta caminhar ou levantar graveto de churrasco e achar que vai ter efeito. A ideia é que se sinta um índio, um ancestral, talvez um primata, que goste de diversificar, que use para complementar, que faça dos seus treinos de mobilidade algo mais divertido e construtivo. Pode ser um treino complementar para tudo, ou ser o único treino, o que vai mudar é a frequência e intensidade. No Brasil vi poucos que começaram a difundir alguns movimentos, la fora o principal canal é o MOVNAT. Na internet pode se encontrar com diversos nomes, separados em pacotes para ser vendido por "treinadores" "especializados". Assim compilei, os movimentos e videos principais do que por ai pode ser encontrado como Animal Flow (movimentos só baseados na "organicidade" dos animais), Primal Workout (uma mistura de tudo, principalmente no que se refere a ficar pendurado), Paleo Workout (baseado nos caçadores e coletores, espere correr, nadar, ficar pendurado, se arrastar), Ancestral Traininig (inclui técnicas de luta e defesa). Antes de publicar vídeos vou apresentar alguns movimentos que devem ser treinados a exaustão na tentativa de se tornar apto a executá-lo de maneira confortável por um tempo considerável (mais de 2min) se possível exercendo algum movimento. VIdeo base, vejam antes: Cócoras Nada vai melhorar mais a mobilidade de seus inferiores e quadril do que fazer todo santo dia por alguns minutos a cócoras. Fazer com peso adicional é legal, sim, mas a essência esta em sustentar por mais tempo seu próprio peso em uma cócoras que seja a mais fechada possível. (obs. Sorria ou faça expressão de ausência igual nas fotos, sentir dor significa que você não esta bom). Outra variação é em posição sumô, ou da mulher parindo, é mais fácil, porém é parte para poder executar em movimento (vai aparecer nos videos mais para frente). Ficar pendurado Se você não consegue ficar pendurado por mais de 20s com as duas mão é pq algo está errado (do ponto de vista deste treino). O ideal seria poder aguentar 1min, isso sendo humano, um super humano pode ficar até mais de 10min como viemos em outros tópicos, mas aqui a abordagem é realista e para meros mortais, se conseguir 1min com as duas mãos está de bom tamanho, mais que isso pode comemorar e se considerar um entre milhares. No mais foque apenas em se aguentar, isso vai exigir dos seus antebraços, vai trabalhar sua pegada, organizar o músculo do seu ombro, alongar, fortalecer seu manguito de maneira impressionante de forma a evitar muitas lesões. Como variações tente fazer com braços mais fechados, pegada pronada e supinada, e por fim em movimento, se balance para frente e para trás, para um lado e para o outro, para cima e para baixo. Corrida Ancestral (E Saltos) No começa vai doer, no começo vai ser difícil de aprender, mas no fim vale a penas (falo sério eu faço e não me arrependo). Melhora equilibrio, desenvolve panturrilhas que frustram qualquer um para crescerem, ameniza canelite (sim diminui a dor da canelite, nunca mais tive, apesar que no começo eu sentia como se estivesse sendo rasgado na canela), melhora o tornozelo, força na planta do pé, devolve a habilidade que foi perdida por anos e anos de uso de sapatos. Quem jogava bola descalço, corria atrás de pipa de chinelo ou descalço, tem uma larga vantagem sobre quem nasceu e vai morrer num apartamento. O segredo desta corrida é utilizar o minimo de proteção possível para os pés, não no que se refere a sola, mas sim a estabilidade e amortecimento que obriga as pessoas correrem com os calcanhares, pois o segredo é correr com o meio e/ou ponta dos pés. Você pode usar um sapato simples (allstar ou aqueles sem cadarços), um chinelo de dedo baixo que prenda nos pés como uma sandália grega, pode ser descalço se estiver em um lugar sem risco, ou pode gastar 300 reais com um five fingers. Comece por correr em lugares mais macios como areia ou terra macia antes de evoluir para terra batida e asfalto, não use esteiras de academia pois vai contra todo o conceito da corrida e favorece a diabetes tipo 3 (por magnetismo, não sei se é mito, só li a respeito), caso não tenha acesso a natureza use um allstar ou semelhante com 2 palminhas, mas nunca use tênis com amortecedor e quanto mais livre ficar seus dedos melhor. Também pratique pulos, saltos com uma perna, saltos pra cima e para frente, para um lado e para o outro e saltos de precisão (galera do parkour conhece). Povo Tarahumara conhecidos por correr 700km, e sim, da forma descrita acima: Escalar Árvores Ou ao menos tente, ou simule, a ideia é que seu corpo desenvolva flexibilidade, rigidez e força na pegada, nas costas, nos biceps, no ombro, nas pernas, em quase tudo. Na falta de uma arvore você pode utilizar uma viga, a coluna de sua casa. Se imagine fugindo de um animal selvagem ou indo até o topo para encontrar ovos. Nada é mais paleo que isso rs. Se arraste por um tronco (pode ser uma corda, é mais dificil e foge dos propósitos do treino, mas é uma alternativa) O exército, os bombeiros não fazem a toa, é a essência da sobrevivência. Você pode necessitar se equilibrar no topo de um tronco (após subir a árvore) para fugir de algo, ou até atravessar um rio, pode ser util até para limpar uma calha. Mas o mais importante é o trabalho no core e equilibrio, nas pernas, dos braços e isometria do peito e das costas. Como um exercicio adicional para trabalhar ainda mais o core pegue um saco de pancada de mais de 70Kg (quanto maior e mais pesada a pessoa maior e mais pesado tem que ser o saco), agarre com os joelhos e balance, o objetivo é evitar tombar. No tronco varie entre ir por cima (foco peito) ou por baixo (foco costas). Pode utilizar aquelas madeiras longas de parques que o povo usa para se alongar ou até uma corda. Seja criativo. Engatinhar É para bebês, muitos podem dizer, ok, engatinhe durante 1min enquanto descansa para um próximo exercicio, ou até mesmo por 5min seguidos e vai ver o que é sentir sua lombar, braços, peito, ombro, pescoço, pernas. É um exercício de resistência, mas acima de tudo de mobilidade. Entretanto o segredo é não encostar os joelhos no chão como fazem os bebês, a forma correta é se imaginar como um animal, lento e atento, prestes a pegar a presa. Se imagine se esgueirando para pegar um coelho em sua toca, dar o bote em um esquilo. Carregue Troncos e Arremesse pedras Não sacos de areia, troncos, o peso não é uniforme a pegada não é facilitada pois tronco é duro o saco de areia-pancada é macio. Corra com ele, pule, suba escada. Imagine que é uma pessoa que você esta tentando salvar. Mais importante, neste caso, não é pegar troncos mais pesados, mas sim conseguir fazer uma gama maior de movimentos carregando o tronco. Como falei no começo, não esperem ser um strongmam, mas sim melhorar suas habilidades como um todo. Então após conseguir correr, agachar, pular com o tronco comece a tentar escalar, se equilibrar, arremessar, engatinhar e talvez até nadar (só cuidado, use uma piscina ou rio raso). Sobre as pedras não tem o que dizer, jogue o mais longe que puder, pra frente para trás, para um lado e para o outro. Pegue uma pedra que mais uniforme possível, é mais importante do que ser mais pesada (para esse caso aqui). Siga o mesmo principio do tronco, tente arremessar ela dos lugares mais diferentes possível, use uma perna, fique sob um tronco, arremesse sentado. Seja criativo. Luta ancestral (semelhante ao sumô) Antes do homem conhecer as armas de seu corpo com as artes marciais (cotovelo, mãos, joelho, pés, canela, dedos e por ai vai), a briga era semelhante a ver ursos brigando. Ao que tudo indica esses movimentos levara ao desenvolvimento do Sambo, Judô, Luta Olimpica, Sumô. Mas no fim é quase do sumô mesmo que estou falando. Neste caso o mais interessante é contar com um amigo, o objetivo é se empurrarem dentro de uma área determinada e perde quem sair primeiro, para os solitários o saco de pancada é bem vindo, ele não revida, mas ao menos da para carregar, levantar e simular algumas coisas (não é igual, nem substitui, apenas ameniza a tristeza de não ter amigos fora do fórum). Na verdade ganha aquele que perder mais, pois esta treinando com alguém mais forte o que obviamente obriga a se tornar tão forte quanto. Cortar árvore, arar a terra, capinar, quebrar pedras como um presidiário texano. Esse treino pode render alguns reais, nada como capinar um terreno para fazer um treino realmente exaustivo. Mas claro tem como fazer isso de maneira mais organizada e planejada dentro do treino. Se morar na praia fica mais facil. Se tiver pá a use, machado use, inchada use, até picareta serve, a marreta todos ja conhecem. Pois bem eu não tenho nenhuma dessas ferramentas, mas tenho anilhas e uma corda, minha solução foi passar a corda no meio da anilha e utilizar ela como se fosse uma marreta, arremesso com toda força num chão de terra húmida, não faça no concreto pois isso vai acabar com seus ombros e nem em árvores vai machucar elas sem motivo que valha machucá-la. O segredo é usar as costas, mais que o ombro. Erga a corda, a picareta, mas na hora de descer faça com as costas, jogando o corpo todo para baixo. Um outro exercício pode ser cavar, não sei como simular sem o uso de uma pá. Se alguém souber diga ai embaixo. Exercícios adicionais (aqui segue uma lista de coisas mais que podem ser feitas, não necessariamente seguem a linha acima, mas complementam. A criatividade no fim deve comandar): - Arrastar (Os strongmans e crossfiters conhecem muito bem, empurrar carro pode ser uma alternativa, mas o legal é utilizar algo que não tenha rodas); - Nadar (dispensa explicação); - Nadar no mar contra as ondas; - Nadar segurando algo, como se fosse uma lança; - Escalar Pedras (alternativa é escalar muros); - Usar os exercícios conhecidos de calistenia para complementar; - Andar na ponta dos pés; - Treino de apnéia; - Se arrastar como soldado; - Flexão Jacaré; - Andar Caranguejo; - Parada de mão; - Frog Planche; - Caminhada de longa distância (mais de 3h): forreagear. Ou fazer trilhas; - Alongamento escorpião; - Macaquinho (capoeira); - Ponte (com uma e com as duas mãos); - Bear walk - Monkey walk - Alligator walk - Farmer walk (uso galões de agua mineral com areia). - V-Sit + L-sit- Etc...
  10. Salve rapaziada, resolvi criar o diário aqui pra deixar registrado um pouco a minha rotina de treino e me manter inspirado. Aquela história de vida (chata): Objetivos Meus principais objetivos são a melhoria de condicionamento físico e o aumento de força. Em segundo plano, mas não menos importante fica a perda de peso (gordura) e a estética. Peso: 90 kg (31/08/16) 86,7 kg (05/11/16) 88,2 kg (04/03/17) 89,8 kg (16/06/17). Altura: 1,82 cm WODs Cindy: 9 rounds (07/10/16) 12 rounds (01/05/17). Murph: 93' (09/12/16) 80'11" (09/05/18). Saitama: 89' (04/01/17). Angie: 41'20" (17/04/17). Loredo: 41'14" (22/04/17).
  11. Seguinte galera, gostaria de compartilhar com vocês uma rotina de treino calistênico de nível iniciante (rotina A,B e C) Então vamos la. A Flexões 2x10 Barra fixa pegada fechada 2x6 Paralela na barra 2x3 Barra fixa pegada semi aberta 2x6 Paralela 2x6 B Barra fixa pegada fechada 2x6 Barra fixa pegada semi aberta 2x6 Paralela 2x6 Flexões 2x12 Leg Raises 2x6 Agachamento com salto 2x12 Barra fixa com apoio 2x12 C 1 Min de polichinelos Abdominais 2x15 Agachamentos 2x15 Barra fixa com apoio 2x12 Agachamento com salto 2x15 Paralela no banco 2x12 Barra fixa pegada fechada 2x6 IMPORTANTE Descanso de 2 a 3 minutos a cada exercício. Deixei uma imagem que representa alguns exercícios (não são todos, mas basta olhar que apareça mais exercícios) Lembrando que isso é uma rotina inciante. -------------------------------------------------------------------------------------- Abraços, se quiserem mais rotinas falem ai, fui.
  12. Sejam bem vindos ao meu diário fellas, aqui vou contar um pouco da minha rotina em busca da força e destreza. História na musculação: Comecei na academia com meus 14 anos de idade, nessa época estava com 68kg sem muito conhecimento em dois anos conseguir chegar a 82kg, depois de um tempo fiquei desmotivado e acabei largando a musculção,em 2017 resolvi montar um home gym e voltar firme com os treinos e cá estou eu. Treinos: Faço calistenia e corro três vezes por semana,nos sábados faço animal flow ou outro alternative workouts. Dieta: Não sigo nenhum dieta específica, só tento bater as calorias no final do dia. Medidas: Altura: 190cm Peso: 72kg Braço D:31 E:31 Peitoral: 96 Cintura: 79 ABS: 86 Quadril: 57 Coxa: D: 54 E: 53 Osso Colado(Panturrilha): 34 Home Gym:
  13. Boa tarde, é meu primeiro post... então se tiver algo errado, foi mal 😅 Comecei calistenia uma semana atrás e queria saber se posso praticar todo dia, e se meu treino é bom o suficiente pra um iniciante. Não tomo suplementos nem nada, só comida caseira. Empurrar (10 Push-ups,10 Knee push-ups,10 Bench dips,5 Knee diamond push ups)3x+ Puxar (3 Pull-ups, 6 Jump negative pull-ups, 6 Jump pull-ups, 3 Australian pull-ups, 3 chin ups)3x+ Pernas (10 Jump squats, 10 Squats, 10xcada Lunges, 15 Hip thrusters, 20 Calf raises)3x+ Abdômen (10 Knee hugs, 10xcada Bicycles, 10 Hip raises, 10xcada Knee windshield wipers)3x+ 1,71m 53kg Ectomorfo BF: não sei dizer, porém sou bem magro
  14. Rapaziada, blz? Sou leigo com na calistenia e musculação ainda,tenho 18 anos, e no ano passado comecei a fazer flexões TODOS os dias e com o tempo fui ficando torto, famoso "concunda" e eu mesmo não percebia, fui notar quando muita gente estava me falando que estava corcunda. Estou uns meses sem fazer exercícios, meio q peguei trauma, mas fico bolado quando olho no espelho e me vejo tortão. Alguém pode me ajudar com exercícios que eu possa corrigir isso? Fico agradecido de verdade rapaziada, vcs não tem noção!! TAMO JUNTO SEMPRE!
  15. Boa noite galera do fórum. Esse livro me despertou curiosidade, é um livro sobre calistenia do Bret Conteras (Anatomia do treinamento de força), basicamente é um guia ilustrado de exercícios. Queria saber pra galera calistênica, vocês já compraram um exemplar? se sim, qual sua experiência com o livro ? O que acharam do conteúdo do livro ?
  16. Esse é o segundo volume da série de três livros escrito pelo “Coach” Paul Wade, um ex-presidiário americano, admirador e entusiasta dos métodos “old school” da calistenia e strongman. Neste livro o autor mantém os mesmos fundamentos que o guiaram em sua primeira publicação; o desenvolvimento de força com uma abordagem minimalista, usando apenas exercícios com peso corporal. Você e mais ninguém. No Convict Conditioning 1, Paul Wade traz uma série de dez exercícios mestres que segundo ele são o alicerce da força bruta humana. Mas para você dominar essas habilidades o autor criou uma metodologia particular. Nela você avança através de 10 etapas, com sucessivos aumentos de dificuldade até executar o exercício mestre. Essa metodologia com etapas é mantida no segundo livro. Mas os desafios mudam. Diferente do primeiro livro onde se desenvolvia habilidades nos básicos (flexões, barra fixa, elevação de pernas, etc), o foco agora são: mãos e antebraços, cadeia lateral (oblíquos, dorsal, etc), pescoço e panturrilhas. Todos esses grupos musculares têm um ou mais exercício master: 1. Mãos e Antebraços – Perdurar-se na Toalha com uma Mão (One Arm Towel Hang) 2. Cadeia Lateral – Bandeira Humana (Press Flag/Human Flag) 3. Pescoço – Ponte Completa (Full Bridge) 4. Panturrilha – Panturrilha com Uma Perna (com degrau) O livro traz ainda um capítulo inteiro sobre - segundo o autor - a arte perdida de treinar as articulações, argumentando que é impossível evoluir e consolidar seus ganhos de músculo e de força sem possuir articulações fortes e saudáveis. Para este capítulo há também um modelo de evolução para alcançar os três exercícios principais que se encarregaram de trabalhar todas as articulações de uma única vez: 1. Bridge Hold 2. L Hold (L Sit) 3. Twist Hold Para finalizar existem dois capítulos adicionais que tratam da dieta na prisão e como é possível manter-se saudável e desenvolver músculo nesse tipo de ambiente, novamente adotando uma abordagem minimalista do ponto de vista nutricional, e por fim – para aqueles mais teimosos – uma abordagem complementar com utilização de pesos e exercícios padrão de academia, mas que segundo o próprio Paul Wade, são extremamente desnecessários.
  17. Eai fellas, é meu primeiro post... então se tiver algo errado, foi mal! É o seguinte, tô na 3° semana de flexões em casa e tem feito alguma diferença... estou abaixo do peso e tal... quero evoluir peito e braços de primeira... e depois perder a barriga... só que li que não faz bem... e não sei se o lance do HIIT funciona mesmo... (hiit em horários diferentes e não perder massa) Tô fazendo flexões seg qua e sex e tô pensando em fazer barra fixa numa praça aqui da cidade ter qui e sab e no dom fazer um HIIT de corrida, ou corda... Minhas dúvidas são: Essa rotina ta legal? posso incluir o hit nos mesmos dia de flexão ou barra sem perder massa? Pretendo ganhar a massa principalmente comendo ovo... quantos eu devo comer por dia? Altura:1,75 Peso:61.5kg Idade:20 anos
  18. Bem, eu decidi fazer um diário por passa-tempo e adquirir alguns conhecimento (caso alguém me passe algo), farei algumas atualizações de alguns treinos das minha rotinas calistênicas.
  19. Pessoal eu pratico musculação na academia há 1 ano e 8 meses e há tempos ja pensei em abandonar a musculação e fazer calistenia apenas, fora do ambiente da academia. Por fim ando pensando em fazer os dois, mas nao no mesmo treino. Vou 3x por semana na academia fazer musculação com treino A segunda-feira, B quarta-feira e C sexta-feira. Eu queria continuar praticando musculação nesses dias e nos dias de descanso (terça,quinta e sabado) praticar calistenia em casa, ja que tenho uma barra ao ar livre que da pra fazer muitos exercícios. Minha dúvida é: como montar um treino de calistenia efetivo em casa que nao atrapalhasse meus resultados na academia? Por exemplo, segunda tenho o treino A e quarta o treino B, entao que musculos seriam interessantes trabalhar em um treino calistenico entre esses dois treinos (na terça)? Me ajudem a montar um treino pra semana toda por favor. Agradeço Meu treino A - peito, triceps e panturrilha B - costas, biceps e antebraço C - perna, ombro e trapézio Abdominal 3x por semana
  20. Olá a todos õ/ Frequento alguns grupos de força sou chato pra caralho e pratico algo próximo dos esportes de força há alguns meses. DADOS: Altura: 1,71 Peso: 92kgs BF: 22% Idade: 19 Treino: Sou bem iniciante e, portanto, estou aberto a sugestões de vocês Vamo que vamo! Tá no inferno, abraça o capeta!
  21. Olá primeiro me desculpem se estiver no lugar errado essa foi a unica seção que se encaixa na minha duvida (eu acho). Bom pessoal é o seguinte, tenho 17 anos e desdos 13 pratico artes marciais, com 15 comecei a praticar Calistenia e agora no inicio do ano iniciei na academia de musculação, e assim eu estou terminando a escola e nsse tempo vi diversos amigos meus fazendo cursos e pensando nas suas formações da faculdade etc.. Meus amigos sempre fazendo cursos para se especializarem enquanto sao de menores e não cairem de paraquedas em uma possivel faculdade, realizando varios cursos, Industriais, cursos referentes a T.I, Administração e etc tds tinham por onde começar na sua futura carreira desde jovens. Eu tenho uma paixão mt grande por exercicios de forçar e artes marciais, não imagino minha vida não praticando uma delas entao eu decidi que vou cursar Ed.Fisica por ser algo que eu amo e que mesmo que trabalhassa 10hrs por dia, eu trabalharia feliz pq é oque eu realmente gosto de fazer e sou bom.. enfim eu decidi isso ano passado (2015) e tipo eu sempre estudei bastante sobre o assunto, treino, nutrição etc.. tudo referente ao assunto do bom e do ruim, mas entao um certo dia resolvi que eu precisava de alguem para realmente me ensinar sobre o assunto ou seja fui atras de um curso, foi então que percebi que não existe nada referente a isso a nãr ser a faculdadew (pelo menos eu nunca achei nada), isso me deixou mt desanimado porem esse e o meu sonho e não vou desistir dele, uma área tão solicitada nos dias de hoje e não existe um cursinho meia boca so pra ter uma noção, poxa é mt triste, e as aulas de Ed.Fisica da escola publica eu nem considero pq são um verdadeiro LIXO, o "professor" pega uma bola de futsal dá pros meninos, pega uma de volei e dá pras meninas, montam se os times, meia quadra pra cada um e pronto fica a aula td assim e o "professor " fica sentado a aula td olhando a bunda das meninas (Desculpe me os Professores responsáveis e que realmente querem ensinar desconsiderem essa parte). Então assim gente pretendo iniciar a faculdade ano que vem e na boa as unicas coisas que sei sobre o assunto, foram coisas que EU pesquisei, coisas que eu passei e que aprendi com minha propria experiencia e isso é bem triste pq por sorte desde pequeno meus pais tiveram condições de bancar essas minhas vontades mas e quem não tem essa condições ? Como fica? Então assim isso desanima bastante, eu tocriando esse topico pq sinceramente precisava desabafar um pouco com pessoas que entendem oque estou falando,e tbm queria saber a sincera opinião de vocês.. MT OBRG!!
  22. Tentando melhorar meu treino bodyweight andei pesquisando um pouco mais sobre e encontrei o artigo que segue. É do famoso Paul “Coach” Wade, autor do Convict Conditioning. O artigo é lá de 2013, mas tem coisas que para mim são um pouco novidade (e na contramão do que geralmente leio sobre BW ou treinos em geral). Fiz a “tradução-resumo” abaixo (tirei parte da alugação e das gracinhas e tentei manter os argumentos principais). Para quem quer saber se vale ou não ler, o resumo dos tais Dez Mandamentos seria mais ou menos assim: 1) faça mais repetições (tipo 20). 2) treine pra cansar de verdade. 3) não use exercícios complexos (tipo handstands), prefira os simples (tipo pullup). 4) faça poucas séries (3 já podem ser demais). 5) progrida sempre (repetições / execução), mesmo que pouco. 6) leve o descanso a sério (pelo menos 2 dias de descanso por semana). 7) coma um pouco de bobagem todos os dias. 8) durma mais, e mais cedo. 9) desenvolva uma boa atitude mental. 10) não esqueça de treinar força. E para quem quiser ler um pouco mais sobre cada um dos Mandamentos, segue a “tradução-resumo” completa. Os Dez Mandamentos da Calistenia Por Paul "Coach" Wade Traduzido e resumido por sanjuro Original em: http://pccblog.dragondoor.com/ten-commandments-calisthenics-mass/ e http://pccblog.dragondoor.com/10-commandments-of-calisthenics-mass2 (Registro importante. O texto parte do pressuposto de que é possível sim ganhar muita massa muscular através da calistenia, mas com um diferencial: você ganha massa e mobilidade e flexibilidade e preservando das articulações. Portanto, tudo o dito é para tentar mostrar como ficar grande fazendo bodyweight). O Primeiro Mandamento – Repetições! O melhor jeito para aprender e dominar um movimento é através de poucas repetições – fazer algumas, descansar, e voltar a fazer mais algumas. Com elas, você adquire habilidade, treina o sistema nervoso e incorpora o movimento como se fosse natural... Só que isso te dá força, não massa muscular. Se você quer músculos, é preciso repetições. O processo de construção dos músculos exige um esvaziamento da energia celular (e que faz com que a célula receba, da próxima vez, mais energia e cresça para aguentar o tranco). E isso é melhor feito através de difíceis e sucessivas repetições. Baixa intensidade, ou poucas repetições intercaladas com descansos longos, não serve. Vá de 5, de 6 a 8, mesmo 12 a 15. Há quem ganhe algumas polegadas de músculo apenas por adotar mais repetições, e isso em menos de um mês [NT: ele cita um cara que teria ganho 2 polegadas de braço quando passou a fazer séries com 20 repetições]. Segundo Mandamento – Pegue pesado! É fácil treinar com poucas repetições e descansando bastante entre as séries. Difícil mesmo é treinar continuamente, repetição após repetição e pegando pesado no exercício. Todo seu corpo vai pedir arrego. Talvez você até sinta enjoo. Isso é sinal de que você está fazendo direito. [NT: fiquei em dúvida se ele crítica simplesmente o descanso entre séries, ou ta criticando quem faz um feriado entre uma série e outra] A diferença aqui é entre treinar (focado na habilidade, na incorporação do movimento) e malhar (focado no músculo, como se fazia algumas décadas atrás). Não que no bodyweight a gente precise ir sempre até a mais absoluta falha... Mas é preciso malhar, e malhar pesado. Esforços desumanos (balanceados com o devido descanso e sono) é que fazem o corpo produzir testosterona, hormônio do crescimento, endorfinas e outras coisas boas. Crescer é adentrar novas zonas de esforço e dor. Terceiro Mandamento – Exercícios simples e compostos! Se você vai pegar pesado e fazer bastante repetições, não dá pra fazer todos aqueles exercícios complicados. Fazer exercícios como handstands e elbow levers podem exigir que você se concentre mais no movimento do que na força, e aí que você não vai conseguir realmente trabalhar os músculos. Eles não são exercícios ruins, claro que não, mas usá-los para crescimento muscular pode ser um grande erro. Portanto, se você quiser ficar com esses exercícios complicados, fique no esquema de baixas repetições, muitas séries e descanso generoso. Agora, se você quer crescer mesmo, do que você precisa é dos exercícios simples e compostos. E simples não é ‘fácil’ – é simples fazer 20 one-arm pushup com execução perfeita, mas não é fácil. Escolha exercícios nos quais você realmente possa fazer esforço físico e evite aqueles em que tua preocupação é a coordenação e o equilíbrio. Exercícios dinâmicos (como de subir e descer) nesse sentido são bem melhores do que os estáticos, pois geralmente exigem mais força e menos coordenação/equilíbrio. E é aqui que entram os exercícios compostos como pullups, agachamentos, pushups e leg raises. Fique com eles, progrida e cresça. Quarto Mandamento - Poucas séries! Isso é controverso, mas se encaixa em tudo o que vim dizendo: se o lance é usar de exercícios difíceis e com seguidas repetições, por que fazer um monte de séries? Uma vez que você tenha esgotado seu músculo, seu organismo já entendeu a mensagem: da próxima vez, é preciso mais músculo. E por isso é inútil (e até prejudicial) ficar mandando a mensagem de novo e de novo. Uma série única, difícil e exaustiva de um exercício composto vale muito mais do que 20 ou 30 séries. O que eu recomendo, normalmente, são duas séries bem pesadas por exercício (com aquecimento). Novatos podem até fazer mais séries a título de prática e experiência. Mas depois que você pegou o jeito, duas séries bem pesadas é tudo o que você precisa. Muitas séries causam uma coisa ou outra. Ou você se mata nas primeiras e faz as últimas mal e porcamente, ou então você faz todas elas meia-boca e sem se esforçar pra valer. E nada disso te faz crescer. Sem contar o risco de lesões, típicas de treinos muito volumosos. Quinto Mandamento - Foque no progresso e faça um diário de treino! Muita gente até segue os mandamentos anteriores, mas simplesmente não têm resultados. E a culpa não é da genética. É preciso progredir toda semana, todo mês, todo ano. Uma repetição a mais, uma execução mais difícil. Não importa quão pouco pareça ser, mas progrida, faça sempre um pouco mais. O segredo de ficar grande sem drogas é a progressão, que apesar de pequena deve ser feita em uma base regular. E por isso é importante manter um diário de treino, um lugar para verificar e avaliar os avanços. Lá você vai ver que o 1% que você progride numa semana se acumula semana após semana e ao longo do tempo se traduz em bons resultados. Ter um relatório dos próprios treinos pode ser mais eficiente do que um suplemento bem usado. Um diário dá coisas que vão desde oportunidade de monitoramento até o desenvolvimento de uma mentalidade de treino. Sexto Mandamento - Você cresce quando descansa, então descanse! Se a cada treino você precisa progredir (seja em repetição ou na execução), então você precisa treinar descansado. É preciso chegar em cada treino o mais energizado possível, totalmente capaz de ir além das repetições anteriores e de quebrar os próprios recordes. Isso é óbvio, mas muitos iniciantes fazem justamente o contrário. Copiam treinos de caras não-naturais, treinam pesado 4x na semana, e ainda reclamam por não estarem progredindo. A coisa é simples: eles (esses iniciantes) estão cansados, seus músculos não tiveram tempo para se recuperar, e por isso não ganharam em força ou tamanho. E é fácil nos deixar levar pela empolgação do treinamento e esquecer do fato mais básico que existe: os músculos crescem quando descansamos, não quando treinamos. Muitos fatores influenciam na quantidade ideal de descanso (idade, experiência, outras atividades, etc), mas em termos genéricos dá pra dizer que: para ganho de massa muscular, treinar o mesmo músculo mais de duas vezes na semana geralmente é um erro. não importa a frequência com que você treina, e sim a frequência com que você faz progressos. muitos treinamentos old school eram baseados em treinos 3x por semana. malhar o músculo uma vez por semana, e realmente fazer progresso é melhor do que malhar diversas vezes por semana e perdendo desempenho. nunca trabalhe o mesmo músculo dois dias seguidos. não trabalhe os músculos quando estão doloridos. cansaço sem dor muscular, tipo uma simples falta de energia, também indica que é preciso descansar mais. sempre descanse, pelo menos, dois dias da semana. o apito final é dado pela progressão, logo, se você não está progredindo é porque precisa de mais um dia de descanso. Sétimo Mandamento - Pare de comer ‘limpo’ todo o tempo! Minhas ideias sobre nutrição fogem do convencional. As recomendações usuais baseadas em peito de frango, brócolis e suplementos me parecem uma grande porcaria. Se você quer ganhar músculos, comer um pouco de bobagem (junk food) de vez em quando é até positivo. Muitos caras grandes comem bobagens, muitos caras grandes old school também comiam. E não apenas carne vermelha, ovos, presunto, queijo ou salsicha. Bolos, chocolates e alimentos high-carb também. Qualquer endocrinologista sabe que a testosterona é sintetizada a partir do colesterol. E é a testosterona é que faz os músculos crescerem. Portanto, se você embarcar na modinha nutricional das revistas e indústrias de suplementos, e cortar o colesterol que vem dos alimentos gordurosos, você estará cortando a testosterona e por consequência evitando o ganho de massa muscular. Claro, não estou dizendo que você deve comer feito um porco gordo devorando um monte de lixo todo dia (apesar de que, talvez, você devesse caso não esteja conseguindo ganhar peso). Para crescer é preciso uma dieta equilibrada. Mas comer ‘limpo’ todo o tempo vai segurar seus ganhos. Se você quer ficar grande, mande pra dentro um pouco de bobagem todos os dias. Oitavo Mandamento - Durma mais! É curioso como que presos [NT: presidiários, detentos] conseguem ganhar tanta massa muscular. As razões disso são várias, como rotina alimentar e de treino, a motivação, ou ainda a falta de distrações. Mas tem aí uma razão ainda mais importante: dormir. Presos dormem como reis. O horário é regulado e padrão, e muito parecido com o esquema dos nossos ancestrais paleolíticos (as luzes se apagam sinalizando que é hora de dormir, e o organismo tem tempo para se restabelecer por completo). Eles podem dormir até dez horas por noite, sem contar eventuais cochilos durante o dia. [NT: eu acho que ele não conhece as prisões brasileiras rs]. Aqui fora, como sabemos, tudo é bem diferente. Uma porção de luzes artificiais nos bombardeando, distrações de lazer e entretenimento, a possibilidade de varar madrugadas no Netflix. Resultado: a maioria das pessoas tem um padrão de sono completamente bagunçado. Dorme-se pouco e dorme-se mal. E é importante notar que descansar não é o mesmo que dormir. Quando você dorme, você descansa. Mas se você apenas descansa, você não obtém as vantagens de dormir – a restauração física e cerebral. Quando dormimos, vale lembrar, nosso cérebro produz o hormônio do crescimento (GH), melatonina e o hormônio luteinizante (LH). Além do que, dormir bem e direito regula nosso padrão alimentar, sintonizando-o com o que ele deveria ser. Isto é, como o dos nossos antepassados paleolíticos, que sentiam vontade de comer de acordo com o organismo, não por estímulos externos. Tua vontade louca por carboidratos pode ser resultado de um cérebro paleolítico bagunçado por estímulos externos (e isso pode ser corrigido dormindo cedo). Nono Mandamento - Treine corpo e mente! A mente é fundamental para o treinamento. Não há pílula ou pozinho mágico que chegue onde uma boa disposição mental pode chegar. Isaac Newton nos ensinou que uma flecha disparada vai seguir reto e para sempre, a menos que forças externas a puxem para baixo (como a gravidade ou a fricção do ar). E eu acho que com a mente as coisas também são assim. A disposição mental vai indo bem, até que algo a puxa para baixo. Essa força que puxa para baixo são as ideias destrutivas e os prejudiciais padrões de pensamento. Para termos sucesso em nosso treinamento, precisamos vencer esses demônios que atuam negativamente sobre nós. Décimo Mandamento - Fique forte! Resumindo tudo até aqui, temos o seguinte: Força é construída treinando o sistema nervoso. Massa é construída treinando os músculos. Até aqui te mostrei como treinar bem os seus músculos. Mas isso não quer dizer que você vai deixar de se preocupar com a força. A relação entre o sistema nervoso e nossos músculos é mais ou menos como a relação entre um circuito elétrico (sistema nervoso) e uma lâmpada (músculos). Ou seja, quanto maior a voltagem do circuito, maior será o brilho da lâmpada. Saindo da metáfora: quanto mais você aperfeiçoar o sistema nervoso, mais intenso será seu trabalho muscular. Simplificando ainda mais: é um sistema nervoso bem trabalhado que te permite forçar mais teus músculos. Daí que para ganhar músculos é preciso treinar também o sistema nervoso – pelo menos por um tempo. A prova disso são os caras que nos primeiros meses de academia crescem, mas aí simplesmente param e ficam estagnados. O que aconteceu é que acabou a força deles, eles não têm mais fôlego para continuar forçando os músculos. Os bodybuilders clássicos entendiam a relação entre força e tamanho. Treinavam aqueles meses iniciais focando a força e pouco se importando com o tamanho. Outros simplesmente combinavam treinamentos de força com os de crescimento. Bodybuilders da atualidade fazem a mesma coisa. Eles entendem que força e tamanho andam juntos. Você vai precisar treinar também sua força caso deseje que seu crescimento dure mais tempo. Misture, faça ciclos, mas junto do treinamento para ganhar massa treine também sua força. [NT: e o artigo termina com o autor dizendo que um tutorial específico para treinar força com bodyweight ainda tá pra sair]. (fim)
  23. Então galera, resolvi voltar para os pesos depois de assistir a um evento de Powerlifting (supino e terra) na minha cidade. Bateu uma saudade de treinar visando a força. Porém, não abandonarei os treinos calistênicos - grande parte deles podem ser visualizados no meu antigo diário, aqui. Sigo a paleo diet há algum tempo, os benefícios são visíveis a nível de retenção de líquidos, disposição, saciedade e o que eu mais gosto é claro, poder comer o quanto quiser. Estou pesando 90kg e tenho 1,83 de altura. As demais medidas eu atualizou em breve. Optei por progredir nos levantamentos básicos, deixando um dia específico para cada, em uma divisão de treino ABCD. Sendo: Treino A - supino, dips, pull ups, push ups, handstands, chin ups etc. Treino B - agachamento, pistols, pliométricos, ham curl etc Treino C - militar, idem ao treino A. Treino D - levantamento terra, idem ao treino B. Sem mais delongas, segue o treino de hoje: TREINO UPPER (21/06/16) Aquecimento 1 min para cada: plank + reverse plank + side plank + side plank 2x30s: canoa + Superman Aquecimento dinâmico para ombros. Supino reto 1 x 5 x 80kg 1 x 4 x 84kg 1 x 4 x 84kg 1 x 5 x 86kg 1 x 4 x 88kg Dips + L-sit chin up 1 x 10 + 8 1 x 8 + 6 1 x 7 + 6 Pull up + pike push up 6 + 10 6 + 8 5 + 8 Australian pull up + RLL headstand 1 x 10 + 4 1 x 10 + 4 1 x 8 + 4 Tirei uns 15 minutos finais para treinar Handstand. Consegui me manter uns 15 segundos com um bom controle. A alegria não cabe em mim. A refeição precedente ao treino foi 5 ovos, meio abacate e um copo de leite com uma colher de chá de mel de bracatinga. Amanhã tem mais. Bons treinos!
  24. Bom, cabe aqui uma breve apresentação. Aqui quem fala é o Caetano, tenho 20 anos, acompanho o fórum há algum tempo e alguns diários em especial. Treino desde os meus 17 anos. Comecei a praticar musculação visando melhor desempenho no handebol, que eu jogo desde os 12 (hoje já nem tanto). Por causa do handebol e da paixão pelo treinamento entrei na faculdade de Educação Física (a qual concluí no último semestre de 2015, formatura marcada para mês que vem). A faculdade me ajudou muito a entender o corpo e a importância da consciência corporal para vida. Enfatizo aqui as aulas de ginástica artística - onde comecei a brincar com paradas de cabeça e de mão, rolamentos e reversões (futuramente posto alguns vídeos aqui), aulas de fisiologia, atletismo, anatomia e biomecânica. Sempre gostei de ser desafiado e nas aulas práticas, modestamente, me destacava. Esse gosto pelo desafio vem desde garoto quando comecei a praticar esporte regularmente, o que aumentou quando descobri a calistenia, os movimentos ginásticos e, da metade do ano passado pra cá, a dança. Resumindo, me encanta qualquer coisa que exija consciência corporal e proporcione novas experiências ao corpo. Esportes, ginástica, dança, lutas (ainda tenho vontade de fazer alguma). Uma vez vi um vídeo no qual me identifiquei que dizia algo como “quero treinar, mas por onde começo?”, simples, comece por tudo. É basicamente o que falei acima. Seu corpo é sua casa, ou melhor, é você mesmo, então busque o auto-aperfeiçoamento (desculpa Tyler Durden) nas capacidades físicas e mentais, e encontrará a plenitude e portões abertos em Valhala. WITNESS ME BLOOD BAG! Sem mais delongas, vou relatar o treino de ontem e um pouco da dieta. Venho fazendo low carb beirando a paleolítica, há algum tempo e tenho gostado dos resultados. Faz tempo que não tiro medidas e nem dobras cutâneas, estou com 89kg, tenho 1,83 e o bf deve estar em volta de 12%, tendo em vista a última vez que medi. Em relação aos treinos, comecei ontem a divisão ABC-Fullbody. Segunda (11/01/16) foi dia de peito, ombro e tríceps. Segue o treino: Bem, como falei na introdução comecei a dançar em um grupo e estamos ensaiando a coreografia do filme Dirty Dancing. Sim amigos, estou dando de uma Patrick Swayze e há uma parte na coreografia que vocês devem conhecer em que o homem ergue a mulher acima da cabeça, fazendo praticamente um thruster, no meu caso com meu par pesando 60kg. Fazemos por volta de 20 repetições por ensaio, o que já destrói deltóides e tríceps. O movimento está saindo, se conseguir posto uma foto. Logo depois fui pra academia e lá mandei: Supino reto 35-35kg 5x6-6-5(rest pause +1)-4(com 40-40) e a última 6 com 35-35 de novo Paralelas BW 4x10-8-7-7 Decline push ups + pseudo planche push ups Não contei repetições em ambas, devo ter feito por volta de 15 reps e umas 8 nas pseudo Desenvolvimento militar 15-15 (costumo usar mais carga, mas já estava cansado) 4x6 Elevação lateral 8kg 3x8+parciais Diamond push ups 3x10 Toes to bar partindo de L-sit 2x5 Hold L-sit nas paralelas (o inferno na terra) 3x10s-10s-8s Detalhe, entre alguns intervalos de 1:30 a 2:00 fiz séries de flexão plantar no chão, sem apoios e sem peso adicional, por volta de 40 a 50 reps por intervalo, o que totalizou 380 reps. Hoje os gastrocnêmios estão pedindo arrego. Sobre a dieta (12/01/16): Café da manhã 5 ovos inteiros Café com duas colheres de nata Algumas fatias de presunto com requeijão Umas 5 colheradas de abacate Vou procurar atualizar sempre aqui, estou motivado! Se quiserem, meu instagram é @caetanodeoliveira, lá tem alguns vídeos treinando e pulando.
  25. Sejam bem vindos, este é o meu novo diário de treino. Eu passei algum tempo no fórum (uns 2 anos talvez), relatando meus treinos, aprendendo muita coisa e conhecendo pessoas bem legais (você pode ver isso clicando aqui). Mas 2015 foi um ano conturbado na minha vida e os treinos pioraram também; infrequentes e inconsistentes. No final do ano consegui voltar ao basquete, mas não senti que era o suficiente (a meta é nunca sentir que é o suficiente!). Por isso, em 2016 eu retornei para uma série de projetos pessoas, aprendendo a deixar os projetos dos outros para os momentos em que eu puder realizar os projetos dos outros sem esquecer os meus. Desta forma, retornei ao treinamento calistênico há um certo tempo e, agora, estou de volta ao fórum, com a pretensão de ficar. Este ano estou concluindo meu curso na universidade, finalizando monografia e todo aquele processo, então os treinos não seguem dias fixos, mas procuro manter uma ordem, independente dos dias em que cair. Também estou montando uma dieta com a finalidade de perder uma gordura que ganhei nesse tempo de preguiça. Portanto, esses são os dados pessoais e a ordem dos treinos atuais: Idade: 23 anos Altura: 1,88 Pesso: 88kg (88,3kg) Treino: - Push - Pull - Core/Legs - Corrida/Movimentos de capoeira Bem, vocês verão a medida em que os relatos forem acontecendo que às vezes dá pra fazer bastante coisa, às vezes não; e às vezes, os treinos se misturam. haha Mas o importante é não parar! Fiquem na paz, Abraço!
×
×
  • Criar Novo...