Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''dor''.

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Principais discussões
    • Venda de Suplementos
    • Dieta e suplementação
    • Treinamento
    • Esteroides Anabolizantes e outros ergogênicos
    • Geral
    • Terapia de reposição hormonal (TRT E TRH)
    • Diário de Treino
    • Saúde e bem estar
    • Fisiculturismo
    • Sala de avaliação / Antes e depois
    • Academia em Casa
    • Área Feminina
    • Off-Topic
    • Entrevistas
  • Assuntos gerais
  • Fisiculturismo
  • Multimídia
  • Fórum
    • Funcionamento do fórum
    • Lixeira

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Localização


Peso


Altura


Idade

  1. Boa noite pessoal , tudo bem ? Há aproximadamente duas semanas inciei um ciclo utilizando o stano + enantato , ambos landerlan . Estava utilizando o stano dia sim e dia não , e sempre de segunda feira eu faria a aplicação de 1 ml de enantato . A primeira aplicação foi normal , doeu mas não ficou nada , nessa segunda feira foi a segunda aplicação . Meu glúteo ficou e está muito inchado, vermelho , e está com febre local . Fiz algumas compressas mas não sei ao certo se devo fazer quente ou gelada , comprei também hirudóide , reparil e nimesulida , comecei a tomar ontem , de 12 em 12 h . Alguém já passou por isso ? O que posso fazer ? E existe o risco disso virar um abcesso ?
  2. Saudações! ‘Cá estou para trazer um assunto que despertou a minha atenção nas últimas semanas e que resolvi correr atrás. Vamos à história: Semana passada aconteceu uma coisa estranha, durante uma aplicação intramuscular com enantato de testosterona (coisa de seus 0,25 ml) em meu cruise eu fiz a aplicação um pouco acima do ponto de aplicação no vasto lateral – por isso, recomendo que vocês visitem o tópico do Stein sobre autoaplicação (clica aqui) – e foi tudo bem. Não senti dor, apliquei tranquilo, assepsia, veio uma gotícula de sangue apenas, enfim nenhuma dor. Dois dias depois, porém, eu estava à noite assistindo seriados quando, do nada, comecei a sentir uma dor muito forte na “cabeça do quadríceps”. Foi uma dor muito, muito forte, num ponto um pouco abaixo de onde fiz a aplicação. E aquilo me intrigou. Imediatamente eu tomei um analgésico e tive uma noite ruim. Acordei de madrugada, tomei novamente outro analgésico e comprei um antiinflamatório tópico (esses cataflam gel da vida) e senti que esta com o músculo do quadríceps esquerdo completamente rígido. Comecei a pesquisar sobre os motivos para a dor e percebi que poderiam ser dois fatores: ou acabei atingindo algum nervo sem querer ou os cristais do éster que ficaram no local após absorção do solvente. Bom, acabou que consegui controlar os sintomas com o analgésico e as massagens com antiinflamatório, mas pesquisei a fundo sobre os motivos que causam a dor pós injeção intramuscular e resolvi compartilhar com os senhores. 1. Por que as injeções doem? Advertência: Se você não tolera dor, não está acostumado com ela e não quer correr risco pode fechar essa página. Aliás, não visite a seção de esteróides anabolizantes. Sério, isso não é para você, parça! Segundo eu li no site do Dr. Dráuzio Varela (clica aqui), o desconforto causado por todas as injeções, inclusive vacinas, vem da diferença entre sua composição e o tipo de substância a que o organismo está habituado. “O corpo tem pH (medida do nível de acidez) que varia entre 7,2 e 7,4 (índice levemente básico). Geralmente os fármacos são mais ácidos (índice abaixo de 6) que isso. Até o pH do organismo neutralizar aquele outro diferente que chegou ali demora um tempo, o que pode acarretar sensação de dor e queimação. Quando a vacina é intramuscular acaba doendo mais, já que nos músculos há pouca água, o que dificulta a neutralização”, explica a professora Vladi Olga Consiglieri, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP (Universidade de São Paulo). O consultor Bruno Pina (clica aqui) tem um excelente artigo onde ele lista e explica o que são os ésteres curtos, longos, 17aa e em suspenção (sugiro que vocês leiam, seus putos!) e fala as principais causas relacionadas a dor – exceto em caso de infecção. Se é infecção o motivo é a própria infecção, porra! Segue abaixo: 1. Quanto mais curto o éster, maior é o seu ponto de ebulição (essa é uma regra geral, porém existem exceções como o Cipionato que é longo porém tem um ponto de ebulição alto). Um dos motivos da dor é quando o óleo e solventes são absorvidos e os cristais ficam no local da injeção. Ésteres curtos são cristais mais duros e dolorosos e têm um ponto de ebulição em cerca de 100ºc. Um hormônio com ésteres longos (excluindo cipionato) pode ter um ponto de ebulição em torno de 20ºc-40ºc, o que é bem próximo da temperatura corporal humana e facilita a absorção. 2. A concentração do produto utilizado (mg por ml). Digamos que seu corpo leve 24 horas para absorver 1ml de uma certa combinação de óleo e solventes e 24 horas para absorver 50mg de Propionato de Testosterona (apenas um exemplo). Se 50mg (ou menos) estiverem nesse 1ml de óleo (50mg/ml), a injeção será indolor. Todavia, se você tiver uma solução de 100mg de Propionato de Testosterona em 1ml da mesma combinação de óleo e solventes, em 24 horas seu corpo terá absorvido todo o óleo, porém apenas 50mg do Propionato de Testosterona. Os 50mg que ficarem pra trás vão tornar a injeção dolorosa devido à uma inflamação e cristalização dos sais na região. Este é só um exemplo, mas dá pra ter uma boa noção. 3. Os solventes utilizados (Benzoato de Benzila em excesso ou de menos, Álcool Benzílico em excesso, entre outros). A maioria dos laboratórios “pharma-grade” (cujos produtos são os que encontramos na farmácia) utilizam só 0.5%/1% de BA (álcool benzílico), ao passo que a maioria dos laboratórios underground usam 2% ou até mais, podendo chegar até a 4/5% de BA, o que pode causar muita dor em usuários sensíveis à substância. O motivo pelo qual mais BA é utilizado nos laboratórios under é devido ao fato que, na maioria dos casos, por motivos óbvios o processo de assepsia/filtragem/esterilização é muito inferior ao de um laboratório de alto nível e é necessário compensar com maiores níveis de BA por segurança. 4. Injetar rápido demais. É de suma importância injetar devagar, cerca de 30-40s por ml é o ideal. Injetar rápido demais pode causar rompimento de fibras o que ocasionará formação de tecido fibroso cicatricial. Isto causará que não somente esta injeção seja dolorosa, como as próximas também, além de aumentar a chance de ocorrer um abscesso. Não faça isso. 5. Músculo virgem. Um músculo que nunca recebeu injeções antes certamente apresentará dores maiores nas primeiras injeções. O motivo pelo qual isso ocorre é que se o músculo nunca recebeu uma injeção com aquele hormônio antes, ele irá absorver o hormônio mais devagar, mas o óleo/solvente com igual velocidade. Isso causará dor pelos motivos já ditos acima. A médica Dra. Ângela Cassol (clica aqui) completa: “Esta [dor] ocorre porque a pele e tecido subcutâneo são ricamente inervados e os receptores da dor são estimulados pela agulha, quando penetra e disseca o tecido conectivo. O músculo é menos inervado, mas a infusão de solução pode ser muito dolorosa, pela irritação devida à própria solução e ao pH”. Existem fatores da bro-science (que prefiro não abordar) que afirmam que a solução oleosa pode “migrar” ou “descer” pelo músculo. Seja qual for o motivo da dor, existem algumas medidas para serem tomadas com o surgimento desta. 2. O que fazer quando já estiver com dor após aplicação intra-muscular? O próprio Bruno Pina elenca algumas soluções, que vou repassar: 1. Se você estiver usando propionato ou acetato e estiver com uma dor muito grande e o local claramente cristalizado, usar gelo provavelmente NÃO é uma boa opção porque só fará com que o cristal se desprenda mais ainda do óleo/solventes e isso causará mais dor. O gelo pode ser uma boa opção em diversos outros casos (ésteres), 3x ao dia por 15-20 minutos envolto em um pedaço de pano para não queimar a pele. 2. Caso seja um caso claro de cristalização, a melhor coisa a se fazer é aquecer o local, isso ajudará que os cristais sejam mobilizados e derretidos. Um bom banho quente poderá amenizar a dor, uma compressa quente também. 3. Outra opção é o uso de Anti-Inflamatórios Não-Esteroidais (NSAIDS). Por ordem de eficiência e relação custo/benefício (na minha opinião): Ibuprofeno, Nimesulida, Meloxicam, porém fica o aviso, existem diversos estudos que apontam que tais substâncias podem diminuir o potencial anabólico, além de que com o tempo o corpo vai criando resistência a esses medicamentos, o que faz com que dosagens maiores sejam necessárias para suprimir a dor, isso sem mencionar que a maioria desses medicamentos causam algum desconforto abdominal na maioria das pessoas. Particularmente, eu utilizei antiinflamatórios tópicos (como o cataflam gel) e gostei do resultado. Bom, este é um artigo relativamente simples. Estou repassando o conhecimento que adquiri nas minhas pesquisas e no caso empírico. PORÉM, eu gostaria deixar claro que não estou indicando ou receitando nada a ninguém. Qualquer medicamento ou procedimento é uma opção de cada usuário. Não me responsabilizo por qualquer resultado que possa acontecer. Procure um médico em caso de dores relacionadas à infecção ou suspeitas que não se encaixem no que foi listado aqui. Todas as referências externas foram devidamente creditadas.
  3. Então galera, eu comecei a malhar deve ter uns 4 meses, e eu vejo o pessoal falando que fica com dores uns 2-3 dias após o treino. Mas eu não sinto dores, o que poderia ser? Não é porque estou pegando pouco peso, etc. Isso é normal e varia de cada pessoa ou estou fazendo algo errado? Abraços
  4. Pessoal, bom dia. Treino há mais ou menos 2 anos e nos últimos meses aumentei bastante a intensidade dos treinos para um bulking que esta(va) em andamento. Há cerca de 1 mês comecei a sentir dores nos dedos da mão e, esporadicamente, acordava com o dedo anelar em gatilho, para quem não sabe o que é segue um texto resumindo: "O dedo em gatilho ou tenossinovite estenosante, como é cientificamente chamada, é uma inflamação no tendão responsável por dobrar o dedo, fazendo com que o dedo fique sempre dobrado, mesmo que o indivíduo tente abri-lo. O dedo em gatilho tem cura através do tratamento que pode ser feito com fisioterapia e em casos mais graves cirurgia. A inflamação crônica do tendão provoca a formação de um nódulo na base do dedo, que é o responsável pelo estalido, parecido com um gatilho, durante o fechamento e abertura do dedo afetado" Retirado de: http://www.tuasaude.com/dedo-em-gatilho/ Fui em um ortopedista verificar o problema e ele me falou que possivelmente isso ocorreu pela musculação, por segurar barra/halteres/ puxadores. Seguindo essa lógica ele me passou a fisioterapia por meio de ultrasom no dedo engatilhado e ainda acupuntura para essas dores nos demais dedos, principalmente no dedo mindinho, e para uma tendinite leve que estou nos punhos, possivelmente pela mesma causa do problema do dedo. Ainda estou no início da recuperação e estou um pouco receoso de voltar a academia, estou na segunda semana sem um treino "pesado", não estou pegando nada de barras e alteres, somente pegadas que eu tenha um controle maior na palma que nos tendões e com pesos muito leves. Aquele treino para não ficar paradão. Gostaria de saber se alguém aqui já passou por isso, o que fizeram, como treinaram/ se treinaram durante esse período, e alguma dica para que isso não volte a acontecer quando estiver recuperado. Ajudem ai pessoal, por favor!! Grande abraço à todos!
  5. 12 semanas aplicando, sem dor nenhuma, sempre no vasto lateral, 3 spots em cada perna (6 locais ao total). Fui aplicar hoje 2ml, quando fui começar a injetar, em 0,5ml comecou uma dor que se PROPAGAVA pela perna inteira, parecia que eu tava enfiando uma bigorna na perna, e doia até quase o pé (começou no 0,5ml e foi aumentando a "propagação e level da dor até os 2ml). E agora tá doendo pra cacete, pqp, parece que tem um onibus na minha perna, as vezes ela da umas falhadas pra andar. Que merda eu fiz de errado? Acertei um nervo? PS: coloquei bastante TAG e expliquei direito, pq mesmo que seja topico repetido está dificil achar algum com o mesmo problema que o meu, galera nao coloca tags e etc.
  6. Fala galera tudo bem? seguinte...Sempre tive uma leve gineco da adolescência que me deu quando eu tinha uns 15/16 anos e nunca mais ela saiu, mais também nunca me encomodou!! por ser bem pequena mesmo e nunca doeu nem nada. Um tempo atras fiz um ciclo de enan + deca + hemo durante 12 semanas, ganhei 15kg sem nenhum colateral ao não ser algumas espinhas, Depois que terminei ciclo entrei em Cruise 250mg enan por semana dividido em 2 aplicaçoes. Já estou em cruise 27 dias..porém hoje percebi quando apertei os mamilos.. estou sentindo uma leve dor nos mamilos quando eu aperto (durante o ciclo não senti nada) não sei se essa é a tal "sensibilidade que dizem" mas minha gineco não cresceu nem nada do tipo..só esta doendo bem pouco mesmo quando eu aperto!! nunca senti elas doerem.. Gostaria de ajuda de vocês sobre como devo proceder. Devo interromper o Cruise? Devo tomar tamoxifeno? e o anastrozol ? dá um help ai se alguem que manja dessas paradas poder me ajudar..ficaria muito grato!!
  7. Eae galera, beleza? To com uma puta dor na perna direita, bem onde o femur encontra o quadril (na linha da bexiga, seguindo para a lateral da perna). Dando aquele google maroto, o que mais aparece a respeito é a Bursite, mas ela é associada a um tipo de lesão que acontece em corredores, o que não é meu caso. Com essa historia de quarentena, estou treinando em casa e o único exercício diferente que estou fazendo é o agachamento unilateral no banco. Sera q posso ter tido algum problema postural na execução do lado direito e isso que me fodeu? Algum palpite do que possa ser? Pensei em faze compressa gelada, mas parece ser um local muito interno, não sei se o gelo faria efeito...
  8. É o seguinte. Tenho 5 meses malhando (não liguem), dai, meu colega me recomendou o uso da creatina. Me interessei pela da Probiótica, porque estava de R$50,00 - 300g. Passei uma semana tomando e comecei a sentir dores fortes no abdome, (nessa época não tive diarreia). Nesse tempo, estava tomando a dose de 5g diárias misturadas com Malto. Dai, parei por 1 mês, e atualmente voltei a usa-la com a mesma dose. Detalhe = Sempre tomo 3,5 - 4L de água por dia ! Só tem apenas 2 dias que voltei a usa-la, e já acordei com dores FORTÍSSIMAS no abdome, que durou mais de horas seguida de uma DIARREIA infernal! (A diarréia foi depois do pós-treino). Queria saber : Se a causa das dores, pode ser ela ? Devo parar de tomá-la ou devo continuar, até que meu organismo se acostume ? (SE, se acostumar) Vocês que ja usaram, é normal sentir isso com o uso da creatina ? e A dose está alta para um iniciante ? Preciso de ajuda Urgente! =(
  9. Glr, na segunda peguei o facão e fui cortar uns matos, acontece q n tava aquecido, tive q fzr um movimento e acabei me curvando. Qnd levantei senti uma dor insuportável no lado esquerdo da costa, mais pra parte inferior. Qnd eu enchia o pulmão com ar, a coluna doía muito. Acabou q n fui treinar segunda, pensei q ia melhorar na terça. A dor ao respirar aliviou, mas ainda existia incomodo. Ontem treinei peito/ombo/ tríceps, mas reduzi carga em tudo pra n me lascar mais ainda. Hj a dor continua, mais forte q ontem até. Eu reluto mt em ir em hospital, qria sbr se é melhor ir treinar com carga leve ou ficar em casa até melhorar? Alguém já passou por algo parecido, se sim, melhorou dps de qnt tempo?
  10. Galera de umas semanas pra cá eu literalmente parei de sentir dor algum no peito no treino, pelo contrário, meu ombro começou a fritar em praticamente todos os exercícios e não entendo o pq, afinal sempre fiz o movimento correto e lento e do nd começa acontecer isso. Em outros exercícios tbm sinto a dor beem reduzida e não entendo o pq, bate até um desânimo quando acontece isso, também acontece no treino de tríceps porém sinto dor no outro dia porém não no treino e não sei pq isso acontece, alguém pode me explicar?
  11. Boa noite senhores, Treino a 8 anos e estou ciclando pela primeira vez Stano + Dura: Stano: 1ml DSDN Dura: 500mg/semana (250mg segunda e 250mg quinta) Duração de 6 semanas. A aplicação está sendo feita nos glúteos revezando entre o direito e o esquerdo. Estou na 3º dose da stano, tomei 1ºstano no lado esquerdo depois de 3 dias 1º dura lado esquerdo e 2º stano no lado direito. As dores após a aplicação de stano está sendo bem chata... Não sei onde tomar a terceira dose porque os dois lados estão bem doloridos, do lado esquerdo tem um calombo bem sutil (Sem roxo ou vermelhidão) e do esquerdo aparentemente liso. As minhas peguntas são: É normal formar uma pequena elevação após a aplicação? Aplicar stano no mesmo lugar com descanso de um dia é tranquilo? (queria aplicar do lado esquerdo que está mais tranquilo) Alguma dica para diminuir as dores?
  12. Olá gente, estou no processo de emagrecimento e nunca tinha entrado em uma academia, nessa primeira semana fiz alguns exercícios e não fiquei com aquela dor insuportável, porém quando treinei o bíceps, fazendo bíceps máquina e rosca direta na polia, já faz mais ou menos 2 dias q estou com uma dor bem forte ao esticar o braço, às vezes nem consigo, gostaria de saber se isso é normal já que em toda minha vida não fiz academia e nenhuma atividade física como essa.
  13. Estou pensando em comprar alguma coisa que talvez ajude nas articulações/lubrificação ou até pelo menos diminua as dores, etc etc. Colágeno tipo 2 realmente funciona ou é igual colágeno normal que é publicidade pura? Tem alguma outra coisa que dá pra comprar de suplemento que ajude na saúde das articulações?
  14. Gente alguém me ajuda, já tem uns 2 meses que no treino de bíceps eu não sinto nenhum tipo de dor, sinto o pump porém não sinto dor e assim acabo não tendo dor no outro dia e sinto que o treino não rendeu, já fiz todo tipo de treino, o que será que estou fazendo errado?
  15. Olá. Malho há pouco mais de 3 meses. Tenho 1,80m e 75,6kg. Estou com um probleminha e gostaria de saber o que vocês acham. Há cerca de 3 semanas, venho sentindo fortes dores na lombar no lado direito irradiando para o alto da coxa direita. É uma dor terrível que, após o treino, é dificil até andar ou abaixar. Segundo minha professora de pilates e ortopedista, não é lesão. Foi indicado que eu faça prancha abdominal todos os dias para fortalecer a área, mas o simples fato de ficar 5 segundos nessa posição já dói muito. Um outro detalhe é que tenho hipercifose (curvatura acentuada na parte superior da coluna, jogando os ombros pra frente e a lombar para "dentro", deixando aquela maldita pochete, barriga quebrada). Estou lutando para corrigir a postura, policiando sempre. O simples fato de tentar manter-me erguida já faz a lombar doer bastante. Gosto muito de fazer Leg Press 45º, mas não consigo ter uma boa amplitude, porque quando começo "descer" o peso, a lombar "grita", então minha amplitude é uma porcaria. Alguem aqui já passou por isso ou algo parecido? O que fizeram para ajudar? E quem não passou, mas tem algum conhecimento sobre o assunto: poderiam dar-me algum dica? Agradeço desde já.
  16. Boa noite, treino musculação 5x na semana e de uns dias pra cá estou sentindo uma dor no punho, que incomoda muito, principalmente para treinar costas e bíceps, para levantar pesos ou barras simplesmente para guarda-los também faz doer, alguém sabe o que pode ser e como melhorar isso?
  17. Bom ... nos últimos meses começou a sentir dor muito incômoda quando realizo o exercício desenvolvimento de ombro tanto com ou sem a Barra sinto a dor durante a fase concêntrica do movimento. A dor fica mais ou menos na lateral da costela perto da asa ...é como se fosse uma fisgada forte que impede de eu fazer bem o exercício.... alguém pode me dar dicas de como resolver o problema ou a que especialista devo ir
  18. Prezados, Gostaria de relatar meu caso e ver se alguém já passou por essa situação (não achei nada parecido nas pesquisas): Faço um "cruise" longo de Deposteron (200mg/2ml por semana) e desde a primeira dose fiz questão de me auto aplicar, sempre escolhendo o vasto lateral da coxa direita (pois sou destro). Após algumas aplicações meio doloridas, peguei o jeito e achei o ponto onde eu praticamente não sentia desconforto. Apliquei cerca de duas vezes no deltoide, mas achei difícil (principalmente na hora de puxar o êmbolo e verificar se não "vem sangue"), por isso decidi sempre aplicar no vasto lateral direito, por comodidade). Acontece que após um tempo as aplicações passaram a ficar mais doloridas, ao ponto de ser quase insuportável fazer a plicação (o músculo parece ter ficado saturado pelo veículo oleoso, ou algo do tipo), por isso passei a aplicar na outra perna, também no vasto lateral e deixar o ponto dolorido descansar (cerca de 3 semanas). No entanto, após o "descanso", ao tentar novamente voltar a aplicar no vasto direito senti a mesma dor e incômodo, desistindo do ponto de aplicação. O meu medo é que isso acabe acontecendo com o vasto lateral esquerdo (que ainda não me causa dor), e para tentar evitar isso agora tento variar a altura da aplicação (mais para baixo ou mais para cima da perna). Alguém já sentiu algo do tipo? Se sim, a sensibilidade do membro se recuperou? Obrigado!
  19. Iae, galera. Como estão? Estou com uma dor na lateral do joelho ao correr( a dor estende pra parte anterior também), andar mais de 10 minutos, subir e descer escada. Fiz uma busca e deu eata síndrome. Ao alongar a fascia lata, a dor melhora e muito, chegando até mesmo a desaparecer. Mas é só praticar algum exercício que ela volta. Alguém com algum relato? Estou com um taf pro fim do mês, o que faço? Penso em injetar beta 30 pra conseguir correr os 12 minutos. Ajudem,por favor
  20. Galera, estou tratando uma lombalgia é gostaria de dicas de como fazer um treino decente de pernas.
  21. Quais são os musculos que recrutam quando se faz um front squat? Vale a pena trocar pra poder focar mais o vasto medial? Pra quem tem o joelho não tão bom assim seria algo pra se preocupar ao fazer? Como meu joelho não é lá essas coisas devido a quando eu comecei a treinar ele estala ao fazer movimentos que estiquem muito o joelho(Ex: Extensora) eu me preocupo muito atualmente com isso, não sinto dores nem nada atualmente, porém, é algo que me preocupo ao realizar os exercícios. A diferença do meu vasto medial pro resto dos musculos da perna é muito grande, queria um exercicio que focasse mais essa parte, por isso pensei no Front squat. Quem faz e/ou já fez, deem seus relatos e me digam pontos positivos e negativos, iria ajudar. Desde já, agradeço!
  22. Bom dia galera estava na minha quarta aplicação de durateston landerlan as 3 primeiras deixam o musculo do gluteo bem duido mas 24h depois a dor diminuia e 48h depois estava sem dor nenhum, porem na quarta formou um inchado com endurecimento do local apesar de nao ter dor, sinto um pouco de coceira e mto desconforto. estava aplicando 1ml por semana revezando as nadegas. Alguma sugestão?
  23. Galera, bom dia/tarde/noite! Tenho uma dúvida a qual não sai da minha cabeça nos últimos dias e preciso da ajuda de vocês. Bem, há uns dias atrás, treinando peitoral, comecei a sentir uma dor aguda no extremidade direita do peitoral direito e ignorei, continuei treinando. No treino seguinte, a dor incomodou a ponto de eu parar o treino por não querer "pagar pra ver". Marquei um ortopedista e pretendo não treinar peitoral até entender o que está acontecendo. O interessante é que sempre tive uma preocupação gigantesca na execução dos movimentos, justamente para evitar lesões futuras, mas aparentemente estou com os sintomas de uma. Gostaria de saber se alguém já passou por isso e se posso ir tratando de alguma forma até o dia da consulta (que vai demorar) ou se apenas repouso resolve. Abraços!
  24. Apliquei 1,5 ml de enantato no vasto lateral, na quinta, na sexta e hoje está apresentando os sintomas de inflamação: dor, rubor, inchaço! E normal na primeira aplicação ficar assim ? Qual os procedimentos para fazer nessa situação
  25. Faço barra fixa (pull-up) desde janeiro do ano passado. No fim do ano passado, comecei a sentir uma dor (tipo ardência) abaixo e entre as escápulas (ossos do ombro). Tem muita chance de ser a barra que tá causando ela? Não sinto a dor quando estou fazendo barra, até mesmo no dia que não faço barra, sinto a dor.
×
×
  • Criar Novo...