Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''carne''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Hipertrofia
    • Venda de Suplementos
    • Nutrição e Suplementação
    • Treinamento
    • Esteróides Anabolizantes
    • Geral
    • Diário de Treino
    • Saúde e Qualidade de Vida
    • Academia em Casa
    • Área Feminina
    • Assuntos Acadêmicos
    • Entrevistas
    • Arquivo
  • Assuntos gerais
    • Off-Topic
    • Mixed Martial Arts
    • Fisiculturismo, Powerlifting e Outros
  • Fisiculturismo
  • Multimídia
    • Vídeos de Fisiculturismo e Strongman
    • Fotos Fisiculturismo
    • Fotos de Usuários
  • Fórum
    • Críticas, Sugestões e Suporte ao Fórum
    • Lixeira
  • Off-Topic

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Localização


Peso


Altura


Idade

Conteúdo continua após a publicidade.

Encontrado 10 registros

  1. Olá amigos do fórum, espero que esteja tudo bem com vocês! Pessoal, tenho um bom tempo de treino já, já subi em campeonatos aqui no RS, então não sou leigo sobre diversos assuntos, porém sou universitário, tudo fica caro, aluguel e afins. Estou pensando em fazer uma dieta a base de ovos, macarrão, e batatas, leite essa seria a minha base da dieta, podendo incluir um pouco de carne, mas não muito(visando gastar pouco). Quero incluir essas coisas pois saem barato pra mim, ovos eu posso comer facilmente 2 dúzias por dia, uma vez que meus pais moram no interior, e tem bastante ovos lá, suplementação básica, Gostaria da opinião de vocês 💪 obs: suplementando "normal" hipercalórico, creatina, multivitaminico.
  2. A partir de amanhã começarei um treino de ressecamento, em que eu tomarei pouca água em uma quantia total de 750 ml,seria no caso três copo de água por dia, e ingerir apenas poucos alimentos com proteína e nada de carboidrato,massa e doces. Segunda-Feira/Terça-Feira: (Ressecamento) - Aeróbico por 2 ou 3 horas. (3/4 km, é um belo passeio por uma cidade do lado da outra) ~ Turno da manhã: 8h a 11h - 750 ml de água (depois do treino ou a noite) - Dieta da Proteina Quarta-Feira: (Normal) - Aeróbico por 2 ou 3 horas. (3/4 km, é um belo passeio por uma cidade do lado da outra) ~ Turno da manhã: 8h a 11h - 250 ml de água (antes do treino) - 250 ml de água (depois do treino) - 250 ml de água (a noite) - Dieta da Proteina Quinta-Feira/Sexta-Feira: (Ressecamento) - Aeróbico por 2 ou 3 horas. (3/4 km, é um belo passeio por uma cidade do lado da outra) ~ Turno da manhã: 8h a 11h - 750 ml de água (depois do treino ou a noite) - Dieta da Proteina ~ este treino é um desafio de adaptação para o corpo, e para secar a gordura de uma forma mais rápida, uns treinos como cardio e hit serão feitos banhos quentes serão feitos para isso também.~
  3. http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2017/03/policia-federal-detalha-operacao-que-investiga-venda-de-carnes-vencidas.html No caso da falta de proteína, o delegado explicou que havia substituição. "Foi trocada por fécula de mandioca ou proteína da soja, que é muito mais barata, mais fácil de substituir." E agora?
  4. A ingestão de gorduras saturadas da manteiga, banha de porco e carne vermelha aumenta o risco de morte prematura - confirmou um estudo publicado nesta terça-feira (5) no Journal of the American Medical Association (JAMA) Internal Medicine. A pesquisa, que envolveu mais de 120.000 pessoas e durou três décadas, revelou também que substituir tais alimentos por gorduras como a do azeite de oliva pode trazer benefícios substanciais para a saúde. "Houve confusão generalizada na comunidade biomédica e no público em geral nos últimos anos sobre os efeitos na saúde de tipos específicos de gorduras", disse o autor principal do estudo, Dong Wang, doutorando em Saúde Pública na Universidade de Harvard.Este estudo documenta benefícios importantes das gorduras insaturadas, especialmente quando elas substituem gorduras saturadas e trans." Uma das principais conclusões da pesquisa foi que as pessoas que comeram mais gorduras saturadas e trans tiveram taxas de mortalidade mais elevadas do que aquelas que consumiram o mesmo número de calorias em carboidratos. Vale trocar manteiga por azeite A pesquisa apontou, ainda, que a substituição de gorduras saturadas como a da manteiga, banha e carne vermelha por gorduras insaturadas de alimentos vegetais - como azeite de oliva, óleo de canola e óleo de soja - pode oferecer "benefícios substanciais para a saúde e deve continuar sendo uma mensagem essencial nas recomendações nutricionais". As conclusões foram baseadas em questionários respondidos por profissionais de Saúde a cada dois ou quatro anos sobre a sua dieta, estilo de vida e saúde, por até 32 anos. As gorduras trans, incluindo as parcialmente hidrogenadas como a da margarina, tiveram os impactos mais graves na saúde.O estudo constatou que cada aumento de 2% na ingestão de gorduras trans esteve associado com uma chance 16% maior de morrer cedo.Cada aumento de 5% no consumo de gorduras saturadas esteve ligado a um aumento de 8% do risco de morrer. Já a ingestão de grandes quantidades de gorduras insaturadas "esteve associada com uma mortalidade entre 11% e 19% menor em comparação com o consumo do mesmo número de calorias provenientes de carboidratos", disse o estudo. Estas incluíram gorduras poli-insaturadas, como ômega-3 e ômega-6, encontrados em óleos de peixe, de soja e de canola. Divulgação Ingredientes da dieta mediterrânea, recomendada por ter baixos índices de gordura saturada "As pessoas que substituíram as gorduras saturadas por gorduras insaturadas - especialmente por gorduras poli-insaturadas - tiveram um risco de morte geral significativamente menor durante o período do estudo, assim como um menor risco de morte por doenças cardiovasculares, câncer, doenças neurodegenerativas e doenças respiratórias, em comparação com aquelas que mantiveram o consumo elevado de gorduras saturadas", acrescenta a investigação.Enquanto alguns especialistas ressaltaram que o estudo foi observacional e se baseou em questionários, os quais podem gerar respostas intencionais, o resultado geral está em consonância com muitos outros grandes estudos sobre alimentação e saúde.De acordo com Ian Johnson, pesquisador emérito do Instituto de Investigação Alimentar da Grã-Bretanha, os "resultados são consistentes com as recomendações de saúde pública atuais no Reino Unido e em outros lugares e, em particular, com o conceito de que a dieta mediterrânea - rica em gorduras insaturadas de vegetais, peixes e azeite de oliva - é benéfica"."Não há nada nesses resultados que seja consistente com a ideia de que 'a manteiga está de volta'", acrescentou Johnson, que não participou do estudo.
  5. O que faz a carne ser branca, escura ou vermelha? Você já se deparou com a dúvida sobre o que determina a carne ser branca, escura ou vermelha? Esse é um fato bastante interessante, mas que muita gente ainda desconhece. O que determina se a carne vai ser vermelha, escura ou branca é a quantidade de mioglobulina contida nela. Este é o elemento responsável pelo transporte de oxigênio para as células musculares com a finalidade de gerar energia. Em resumo, quanto mais mioglobulina, mais escura será a carne! Veja a diferenciação: Carne Vermelha: apresenta ato nível de mioglobulina, o que a deixa em tons mais escuros ou vermelha. É composta por músculos que são usados nas atividades gerais e frequentes. Os músculos na carne vermelha são feitos de fibras musculares de contração lenta. Carne Branca: Contém pouca mioglobulina. Os músculos da carne branca são feitos de fibras musculares de contração rápida e são usados somente para explosões rápidas de atividade. Eles tiram a energia do glicogênio. Alguns animais, como as galinhas, contém tanto a carne branca quanto a carne escura, sendo que a última está concentrada em sua maioria nos músculos das pernas. Já as aves selvagens, contêm quase que exclusivamente a carne escura, pois voam com maior frequência e usam muito mais a sua musculatura. Outras carnes brancas: os porcos, neste caso, embora tenham a mioglobulina nos seus músculos, o nível não é tão concentrado quanto no gado. Carne de peixe: Essa carne também é considerada como carne branca, pois a maioria dos peixes é capaz de flutuar na água sem usar muito os músculos. Porém, há outros tipos de peixes que nadam fortemente por longos períodos, como os peixes migratórios; neste caso, a carne tende a ser mais escura. Além disso, há também uma maior concentração de mioglobina, como por exemplo, no atum e no tubarão. Diferenças de efeito na saúde entre a carne branca e a escura A carne escura tem mais gordura do que a carne branca, o que explica a carne escura ser mais suculenta. Nas aves, a carne escura também tem mais nutrientes que a carne branca, como as vitaminas do complexo B, zinco, selênio e ferro. O fato da carne vermelha possuir mais gordura, não significa que ela promova doenças cardíacas, como se acreditava. Segundo amplo estudo feito em Harvard no ano de 2010, não se encontrou nenhuma evidência de que comer carne vermelha leve a doença cardíaca. Quando comer carne vermelha, você não precisa se preocupar com esse risco ou com o aumento de colesterol, mas sim se o animal foi criado no pasto ou confinado. A mioglobina avisa quando a carne está cozida A mudança de cor da carne cozida se deve também as mioglobulinas. Na carne vermelha, a mioglobulina muda do vermelho para o bege e marrom acinzentado à medida que ela for aquecida. Outro fator que influencia nessa mudança de cor é a umidade, pois a carne bem passada fica marrom acinzentada por estar seca. Já o vermelho na carne cozida significa suculência, e na medida em que a carne é cozida, o calor faz com que as outras proteínas da carne a coagulem e espremam a sua umidade. Enquanto há sucos na carne, a mioglobulina fica vermelha, mas depois vai mudando para o tom marrom acinzentado quando a umidade termina, fazendo com que a carne fique com aquele aspecto seco. O suco vermelho na carne crua é sangue? O suco vermelho que se acumula na pacote de carne vermelha e que causa uma impressão de ser sangue, na verdade não é. Trata-se da mioglobulina. A maioria do sangue é removido durante o processamento e o pouco que resta estará contido no tecido muscular. A mioglobulina é muito pigmentada, e, portanto, quanto mais mioglobulina, mais escura a carne. Por outro lado, quando você prepara a carne branca, como aves ou peixes, você não encontrara quase nenhum “sangue” no pacote, pois a carne branca quase não contém mioglobulina. Fonte: Dr Wilson Rondó
  6. O consumo prolongado de carne vermelha é um conhecido fator de risco para o desenvolvimento de diferentes tipos de câncer. Embora várias teorias tenham tentado explicar esta associação, nenhuma foi conclusivamente comprovada. Agora, um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, demonstra que determinadas formas de uma substância conhecida como ácido siálico não humano, o ácido N-glicolilneuramínico (Neu5Gc), presente na carne vermelha, pode incitar um processo inflamatório que predispõe ao câncer. O Neu5Gc é uma substância que depois de metabolizada fica biodisponível nos tecidos humanos, o que gera a produção de anticorpos em circulação. A interação entre os antígenos circulantes e os anticorpos anti-Neu5Gc é capaz de estimular processos inflamatórios, levar à carcinogênese e à progressão do tumor. A descoberta foi evidenciada em uma pesquisa clínica com cobaias, que foram alimentadas com uma dieta contendo Neu5Gc. Com o tempo, as cobaias desenvolveram evidências de uma inflamação sistêmica e com maior risco para o desenvolvimento de tumores do fígado quando comparado com o grupo controle. No grupo que recebeu dieta com Neu5Gc, houve uma incidência cinco vezes maior de cancer do fígado. Para os pesquisadores, o estudo traz dados que fornecem uma explicação para a associação entre o consumo de carne vermelha e o risco de câncer. O oncologista Antonio Carlos Buzaid, diretor geral do Centro Oncológico Antonio Ermírio de Moraes (COAEM), explica que a pesquisa demonstra a correlação entre o Neu5Gc e a inflamação crônica associada ao desenvolvimento de tumores. “Há tempos foi estabelecido o nexo epidemiológico entre o consumo de carne vermelha — bovina, suína e de cordeiro — e a incidência de doenças como o câncer e diabetes. Populações que consomem pouca ou nenhuma carne vermelha apresentam menores taxas de câncer”, esclarece o especialista. “Agora, esse estudo demonstra em um modelo animal o papel da inflamação crônica desencadeada pelo consumo da carne”. O organismo humano é geneticamente incapaz de produzir Neu5Gc, mas esta molécula é detectável em superfícies de epitélio humano e do endotélio, e aparece em valores ainda mais elevados em tecidos malignos. Assim, a única via para tornar possível a biossíntese deNeu5Gcé a ingestão dietética, especialmente pela carne vermelha. A hipótese dos pesquisadores da Califórnia não foi comprovada em humanos, mas não resta dúvidas de que o estudo lança luz sobre os efeitos deletérios do consumo da carne vermelha e explica por que o churrasco de frango recebe sinal verde, enquanto o de carne continua sob fortes críticas. O problema é mesmo a carne e não tanto o processo de grelhá-la, como antes se pensava. Embora os dados disponíveis na literatura indiquem em humanos uma forte associação entre o consumo de carne vermelha e o câncer de colon, o modelo animal que demonstrou o impacto do Neu5Gc evidenciou aumento de risco para câncer de figado, que é a forma mais comum de câncer nas cobaias estudadas, o que neste caso foi considerado como a “prova de princípio” da investigação. Os pesquisadores também demonstraram que a quantidade de Neu5Gc varia entre os diferentes grupos de alimentos e até mesmo de acordo com a forma de preparo. O bife, por exemplo, contém um dos mais altos níveis da substância, com 231 microgramas de Neu5Gc por grama de carne. Em produtos derivados do leite, a presença chega a 43 microgramas de Neu5Gc por grama, como é o caso do queijo de cabra. Em contraste, aves e ovos não contêm Neu5Gc, enquanto nas frutas e vegetais não há nenhum tipo de ácido siálico. Nos frutos do mar também não foram encontradas quantidades significativas de Neu5Gc, com exceção do caviar (veja quadro abaixo). Resumo do conteúdo e percentagem de Neu5Gc (em relação ao total de ácidos siálicos) dos vários grupos de alimentos
  7. Como o dinheiro está apertado, gostaria de saber se é muito ruim trocar o peito de frango/peru por carne de hambúrguer (feito no azeite). Como falei, dinheiro em baixa e como passo o dia no trabalho, penso se seria uma boa para uma merenda à tarde.
  8. E aí galera pretendo comprar o carnivor essa semana, queria saber a opinião de vocês CXB, impressões , relatos... Alguem tem ? E não vem dizer que é falta de pesquisa que eu rodei o forum todo atrás de impressões sobre o carnivor
  9. Eae galera estou com uma dúvida. Estou tomando apos o treino whey+ malto só que estou afim de trocar o whey por Carne(pelo que sei a carne é a proteína mais completa dos alimentos solidos, se estiver errado me corrijam), estou querendo parar de usar whey fica caro e no final ambos tem resultado. As perguntas são: -Que carboidrato solido como junto com a carne? -Posso tomar malto com a carne, se sim seria melhor malto ou carboidrato solido ? -Pelas minhas pesquisas parece que a carne grelhada ou assada é bem melhor pois fica com menas gordura, isso procede? Aguardo ajuda da vocês amigos, até mais.
  10. Olá pessoal, Boa noite a todos. Venho mais uma vez aqui tirar uma duvida com vocês e espero que vocês me ajudem. Queria saber se teria algum problema tomar a creatina Con-Cret (HCL) + Carnivor (ja vem creatina mono) se daria algum problema? Tenho intolerancia a lactose e mesmo com as hidrolisadas ainda peido pra caramba. Então queria testar essa proteina mais também não queria deixar de tomar minha creatina con-cret. A con-cret pede pra tomar 1 scoop a cada 45kg por peso corporal nos dias de treino, que daria no meu caso 2 scoops. Então tomaria 1 scoop apenas de con-cret e 1 de carnivor ou continuaria com dois scoops de con-cret? Sem mais Obrigado.
×
×
  • Criar Novo...