Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''estudo''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Hipertrofia
    • Venda de Suplementos
    • Nutrição e Suplementação
    • Treinamento
    • Esteróides Anabolizantes
    • Geral
    • Diário de Treino
    • Saúde e Qualidade de Vida
    • Academia em Casa
    • Área Feminina
    • Assuntos Acadêmicos
    • Entrevistas
    • Arquivo
  • Assuntos gerais
    • Off-Topic
    • Mixed Martial Arts
    • Fisiculturismo, Powerlifting e Outros
  • Fisiculturismo
  • Multimídia
    • Vídeos de Fisiculturismo e Strongman
    • Fotos Fisiculturismo
    • Fotos de Usuários
  • Fórum
    • Críticas, Sugestões e Suporte ao Fórum
    • Lixeira
  • Off-Topic

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Localização


Peso


Altura


Idade

Conteúdo continua após a publicidade.

Encontrado 7 registros

  1. Creatina e a Queda Capilar ===> Antes de mais nada, gostaria dizer que nada aqui é cientificamente comprovado, e sim apenas uma experiência para tentar mostrar a relação entre a creatina e o DHT. <=== DHT : O DHT, ou dihidrotestosterona, é um hormônio produzido pelo próprio corpo e sintetizado nas glândulas adrenais, testículos, próstata e fólicos capilares pela enzima 5a-redutase, através da redução da ligação dupla 4,5. Ou seja, homens que são sensíveis ao DHT tendem a perder cabelo porque o hormônio impede que nutrientes cheguem aos fólicos capilares. Creatina: Como muitos já estão "carecas" de saber (não pude perder a piada hahah) , a creatina é um composto de três aminoácidos: Arginina, Glicina e Metionina; originalmente sintetizada no fígado e no pâncreas, presente nas fibras musculares e no cérebro. Através da enzima Creatina ocorre a transferência do grupamento fosfato da creatina para o ADP, produzindo assim ATP, e também transportando energia produzida na mitocôndria para o citoplasma. - O experimento: Tese: Três semanas de suplementação com creatina monohidratada afetou a relação de dihidrotestosterona (DHT) para testosterona em jogadores profissionais de rugby. Grupo 1: 25 gramas de creatina monohidratada nos primeiros 7 dias (saturação) + 5 gramas nos 14 dias seguintes (manutenção). Grupo 2: Somente utilizou placebos. Resultados: Grupo 1: Noticiou-se um aumento de 56% nos níveis de DHT após a primeira semana de saturação (25g por dia), caindo para 40% nas duas semanas seguintes quando foi feita apenas a manutenção (5g por dia). Grupo 2: Não apresentou resultados e mudanças significativas. **Considerações finais: O estudo foi feito com os jogadores fazendo a saturação da creatina, algo que muitos apontam ser completamente desnecessário e podendo ser prejudicial. Os resultados provavelmente seriam bem diferentes se esta tivesse sido administrada em doses regulares e consideradas seguras (3~5 gramas diárias). Há apenas um estudo prático realizado em grupo (pelo menos até onde sabemos) sobre a relação da creatina e o dht. Nada foi comprovado, mas é algo a se avaliar. Se você tem pré-disposição a calvície, melhor administrar com cuidado a creatina. Não sou médico nem especialista no assunto, estou apenas compartilhando o estudo que eu li, e achei interessante. Obrigado a todos que leram, um abraço, e bons treinos. Fonte:https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19741313
  2. yannbm

    Por onde começar ?

    Assim que terminar o ensino médio pretendo fazer facul de Educação Física. Porem muitos dizem que se aprende pouco sobre musculação lá, e o ideal é buscar conhecimento fora. Tenho um conhecimento básico do básico, baseado em vídeos (Leandro Twin, Fernando Sardinha, Caio Bottura, Coach Rubens, etc...) Mas quero me aprofundar mais, e sinceramente não sei por onde começar. O que os senhores podem me indicar, desde já grato!.
  3. Qual o horário que você acha melhor para estudar ? Manhã, Tarde ou noite ? Então, tenho 15 anos, estou no 1º ano do ensino médio, atualmente estudo de manhã, treino a noite com a academia lotada, estava pensando se não seria melhor estudar a noite, de manhã é um calor infernal, moro na Bahia, a tarde nem se fala, mas eu tive 2 aulas durante a noite e as impressões que elas me passaram é que é tudo muito mais tranquilo, moro muito perto do colégio, só atravessar a rua, as turmas de manhã são um caos total, 35 alunos em uma sala, a noite é comum de encontrar turmas com no maximo de 10 alunos, e caso eu estudasse a noite eu iria treinar de manhã que a academia está praticamente vazia, meu receio é que o pessoal que estuda a noite é a maioria de maior, que trabalha durante o dia, daí ficaria complicado com as amizades, já que existiria uma grande diferença de idade, qual a opinião de vocês ?
  4. O consumo prolongado de carne vermelha é um conhecido fator de risco para o desenvolvimento de diferentes tipos de câncer. Embora várias teorias tenham tentado explicar esta associação, nenhuma foi conclusivamente comprovada. Agora, um novo estudo realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, demonstra que determinadas formas de uma substância conhecida como ácido siálico não humano, o ácido N-glicolilneuramínico (Neu5Gc), presente na carne vermelha, pode incitar um processo inflamatório que predispõe ao câncer. O Neu5Gc é uma substância que depois de metabolizada fica biodisponível nos tecidos humanos, o que gera a produção de anticorpos em circulação. A interação entre os antígenos circulantes e os anticorpos anti-Neu5Gc é capaz de estimular processos inflamatórios, levar à carcinogênese e à progressão do tumor. A descoberta foi evidenciada em uma pesquisa clínica com cobaias, que foram alimentadas com uma dieta contendo Neu5Gc. Com o tempo, as cobaias desenvolveram evidências de uma inflamação sistêmica e com maior risco para o desenvolvimento de tumores do fígado quando comparado com o grupo controle. No grupo que recebeu dieta com Neu5Gc, houve uma incidência cinco vezes maior de cancer do fígado. Para os pesquisadores, o estudo traz dados que fornecem uma explicação para a associação entre o consumo de carne vermelha e o risco de câncer. O oncologista Antonio Carlos Buzaid, diretor geral do Centro Oncológico Antonio Ermírio de Moraes (COAEM), explica que a pesquisa demonstra a correlação entre o Neu5Gc e a inflamação crônica associada ao desenvolvimento de tumores. “Há tempos foi estabelecido o nexo epidemiológico entre o consumo de carne vermelha — bovina, suína e de cordeiro — e a incidência de doenças como o câncer e diabetes. Populações que consomem pouca ou nenhuma carne vermelha apresentam menores taxas de câncer”, esclarece o especialista. “Agora, esse estudo demonstra em um modelo animal o papel da inflamação crônica desencadeada pelo consumo da carne”. O organismo humano é geneticamente incapaz de produzir Neu5Gc, mas esta molécula é detectável em superfícies de epitélio humano e do endotélio, e aparece em valores ainda mais elevados em tecidos malignos. Assim, a única via para tornar possível a biossíntese deNeu5Gcé a ingestão dietética, especialmente pela carne vermelha. A hipótese dos pesquisadores da Califórnia não foi comprovada em humanos, mas não resta dúvidas de que o estudo lança luz sobre os efeitos deletérios do consumo da carne vermelha e explica por que o churrasco de frango recebe sinal verde, enquanto o de carne continua sob fortes críticas. O problema é mesmo a carne e não tanto o processo de grelhá-la, como antes se pensava. Embora os dados disponíveis na literatura indiquem em humanos uma forte associação entre o consumo de carne vermelha e o câncer de colon, o modelo animal que demonstrou o impacto do Neu5Gc evidenciou aumento de risco para câncer de figado, que é a forma mais comum de câncer nas cobaias estudadas, o que neste caso foi considerado como a “prova de princípio” da investigação. Os pesquisadores também demonstraram que a quantidade de Neu5Gc varia entre os diferentes grupos de alimentos e até mesmo de acordo com a forma de preparo. O bife, por exemplo, contém um dos mais altos níveis da substância, com 231 microgramas de Neu5Gc por grama de carne. Em produtos derivados do leite, a presença chega a 43 microgramas de Neu5Gc por grama, como é o caso do queijo de cabra. Em contraste, aves e ovos não contêm Neu5Gc, enquanto nas frutas e vegetais não há nenhum tipo de ácido siálico. Nos frutos do mar também não foram encontradas quantidades significativas de Neu5Gc, com exceção do caviar (veja quadro abaixo). Resumo do conteúdo e percentagem de Neu5Gc (em relação ao total de ácidos siálicos) dos vários grupos de alimentos
  5. tl,dr: (via Bina Bulk) Fonte do artigo: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-86922013000200007&script=sci_arttext
  6. Meus caros [email protected], para quem puder dispensar 5 minutinhos respondendo a estas (cerca de) 10 questões para um estudo que estou a fazer para o meu doutoramento, agradeço! Comportamentos e atitudes face ao uso da Internet: https://qtrial.qualtrics.com/SE/?SID=SV_6hc5NubAaVKOJrT O meu muito obrigado! Qualquer dúvida disponham.
  7. Trabalho de manhã, treino à tarde (das 17:00 as 18:20) e faço faculdade (19:00). Estou apenas 1 semana neste novo horário, pois a faculdade começou recentemente, mas estou com um desconforto. Após o treino bebo whey protein + dextrose, e sigo logo para faculdade, sendo que o intervalo é entre 20:40 as 20:50. Durante o intervalo como algum pão que levo pra facu (geralmente com peito de frango ou peito de peru), mas parece que isso não me enche. La pelas 22:15 estou cheio de fome, e acho que isso vai prejudicar meus objetivos na musculação. Minha pergunta é: há algum problema de malhar antes de estudar? Sendo que minha única refeição será um lanche durante o intervalo da faculdade, e o jantar lá pelas 23:30. Estou até pensando em malhar de manhã (antes do trampo), e assim me alimentar melhor durante o dia. Desculpe se ficou algo confuso...
×
×
  • Criar Novo...