Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''abdominais''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Hipertrofia
    • Venda de Suplementos
    • Nutrição e Suplementação
    • Treinamento
    • Esteróides Anabolizantes
    • Geral
    • Diário de Treino
    • Saúde e Qualidade de Vida
    • Academia em Casa
    • Área Feminina
    • Assuntos Acadêmicos
    • Entrevistas
    • Arquivo
  • Assuntos gerais
    • Off-Topic
    • Mixed Martial Arts
    • Fisiculturismo, Powerlifting e Outros
  • Fisiculturismo
  • Multimídia
    • Vídeos de Fisiculturismo e Strongman
    • Fotos Fisiculturismo
    • Fotos de Usuários
  • Fórum
    • Críticas, Sugestões e Suporte ao Fórum
    • Lixeira
  • Off-Topic

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


AIM


MSN


Website URL


ICQ


Yahoo


Jabber


Skype


Localização


Peso


Altura


Idade

Conteúdo continua após a publicidade.

Encontrado 9 registros

  1. Programa realizado pela Bodybuilding.com sobre Anatomia e Biomecânica Plan ( O projeto ) Training Overview (Visão do treino ) Legs (Pernas ) Chest (Peito) Back ( Costas ) Shoulders (Ombros) Arms (Braços Bíceps,Tríceps e antebraço ) Abs (Abdominais )
  2. Sou novo aqui, assim como sou iniciante na academia. Tenho algumas dúvidas sobre o treino: .Meu professor tem passado abdominais pra mim todos os dias, tá certo isso? Se tiver errado, tem como contornar isso fazendo um tipo diferente de abdominal em cada dia pra atingir todas as partes do abdômen, ou tenho que fazer um dia sim e um dia não? .Comecei com a velha divisão ABC, meu professor disse que nas primeiras 2 ou 3 semanas vai pegar leve pro meu corpo se acostumar e depois vai começar o treino de verdade. Quantas divisões de treino existem e quanto tempo vou demorar pra sair desse ABC? .Infelizmente só vou poder ser avaliado semana que vem pra poder receber uma alimentação adequada. Enquanto isso, que alimentos do dia a dia eu posso cortar imediatamente? OBS: Se quiserem responder apenas uma das perguntas já tá bom, e se fiz o tópico de maneira irregular me desculpem. * Tenho 20 anos, minha altura é 1,73 m e meu peso está em torno de 75 Kg, um pouco acima do limite.
  3. Então galera, eu to com uma dúvida sobre Abdominais, eu sou muito magro e eu li que para você ter tanquinho etc, você precisa tirar a gordura da sua barriga além de fazer exercícios abdominais. Só que como eu sou muito magro eu acho que eu não tenho nenhuma gordura, então não preciso me preocupar com isso, certo? Ou não?
  4. JPM

    Abdominais Com Pesos

    Bom, procurei algum tópico sobre o assunto mas não consegui encontrar. Queria saber alguns exercicios de abdominais com pesos. Eu conheço apenas a elevação lateral: http://www.exercicios-com-pesos.com/exercicios/abdominais/images/3.gif Elevação de pernas: http://www.exercicios-com-pesos.com/exercicios/abdominais/images/3.gif E o abdominal grupado com corda: http://logon.prozis.com/images/abdominal_grupado_com_corda.jpg Só que não estou satisfeito com esse ultimo. Poderiam me dizer alguns outros? Grato pela atenção.
  5. Olá a todos, este é meu diario de treino, gostei muito da idéia deste diário neste fórum super foda que encontrei, e por coincidência ou não, bem agora que estava planejando começar meus treinos. O diário, não vai ser todo dia e sim toda semana, pois não tenho tempo e minha escola tem prova quase todo dia. O nome do diário criança grande é relacionado a minha idade e musculatura em relação a vocês todos que tem entre 16 a 40 anos. E grande por que eu me considero bem alto . O meu treinamento vai ser aeróbico mesmo e com algumas flexões e abdominais, pois sou super novato na hipertrofia e não sei que exercícios fazer com minha idade (caso alguém saiba, por favor, colocar nos comentários!). Então vamos acabar com esse blablabla e bora para as informações! Meu relato: Dias de treino: Dia do lixo: Informações pessoais: Dieta: Treinos Aeróbicos, Bodyweight e alternativo (AERÓBICOS ABDOMINAIS/FLEXÕES OU EXERCICIOS DEVERSIFICADOS ) P.S: Os nomes das flexões/ abdominais, só sei em inglês P.S O diário vai ser dividido em duas partes, esta é a primeira do emagrecimento, a 2ª vai ser a fase musculação, daqui uns 2 anos, ou seja, daqui muitooo tempo. P.S.S Pretendo postar uma foto para evolução todo mês! P.S.S.S (CARAMBA): Não pretendo pegar peso até completar os 16 anos. Obrigado a todos! Duvidas, Sugestões, Criticas ou qualquer outra coisa só postar em baixo!
  6. Galera, segue artigo da USP sobre exercicios abdominais, acho que pra conhecimento seria muito interessante, espero que gostem. Abç Resumo: O objetivo do presente estudo foi analisar a atividade dos músculos Reto Abdominal (supra e infra-umbilical), Oblíquo Externo e Reto Femoral durante o exercício de sit-up realizado em meio terrestre e aquático. Vinte mulheres foram selecionadas. A atividade eletromiográfica foi obtida a partir de eletrodos de superfície previamente isolados. Os exercícios foram filmados para o alinhamento com o sinal EMG. A fase ascendente do sit-up em meio terrestre foi utilizada como referência para normalizar a amplitude do sinal coletado em ambos os meios. O pico de atividade dos músculos no exercício aquático ocorreu em fase posterior ao pico registrado no exercício terrestre. Ainda, observamos uma maior atividade dos músculos abdominais no exercício em terra no início da fase ascendente e ao longo da fase descendente, fato que não ocorreu do meio para o final da fase ascendente. Esses resultados podem ser explicados pelas diferentes características da sobrecarga nesses dois ambientes. INTRODUÇÃO A musculatura abdominal tem sido estudada através da eletromiografia em diferentes situações (Guimarães et al., 1991; Lehman e McGill, 2001; Sands e Mcneal 2002). Esses estudos têm como objetivo comum, entender o comportamento dos músculos abdominais em diversos exercícios no meio terrestre, no intuito de recomendar aquele que aumente a atividade dos músculos abdominais, minimizando o potencial de lesões ou a excessiva carga sobre o tecido articular (McGill, 1995). Com a popularização das atividades aquáticas o exercício abdominal tem sido proposto nesse meio. Bates e Hanson (1996) e Koury (1996) recomendaram esse exercício para a reabilitação, enquanto Marques e Pereira Filho (1999) e Baum (2000) recomendaram o exercício para o fitness. Entretanto, nenhum desses autores mensurou a intensidade da atividade muscular. A análise da intensidade e da função neuromuscular durante exercício no meio aquático é uma tarefa difícil, pois a água oferece um ambiente único de forças hidrodinâmicas, e propriedades viscosas que atuam sobre o corpo em exercício (Pöyhönen et al., 2001a). Tais características da água oferecem uma situação especial relacionada à intensidade dos exercícios. O reduzido custo energético para suportar o peso corporal em exercícios aquáticos pode ser compensado pela necessidade aumentada do custo energético proporcionada pela resistência da água (Darby e Yaekle, 2000; Kruel, 2000). Ainda, o fluxo de água em torno do indivíduo altera-se de laminar para turbulento, influenciando em grande extensão a função neuromuscular (Costil et al., 1992). Outro aspecto a considerar é o equilíbrio entre o centro de apoio para flutuação e o centro de gravidade dos indivíduos. Quando ambos estão alinhados num plano vertical, somente vetores verticais são notados, mas quando esses pontos não estão verticalmente alinhados, forças de rotação podem influenciar a atividade muscular, diferentemente do meio terrestre (Bates e Hanson, 1996; Koury, 1996). Assim, para a melhor compreensão da função abdominal durante exercício aquático na posição horizontal o objetivo do presente estudo foi comparar a atividade elétrica dos músculos oblíquo externo, reto femoral e das porções supra e infraumbilicais do reto abdominal durante o exercício situp realizado nos meios terrestre e aquático. MATERIAIS E MÉTODOS Amostra Vinte mulheres jovens saudáveis (23,5 ± 2,99 anos, 1,62 ± 0,82 m, 57,5 ± 6,32 kg e 20,7 ± 3,48 % de gordura) foram voluntariamente selecionadas como amostra do estudo, assinando um termo de consentimento aprovado pelo Comitê de Ética da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Todos os sujeitos eram ambientados aos meio líquido, sabiam nadar e participaram de uma sessão de familiarização com os exercícios realizados dois dias antes da coleta dos dados Instrumentação O sinal eletromiográfico foi coletado do lado direito do corpo dos indivíduos. A impedância intereletrodos foi controlada abaixo de 3000Ohms. Para tanto, a superfície dos músculos de interesse foi raspada, para a remoção dos pêlos e limpa com abrasão de álcool em gel. Eletrodos bipolares de superfície (Tyco Helthcare, Mini Medi-Trace 100, Kendall) foram posicionados paralelamente às fibras musculares com espaçamento de 3cm entre o centro dos eletrodos. Sobre a porção supra do Reto Abdominal (RAS) o eletrodo foi posicionado numa distância de 3cm lateral a linha média do corpo, entre o esterno e o cicatriz umbilical. Sobre a porção infra do Reto Abdominal (RAI) o eletrodo foi posicionado numa distância de 3cm lateral a linha média do corpo, entre o cicatriz umbilical e o púbis. Sobre o músculo Oblíquo Externo (OE) o eletrodo foi posicionado a uma distância lateral de 15cm do cicatriz umbilical logo abaixo do gradil costal, e sobre o reto femoral (RF) no terço proximal da coxa. Um eletrodo de referência foi posicionado sobre a espinha ilíaca. Para evitar a possível interferência do meio líquido na aquisição do sinal EMG, sobre cada eletrodo de superfície foram posicionados adesivos oclusivos transparentes a prova d’água (TEGADERM, 3M). Os pré-amplificadores foram protegidos com silicone e o Data Logger (Paromed Medizintechnik) e as baterias foram envolvidas por um recipiente plástico previamente preparado para proteger o equipamento. Essa embalagem permitia a flutuabilidade do equipamento. O Data Logger coletava a uma freqüência de 1000 Hz, e operava com amplificador de até 800 vezes. Cada coleta teve a duração 30 segundos e foi operada por um sistema de telemetria através de um Cabo Serial Portátil. Os dados foram armazenados e analisados em um CPU com utilização do software SAD32. dois sistemas independentes de câmera super-VHS (60 Hz) e videocassetes foram usados. Um dos sistemas de câmera foi utilizado para as filmagens em meio terrestre e outro em meio aquático. Ambas as câmeras foram posicionadas no plano perpendicular ao movimento a uma distância de 6m dos sujeitos. A filmagem do exercício aquático foi realizada através de um visor subaquático. Marcadores reflexivos foram colocados no acrômio da escápula, no trocânter maior e no epicôndilo lateral do fêmur e no maléolo da fíbula. As imagens de vídeo foram digitalizadas a 30 Hz no software Adobe Premiere permitindo o processamento quadro a quadro. Um sinal luminoso indicava o início da coleta do sinal EMG, possibilitando a separação das fases do movimento e de cada repetição . Protocolo de Exercícios Os sujeitos executaram três repetições em cada exercício, sendo permitido um intervalo mínimo de 3 minutos entre os exercícios. A ordem de execução dos exercícios foi aleatória. Um metrônomo foi utilizado para determinar a cadência do exercício, sendo realizada 2 segundos para cada fase (ascendente e descendente). O exercício sit-up terrestre foi executado, partindo do decúbito dorsal, realizando-se flexão de tronco e quadril com os joelhos flexionados e os pés fixos. Por outro lado, o exercício sit-up aquático foi realizado, partindo do decúbito dorsal, realizando-se flexão do tronco e do quadril com um flutuador apoiado sob as axilas para sustentação do membro superior e outro apoiado sob os joelhos para sustentação do membro inferior no plano horizontal na superfície da água. Análise dos Dados Para filtragem do sinal EMG utilizou-se um filtro passa-banda Butterworth de 5a ordem com freqüências de corte entre 20 e 400 Hz. Cada exercício foi dividido em 2 fases, uma ascendente (flexão) e outra descendente (extensão). Valores root mean square (rms) da atividade muscular durante a fase ascendente do exercício sit-up executado em meio terrestre foram utilizados para normalizar os valores EMG dos músculos respectivos. Cada valor EMG foi obtido pela média de 200 pontos, e expresso como um valor percentual do valor base de normalização. Cada fase foi dividida em 5 momentos e expressa como um percentual da amplitude total de movimento. A média e o desvio padrão foram calculados para cada subdivisão das fases do exercício. Análise Estatística Os dados da atividade muscular durante os exercícios aquático e terrestre foram comparados pelo teste T pareado em cada sub-fase. Todas as diferenças foram registradas num intervalo de confiança de p<0,05. Todo procedimento estatístico foi realizado no software SPSS 10.0. RESULTADOS O comportamento da atividade muscular abdominal durante os exercícios sit-up terrestre e aquático são apresentados nas figuras 1, 2, 3 e 4. Analisando qualitativamente ao longo do tempo os exercícios de sit-up realizados em ambos os meios, comportamentos similares foram observados para a atividade dos músculos Reto Abdominal (porções supra e infra-umbilical) e Oblíquo Externo, onde o pico de atividade no exercício aquático foi sempre registrado em fase posterior ao pico de atividade no exercício terrestre (Figuras 1, 2 e 3). Por outro lado, ao comparar a atividade dos músculos abdominais e do Reto Femoral entre os meios, verificamos que no exercício em terra a atividade desses músculos foi superior no início do ciclo. Entretanto, da metade para o final da fase ascendente não observamos esta maior atividade do exercício em terra nos músculos abdominais (Figuras 1, 2 e 3). A partir da fase descendente, podemos observar uma diminuição lenta e progressiva da atividade em todos os músculos analisados. DISCUSSÃO O presente estudo analisou a atividade elétrica de músculos abdominais durante o exercício sit-up realizado em terra e na água. O padrão de atividade eletromiográfica encontrado no exercício terrestre é similar aos achados anteriores de Andersson et al (1997) e Ricci et al (1981). Já para o exercício aquático não foi encontrada descrição anterior na literatura. Na s Figuras 1,2 e 3 observamos que o pico de atividade dos músculos no exercício aquático ocorreu em fase posterior ao pico registrado no exercício terrestre. Isto pode ser explicado pelo deslocamento do segmento no exercício aquático. Enquanto o exercício em terra tem o apoio rígido do chão fixando o eixo de Análise EMG do exercício abdominal aquático e terrestre (Nessa parte existem gráficos mas não consegui colar aqui no post) rotação, o mesmo não ocorre na água, pois, ao exercer força contra o apoio, a água cede, ocorrendo o deslocamento do quadril para baixo e conseqüentemente mudando o posicionamento do eixo de rotação, ocasionando que um mesmo ângulo de flexão seja atingido em um momento posterior. Em relação às diferenças encontradas entre os exercícios, observamos uma maior atividade dos músculos abdominais no exercício em terra no início do ciclo. A menor atividade do exercício realizado no meio líquido pode ser justificada pela diminuição do peso hidrostático decorrente da imersão (Kruel, 1994). Ao realizar o sit-up no meio líquido o indivíduo encontra-se com o tronco e parte dos membros superiores e inferiores submerso, sofrendo o efeito do empuxo. Neste caso seria necessário uma menor produção de força para deslocar o segmento. Esta menor necessidade energética para o movimento no meio líquido também foi encontrada por Kruel (2000) e Pöyhönen et al (1999). Outra característica do meio líquido que pode ter influenciado esta menor atividade no início do ciclo, pode ser a menor eficiência propulsiva da água comparada com o meio terrestre (Costil et al., 1992). Já no meio para o final da fase ascendente não observamos esta maior atividade do exercício em terra. Isto pode ser justificado pelo deslocamento do eixo de rotação no exercício aquático. Enquanto no exercício em terra temos uma diminuição do braço de resistência a medida que a flexão ocorre, reduzindo a atividade abdominal, o deslocamento do eixo de movimento noexercício aquático mantém a atividade muscular por um período maior e a posição sentada na água não permite uma total flexão, o que causa a manutenção de um ângulo de flexão na troca de fase e conseqüentemente uma manutenção da atividade muscular. Na fase descendente observamos uma diminuição lenta e progressiva da atividade em todos os músculos analisados. Ao realizar o exercício em terra, o indivíduo encontra-se contra uma resistência unidirecional proporcionada pela gravidade que, na fase descendente, gera a necessidade de freiar o movimento através de uma contração excêntrica dos flexores. Entretanto, no meio líquido, a resistência é multidirecional, e o fato de estar apoiado nos tubos pode ajudar o trabalho dos extensores que ali têm um apoio para elevar o quadril e voltar à posição. Dessa forma, ao invés de se trabalhar contra a gravidade, freando o movimento de retorno, como nos exercícios em terra, estar-se-á empurrando a água com ação agonista dos extensores do tronco e do quadril. Conseqüentemente, na fase descendente dos exercícios realizados no meio líquido, a atividade dos flexores fica bastante diminuída. Esse padrão de contração prioritário concêntrico também foi evidenciado por Pöyhönen et al (2001b) estudando flexão e extensão de joelhos no meio líquido em séries simples. CONCLUSÃO Em suma, o maior pico de atividade muscular durante o exercício sit-up em terra é encontrado anteriormente ao pico registrado em água. Ainda, a atividade dos músculos abdominais no exercício terrestre é maior no início da fase ascendente do exercício e também ao longo da fase descendente do mesmo. Entretanto, essas diferenças não são observadas na metade do exercício. As diferenças encontradas devem-se provavelmente às características específicas de sobrecarga encontrada nos diferentes meios. Exercicios Abdominais.pdf
  7. Eai galera, registrarei aqui meu progresso muscular com fotos e relatos. Objetivos: HIPERTROFIA e ABDÔMEN DEFINIDO Ficha Corporal: Altura: 1,78 m Peso: 60 kg Idade: 18 anos Percentual de gordura: entre 15 e 16% Evolução: 2ª Semana: 3ª Semana: http://imageshack.us...1206122041.jpg/ 4ª Semana: [Perfil] http://imageshack.us...2106122039.jpg/ [Frente s/contrair] http://imageshack.us...2106122038.jpg/ [Frente contraindo] http://imageshack.us...1061220381.jpg/ 1 mês 3 semanas: [Perfil] http://imageshack.us...2007122045.jpg/ [Frente s/contrair] http://imageshack.us...0071220441.jpg/ [Frente contraindo] http://imageshack.us...2007122044.jpg/ Vamo que vamo. DIA 21/08/12 [Perfil] http://imageshack.us/photo/my-images/13/p2008122002.jpg/ [Frente s/ contrair] http://imageshack.us/photo/my-images/707/p2008122001.jpg/ [Frente contraindo] http://imageshack.us/photo/my-images/820/p20081220011.jpg/ Dia 25/06 62,3kg. Desde quando comecei a malhar já ganhei uns 5kg. Dia 05/08, 66kg. Bench Press: 20kg - 24kg - 32kg - 40kg - 48kg - 56kg - 66kg Squat: 20kg - 24kg - 32kg - 40kg - 48kg - 56kg - 66kg Deadlift: 20kg - 24kg - 32kg - 40kg - 48kg - 56kg - 64kg Overhead Press: 4kg - 12kg - 18kg - 26kg - 30kg - 38 kg Barbell Rows: 10kg - 20kg - 24kg - 32kg - 40kg - 48kg - 56kg - 66kg
  8. galera montei um treino de abdomiais obliquo , e queria saber a opniao de vcs http://www.malhandocerto.com/exercicios/abdome/abdominal-com-giro/ faria esses 2 do link 3x15 bi set criticas sugestoes???
  9. eae marombeiros , eu li em aguns sites que se vc realiza exercícios abdominais para oblíquos com pesos (ex: ficar de pé segurando um halter e meio que se inclinar para o o lado com ele .) vc aumente a cintura , fica com ela mais grossa e um corpo quadrado tipo os daqueles lutadores de luta livre , ou também não necessariamente apenas com pesos mais tbm se vc trabalha muito os obliquos diretamente. li isso nessas fonte : http://guerreiroespartano.blogspot.com.br/2010/04/ganhe-massa-muscular-nos-lugares-certos.html http://www.jmfbrasil.com.br/home/artigos/construa-sua-obra-prima-%E2%80%93-estrutura-ossea/ Mais eu vi uns videos que me fizeram questionar isso por exemplo: Lazar Angelov tem a cintura fina pra caraiw : e faz esse exercício como no video abaixo: ( nos 9:08 segundos ) e tbm tem esse garoto neste outro video que tbm tem um cintura fina e faz esse exercício: ( nos 3:27 segundos ) gosto é gosto e eu prefiro ficar assim tipo esses caras : manter um cintura fina e ser mais largadão em cima . Mas eai oq vcs acham sobres se esses exercícios engrossam ou não a cintura???
×
×
  • Criar Novo...