Ir para conteúdo
Clique aqui

tópico do desafio


Posts Recomendados

Admito que estou passando por uma fase complicada (calma, não cai). Admito que a culpa está de certa forma em mim pelo meu passado, são as cicatrizes que ainda não curaram totalmente. Mas o ambiente está bem complicado. No último de faculdade num curso de humanas, estou sem amigos, sem ajuda, nem nada. Isso porque eu fui sincero comigo mesmo e nunca cedi ao esquerdismo reinante. Na faculdade pública parece que a maturidade é menor ainda, vocês tem que ver, são pessoas bem infantis no geral. Quando vejo uma turma de privada, vejo alguém que está procurando uma formação profissional. Mas na universidade pública, no meu curso, parecem perdidos.

 

Acho que nesses últimos meses, desequilibrei-me um pouco emocionalmente. Não acho ruim o fórum, mas admito que estava participando mais daqui por procrastinação. Também procrastinei muito no facebook e no whats.

 

Uma reação bizarra é que acho que perdi um pouco da pureza e da castidade. Antes eu tinha maior controle de meus pensamentos. Outro dia, estava me apaixonando por uma garota que conversou comigo. Isso na verdade é carência. E tinha razão, eu falei para mim mesmo "você não ama essa garota de verdade, Vinicius, você apenas está inseguro". Aguentei firme e parei de sentir algo a mais por ela.

 

Passei a ter uma série de sonhos eróticos. Sonhava com minha professora. Como relatei, uma velha tara da infância. A professora era um ponto de apoio emocional.

 

Também várias outras pequenas olhadelas. Às vezes dava vontade de ficar encarando minas, lançar um olhar 43, mas sabia que isso era só para preencher meu vazio.

 

Acho interessante essa experiência e por isso a relato. Com a perda da pureza no olhar, percebi um certo vazio, uma certa carência. Geralmente se pensa o contrário, a força é olhar para mulher. Não acho na verdade, parece que eu estava sendo constrangido a olhar, era uma força de fora que se apoderava de mim.

 

PS: Não sou forever alone kkkkk, só sou antissocial na faculdade, fora dela eu tenho meus círculos sociais. 

Editado por Shapudo
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 44.1k
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • planeta

    2690

  • nightly squat

    2250

  • Carbonera

    1357

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

pornografia é contra as regras do forum,   quem postar pode tomar alerta ou ser banido,   sigam as regras.                 http://www.youtube.com/watch?v=GMrbseGssjA http://www.youtube

POST DE INSCRIÇÃO * As regras estão claras na imagem. * Somente serão inscritos quem curtir, pois a competição iniciará apenas em janeiro. * A competição apenas iniciará em janeiro, pois

Bom galera é o seguinte.. NOFAP WARS Regas 1 - A inscrição será feita ao curtir ESSE post. As inscrições serão fechadas até a data 26/01/2015 segunda-feira que vem. ou até o moment

Posted Images

7 horas atrás, Shapudo disse:

 

Eu percebo que quando começo a usar muito o facebook ou o whatsapp eu fico mais suscetível a ter maus pensamentos e por consequência cair. Perco a concentração muito mais facilmente e fico mais agitado. Há um bom tempo eu não consigo uma sequência boa no desafio e a utilização das redes sociais definitivamente tem um impacto ruim sobre isso. 

 

Isso porque eu só entro no facebook pra ver memes, imagina quem usa para ficar stalkeando garotas ou vendo conteúdo impróprio pra quem participa do nofap. 

 

 

Edit:

Só uma reflexão:

Algumas pessoas que nunca tentaram fazer o desafio dizem que não são viciadas, ora porque praticam o ato vez ou outra, ou porque não assistem pornografia com regularidade. Mas eu digo que desde a criação do tópico em 2013 eu sigo a "filosofia" nofap e nesses praticamente 6~7 anos eu nunca cheguei a uma marca maior que 7 meses, o que foi uma marca praticamente única já que na maioria dos casos eu chego a míseros 15-20 dias. Se isso não é ser viciado então eu não sei o que é. A diferença é que eu consigo postergar o meu vício por alguns dias.

Nós só tomamos conta do problema quando começamos de fato a enfrentá-lo. 

Editado por lukao1993
Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Shapudo disse:

Admito que estou passando por uma fase complicada (calma, não cai). Admito que a culpa está de certa forma em mim pelo meu passado, são as cicatrizes que ainda não curaram totalmente. Mas o ambiente está bem complicado. No último de faculdade num curso de humanas, estou sem amigos, sem ajuda, nem nada. Isso porque eu fui sincero comigo mesmo e nunca cedi ao esquerdismo reinante. Na faculdade pública parece que a maturidade é menor ainda, vocês tem que ver, são pessoas bem infantis no geral. Quando vejo uma turma de privada, vejo alguém que está procurando uma formação profissional. Mas na universidade pública, no meu curso, parecem perdidos.

 

Acho que nesses últimos meses, desequilibrei-me um pouco emocionalmente. Não acho ruim o fórum, mas admito que estava participando mais daqui por procrastinação. Também procrastinei muito no facebook e no whats.

 

Uma reação bizarra é que acho que perdi um pouco da pureza e da castidade. Antes eu tinha maior controle de meus pensamentos. Outro dia, estava me apaixonando por uma garota que conversou comigo. Isso na verdade é carência. E tinha razão, eu falei para mim mesmo "você não ama essa garota de verdade, Vinicius, você apenas está inseguro". Aguentei firme e parei de sentir algo a mais por ela.

 

Passei a ter uma série de sonhos eróticos. Sonhava com minha professora. Como relatei, uma velha tara da infância. A professora era um ponto de apoio emocional.

 

Também várias outras pequenas olhadelas. Às vezes dava vontade de ficar encarando minas, lançar um olhar 43, mas sabia que isso era só para preencher meu vazio.

 

Acho interessante essa experiência e por isso a relato. Com a perda da pureza no olhar, percebi um certo vazio, uma certa carência. Geralmente se pensa o contrário, a força é olhar para mulher. Não acho na verdade, parece que eu estava sendo constrangido a olhar, era uma força de fora que se apoderava de mim.

 

PS: Não sou forever alone kkkkk, só sou antissocial na faculdade, fora dela eu tenho meus círculos sociais. 

Eu apreendi que nem todos vai ter mesma opinão, mas eu mesmo passei ignorar isso de fato, fato mesmo eu me considero de direita sei que existe  muito na faculdade apologia a esquerda, mas na boa depois que quase fui reprovado pela minha opinião sobre esquerda ou direita que me dei conta que não valeria a pena discutir com alguém que é contrario aquilo que segue, convencer que está errada é um erro sim, as pessoas tem apreender por sí mesma .

Não deixe de conhecer pessoas bacanas por uma ideologia politica, se pergunta diz assim não sei o que acontece com esse País, infelizmente as pessoas não costuma a respeitar opinião só vizam o ego.

Abraços .

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dia 27.

Sigo firme na luta.

 

Semana extremamente corrida e cansativa. Novos desafios no trabalho e esse sol insuportável que já me faz acordar exausto.

Mesmo não encarando o desafio no hardmode e transando regularmente, nessa madrugada tive minha primeira polução noturna.

 

Uma das minhas amizades coloridas voltou para sua cidade de origem há uns 2 ou 3 meses (formou-se).

Depois de um bocado de tempo sem contato, essa semana começamos a conversar novamente e adivinhem quem era a mulher do meu sonho erótico? Haha.

 

Mas feliz.

Essa semana não comi certo do jeito que deveria, mas melhorei bem.

Só não treinei hoje pois tive que correr atrás de uns documentos, mas fui todos os dias da semana e treinei pesado, extremamente focado.

 

Fim de semana quero iniciar a prática da corrida novamente.

 

Falando em final de semana, deixo minha mensagem de alerta aos camaradas: não caiam. 

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu preciso contar essa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

 

Mano, tava num grupo de whats do MBL  da região para o qual me convidaram na época das eleições.

 

Uma vez falei que tinha que regulamentar o pornô, porque a masturbação fazia mal e os caras ficaram irritados comigo "ninguém mexe na minha punheta". Ai um tempo depois, comecei a discutir com o dono do grupo, farmaceuta com especialização em imunologia. Estava discutindo sobre regulamentação de rede social, dizendo que o facebook fazia campanha socialista (e mandei uma notícia da Espanha em que houve interferência direta da rede nas eleições). 

 

O cara uma hora ficou bravo e falou "vai falar de masturbação no facebook que é o que você sabe". Então voltamos ao tema. Comecei a falar da relação entre depressão e suicídio, e os caras dando risada. Ai mandei o livro do Gary Wilson, Your Brain on Porn. Ai o cara ficou irritado, começou a falar "nenhum médico sério vai atrás de punheta" até que disse "qualquer lunático publica livro, quero ver é publicar artigo".

 

Fui no Google Acadêmico que é um motor de pesquisa que só procura artigo científico, coloquei Gary Wilson e... Só deu 14.000 resultados com vários artigos do nosso conhecido mestre. Mandei a página para o cara e falei "se você quiser, faço uma seleção para você".

 

Só apareceu "DONO DO GRUPO removeu você"

 

Isso é o que eu chamo de rage ban.

Editado por Shapudo
Link para o post
Compartilhar em outros sites

Shapudo, eu não tenho dúvidas de que o uso excessivo de smartphones contribui demais para a depressão. 

 

Qual sua opinião sobre isso?

 

Eu percebo que quando passo muito tempo mexendo no celular fico na bad e perco o interesse por atividades que antes me davam prazer. 

 

Talvez daqui uns 30 anos as pessoas tenham a real consciência dos malefícios provocados pelos smartphones.

 

Eu, infelizmente, virei um viciado nisso e preciso me policiar. 

 

Acho que pornografia e smartphones são os dois vícios que a sociedade ainda não reconhece, pelo contrário, aquele que tenta dizer que se trata de um problema social é satirizado.

 

Mas as consequências estão aí pra todo mundo ver: uma geração de zumbis tomando antidepressivos, com problemas de sono, sedentarismo, disfunções sexuais e sedentarismo.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

   Dia 14.

   Ao contrário do meu último relato essa semana está relativamente fácil de seguir no No Fap, acredito que o trabalho e as provas da faculdade fazem isso; sem tempo, sem muita tentação.

 

  A interação e minha concentração estão melhores, o que representa um ótimo motivo para continuar.

 

  Por outro lado, durante toda a semana senti muito sono, não sei bem se é cansaço, estresse ou algo do gênero, tenho dormido por volta de 6 horas diárias, quantidade que sempre dormi sem sentir sono.

 

  Atualmente estou sem treinar e minha alimentação não está muito saudável, diariamente como fritura, principalmente durante os dias de trabalho. Necessito alterar isso em prol da minha saúde, talvez seja isso um dos motivos dessa sonolência, ou um pouco de tudo; alimentação, atividades físicas e o no fap (mudança hormonal e diminuição de dopamina).

 

  Enfim, espero que isso melhore por que está osso, não dá pra aumentar o número de horas de sono por dia, vou dormir por volta de meia noite após chegar da faculdade e 6 horas tenho que acordar para ir trabalhar.

 

  Se alguém tiver alguma dica sobre isso aceito de bom grado.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 13/09/2019 em 11:42, ALAN SARMS disse:

Eu apreendi que nem todos vai ter mesma opinão, mas eu mesmo passei ignorar isso de fato, fato mesmo eu me considero de direita sei que existe  muito na faculdade apologia a esquerda, mas na boa depois que quase fui reprovado pela minha opinião sobre esquerda ou direita que me dei conta que não valeria a pena discutir com alguém que é contrario aquilo que segue, convencer que está errada é um erro sim, as pessoas tem apreender por sí mesma .

Não deixe de conhecer pessoas bacanas por uma ideologia politica, se pergunta diz assim não sei o que acontece com esse País, infelizmente as pessoas não costuma a respeitar opinião só vizam o ego.

Abraços .

Cara, eu entendo, é que se você visse minha facul. O buraco é muito mais embaixo kkkk. Na verdade, nem acho que fui tão propositivo assim, eu tentei ser na minha o maior tempo possível, mas essa galera vai tomando espaço até um ponto em que a gente tem que se manifestar.

 

Eu não ligo muito, sinceramente, e também não tenho razões para ir a um lugar com gente que não gosto, com música e costumes que não gosto. Mas fico pensando na questão da colação de grau. É um coroamento do curso para muita gente, um momento especial. E o que fazem? Colocam música gay no meio. Nem lembro a música decidida, mas na votação tinha até o Pablo Vittar kkkk

 

12 horas atrás, Casemito disse:

Shapudo, eu não tenho dúvidas de que o uso excessivo de smartphones contribui demais para a depressão. 

 

 

Cara, no Smartphone dá para fazer muita coisa. Se você estiver falando de rede social, então com certeza: dá depressão sim.

 

Eu uso um pouco de facebook e já fico doente. Às vezes penso "só vou ficar no whats". Evito de entrar em grupo, mas os poucos em que estou já me deixam mal.

 

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites

1 ano e meio de nofap, noporn. nunca mais me masturbo, deixo elas fazerem isso pra mim.

mais calma pra viver, extrovertido (porém calmo, low profile), mais vontade de testar as pessoas caso eu fizer/disser X coisa. 0 ansiedade na frente de mulheres, troquei a "indiferença" e o estilo de machao agressivo pegador por um perfil mais carinhoso, ouvinte e isso me trouxe muito mais resultados. as desesperadas sao as que buscam homens mto galinha e ansiosos pra ter relaçoes. percebi beijinhos, sorrisos, conversa boa nao significam nada, o mais importante é o carinho mútuo, carinho nas maos, olhar no olho, uma interesseira/desesperada tem dificuldade de ser autenticamente carinhosa.

 

maleficios: os outros vícios voltam com mais força, troquei o escapismo do nofap e o porno por outros vícios, mas com minha força de vontade, fé, inteligencia e determinaçao eu vou vencer todos os desafios. sem ansiedade, ter calma pra viver.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 horas atrás, Shapudo disse:

Cara, eu entendo, é que se você visse minha facul. O buraco é muito mais embaixo kkkk. Na verdade, nem acho que fui tão propositivo assim, eu tentei ser na minha o maior tempo possível, mas essa galera vai tomando espaço até um ponto em que a gente tem que se manifestar.

 

Eu não ligo muito, sinceramente, e também não tenho razões para ir a um lugar com gente que não gosto, com música e costumes que não gosto. Mas fico pensando na questão da colação de grau. É um coroamento do curso para muita gente, um momento especial. E o que fazem? Colocam música gay no meio. Nem lembro a música decidida, mas na votação tinha até o Pablo Vittar k

A muito difícil mesmo se não recíproco não tem motivo para permanecer, mas escutar plano vitar na colação de grau em, se Loko eu nem iria ...

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.


Clique aqui



×
×
  • Criar Novo...