Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui

Avalie este tópico:

Posts Recomendados

55 minutos atrás, Anderson Horsczaruk disse:

 

Coloca eu... Apesar de estar com as calorias relativamente altas, desejos por comida fazem parte da minha rotina!

Usei bastante coca zero e gelatinas no final do meu cutting, e nas refeições usava bastante abobora como fonte de carboidratos, os carboidratos são baixos e da pra comer um montão... xD

 

Aguardaremos mais adeptos.

 

E recentemente saiu um artigo dizendo que os pensamentos impuros da dieta causam picos de insuluna.   Tô frita! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

E eu tinha raiva da minha mar Quando me obrigava a comer mingau de aveia antes de ir pra escola as 05 da matina....

Sabedoria da veia !!!! Aveia da veia

 

Coloca eu... Apesar de estar com as calorias relativamente altas, desejos por comida fazem parte da minha rotina!

Usei bastante coca zero e gelatinas no final do meu cutting, e nas refeições usava bastante abobora como fonte de carboidratos, os carboidratos são baixos e da pra comer um montão... xD

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Desculpem gente mas eu ri lendo os debates acerca das tentações. 

É impressionante mesmo essa vontade de fazer coisa errada. Eu me sinto até reconfortado ao ler essas confissões.

 

Houve um tópico cujo título se não me engano era sobre compulsão alimentar. Eu dei a ideia da gente criar um tópico de blindagem coletiva.

Embora tenha dado a ideia, eu não sei se funcionaria pra mim, pois quando eu quero fazer a coisa errada, quem tenta me declinar da ideia não obtém êxito.

Geralmente a compulsão chega em mim com um pensamento relativista, geralmente à noite e se instala com uma velocidade meteórica. "Óh, é só um tasco, nem é coisa pra se pesar e computar... um pedacinho de nada dá". Menos de um minutos depois... "bom, só mais um tasco, daí dá pra pesar e multiplicar por dois da última pegada...". Em seguida "bom eu não pesei, mas, por baixo deve ser bem menos que 150 g (mentira)"... e daí em diante a zoeira toma conta. 

 

Por enquanto, eu ando dando conta quando: água > 2,5 litros e café < 3 xícaras. E, depois da última refeição, caso queira prepara algo pro dia seguinte: escovar os dentes antes de começar a preparar as marmitinhas. Comprimidos de 210 mg de cafeína: destroem em mim todo esse mecanismo de defesa

 

Mas o frio num presta mesmo. Parece que sopas cremosas com vinho tinto seco chamam a gente pra um lugar com densidade de fluxo magnético acima de 1000 teslas.

 

Achei bem legal você ter trazido esse assunto à baila.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 

 

Em 24/06/2016 at 16:52, Jaraqui disse:

 

 

 

Interessante seu comentário.  Então vamos ao confessionário da vida real, pois ontem surtei em vários sentidos.

 

De pessoa efetivamente controlada e disciplinada, perdi o controle em tudo e isso nunca me aconteceu dessa forma drástica.  Poderia colocar a culpa no frio, na dieta, pois a maior dificuldade do ser humano é assumir sua fraqueza ou imperfeição, mas a culpada sou eu.  No geral, a tendência das pessoas é tirar a culpa de si mesma e colocar nos outros ou em outra coisa, para aliviar o próprio peso .

 

Então ontem até mantive o jejum, inclusive mais tempo que as 16 horas comumente seguidas. Fiz meu AEJ e meu treino de ABS, mas de tarde não sustentei mais.  Comi o que quis, a hora que quis e até bolo fiz (rima não proposital).  Pra terminar, criei um caso em família e isto prova que estou em uma crise que preciso identificar e tratar antes que piore as coisas pra mim.

 

Daí que hoje não fiz jejum, já comi carbos e não sei se vou parar porque não quero mesmo. De alguma forma está me satisfazendo (um minuto de silêncio). 

 

Passado 1 minuto..., eu assumo meu erro, mas sei que depois vou lamentar as consequências.

 

É o que tem pra hoje.

 

 

Em 24/06/2016 at 19:28, DakarNergens disse:

Tentacao eh ter a professora da academia passando a mao no seu peitoral e dizendo que Ta ficando Bom..... Nem dormi. Deve ser insonia da trembolona kkkkkk

 

Dependendo da professora e da passada de mão, arrisco a dizer que você deve tomar uma atitude.

 Eu não passaria a mão num peitoral masculino a troco de nada.  

Agora o veneno escorreu aqui. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fefe,

Nao Se culpe Por ter quebrado a dieta... Eu nao bebo e nao fumo e naturalmente que vivo uma vida Mais chata que a maioria....

Entao nessa sexta eu fiz guioza e tomei 600ml de Coca Cola....

Me fez Tao bem.... O que noto eh que quanto mais equilibrada melhor e Mais facil de atingir os objetivos.

A disciplina eh importante pra praticar o treino.

Eu te entendo sobre ficar irritada, Mas Isso so Se potencializa com a dieta Ou objetivos a longo prazo. Fica tranquila Isso faZ

Parte.

Eu to me segurando prq a trembo da uma bad trip danada... Mas to fazendo outras coisas pra deixar a cabeca ocupada. FaZ parte do jogo.

Continue postando e "conversando" . Aqui estamos todos no mesmo barco .

:-)

 

 

 

Dependendo da professora e da passada de mão, arrisco a dizer que você deve tomar uma atitude.

 Eu não passaria a mão num peitoral masculino a troco de nada.  

Agora o veneno escorreu aqui. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Fefe disse:

 

 

 

Interessante seu comentário.  Então vamos ao confessionário da vida real, pois ontem surtei em vários sentidos.

 

De pessoa efetivamente controlada e disciplinada, perdi o controle em tudo e isso nunca me aconteceu dessa forma drástica.  Poderia colocar a culpa no frio, na dieta, pois a maior dificuldade do ser humano é assumir sua fraqueza ou imperfeição, mas a culpada sou eu.  No geral, a tendência das pessoas é tirar a culpa de si mesma e colocar nos outros ou em outra coisa, para aliviar o próprio peso .

 

Então ontem até mantive o jejum, inclusive mais tempo que as 16 horas comumente seguidas. Fiz meu AEJ e meu treino de ABS, mas de tarde não sustentei mais.  Comi o que quis, a hora que quis e até bolo fiz (rima não proposital).  Pra terminar, criei um caso em família e isto prova que estou em uma crise que preciso identificar e tratar antes que piore as coisas pra mim.

 

Daí que hoje não fiz jejum, já comi carbos e não sei se vou parar porque não quero mesmo. De alguma forma está me satisfazendo (um minuto de silêncio). 

 

Passado 1 minuto..., eu assumo meu erro, mas sei que depois vou lamentar as consequências.

 

É o que tem pra hoje.

 

 

 

Dependendo da professora e da passada de mão, arrisco a dizer que você deve tomar uma atitude.

 Eu não passaria a mão num peitoral masculino a troco de nada.  

Agora o veneno escorreu aqui. 

 

Fefê, semana passada foi minha semana de provas, eu já estava com muita vontade de botar os dois pés na jaca, usei isso como desculpa pra jogar tudo pro alto.

Foram 4 dias de comilança descontrolada, comi de tudo o que eu queria, na hora me fez um bem absurdo, estava feliz pra caralho (mesmo sabendo que estava fazendo a coisa errada).

Todo mundo sai da dieta, todo mundo põe o pé na jaca, o que realmente importa é conseguir voltar. 

 

Minha sugestão : tira o resto do dia pra comer TUDO QUE VOCÊ ESTÁ COM VONTADE DE COMER.

quer comer bolo? come

paçoca? manda ver.

 

amanhã você volta pra dieta, com menos vontades e com sangue nos olhos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sensacional. Único adjetivo pra classificar seu texto, Fefe. Muito bom.

 

Não sei se é a idade, mas eu ando lidando com uma enorme dificuldade de absorver conteúdos que dão a entender que sejam jargões. Por jargão entenda tudo: mãozinha em forma de coração, fotos apontando o dedo pro colega, outros que quando tiram foto em grupo dão uns passinhos para frente com a intenção de parecerem maiores, frases padronizadas, opiniões padronizadas, daquelas em que a pessoa se imagina dando uma entrevista no programa da Fátima Bernardes e que, ao final da fala ou até em meio a ela, a platéia aplaude, etc.

 

E o seu foi legal por que me passou uma autenticidade que deu gosto de se ler.

 

Vou até atualizar o meu diário daqui a pouco.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Relaxa, isso acontece com todo mundo e com o passar do tempo esses "deslises" vão se tornando menos prejudiciais para os resultados.

Já fui muito paranoico com essas coisas e por muito tempo, hoje vejo que isso me fazia mal pois as escapadas não deixavam de acontecer e eu ficava decepcionado comigo mesmo a ponto de pensar em desistir, agora trato essas situações com mais maturidade, as experiências passadas me ajudaram a perceber que precisamos ser consistentes a maior parte do tempo possível e se para tal for necessário dar uma escapada ou outra, que assim seja.

O importante é manter o plano a maior parte do tempo! ;)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 26/06/2016 at 13:02, DakarNergens disse:

 

 

21 horas atrás, falange- disse:

 

 

21 horas atrás, Jaraqui disse:

 

1 hora atrás, Anderson Horsczaruk disse:

 

 

"Oi Eu Qui Dinovo"

 

Me senti acolhida por vocês, sinceramente.  

 

Relaxei, comi, dormi, comi, comi de novo e outra vez e vou passar a receita do bolo que fiz com tanto gosto que ficou mais que maravilhoso e que devorei em diversas etapas de felicidade fracionada.  

 

=====================================================

- 3 ovos

- 1 xic leite (pode ser desnatado, sem glutem, amêndoas, etc)

- 1 xic milho

- 1 xic fubá

- 1 xic de coco ralado (comprei o coco, quebrei e ralei)

- 1 xic de leite de coco

- 1/2 xic de açúcar demerara (opcional)

- 1 pitada de fermento

 

Bate tudo no liquidificador, unta a forma com manteiga, polvilha fubá e jogue o creme.


Asse por mais ou menos 30 min em forno preaquecido 220º

=====================================================

 

Hoje amanheci mais centrada, tomei chá de hortelã e cavalinha pela manhã e mantive o jejum.  


Agora só preciso estabelecer minha meta prioritária.  Aí mora o perigo.

 

Mas hoje haverá treino insano de pernas e isso me renova as energias.

 

Bye, bye e obrigada a todos. ;)

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fefe, perder o controle faz parte da vida. Como diz a música, de perto ninguém é normal... e tá de boa assim.

Também enfiei o pé na jaca no fim de semana, com direito a duas festas juninas e a festa do colono alemão em Petrópolis, regada a chopp, joelho de porco, chopp, chucrute, chopp e strudel de maçã. Espetáculo!

Hoje, segunda, de volta ao batente. Jejum, chá, café e espaguete de abobrinha diliça.

 

Força na peruca e foca no treino!!!

 

Em tempo: adorei a receita do bolo. Sou suspeita, porque broa de fubá lembra a casa da minha avó, tem cheiro de infância...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ótimo texto, Fefe. A vida real é bem diferente do que a gente pensa quando começa uma dieta ou até mesmo uma periodização de treino ou qualquer coisa "desafiadora".

Você pensa: "É hoje que vou socar o pau no treino, tanto de carga, tanto de repetição!", mas ai a vida aparece com uma surpresa e BOOM, foi seu treino por agua a baixo, sua força no dia não tá tudo aquilo, sua compulsão vai lá em cima... Enfim, seu dia não é dos melhores. Meio dramático, mas é a verdade. E eu curto um drama hehehe

É "normal" essas coisas acontecerem na vida de quem trabalha, estuda, tem relacionamentos, problemas, angústias e tudo mais. Creio que isso só não pode ser frequente.

Eu venho de uma frequência de "erros" enorme, na dieta, na vida social, até nos pensamentos e atos, e ontem sentei e pensei o que tava errado, o que tenho que mudar e agora é agir pra isso se concretizar. Então não deixe os erros virarem frequentes, de resto tudo vai se encaixando e melhorando. Momentos e momentos.

 

As vezes é bom errar, mas pra voltar pro foco, com relação a dieta, deixo uma mensagem do Muzy que até salvei aqui. Segue firme Fefe e todos os companheiros aí. Sigo firme também, sem desculpas.

 

"seu sistema mesolímbico, responsável por fazer você estrumar a sua dieta... Ha ha... Dieta, pessoal, é um processo intelectual acima de tudo. A maior derrapada do profissional que lida com recondicionamentos de estilo de vida é tentar desonerar o paciente de ter responsabilidade por si próprio. Sempre dá coisa errada... A chave para você dar conta do que precisa fazer é justamente treinar o seu nucleo ventromedial do seu cortex pre-frontal a ser mais forte do que sua amígdala com seu sistema mesolímbico inteiro. E sabe como se faz isso? FAZENDO A POR#@ da dieta bixo... Cada vez que você cria um argumento, subterfugio, justificativa ou autoindulgéncia para justificar o uso afetivo da comida, seu cérebro aprende isso num cantinho onde você não consegue acessar e com o tempo, realmente fazer dieta fica impossivel, e portanto melhorar qualidade de vida, saúde e perfil corporal... Por isso falei ontem para vocês: SIMPLESMENTE FAÇA. Dá um trabalho da pêga, mas é exatamente por isso que vale a pena. Olhar para alguem que cuida de si em relação a alimentação não é observar futilidade, é observar uma pessoa que não come a satisfação que ela deveria ter nas outras searas de sua vida."

Editado por SPhysique
e (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
23 horas atrás, mootley disse:

 

 

Moorley, adoro te ver por aqui, moça, e tens razão quando diz que 'de perto ninguém é normal".  De normal, nada tenho.  Minha filha atesta minha loucura, mas se diverte comigo e puxou de mim a garra pelos treinos.  

Já vi que quando enfiar o pé na jaca, vou sofrer menos, diante do colo que vcs me deram (se eu tiver outra receita mara, te passo).   Obrigada e força na peruca tb!

23 horas atrás, SPhysique disse:

 

 

 

SPhysique, exatamente, somos reais e cometemos muitas falhas.  O importante é reconhecer e recomeçar.  

Tb curto o Muzy.  Assisti uma palestra que ele deu no Arnold e falou com muita propriedade.  È uma pessoa que vale conhecer de perto.

 

OBS A TODOS:  Embora tenha comido muito (já nem sei se é verdade), o peso, que tinha baixado pra 56, não subiu. :mellow:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Post do dia: "Esmaga que cresce"

 

E assim foi o treino de ontem. Eu já estou ciente de que essa será a linha a ser seguida pela personal e ontem fui devidamente preparada para o combate.  Ela optou por fazer um treino pirâmide invertida, aumentando os pesos e diminuindo as repetições, onde cheguei a falha em diversos momentos, necessitando do feedback dela.

 

O treino começou pelo pior: afundo com pés apoiados em 2 steps!!! Sim, dois steps.  Nem eu sabia que possuía tamanho alongamento.  E a execução foi pausada, sacrificando muito meu vasto interno.

Pulei pro agacho no hack (aquele q a gente apoia nos ombros).  Ela manda descer até o chão, de pés juntos, e a volta tem de ser lenta.  Quando penso que cheguei em cima ela força pra baixo e lá estou no chão novamente.  Haja força, gente!!  E o suor escorre.

Dali fui cambaleante pro pêndulo (pés juntos) onde conjuguei com o leg 90.  Vcs não tem noção do tamanho da dor no interno de coxa depois de cada série.  Não tinha posição que melhorasse.  Creio que levarei uma shakeira de gelo, para ir aplicando durante as execuções. 

Mas ainda teria um a mais de coxa pra vencer: a cadeira extensora, unilateral, até em cima, devagar, fazendo 10 em uma perna, 10 na outra, voltando pra 10 na primeira perna, 10 na segunda e mais 8 e 8 (isso é só uma série, rsrsrs). "Tendeu" ou vou ter que desenhar? rsrsrsrsr 

Nesse momento os quadríceps estavam lindos.  Eu olhava e babava por mim (amor próprio).  Acho que o sangue corporal se reuniu todo ali, pq eu nem pensava mais e chamei a personal do nome de outra pessoa.

Pensou que acabou??  Claro que não!  O posterior é foda pra crescer.  Então foi a vez da cadeira extensora e depois mesa flexora, com carga que nunca fiz, mas ela me obrigou a fazer assim mesmo e eu obedeci, como boa aluna que sou.

Fechamos com panturrilha.

 

Momento confissão pra personal:  eu espero sempre anciosa pela segunda-feira.  Eu sofro, mas eu adoro!

Então ontem eu senti aguentar melhor o tranco, apesar do muito sofrimento.  Estou me catequisando para ser mais resistente e mais forte.  Pq tem horas que eu digo: Pára, por favor!!!!!!!  Ela calmamente responde: Vai que eu estou aqui.

 

E hoje já começo a sentir um pouquinho do trabalho de ontem, mas vai ser amanhã que a DMT vai me pegar de jeito.

Bj da Fefe.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quebra Tudo Fefe !!! No pain, no gain.

With pain, no regrets :-)

Ps: posta uma foto ai do rack pelo menos. ;-)

Post do dia: "Esmaga que cresce"

 

E assim foi o treino de ontem. Eu já estou ciente de que essa será a linha a ser seguida pela personal e ontem fui devidamente preparada para o combate.  Ela optou por fazer um treino pirâmide invertida, aumentando os pesos e diminuindo as repetições, onde cheguei a falha em diversos momentos, necessitando do feedback dela.

 

O treino começou pelo pior: afundo com pés apoiados em 2 steps!!! Sim, dois steps.  Nem eu sabia que possuía tamanho alongamento.  E a execução foi pausada, sacrificando muito meu vasto interno.

Pulei pro agacho no hack (aquele q a gente apoia nos ombros).  Ela manda descer até o chão, de pés juntos, e a volta tem de ser lenta.  Quando penso que cheguei em cima ela força pra baixo e lá estou no chão novamente.  Haja força, gente!!  E o suor escorre.

Dali fui cambaleante pro pêndulo (pés juntos) onde conjuguei com o leg 90Vcs não tem noção do tamanho da dor no interno de coxa depois de cada série.  Não tinha posição que melhorasse.  Creio que levarei uma shakeira de gelo, para ir aplicando durante as execuções. 

Mas ainda teria um a mais de coxa pra vencer: a cadeira extensora, unilateral, até em cima, devagar, fazendo 10 em uma perna, 10 na outra, voltando pra 10 na primeira perna, 10 na segunda e mais 8 e 8 (isso é só uma série, rsrsrs). "Tendeu" ou vou ter que desenhar? rsrsrsrsr 

Nesse momento os quadríceps estavam lindos.  Eu olhava e babava por mim (amor próprio).  Acho que o sangue corporal se reuniu todo ali, pq eu nem pensava mais e chamei a personal do nome de outra pessoa.

Pensou que acabou??  Claro que não!  O posterior é foda pra crescer.  Então foi a vez da cadeira extensora e depois mesa flexora, com carga que nunca fiz, mas ela me obrigou a fazer assim mesmo e eu obedeci, como boa aluna que sou.

Fechamos com panturrilha.

 

Momento confissão pra personal:  eu espero sempre anciosa pela segunda-feira.  Eu sofro, mas eu adoro!

Então ontem eu senti aguentar melhor o tranco, apesar do muito sofrimento.  Estou me catequisando para ser mais resistente e mais forte.  Pq tem horas que eu digo: Pára, por favor!!!!!!!  Ela calmamente responde: Vai que eu estou aqui.

 

E hoje já começo a sentir um pouquinho do trabalho de ontem, mas vai ser amanhã que a DMT vai me pegar de jeito.

Bj da Fefe.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
23 minutos atrás, Fefe disse:

Post do dia: "Esmaga que cresce"

 

Dali fui cambaleante pro pêndulo (pés juntos) onde conjuguei com o leg 90.  Vcs não tem noção do tamanho da dor no interno de coxa depois de cada série.  Não tinha posição que melhorasse.  Creio que levarei uma shakeira de gelo, para ir aplicando durante as execuções. 

Fefe, como é esse pêndulo? Tem uma foto ou vídeo?

Porque a gente fica feliz quando sofre???? Acho que isso é uma coisa que só marombeiro entende...rs...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
49 minutos atrás, DakarNergens disse:

Quebra Tudo Fefe !!! No pain, no gain.

With pain, no regrets :-)

Ps: posta uma foto ai do rack pelo menos. ;-)

 

 

41 minutos atrás, mootley disse:

Fefe, como é esse pêndulo? Tem uma foto ou vídeo?

Porque a gente fica feliz quando sofre???? Acho que isso é uma coisa que só marombeiro entende...rs...

 

 

MOMENTO:  Fefe posta uma foto, ainda que seja dos aparelhos!!!:D

 

Okay, meus amores, eu vou tirar fotinho  de tudo e se der conta ainda vai uma fotinho de Fefe.

 

Mas podem cobrar, poque pra certas coisas sou difícil, mesmo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Fefe disse:

Post do dia: "Esmaga que cresce"

 

 

 

E assim foi o treino de ontem. Eu já estou ciente de que essa será a linha a ser seguida pela personal e ontem fui devidamente preparada para o combate.  Ela optou por fazer um treino pirâmide invertida, aumentando os pesos e diminuindo as repetições, onde cheguei a falha em diversos momentos, necessitando do feedback dela.

 

 

 

O treino começou pelo pior: afundo com pés apoiados em 2 steps!!! Sim, dois steps.  Nem eu sabia que possuía tamanho alongamento.  E a execução foi pausada, sacrificando muito meu vasto interno.

 

Pulei pro agacho no hack (aquele q a gente apoia nos ombros).  Ela manda descer até o chão, de pés juntos, e a volta tem de ser lenta.  Quando penso que cheguei em cima ela força pra baixo e lá estou no chão novamente.  Haja força, gente!!  E o suor escorre.

 

Dali fui cambaleante pro pêndulo (pés juntos) onde conjuguei com o leg 90.  Vcs não tem noção do tamanho da dor no interno de coxa depois de cada série.  Não tinha posição que melhorasse.  Creio que levarei uma shakeira de gelo, para ir aplicando durante as execuções. 

Mas ainda teria um a mais de coxa pra vencer: a cadeira extensora, unilateral, até em cima, devagar, fazendo 10 em uma perna, 10 na outra, voltando pra 10 na primeira perna, 10 na segunda e mais 8 e 8 (isso é só uma série, rsrsrs). "Tendeu" ou vou ter que desenhar? rsrsrsrsr 

 

Nesse momento os quadríceps estavam lindos.  Eu olhava e babava por mim (amor próprio).  Acho que o sangue corporal se reuniu todo ali, pq eu nem pensava mais e chamei a personal do nome de outra pessoa.

 

Pensou que acabou??  Claro que não!  O posterior é foda pra crescer.  Então foi a vez da cadeira extensora e depois mesa flexora, com carga que nunca fiz, mas ela me obrigou a fazer assim mesmo e eu obedeci, como boa aluna que sou.

 

Fechamos com panturrilha.

 

 

 

Momento confissão pra personal:  eu espero sempre anciosa pela segunda-feira.  Eu sofro, mas eu adoro!

 

Então ontem eu senti aguentar melhor o tranco, apesar do muito sofrimento.  Estou me catequisando para ser mais resistente e mais forte.  Pq tem horas que eu digo: Pára, por favor!!!!!!!  Ela calmamente responde: Vai que eu estou aqui.

 

 

 

E hoje já começo a sentir um pouquinho do trabalho de ontem, mas vai ser amanhã que a DMT vai me pegar de jeito.

 

 

Bj da Fefe.

 

E eu aqui achando que treinava pernas pesadão! :(

Gostei dessa pegada unilateral na extensora, vou tentar algo parecido no meu treino de sexta (normalmente faço uma perna depois a outra e por último as duas juntas, isso em cada serie).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu Acho que a Fefe eh virtual , Na verdade eh o Stein digitando kkkk ;-) kkkkk

 

 

MOMENTO:  Fefe posta uma foto, ainda que seja dos aparelhos!!![emoji3]

 

Okay, meus amores, eu vou tirar fotinho  de tudo e se der conta ainda vai uma fotinho de Fefe.

 

Mas podem cobrar, poque pra certas coisas sou difícil, mesmo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fefe, vi teu relato sobre o descontrole pós jejum e um outro colega engrossou o discurso. Hoje após a terceira tentativa frustrada, vejo que não é só comigo... semana passada, fiz 16 horas é tive compulsão ao quebrar o jejum. Na sexta, tentei de novo, o jejum tava lindo... tinha festa junina da minha seção no trabalho, eu cozinhei um prato pra levar, em jejum e não senti nem vontade de experimentar, planejei quebrar o jejum comendo apenas galinhada na festinha, mas ao botar primeira garfada na boca, foi como se o próprio Cérbero tivesse aberto as portas do inferno pra mim e eu fui ladeira abaixo, o resto do dia foi de comilança, fechando com fondue de chocolate e vinho a noite. Hoje, novamente: 17 horas de jejum, almocei certinho, mas aí ganhei uma trufa e bam! Trufa, chocolate, queijo, café com açúcar e uma passadinha na padoca pra comprar pão, croissant e rosquinha. 

O jejum só dá certo pra mim se as 16 horas foram planejadas para terminar no café da manhã. Se deixar pro almoço ou depois, já era...

 

Quanto aos treinos, cooooomo eu queria um treinador pra extrair assim o melhor de mim. Parece que sozinhos a gente sempre para beeeem antes do nosso limite!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
21 horas atrás, Fefe disse:

  Pq tem horas que eu digo: Pára, por favor!!!!!!!  Ela calmamente responde: Vai que eu estou aqui.

 

 

 

E hoje já começo a sentir um pouquinho do trabalho de ontem, mas vai ser amanhã que a DMT vai me pegar de jeito.

 

 

Bj da Fefe.

 

Escutar isso nessas horas de agonia faz toda diferença, é bom demais saber que pode (pelo menos tentar) ir além do que a mente tenta de limitar a fazer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
20 horas atrás, Anderson Horsczaruk disse:

 

E eu aqui achando que treinava pernas pesadão! :(

Gostei dessa pegada unilateral na extensora, vou tentar algo parecido no meu treino de sexta (normalmente faço uma perna depois a outra e por último as duas juntas, isso em cada serie).

 

Vc treina pesado.  No meu caso, eu treino intenso com peso de moça, rsrsrsr.

 

18 horas atrás, DakarNergens disse:

Eu Acho que a Fefe eh virtual , Na verdade eh o Stein digitando kkkk ;-) kkkkk

 

 

Descubra: Será que Fefe é Stein ou Stein é Fefe??    

 

É pra rir alto, como disse @FabianaF, mesmo:lol: .   Mas eu bem que queria ser o Stein...todo sarado e come o que quer.

 

13 horas atrás, Barbs_87 disse:

 

 

Barbs,

Interessante é que só vejo pessoas politicamente corretas, dizendo que seguem a risca o protocolo.  Parecia que só eu escorregava e vi que tem mais adeptos nesse meu seleto grupo.  Confesso que senti certo alívio e me senti mais humana.  É que eu sigo tudo tão "By The Book'", que sair do lugar comum me causa intranquilidade.

Eu faço jejum das 20hrs até o meio dia do dia seguinte.  A parte que pula o café da manhã me causa disgosto e o pior é que como as 20hrs sem vontade (contradição abominável)..

Qtos aos treinos sem ela, estou me doutrinando a sempre ir mais do que eu ia confortavelmente antes.  ´Não é fácil, mas é possível.  Tenta também e me conta.

 

 

19 minutos atrás, helb4o disse:

 

Escutar isso nessas horas de agonia faz toda diferença, é bom demais saber que pode (pelo menos tentar) ir além do que a mente tenta de limitar a fazer.

 

Faz muita diferença, ainda mais vindo de uma atleta como ela.  Ele diz: eu tenho força pra te suspender.  E tem mesmo,  Me tira do chão várias vezes, o que me obriga a prosseguir no exercício, tornando minha vida mais difícil.  Mas olha, eu estou amando a moça!  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
19 horas atrás, DakarNergens disse:

Eu Acho que a Fefe eh virtual , Na verdade eh o Stein digitando kkkk ;-) kkkkk

 

kkkkkkkk, A casa caiu Stein! O maior segredo do Hipertrofia foi revelado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Kkkkk ! Daqui a pouco Ele le o topico e vai esculhambar todo mundo Ou so eu mesmo.

Seja Fefe Ou Stein, eh muito Bom saber que todos Sao seres humanos e falhos....

Fefe, Se serve , ontem foi o meu momento de furia.... Acabei Por dar uns socos numa Pessoa ....

To chateado. Mas Tudo passa !

kkkkkkkk, A casa caiu Stein! O maior segredo do Hipertrofia foi revelado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho, somente acho, que fugir da dieta é estar no controle. É fazer o que quer, quando quer e não o que os outros acham que a gente quer.

É ser humano, só isso, não importando se você vai fazer o "mea culpa" ou jogá-la em outrem. 

E voltar (ao que quer que tenhamos deixado) é estar no controle também.

Eu tenho medo daqueles que nunca fogem, nunca caem, nunca erram. Ou mentem muito ou sequer confiam em sí mesmos.

 

Segue o baile.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nunca cair era o que eu vinha tentando fazer. Daí eu criava o diário, começava, caía, sumia, tentava voltar, re-começava, caía novamente e finalmente pedia pro bronco fechar o diário.

 

Agora, no terceiro diário, depois de recair "n" vezes, eu retomei e estou tentando fazer quase isso que o @busarello comentou. Eu quero determinar os dias em que possa zoar, nem que isso me custe mais tempo, afinal de contas quem levou mais de 20 anos engordando não pode querer agora entrar numa panela de pressão e sair fininho.

 

Esse tema que a Fefe puxou, pra mim, é de longe o que mais me interessa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Força ai Fefe! Estamos sempre na torcida...

Compulsão faz parte, recaídas muito mais. O jeito é voltar pros trilhos logo e correr atrás do preju ^_^

 

Se te ajuda em algo, fiquei 3 meses comendo loucamente, sem cardios e treinos bem vagabundos e cá estamos com +9kg :blush::bigeyed::axehead:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, busarello disse:

Acho, somente acho, que fugir da dieta é estar no controle. É fazer o que quer, quando quer e não o que os outros acham que a gente quer.

É ser humano, só isso, não importando se você vai fazer o "mea culpa" ou jogá-la em outrem. 

E voltar (ao que quer que tenhamos deixado) é estar no controle também.

Eu tenho medo daqueles que nunca fogem, nunca caem, nunca erram. Ou mentem muito ou sequer confiam em sí mesmos.

 

Segue o baile.

Perfeito. Ficar se crucificando por essa fuga depois, é bobagem também. Sem falar que pelo menos comigo, quando eu dou um deslize (e isso me faz ate bem, dopamina feelings) eu depois volto mais focado e motivado, com um pensamento: vamos concertar essa caquinha, fazendo 200% melhor. 

Todos somos humanos, tentar agir como se não fossemos e seguir uma linha robótica de  "plano perfeito" nunca dará certo, e se você não tem consciência disso antes de começar tal coisa, pode se frustrar tanto com um deslize, que pode acabar indo tudo por água abaixo por causa de um psicológico abalado. E atoa... 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 29/6/2016 at 12:40, Mklek disse:

kkkkkkkk, A casa caiu Stein! O maior segredo do Hipertrofia foi revelado.

 

 

Será a Fefe ou o Stein fantasiado?

 

 

 

13563505_10210406050295767_1190370871_n.

 

 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, helb4o disse:

A imagem não abre no meu serviço; não vale!

 

:(:(:(:(

 

 

Te mando via zap. ;)

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Fefe disse:

 

 

Será a Fefe ou o Stein fantasiado?

 

 

 

13563505_10210406050295767_1190370871_n.

 

 

 

 

 

 

Aeee, até que enfim a primeira foto da Stein  Fefe no Fórum!!

 

Good Job moça! Esta é recente?

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

 Bom dia gente!

 

Final de semana passada foi momento de reflexão.  Pensei em desistir de tudo, arrumei briga em família e no trabalho e a insatisfação bateu no peito rasgando.

Enfim, o tempo é o senhor da razão.  Ainda bem que não fui radical ao tomar uma decisão precipitada, pq certamente me arrependeria.  

 

Ainda na sexta, fui arrastada pra academia a fim de bater nos pesos e aliviar a tensão.  Deu certo.

Fiz um treino de peitoral intenso com tríceps, e quanto mais doía, mais eu continuava.  Foi prudutivo.

 

Sábado voltei pro meu AEJ e fiz abdominais, músculo esse que sinto está mais fortalecido.  Já consigo executar bem o olbíquo suspenso na barra, fazendo 10 de cada lado.

 

Então percebi que não devo jogar fora o que construí com dificuldade, mas me chama atenção o fato de eu estar saindo do controle com muita facilidade, afinal, como disse meu amigo @busarello, estou no controle, mas até que ponto?

 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom dia.

Mudar não é desistir.

Conformar-se com algo que não lhe faz bem é desistir.

Mulher / Mãe / Profissional / Atleta (mesmo que "interior" / Moderadora (;)). Há quem se diga vencedor sem ostentar metade destes títulos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
26 minutos atrás, lucasdireito disse:

Bom dia, Fefe. Vou acompanhar. Sou novo por aqui e gostaria de saber o que te motivou a fazer um diário...

 

Abraço

 

Eu recebi apoio de algumas pessoas e como iniciei uma etapa no treino de pernas e estou tentanto secar um pouco, resolvi escrever pra ver se me motivo mais.

 

 

17 minutos atrás, busarello disse:

Bom dia.

Mudar não é desistir.

Conformar-se com algo que não lhe faz bem é desistir.

Mulher / Mãe / Profissional / Atleta (mesmo que "interior" / Moderadora (;)). Há quem se diga vencedor sem ostentar metade destes títulos.

 

Estou quase fazendo terapia contigo, pq vc escreve com uma vertente motivacional forte.

Realmente mudar não é desistir.  É apenas traçar novo rumo.  Obrigada!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Fefe disse:

Estou quase fazendo terapia contigo, pq vc escreve com uma vertente motivacional forte.

Realmente mudar não é desistir.  É apenas traçar novo rumo.  Obrigada!

Amigos servem para isso. Afinal, para mostrar os problemas nós já temos um monte de "conhecidos" (hehehehehehe).

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo com o busarello. Apesar de sempre tentarmos ter disciplina mental suficiente pra enfrentar esses acontecimentos de forma a não perder o controle, somos antes de tudo, seres humanos. Às vezes não conseguimos seguir tão fortes nos nossos objetivos, de vez em quando essa busca da perfeição cansa. Nessa hora o equilíbrio tem que falar mais alto. Perdeu as estribeiras, retome-as. Amanhã.

Durante uma época, recentemente, quis desistir de tudo também. Parar de estudar, de treinar, de fazer dieta. Meu marido, que é uma pessoa muito centrada, me chamou de jeito "você quer abandonar coisas que te fazem feliz pra ver se vai se sentir melhor? como você acha que isso é possível?" E é verdade.

Eu acho que quando estamos assim, temos que dar vazão mesmo, se não a pressão fica muito grande. E depois, quando estivermos mais aliviados, voltar com tudo.

Sei bem que rotina de mãe, profissional, dona de casa, etc., não é fácil mesmo mas...

Força, vamos continuar!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Fefe disse:

Pensei em desistir de tudo, arrumei briga em família e no trabalho e a insatisfação bateu no peito rasgando.

 

Don't go!

 

fica_aqui2.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Barbs_87, @Aless,  @Anderson Horsczaruk e @Helb4o,  embora cambaleante, não vou desistir. Bom receber estimulo!

 

 

23 minutos atrás, busarello disse:

Eu parei de treinar. No final do ano passado.

 

E voltei para a academia. Com outra cabeça, outra meta, outro treino, a mesma gana de anos atrás. E a tendinite? continua lá, mas parece que dói menos, as vezes nem dói. Acho que até ela está gostando da nova atividade. E as crianças? Felizes, assim como eu. Quando a gente se encontra (novamente) até as antigas desculpas viram incentivo.

Que bom vc compartilhar sua história de superação.  Eu te entendo muito bem.  Essa história dos 40 tem um peso bem pesado na vida de um ser humano, sendo que pra mulher ainda é mais severo.    De um tempo pra cá, eu tenho pensado em desistir com mais frequência e isso é resultado de tanta dedicação e pouco retorno.  O que me deu mais retorno, por mais estranho que pareça, foi o jejum e o LCHF e é o são pontos que eu mais debato, por querer a vida de antes.  Contraditório demais.

 

Eu entendi que  a comida que eu comia  me dava muito prazer, coisa que a atual não proporciona na mesma extensão.  Ocorre que se eu voltar a comer o que comia antes, não vou ostentar o corpo que ostento agora, pq a barriguinha está bonitinha e hoje em dia eu dou muita importância pra ela.

 

É isso aí, Bussarelo.  Vencendo a nós mesmos, nos tornamos mais fortes.

Parabéns pelo seu progresso e principalmente pelo seu sucesso.

 

Mais tarde falo do treino.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 minutos atrás, Fefe disse:

 

Que bom vc compartilhar sua história de superação.  Eu te entendo muito bem.  Essa história dos 40 tem um peso bem pesado na vida de um ser humano, sendo que pra mulher ainda é mais severo.    De um tempo pra cá, eu tenho pensado em desistir com mais frequência e isso é resultado de tanta dedicação e pouco retorno.  O que me deu mais retorno, por mais estranho que pareça, foi o jejum e o LCHF e é o são pontos que eu mais debato, por querer a vida de antes.  Contraditório demais.

 

Eu entendi que  a comida que eu comia  me dava muito prazer, coisa que a atual não proporciona na mesma extensão.  Ocorre que se eu voltar a comer o que comia antes, não vou ostentar o corpo que ostento agora, pq a barriguinha está bonitinha e hoje em dia eu dou muita importância pra ela.

 

As vezes é questão de tempo. De fechar os olhos e seguir a rotina. Talvez daqui a algum tempo esse sentimento (de perda) passe.

Talvez esteja na hora de arrumar um motivador extra, uma nova "paixão". Pra mim funcionou, duplamente: além de me motivar ela me fez entender que as paixões passam e volta e meia a gente precisa prosseguir por teimosia mesmo, até a nova paixão aparecer.

Editado por busarello (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@busarello

 

Essa motivação eu tenho: são os treinos!!!  Eu tenho paixão por treino de pesos.  E ainda incluí a personal, que torna o treino mais interessante.  Só que ficamos na academia só uma hora (pelo menos eu), e o resto do dia é quando ratificamos aquilo que fazemos na academia ou não.

 

Eu até estou seguindo o jejum direitinho.  Retirei o adoçante do café nesse período que fico sem comer e inseri chás para me aquecer e acelerar o metabilismo.  Prototoco efetivo.

 

O problema é que quando eu vejo algo que me chama pelo estômago, não estou mais resistindo com facilidade.  Ao menos, eu experimento.  Isso que nãa devia ocorrer, mas não estou me culpando mais  e espero que passe.

 

Daí que hoje farei uma delícia (amendoin com chocolate) para levar para o trabalho amanhã, quando teremos uma confraternização.  Quem acha que eu não vou comer levante a mao!  (ops, não vi ninguém levantar a mão, rsrsrsrs)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...