Ir para conteúdo
Clique aqui

"Fefe on line"

Avalie este tópico:


Posts Recomendados

  • Moderador
26 minutos atrás, lucasdireito disse:

Bom dia, Fefe. Vou acompanhar. Sou novo por aqui e gostaria de saber o que te motivou a fazer um diário...

 

Abraço

 

Eu recebi apoio de algumas pessoas e como iniciei uma etapa no treino de pernas e estou tentanto secar um pouco, resolvi escrever pra ver se me motivo mais.

 

 

17 minutos atrás, busarello disse:

Bom dia.

Mudar não é desistir.

Conformar-se com algo que não lhe faz bem é desistir.

Mulher / Mãe / Profissional / Atleta (mesmo que "interior" / Moderadora (;)). Há quem se diga vencedor sem ostentar metade destes títulos.

 

Estou quase fazendo terapia contigo, pq vc escreve com uma vertente motivacional forte.

Realmente mudar não é desistir.  É apenas traçar novo rumo.  Obrigada!

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

  • Respostas 2,9k
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Olá,   Sou Fernanda, mas me chamam de Fefe.   Então resolvi abrir novo diário ( o antigo, eu deletei).   Nada demais, no momento, mas  apenas minha rotina.   Brevíssimo r

"Aquele momento em que vc sente algo no peito e percebe que foi a barra do supino"   Essa frase define meu  momento. Ontem estava na dúvida do treino, mas chegando na academia não

Eu parei de treinar. No final do ano passado. Primeiro pelas dores recorrentes da tendinopatia generalizada. Depois pela preguiça. Não nesta ordem. O fato é que eu tinha dores durante os tre

Posted Images

  • Supermoderador
1 minuto atrás, Fefe disse:

Estou quase fazendo terapia contigo, pq vc escreve com uma vertente motivacional forte.

Realmente mudar não é desistir.  É apenas traçar novo rumo.  Obrigada!

Amigos servem para isso. Afinal, para mostrar os problemas nós já temos um monte de "conhecidos" (hehehehehehe).

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo com o busarello. Apesar de sempre tentarmos ter disciplina mental suficiente pra enfrentar esses acontecimentos de forma a não perder o controle, somos antes de tudo, seres humanos. Às vezes não conseguimos seguir tão fortes nos nossos objetivos, de vez em quando essa busca da perfeição cansa. Nessa hora o equilíbrio tem que falar mais alto. Perdeu as estribeiras, retome-as. Amanhã.

Durante uma época, recentemente, quis desistir de tudo também. Parar de estudar, de treinar, de fazer dieta. Meu marido, que é uma pessoa muito centrada, me chamou de jeito "você quer abandonar coisas que te fazem feliz pra ver se vai se sentir melhor? como você acha que isso é possível?" E é verdade.

Eu acho que quando estamos assim, temos que dar vazão mesmo, se não a pressão fica muito grande. E depois, quando estivermos mais aliviados, voltar com tudo.

Sei bem que rotina de mãe, profissional, dona de casa, etc., não é fácil mesmo mas...

Força, vamos continuar!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Moderador

@Barbs_87, @Aless,  @Anderson Horsczaruk e @Helb4o,  embora cambaleante, não vou desistir. Bom receber estimulo!

 

 

23 minutos atrás, busarello disse:

Eu parei de treinar. No final do ano passado.

 

E voltei para a academia. Com outra cabeça, outra meta, outro treino, a mesma gana de anos atrás. E a tendinite? continua lá, mas parece que dói menos, as vezes nem dói. Acho que até ela está gostando da nova atividade. E as crianças? Felizes, assim como eu. Quando a gente se encontra (novamente) até as antigas desculpas viram incentivo.

Que bom vc compartilhar sua história de superação.  Eu te entendo muito bem.  Essa história dos 40 tem um peso bem pesado na vida de um ser humano, sendo que pra mulher ainda é mais severo.    De um tempo pra cá, eu tenho pensado em desistir com mais frequência e isso é resultado de tanta dedicação e pouco retorno.  O que me deu mais retorno, por mais estranho que pareça, foi o jejum e o LCHF e é o são pontos que eu mais debato, por querer a vida de antes.  Contraditório demais.

 

Eu entendi que  a comida que eu comia  me dava muito prazer, coisa que a atual não proporciona na mesma extensão.  Ocorre que se eu voltar a comer o que comia antes, não vou ostentar o corpo que ostento agora, pq a barriguinha está bonitinha e hoje em dia eu dou muita importância pra ela.

 

É isso aí, Bussarelo.  Vencendo a nós mesmos, nos tornamos mais fortes.

Parabéns pelo seu progresso e principalmente pelo seu sucesso.

 

Mais tarde falo do treino.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Supermoderador
8 minutos atrás, Fefe disse:

 

Que bom vc compartilhar sua história de superação.  Eu te entendo muito bem.  Essa história dos 40 tem um peso bem pesado na vida de um ser humano, sendo que pra mulher ainda é mais severo.    De um tempo pra cá, eu tenho pensado em desistir com mais frequência e isso é resultado de tanta dedicação e pouco retorno.  O que me deu mais retorno, por mais estranho que pareça, foi o jejum e o LCHF e é o são pontos que eu mais debato, por querer a vida de antes.  Contraditório demais.

 

Eu entendi que  a comida que eu comia  me dava muito prazer, coisa que a atual não proporciona na mesma extensão.  Ocorre que se eu voltar a comer o que comia antes, não vou ostentar o corpo que ostento agora, pq a barriguinha está bonitinha e hoje em dia eu dou muita importância pra ela.

 

As vezes é questão de tempo. De fechar os olhos e seguir a rotina. Talvez daqui a algum tempo esse sentimento (de perda) passe.

Talvez esteja na hora de arrumar um motivador extra, uma nova "paixão". Pra mim funcionou, duplamente: além de me motivar ela me fez entender que as paixões passam e volta e meia a gente precisa prosseguir por teimosia mesmo, até a nova paixão aparecer.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Moderador

@busarello

 

Essa motivação eu tenho: são os treinos!!!  Eu tenho paixão por treino de pesos.  E ainda incluí a personal, que torna o treino mais interessante.  Só que ficamos na academia só uma hora (pelo menos eu), e o resto do dia é quando ratificamos aquilo que fazemos na academia ou não.

 

Eu até estou seguindo o jejum direitinho.  Retirei o adoçante do café nesse período que fico sem comer e inseri chás para me aquecer e acelerar o metabilismo.  Prototoco efetivo.

 

O problema é que quando eu vejo algo que me chama pelo estômago, não estou mais resistindo com facilidade.  Ao menos, eu experimento.  Isso que nãa devia ocorrer, mas não estou me culpando mais  e espero que passe.

 

Daí que hoje farei uma delícia (amendoin com chocolate) para levar para o trabalho amanhã, quando teremos uma confraternização.  Quem acha que eu não vou comer levante a mao!  (ops, não vi ninguém levantar a mão, rsrsrsrs)

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.


Clique aqui



×
×
  • Criar Novo...