Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui
Entre para seguir isso  
Stockton

Como Motivar Iniciantes

Avalie este tópico:

Posts Recomendados

Conteúdo continua após a publicidade.

Bom tópico, e concordo com tudo.

Exemplo: O iniciante acabou de entrar na academia e você já manda o rapaz fazer todos compostos existentes na face da terra, e tudo com peso livre. Se o iniciante apenas 'questiona' se pode usar alguma maquina, o experiente só falta esfaquear ele.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente. Tb tentei aprender violão comecei pela teoria desiti muito rapido, depois de um tempo comecei a tocar musicas que eu gostava de ouvir e voala aprendi. na academia faço so os exercicios que gosto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A influência de um treinador, qualquer que seja o esporte, é algo fundamental para desenvolver o interesse do atleta.

Achei mesmo muito interessante a abordagem do autor do tópico.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom tópico, e concordo com tudo.

Exemplo: O iniciante acabou de entrar na academia e você já manda o rapaz fazer todos compostos existentes na face da terra, e tudo com peso livre. Se o iniciante apenas 'questiona' se pode usar alguma maquina, o experiente só falta esfaquear ele.

Pois é, pensei nisso ao ler este tópico...

http://www.hipertrofia.org/forum/topic/182296-foda-se-a-motivacao/

Lá o cara defende que o que importa é disciplina... mas como fazer alguém que nunca pisou numa academia ter disciplina, como querer que um verdadeiro sedentário do dia pra noite se torne um disciplinado atleta...

Agora se ele se diverte... vai gostando, se gosta vai evoluindo e se evolui vai querendo aprender mais!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente

TB entendo que um treino mau montado ainda é melhor que nenhum treino que pizza aos sábados é melhor que cachorro quente todo dia.

É uma política de redução de danos.

Posso garantir que ninguém doa veteranos aqui pensam como pensavam a 10 anos. Portanto todos podem evoluir mas cada qual a sua forma.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente. Tb tentei aprender violão comecei pela teoria desiti muito rapido, depois de um tempo comecei a tocar musicas que eu gostava de ouvir e voala aprendi. na academia faço so os exercicios que gosto.

Eu diria que hoje não faço só exercícios que gosto, diria que passei a gostar dos exercícios que faço, mas no começo realmente se fizesse os que não gostava, teria bem menos vontade de chegar até aqui.

A influência de um treinador, qualquer que seja o esporte, é algo fundamental para desenvolver o interesse do atleta.

Achei mesmo muito interessante a abordagem do autor do tópico.

Há quem só funcione sob pressão, mas são exceções, no geral é preciso conquistar pelo prazer, para só então incutir a disciplina.

Excelente

TB entendo que um treino mau montado ainda é melhor que nenhum treino que pizza aos sábados é melhor que cachorro quente todo dia.

É uma política de redução de danos.

Posso garantir que ninguém doa veteranos aqui pensam como pensavam a 10 anos. Portanto todos podem evoluir mas cada qual a sua forma.

Pois é, costumo defender sempre exercícios básicos, mas se o cara diz que não quer, tem medo,ou sei lá o quê, então mete bronca no treino que achar melhor amigo, lá pra frente a gente conversa de novo, mas a primeira preocupação é que você chegue lá na frente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pois é, pensei nisso ao ler este tópico...

http://www.hipertrofia.org/forum/topic/182296-foda-se-a-motivacao/

Lá o cara defende que o que importa é disciplina... mas como fazer alguém que nunca pisou numa academia ter disciplina, como querer que um verdadeiro sedentário do dia pra noite se torne um disciplinado atleta...

Agora se ele se diverte... vai gostando, se gosta vai evoluindo e se evolui vai querendo aprender mais!

Nada mais excitante e prazeroso do que a evolução natural, aquela que é criada de uma hora pra outra, de um pensamento aleatório, de uma simples ação, que quando repetida, vai lhe proporcionando resultados notórios, que depois de um tempo vai se espalhando para todas as atividades diárias, e assim você vê que nada foi em vão, e continua com essa viciante forma de viver.

frase-homens-realmente-grandes-nao-nasce

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Nada mais excitante e prazeroso do que a evolução natural, aquela que é criada de uma hora pra outra, de um pensamento aleatório, de uma simples ação, que quando repetida, vai lhe proporcionando resultados notórios, que depois de um tempo vai se espalhando para todas as atividades diárias, e assim você vê que nada foi em vão, e continua com essa viciante forma de viver.

frase-homens-realmente-grandes-nao-nasce

Duas coisas importantes, primeiro o vício que algo prazeroso se torna, hoje estou viciado no violão como me viciei em esportes, porque ambos me dão prazer.

E segundo os resultados, como citado no outro tópico, são eles que vão estimulando a gente a continuar na luta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ótimo tópico!

De fato, mesmo o treino sendo duro e cansativo, se não há algum prazer ou objetivo claro, a tendência é a pessoa desistir....

Eu mesmo tive muito a minha motivação depois de iniciar os treinos de ginástica para complementar a musculação convencional. Diria que é um casamento perfeito. Comecei a ver mais utilidade na musculação do que simples ganhos estéticos (que também acho importantes).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ótimo tópico!

De fato, mesmo o treino sendo duro e cansativo, se não há algum prazer ou objetivo claro, a tendência é a pessoa desistir....

Eu mesmo tive muito a minha motivação depois de iniciar os treinos de ginástica para complementar a musculação convencional. Diria que é um casamento perfeito. Comecei a ver mais utilidade na musculação do que simples ganhos estéticos (que também acho importantes).

É o que ocorre com muita gente quando acrescenta nem a ginástica, mas os calistênicos, comigo o incentivo veio quando comecei os basicões e acrescentei barras, paralelas e outros do tipo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

é um ótimo tópico tanto pra quem é Ed Fisica, qnt pra quem faz nutrição(eu).

É uma coisa que a maioria dos profissionais tem que entender, que não adianta fazer mudanças radicais inicias, porque a pessoa não ira seguir ou não ira conseguir por mto tempo e irá desistir, tudo depende de como vc sabe adaptar o individuo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

é um ótimo tópico tanto pra quem é Ed Fisica, qnt pra quem faz nutrição(eu).

É uma coisa que a maioria dos profissionais tem que entender, que não adianta fazer mudanças radicais inicias, porque a pessoa não ira seguir ou não ira conseguir por mto tempo e irá desistir, tudo depende de como vc sabe adaptar o individuo.

E aí na sua área, Douglas, vê algumas formas de fazer isso, porque geralmente quando se vai a um nutricionista o cara também quer sair de lá com adieta completa e de preferência bem diferente do que ele come (pra achar que está mesmo fazendo algo diferente), mesmo sem pensar que aquilo dificilmente será seguido e, por isso, provavelmente não dará resultado.

Você acha que com pequenas mudanças ao pouco é possível se alcançar uma melhoria da dieta como um todo? Ou corre o risco do cara compensar a pequena mudança com outra bagana em outro horário?

Eu acho que sim, pois eu mesmo fui reduzindo o açúcar aos poucos em muitos alimentos e hoje nem coloco mais no leite, por exemplo, aí vi q era possível e fiz outras mudanças como ir adotando uma verdura, duas, três, daí já estava comendo saladas que pra mim antigamente eram "comer mato".

Acho que meu próprio paladar mudou, se acostumando a coisas menos doces e menos salgadas (embora continue adorando chocolates ao leite, kkk)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

E aí na sua área, Douglas, vê algumas formas de fazer isso, porque geralmente quando se vai a um nutricionista o cara também quer sair de lá com adieta completa e de preferência bem diferente do que ele come (pra achar que está mesmo fazendo algo diferente), mesmo sem pensar que aquilo dificilmente será seguido e, por isso, provavelmente não dará resultado.

Você acha que com pequenas mudanças ao pouco é possível se alcançar uma melhoria da dieta como um todo? Ou corre o risco do cara compensar a pequena mudança com outra bagana em outro horário?

Eu acho que sim, pois eu mesmo fui reduzindo o açúcar aos poucos em muitos alimentos e hoje nem coloco mais no leite, por exemplo, aí vi q era possível e fiz outras mudanças como ir adotando uma verdura, duas, três, daí já estava comendo saladas que pra mim antigamente eram "comer mato".

Acho que meu próprio paladar mudou, se acostumando a coisas menos doces e menos salgadas (embora continue adorando chocolates ao leite, kkk)

Sou adepto a esse tipo de vertente:

Tudo se deve fazer aos poucos, é igual vc citou no seu proprio texto na questão do treinamento também vale pra nutrição, como q eu posso encaixar isso aqui vamos ver.. Não adianta vc tirar tudo do individuo, se vc começar tirando aos poucos, e deixando varias coisas do que ele ainda gosta, ele nao vai ter dificuldade pra fazer a dieta e ao longo do tempo ele vai percebendo que precisa também fazer mudanças nas outras coisas que ele gosta.. isso torna melhor a relação do paciente com o profissional, e igual vc disse mtos nutricionistas vc chega la eles tem uma dieta pronta pra todo mundo lol.. isso eh uma droga que eu vejo que da vontade de chorar tem hora.A dieta é totalmente individual e tem que ser montada no contexto de cada individuo, contexto, social, socioeconomico, rotina etc.

Por exemplo, chega um garoto de 15 anos e eu faço algumas mudanças na rotina alimentar dele, e ele diz que pra ele ficaria chato comer X alimento em X horario(intervalo da escola por exemplo) pq os colegas iriam zoar ele.. Qq eu faço? Mtos fazem nutri fazem isso: Então mas vc tem que comer e ponto final... Não caralho, eu simplesmente conversaria com esse paciente e ver a melhor coisa que eu poderia encaixar pra ele nesse horario que não fique dificil dele seguir e encaixaria esses outros alimentos em outra refeição. E a coisa mais importante é vc conversar bastante com o seu cliente, porque muita coisa que vc pedir pra ele comer, ele vai chegar em casa e ir fazendo isso.. durante 1 SEMANA, ai chega no seu consultorio e pergunta pra ele como foi.. Ele responde que não conseguiu seguir porque não gosta de comer X alimento, então é mto importante vc conversar com ele pra também saber qual é o tipo de paladar dele, como se vai passar peixe pra um cara que detesta isso?

Outro exemplo tbm de outra situação, chega um cara diabetico no seu consultorio e ele come sei la, uns 50 doce por dia fora os outros alimentos... Normalmente se vc for nesse nutri ai do SUS, os cara vao cortar tudo de uma vez cara ! Fico imaginando, se esses nutri não sabe nem montar uma dieta pra uma pessoa normal, quem dira que irá saber pra uma pessoa com alguma patologia... Ai uma pessoa pergunta oq eu fazeria numa situação dessa... eu falo "eu nao mudaria muita coisa, tiraria bem pouco de começo os doces da dieta e iria diminuindo tbm outros alimentos" Ai o individuo diz: " Nossa mas vc ta louco ele tem diabete bla bla bla.." Porra mas se a pessoa comia 50 doces e eu diminuo pra 35 já não é uma mudança do caralho ? Ao longo do tempo o paladar da pessoa vai se adaptando as outras coisas.... enfim acho que se entendeu como é meu ponto de vista nutricional, sou a favor de fazer tudo de uma forma lenta sem radicalismo, mesmo pra BB's, se chegar um cara que eh BB e ta comendo 500g de carb/dia, como eu vou zerar o carb do cara no outro dia??

A maioria dos coachs bons que eu conheço tbm tem uma visão parecida com a minha... um certo aluno dele vai competir, a preparação do cara vai durar 5 meses, isso não é 10 semanas, é 5 meses se preparando, 5 meses de contest. Tudo sendo feito com calma, pouco a pouco pro cara não precisar abusar e sofrer com tudo e ainda subir mal !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante usuario_excluido2333

Olha cara, bom tópico, já tentei incentivar um amigo a treinar, ele tinha feito musculação por 1 ano mas não mudou em nada o shape, então eu expliquei um milhão de coisas pro cara sobre alimentação e treinamento. No fim das contas ele desistiu do esporte meio que por causa da quantidade de coisas que eu falei, principalmente pela alimentação que ele n tinha nem noção do que fazia e achava que o whey ia dar resultados.

No fim das contas, ter ido devagar e fazer o que vc disse teria feito toda a diferença ao invés de assustar ele como eu fiz.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Adapte o treino ou a dieta à pessoa, não exija logo de cara que um iniciante se adapte ao que você acha melhor.

Mesmo as pequenas mudanças vão surtindo efeito e isso é o que anima o cara a ir adiante.

Não precisa treinar ninguém como BB só porque você sabe como treinam os BBs.

primeiro conquistar o novato para o esporte, para a mudança alimentar, pra só depois QUERER que ele adote práticas mais avançadas, a não ser é claro que ele já as peça desde cedo.

Pra mim o texto se resume a essas frases, muito bom o texto.

e vou dar um destaque pra essa ultima

o processo de ensinamento deve ser uma coisa em que o aluno sempre busque aquele "o quê" a mais, e qual a melhor forma de se fazer isso???

Desafiando

Para muitos professores alguns acham que o método saindo do mais complexo para o mais simples sja uma forma BOA de se ensinar o aluno, pois força ele a aprender na "marra" ou não aprende.

O metodo de ensino deve ser progressivo saindo do mais facil ao mais difícil, para gerar aquele pensamento nas pessoas "pow, se eu posso fazer isso, pq eu não tento algo mais dificil", e assim se preparar para aquele passo pra algo mais difícil.

o problema de colocar um cara pra FAZER ou QUERER que ele faça isso, impõe a pessoa fazer aquilo, naquele momento e daquele jeito, não oferece uma OPORTUNIDADE, não OFERECE, não incentiva a VIVÊNCIA da pessoa a determinada situação. Se lembra daquele ditado que diz que as palavras teem mais poder que ações, pronto, colocando esses tipos de palavras no seu MODO DE PENSAR, e passar isso ao aluno, a forma de aprendizagem e motivação dele serão muito mais proveitosas do que sair de uma forma ja pronta, aquela que OU É OU NÃO É, ou é 8 ou 80, ou faz ou não faz, muitas vezes quando se começa do ponto mais alto, ir a um maior fica muito mais chato, logo cria uma relação de comodismo, como pensamento "isso é muito facil pra mim, sou avançado, instruido, não preciso de coisas assim", logo o aluno não sente aquela motivação, ele tem que SENTIR a NECESSIDADE.

A aprendizagem tem que ser PROGRESSIVA para cima, a pessoa tem que EVOLUIR, e não INvoluir.

É como aquele cara que sempre teve vtdd de empinar moto, quando ele nem sabe andar de bicicleta.

Ou aquele que quer correr 10km se nem 1 ele consegue correr sem parar e sem cansar.

O vc como professor, personal, ou tecnico fara? Dirá pra ele correr até desmaiar?? Até que ele consiga correr os 10km sem desmaiar??

Ou proporcionará a ele a opotunidade de correr 1km...3km...7km...11km?? o n4gócio é Mostrar o DESAFIO e PROPORCIONAR a OPORTUNIDADE dele evoluir.

Editado por Pedrosilva96 (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olha cara, bom tópico, já tentei incentivar um amigo a treinar, ele tinha feito musculação por 1 ano mas não mudou em nada o shape, então eu expliquei um milhão de coisas pro cara sobre alimentação e treinamento. No fim das contas ele desistiu do esporte meio que por causa da quantidade de coisas que eu falei, principalmente pela alimentação que ele n tinha nem noção do que fazia e achava que o whey ia dar resultados.

No fim das contas, ter ido devagar e fazer o que vc disse teria feito toda a diferença ao invés de assustar ele como eu fiz.

Também já cometi erros como esses, e com alguém bem mais próximo, minha esposa, tentava fazê-la treinar conforme meus aprendizados, e isso não era nada agradável pra ela. Resultado, nunca se animou por academias.

Pra mim o texto se resume a essas frases, muito bom o texto.

e vou dar um destaque pra essa ultima

o processo de ensinamento deve ser uma coisa em que o aluno sempre busque aquele "o quê" a mais, e qual a melhor forma de se fazer isso???

Desafiando

Para muitos professores alguns acham que o método saindo do mais complexo para o mais simples sja uma forma BOA de se ensinar o aluno, pois força ele a aprender na "marra" ou não aprende.

O metodo de ensino deve ser progressivo saindo do mais facil ao mais difícil, para gerar aquele pensamento nas pessoas "pow, se eu posso fazer isso, pq eu não tento algo mais dificil", e assim se preparar para aquele passo pra algo mais difícil.

o problema de colocar um cara pra FAZER ou QUERER que ele faça isso, impõe a pessoa fazer aquilo, naquele momento e daquele jeito, não oferece uma OPORTUNIDADE, não OFERECE, não incentiva a VIVÊNCIA da pessoa a determinada situação. Se lembra daquele ditado que diz que as palavras teem mais poder que ações, pronto, colocando esses tipos de palavras no seu MODO DE PENSAR, e passar isso ao aluno, a forma de aprendizagem e motivação dele serão muito mais proveitosas do que sair de uma forma ja pronta, aquela que OU É OU NÃO É, ou é 8 ou 80, ou faz ou não faz, muitas vezes quando se começa do ponto mais alto, ir a um maior fica muito mais chato, logo cria uma relação de comodismo, como pensamento "isso é muito facil pra mim, sou avançado, instruido, não preciso de coisas assim", logo o aluno não sente aquela motivação, ele tem que SENTIR a NECESSIDADE.

A aprendizagem tem que ser PROGRESSIVA para cima, a pessoa tem que EVOLUIR, e não INvoluir.

É como aquele cara que sempre teve vtdd de empinar moto, quando ele nem sabe andar de bicicleta.

Ou aquele que quer correr 10km se nem 1 ele consegue correr sem parar e sem cansar.

O vc como professor, personal, ou tecnico fara? Dirá pra ele correr até desmaiar?? Até que ele consiga correr os 10km sem desmaiar??

Ou proporcionará a ele a opotunidade de correr 1km...3km...7km...11km?? o n4gócio é Mostrar o DESAFIO e PROPORCIONAR a OPORTUNIDADE dele evoluir.

Essa questão da progressão no ensinamento é pura verdade, uma criança não aprende a gostar de futebol sendo colocada pra marcar de volante, ou fazendo só exercício de cabeçada, ela se apaixona por futebol chutando pro gol, aí depois aprende a tocar a bola, a marcar e aí sim pode tomar gosto por outra posição.

E acho que isso só não vale se o próprio aluno vem "pedindo" um algo mais, depois de ter se dado mal ou desgostado de treinos mais simples, aí quando é vontade do aluno mesmo ter uma coisa bem radical pra poder tomar gosto, aí sim acho que cabe ir direto pro 80, mas ciente de que outros já tentaram o 8 e não deu certo com aquela pessoa específica. É como você disse, o querer é fundamental, precisa saber o que ele quer e o que ele pode fazer, não só o que a gente acha que o aluno deve querer!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

interessantíssimo

quer desestimular alguém a fazer musculação? é simples

pegue alguns artigos científicos aqui do fórum, mostre-os para pessoas que nunca pisaram numa academia, e no final, os obriguem a estudar pois você irá aplicar uma prova valendo nota

pois é, é exatamente isso que as escolas fazem rs

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

interessantíssimo

quer desestimular alguém a fazer musculação? é simples

pegue alguns artigos científicos aqui do fórum, mostre-os para pessoas que nunca pisaram numa academia, e no final, os obriguem a estudar pois você irá aplicar uma prova valendo nota

pois é, é exatamente isso que as escolas fazem rs

o problema é que o cara so estuda mesmo, quando a necessidade bate...tipo aquele cara que passa as primeiras 3 unidades de pena pra cima, e quando chega a 4ª, corre pra aprender todo o assunto, isso quando o assunto é acumulativo, pq em escola não tem esse lance de acumulo de assunto, é cada unidade com uma prova para aquela unidade.

Por isso que muita gente leva oau quando entra na faculdade, não tem esse costume de pensar naquilo o que pode servir pra amanhã, so pensam no agora e acabou.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo, nem todos querem ou estão preparados para sofrerem mudanças drásticas no começo, o esquema é deixar tudo parecendo ''lindo'' e mesmo assim o iniciante ter resultados. Com o tempo a coisa começa a apertar, e ai não vai ser mais você que terá que cobrar isso dele, ele mesmo irá cobrar de si mesmo se quiser melhores resultados, simples assim.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo com você, dependendo da intensidade do treino, o aluno (não só iniciante) pode se desestimular. Digo isso porque estou voltando a treinar agora, fiquei parado por 1 ano e meio e um dos motivos de ter parado coma academia (que pela primeira vez desde que comecei a malhar com 17 anos, estava malhando a 2 anos e meio ininterrupto, onde geralmente treinava por 4-6 meses e parava por 1-2) foi um novo treino muuuuuuito puxado que um personal fez para mim. o treino era A-B-C e basicamente todos os exercícios, além de demorar 2h na academia no mínimo, eram até a exaustão (não tenho o treino guardado, se não postava). Enfim, o treino super puxado, aliado a falta de tempo e alguns problemas familiares que estava passando acabou me desestimulando de ir a academia, uma vez que passou de ser uma atividade que eu gostava muito de praticar e que servida de desestrsse, e virou um esforço excessivo para meu corpo que me levava a exaustão em todos os treinos, virando algo estressante (como treino pra saúde e não para fisioculturismo, ainda não estou disposto a realizar tais esforços, só realizarei esse tipo de treino quando tiver tempo).

Enfim, a intenção foi de compartilhar um pouco da minha experiência e agregar um pouco mais ao post. Tudo o que foi escrito foi real.

Acredito que existem diferentes cenários e perfis de praticantes que devem-se ser bem observados antes de criar uma série, para que a atividade seja sempre uma diversão e a pessoa se sinta bem praticando aquilo, tendo sempre a academia como um esporte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...