Ir para conteúdo
Fórum Hipertrofia
  • Cadastre-se
Clique aqui
Entre para seguir isso  
Jovem Kriok

Os contras de se treinar em casa!

Avalie este tópico:

Posts Recomendados

Boa tarde pessoal. 

 

Meu intuito em colocar essa pauta de discussão é avaliar os contras de se treinar em casa, ou no caso mais específico, sozinho.

 

Obviamente que nem todo mundo tem cacife suficiente pra montar em casa, uma academia nas mesmas configurações de uma comercial. Ou seja, dificilmente, colocaremos em nossa casa um Smith, Hack Machine ou qualquer outro aparelho que seu custo benefício não seja no mínimo "viável" e é aqui que eu observei os contras: 

 

Progressão de carga e treinamento até a falha.

 

Bom, resumindo, já li artigos que dizem que treinar até a falha vai aumentar consideravelmente as chances de lesão, em contra-partida, para hipertrofia, você teria resultados em menor espaço de tempo. Pra quem treina sozinho em casa, treinar até a falha não é uma opção, pois se você tem amor a sua vida, fazer supino com uma carga considerável sem a devida ajudinha na hora H, pode causar um acidente grave. Logo eu tento sempre me aproximar da falha, acreditando que a rapidez na consolidação do ganho muscular da falha, não compense o risco. (Mas eu vivo em cut quero aumentar carga como?)

Assim, estou sempre adiando um pouco a progressão de carga, deixando o corpo se acostumar ao máximo com a já utilizada, para não ocorrer acidentes em exercícios específicos como o supino. Vale salientar que o substituto direto desse exercício, o supino com halter, não apresenta o risco citado acima, mas também não é livre de todos os contra-tempos. Uma carga mais elevada e já encontro problemas em deitar e levantar os halteres sem ajuda, pois o famoso pêndulo (movimento característico pra ajudar a levantar os halteres como se o corpo fosse uma gangorra) fica comprometido já que meus halteres são de montar, ficando pra fora da anilha uma barra de ferro que impossibilita de parar o halter na coxa, e dessa forma,  acabo usando demais a coluna pra conseguir levantar os pesos. 

 

Qual os outros contras pra vocês?

 

Abraços.

 

 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

Opa, tudo bem?

 

Olha só: eu treino em casa e, em quase todas as séries finais, a depender da intensidade do microciclo, eu posso falhar tanto no supino quanto no agachamento.

 

Para tal, eu utilizo sempre um power-rack, acompanhando das respectivas safe bars. E aí, quando eu noto que não vou conseguir concluir o movimento, eu (quase que) tranquilamente desço com a barra para que ela repouse nas safe bars e eu saia tranquilo do movimento falho.

 

2s62cuw.jpg

 

No meu caso eu só tenho: banco reto, power rack, barras, um parzinho de halteres e anilhas. Eu consigo abranger todos os grupos musculares com isso aí que eu relatei.

 

Pra mim, treinar sozinho em casa, o que pega é a motivação de treinar em equipe, aquela coisa tribal, gritaria, baixaria, enfim, coisa de gente velha, pois antigamente, lá pela década de 80, treinava-se musculação em grupo, com um desafiando o outro. Hoje em dia eu só vejo isso em alguns centros de treinamento de powerlifting ou em alguns boxes de crossfit.

 

Eu noto isso porque, sempre que vou visitar algum lugar desses e vou fazer um teste de 1RM, eu acabo ultrapassando o que supostamente era a minha 1RM caseira.

 

De resto eu considero só vantagem. Calculo as cargas  e dá pra treinar com precisão de 1 kg. Posso descansar três minutos antes da série final, sem que ninguém me venha perguntar se vou demorar muito, posso virar o ventilador pra cima de mim kkk e, principalmente, sábados, domingos, feriados, enfim, qualquer dia, a home-gym está ali, esperando.

 

PS: não sou eu na imagem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
9 minutos atrás, Vecchio disse:

Opa, tudo bem?

 

Olha só: eu treino em casa e, em quase todas as séries finais, a depender da intensidade do microciclo, eu posso falhar tanto no supino quanto no agachamento.

 

Para tal, eu utilizo sempre um power-rack, acompanhando das respectivas safe bars. E aí, quando eu noto que não vou conseguir concluir o movimento, eu (quase que) tranquilamente desço com a barra para que ela repouse nas safe bars e eu saia tranquilo do movimento falho.

 

2s62cuw.jpg

 

No meu caso eu só tenho: banco reto, power rack, barras, um parzinho de halteres e anilhas. Eu consigo abranger todos os grupos musculares com isso aí que eu relatei.

 

Pra mim, treinar sozinho em casa, o que pega é a motivação de treinar em equipe, aquela coisa tribal, gritaria, baixaria, enfim, coisa de gente velha, pois antigamente, lá pela década de 80, treinava-se musculação em grupo, com um desafiando o outro. Hoje em dia eu só vejo isso em alguns centros de treinamento de powerlifting ou em alguns boxes de crossfit.

 

Eu noto isso porque, sempre que vou visitar algum lugar desses e vou fazer um teste de 1RM, eu acabo ultrapassando o que supostamente era a minha 1RM caseira.

 

De resto eu considero só vantagem. Calculo as cargas  e dá pra treinar com precisão de 1 kg. Posso descansar três minutos antes da série final, sem que ninguém me venha perguntar se vou demorar muito, posso virar o ventilador pra cima de mim kkk e, principalmente, sábados, domingos, feriados, enfim, qualquer dia, a home-gym está ali, esperando.

 

PS: não sou eu na imagem.

 

 

A sua é o mesmo modelo da imagem? Que show essa gaiola hein? Deve ser os olhos da cara kkkkkk, se importa de informar o valor do investimento? Na minha assinatura eu tenho um post sobre minha home gym, com o que tenho (descrição e fotos) e quanto investi.

 

Os prós são incontáveis realmente, eu posso dizer que só treino por conta da minha academia, pois de dependesse da academia comercial mesmo, estava lascado! rs.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
22 minutos atrás, Jovem Kriok disse:

 

 

A sua é o mesmo modelo da imagem? Que show essa gaiola hein? Deve ser os olhos da cara kkkkkk, se importa de informar o valor do investimento? Na minha assinatura eu tenho um post sobre minha home gym, com o que tenho (descrição e fotos) e quanto investi.

 

Os prós são incontáveis realmente, eu posso dizer que só treino por conta da minha academia, pois de dependesse da academia comercial mesmo, estava lascado! rs.

 

Eu comprei o power-rack "básico" na Metalika Sport. Hoje em dia deve estar entre dois e três mil o preço.

 

Porém, olhando a sua academia - muito boa por sinal - reparei que bastam dois ou três pares de estepes, daqueles de borracha, colocados ao lado do banco de supino ou na sua estação de agachamento. Como é só você quem treina, dá pra serrar o último estepe para que dê certinho no nível da falha e você possa largar a barra com segurança.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
57 minutos atrás, Vecchio disse:

 

Eu comprei o power-rack "básico" na Metalika Sport. Hoje em dia deve estar entre dois e três mil o preço.

 

Porém, olhando a sua academia - muito boa por sinal - reparei que bastam dois ou três pares de estepes, daqueles de borracha, colocados ao lado do banco de supino ou na sua estação de agachamento. Como é só você quem treina, dá pra serrar o último estepe para que dê certinho no nível da falha e você possa largar a barra com segurança.

 

 

Dica valiosíssima!!! Com certeza será minha próxima aquisição! Muito obrigado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tem power rack mais barato por aí. A Canhão Store faz o mais barato que encontrei, mas eles são conhecidos por demorarem décadas para enviar o pedido (leia o relato do @dead_lifter). Na Metalika eu mandei fazer minha barra, melhor atendimento que já tive pela internet.

Sobre ir até a falha: isso não é necessário e muitas vezes não é recomendado, nem para força, nem para hipertrofia. Você pode, é claro, se beneficiar com algumas séries até a falha, mas pode conseguir bons resultados mesmo sem usar esse expediente.

 

Voltando ao assunto do tópico, o único contra que encontrei até hoje na minha academia caseira é a falta de uma alternativa para treinar pernas sem forçar a lombar. Faz falta um Leg Press. Por ora, tenho improvisado com meu pulley e um cinto de dips, fazendo um belt squat difícil de montar e que não dá para sobrecarregar tanto, mas dá pro gasto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
20 minutos atrás, LuizLeandro disse:

Tem power rack mais barato por aí. A Canhão Store faz o mais barato que encontrei, mas eles são conhecidos por demorarem décadas para enviar o pedido (leia o relato do @dead_lifter). Na Metalika eu mandei fazer minha barra, melhor atendimento que já tive pela internet.

Sobre ir até a falha: isso não é necessário e muitas vezes não é recomendado, nem para força, nem para hipertrofia. Você pode, é claro, se beneficiar com algumas séries até a falha, mas pode conseguir bons resultados mesmo sem usar esse expediente.

 

Voltando ao assunto do tópico, o único contra que encontrei até hoje na minha academia caseira é a falta de uma alternativa para treinar pernas sem forçar a lombar. Faz falta um Leg Press. Por ora, tenho improvisado com meu pulley e um cinto de dips, fazendo um belt squat difícil de montar e que não dá para sobrecarregar tanto, mas dá pro gasto.

Ótima observação! Comigo acontece a mesma coisa! No fim do treino de pernas minha lombar está destruída. Estava pensando em adquirir um Leg Press futuramente, porém acho o custo benefício muito ruim. Todos os aparelhos que achei a venda superam os 2.500. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Vecchio disse:

 

Eu comprei o power-rack "básico" na Metalika Sport. Hoje em dia deve estar entre dois e três mil o preço.

 

Porém, olhando a sua academia - muito boa por sinal - reparei que bastam dois ou três pares de estepes, daqueles de borracha, colocados ao lado do banco de supino ou na sua estação de agachamento. Como é só você quem treina, dá pra serrar o último estepe para que dê certinho no nível da falha e você possa largar a barra com segurança.

 

 

E ai camarada blz, já comprei dois aparelhos da metalika, muito bons por sinal, e pretendo comprar esse power-rack, porém antes preciso vender uma barra guiada(desocupar espaço), me diz... valeu a pena a sua compra?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, ErnaneFoz disse:

E ai camarada blz, já comprei dois aparelhos da metalika, muito bons por sinal, e pretendo comprar esse power-rack, porém antes preciso vender uma barra guiada(desocupar espaço), me diz... valeu a pena a sua compra?

 

Pra mim valeu porque o aparelho é robusto. A maioria dos power-racks que eu vi por aí eram daqueles que a gente empurrava e eles balançavam/"requebravam" todos. Dava a impressão de que, se eu deixasse cair a barra carregada o troço ia se desmontar todo.

 

Esse aparelho é bruto, parrudo. Já precisei recorrer às barrinhas de segurança dele em pelo menos umas quatro vezes. Três no agacho e uma no supino.

Teve uma vez que eu larguei a barra do agacho quando estava alto. 

A barra chegou a vergar com as anilhas e as barrinhas deram conta da vida desse pobre praticante de ginástica com pesos. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
40 minutos atrás, LuizLeandro disse:

Tem power rack mais barato por aí. A Canhão Store faz o mais barato que encontrei, mas eles são conhecidos por demorarem décadas para enviar o pedido (leia o relato do @dead_lifter). Na Metalika eu mandei fazer minha barra, melhor atendimento que já tive pela internet.

Sobre ir até a falha: isso não é necessário e muitas vezes não é recomendado, nem para força, nem para hipertrofia. Você pode, é claro, se beneficiar com algumas séries até a falha, mas pode conseguir bons resultados mesmo sem usar esse expediente.

 

Voltando ao assunto do tópico, o único contra que encontrei até hoje na minha academia caseira é a falta de uma alternativa para treinar pernas sem forçar a lombar. Faz falta um Leg Press. Por ora, tenho improvisado com meu pulley e um cinto de dips, fazendo um belt squat difícil de montar e que não dá para sobrecarregar tanto, mas dá pro gasto.

 

 

Olha só: uma coisa é o cabra munir-se de uma barra, carregada com uma carga tal, seja no militar, no supino ou no agachamento, que sua intenção seja a de realizar repetições até começar soltar baba branca pelo canto boca indo no popularmente conhecido "até a falha".

 

Outra coisa é você chegar, com sua planilhinha ali, tudo calculadinho, mas sentir que naquele dia a coisa tá phoda. Seja por ter dormido pouco, muito calor, ter mudado de horário em que costuma treinar, estar em jejum (e não ter ainda se acostumado a tal tipo de condição) e, aquelas repetições programadas, que você sabe que consegue, não saírem. Mas há vezes em que só na subida da barra, da n-ésima para a n-ésima primeira repetição, é que você "descobre" que não dá pra tal repetição ser concluída.

E foi justamente em quatro situações envolvendo essa "outra coisa" que eu e enrolei no final do ano passado. E, como eu estava sozinho, fui salvo nas quatro vezes por elas, as safe bars.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...