Ir para conteúdo
Fórum Hipertrofia
  • Cadastre-se
Clique aqui

Líderes


Conteúdo Popular

Exibindo conteúdo com a maior reputação em 15-06-2012 em todas áreas

  1. 1 ponto
    Bom eu vi esse vídeo hoje e desafio alguem a conseguir ver até o final sem se emocionar.. [media=]http://www.youtube.com/watch?v=v6rGXSdYSho&fb_source=message Bom aqui vai outro video do mesmo cara
  2. 1 ponto
    Olá pessoal, resolvi criar um diário para que possa ser aconselhado sobre algo que esteja a fazer mal durante o meu percurso. Actualizações: Durante o percurso: -semanalmente (Todos os domingos) eu vou modificando a tabela que pus no fim do post com o meu peso kg de musculo e de gordura. - vou dizendo como está indo o meu percurso e como correu os treinos tal como está a correr a dieta. - mês a mês vou pondo fotos novas para verem como esta a ir o meu progresso - semanalmente eu vou modificando o grafico que tenho no fim do post pois acho que dá uma melhor prespectiva de como esta a ir o meu progresso Historial: O meu nome é Diogo Fonseca, sou de Portugal, tenho 18 anos e comecei a treinar aos 16 anos, nesse momento tinha 90kg e 30% de BF como nesse tempo não percebia nada de treino e nutrição fazia muito cardio e comia pouco, com o objectivo de perder gordura e isso realmente aconteceu: Antes: Peso:90kg Bf:30 % Anos:16 Antes em 2010 Depois 2010(3 meses depois) Setembro de 2010(3 meses depois) Peso:75kg BF:17% Anos:16 Problemas da transformação: 1º Problema: como não percebia nada de nutrição e não comia quase nada fiquei um frango sem massa nenhuma. 2º Problema (e o pior): Quando voltei a comer normalmente engordei tudo de novo. Depois deste problema parei uns 6 meses e arranjei uma paixão a NUTRIÇÃO comecei a interessar me muito pela nutrição, tanto que agora que dou por mim tenho o quarto cheio de livros de nutrição. Aos 17 anos fiz um curso de musculação (para quem pensar que estou a mentir irei postar mais tarde o certificado do meu curso tal como irei, postar a minha cédula profissional) com o objectivo de ficar a perceber melhor sobre musculação. Passei o curso com media de 92,3% (0%-100%). Fiz o meu estágio no ginásio do “Holmes place” não sei se no Brasil é conhecido mas cá em Portugal é. Fui chamado para o ginásio para ser personal trainer mas recusei a oferta, porque quero primeiro fazer a faculdade. Estou neste momento no fim do 12ºano em ciências e tecnologias e quando acabar irei seguir na faculdade Gestão de Desporto. Neste momento devem estar a pensar “quem é este gordo de m**** que fez um curso e nem é musculado”. Pois tem razão considero me inexperiente em nutrição e musculação mas fiz o curso de maneira a aumentar/tentar aumentar os meus conhecimentos sobre nutrição e musculação. Agora: Fotos de 20/05/2012 (0 semanas de progressão): Fotos de 10/06/2012 (4 semanas de progressão): Objectivos/Sonhos vida: Acabar o secundário Entrar na Faculdade e seguir Gestão de desporto Fazer um mestrado em Nutrição Profissão: Ser personal Trainer e ao mesmo tempo nutricionista Chegar aos 10%BF mas sem parecer um frango Ok agora que já falei do meu passado e me apresentei vamos ao que realmente interessa e que é o Objectivo deste Diário. -Cutting(25/05/2012) Ok vamos começar: Idade: 18 anos Altura: 180 centímetros Peso:82kg BF: 31% Objetivo da dieta: cutting (chegar a 10% de BF) Biotipo: Endomorfo Fator de actividade: moderado TMB: 3155 kcal Calorias baseadas no objectivo: 2000 (- 1155 calorias) ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------- Treino: Domingo: OFF Segunda: A + Aeróbico Terça: B + Aeróbico Quarta: OFF Quinta: C + Aeróbico Sexta: D + Aeróbico Sábado: Aeróbico Treino A: Peitos/ Ombros/Panturrilhas Supino Inclinado Barra 30°: 2x15 + 3x10 Supino Inclinado Halteres 30°: 3x10 CrossOver: 3x10 (Puxando na altura do peito) Desenvolvimento Arnold: 4x15-8 Elevação Unilateral + Elevaçao Frontal Unilateral: 3x10 (Fazer lateral e com mesmo braço o frontal, depois o outro braço) Encolhimento com Halteres: 3x12 Panturrilha No Leg Maquina: 3x8,8,8 (Drop set) Panturrilha Unilateral em pé: 3x15 Treino B: Costas/ Abdomem Remada Curvada: 4x15-10 Remada Unilateral: 3x12-8 Pulley Frontal Pronada: 3x12-8 Remada Baixa Neutra: 3x12 Extensão de Lombar: 3x15 Abdominal Supra Corda: 3x15-20 Abdominal Infra Banco Declinado: 3x15 Treino C: Pernas/Panturrilha Banco Extensor: 2x20 Agachamento Hack: 3x12-8 Leg Press Maquina Unilateral: 3x12 Banco Extensor: 3x15-10 Banco Flexor: 3x12 (Segurar 2seg) Flexor em pé: 3x12 Panturrilha No Leg Maquina: 3x8,8,8 (Drop set) Panturrilha Unilateral em pé: 3x15 ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------ Dieta: Refeição 01 08:00 Whey 30g Aveia 30g Banana Pequena 1 Unidade Creatina 1 Dose Vitamina C 1 Comprimido Multivitaminico 1 Comprimido Refeição 02 10:30 Pão Integral 2 Fatias Presunto de Peru 60g Maionese Light 1 Colher Alface 1 Folha Refeição 03 13:30 Batata doce 150g Peito de Frango 150g Brocolis 50g Refeição 04 16:00 Batata doce 150g Peito de Frango 150g Folhas Verdes Livre Azeite Extra Virgem 1 Colher Refeição 05 19:00 Carne Magra 150g Legumes Cozidos 100g Azeite Extra Virgem 1 Colher Refeição 06 22:00 Claras de Ovo 4 Unidades Ovo Inteiro 2 Unidades Azeite Extra Virgem 1 Colher Castanha do Pará 1 Unidade Oil Fish 2g de EPA/DHA Vitamina E 1 Capsula Total: 2000kcals 176g Proteínas 150g Carboidratos 80g Gorduras Progresso: Neste progresso, semanalmente vou mudificando a tabela e o gráfico para saberem como está a ir o meu progresso
  3. 1 ponto
    Oi pessoal. Meu nome é Rodrigo, sou uruguaio (mas sempre estive muito ligado ao Brasil), curto muito o fórum e esse é meu 1eiro post. Tomara que gostem. Me intereso muito em todos os esportes de força, mas últimamente tenho me focado no levantamento olímpico, já que acho esses caras uns super-humanos. Vou postar daqui em diante vídeos dos tops treinando, alguns artigos interessantes que tenho visto, e links para webs boas do assunto. Tambem gosto muito do powerlfting em geral (raw, equipado eu nao curto muito nao), e obviamente fisiculturismo. Bem, vamos parar com a apresentaçao aqui. Vou postar um vídeo do último campeao do mundo na categoria +105k. O russo Khadzhimurat Akkaev. O cara é um monstro, e para mim hoje em dia o principal candidato a ouro em Londres. Aqui vemos ele fazendo uma arrancada (nao sei se em portugués esse é o termo certo) com straps de 210. Lembrar que o recorde na categoria é de 200k, e o Klokov poucos messes atrás tinha feito 205k com straps tambem. A batalha em Londres vai ser épica. Vídeo:
  4. 1 ponto
    @Gabriel Eu tenho dó de torrar BCAA, no seu lugar eu guardaria para possíveis futuros usos (tipo caso voce tenha que/resolva treinar em jejum) ou então tentaria vender brother. Mas se quiser torrar mesmo, use aquela quantia que tem bastante relatos práticos apoiando: 15-20g distribuídas no pré/intra/pós-treino. Não é foco do tópico, mas glutamina cai no mesmo problema do BCAA (5g é pouco, e a base favorável é muito fraca) e Whey é basicamente praticidade, se voce puder comer outras fontes protéicas no lugar dele (visando economia de $$), pode fazer; já expus bem minha opiniao sobre o assunto em alguns vários tópicos, só entrar no meu perfil > meu conteúdo e dar uma procurada por lá. @Usuário Dificilmente (referente a BCAA 2:1:1 ou 4:1:1), mas vá de 4:1:1 então. Aumento de sintese protéica, seja por qualquer pathway (incluindo fosforilação de p70s6k), ainda é muito mal estudada no contexto de pessoas que ingerem altas quantidades protéicas (2g/kg+) e por isso não existe comprovação prática alguma que pequenas quantidades de AAs tragam benefícios práticos; pelo catabolismo, proteínas as quais contenham EAAs teoricamente são superiores, mas na prática também não é muito relevante se sua ingestão protéica estiver adequada. Abraços
  5. 1 ponto
  6. 1 ponto
    nossa esse ultimo video me deu mta vergonha alheia
  7. 1 ponto
    Kiki22

    2 Videos Que Vão Te Ajudar Nos Treinos

    Geracao Zyzz, hahahahaha. Lamentavel...
  8. 1 ponto
    Aless

    Diário Do Ligabo

  9. 1 ponto
    adicionava um whey e fazia um shake pra toma no pós
  10. 1 ponto
    villas

    Boa Whey?

    Pesquisando aqui pelo fórum, vi o "problema" dela. São 5 tipos de proteína. Provavelmente seja minada de proteína de soja, por isso o preço baixo. pô, 30 reais o quilo, muito barato. Mas já desisti. Tanto é que nem no nome tem "whey". Talvez essa seja considerável:
  11. 1 ponto
    Derick_

    Iniciante -Hipertrofia (Dúvidas )

    Você não postou sua dieta, mas pelo q vc falou deu pra perceber q sua alimentação tá com muito suplemento e pouca comida de verdade... suplemento é pra complementar o q a sua alimentação não conseguir suprir e não ser utilizado como substituto de refeição. Sobre melhor horário para tomar cada um desses suplementos dá uma olhada nesse tópico
  12. 1 ponto
    danilorf

    Diario Do Frango_13

    Fala frango, é o seguinte cara. Eu acho que a tua evolução nas cargas poderia estar acontecendo de uma forma um pouco mais rápida. Lendo um pouco sobre o assunto e refletindo com a minha experiência pessoal mudei um pouco de opinião quanto a certos exercícios e estrutura de treinos que eu fazia e que vejo o pessoal fazendo com o intuito de progredir a carga. Pra resumir: dá uma olhada aqui http://www.lift-run-...and-series.html, nas séries sobre o agacho, supino e terra raw e se possível leia as entrevistas que ele tem espalhadas no blog dele com uns caras fodões. Se for ainda mais possível, leia o blog inteiro. Depois que você tiver lido, posta suas considerações que dá pra gente troca um idéia disso. Abraço.
  13. 1 ponto
    mahalo'akua

    Treinos Do Arnold Arnold Schwarzenegger

    garanto que tem muita coisa por trás disso ai, acredito que há muitos segredos de nutrição e treino que só mesmo os antigos sabem..
  14. 1 ponto
    Corre atrás da sua mãe com a vassoura, quem sabe ela não se assusta e tira o castigo.
  15. 1 ponto
    mahalo'akua

    Depilação Facial

  16. 1 ponto
    Aless

    Fechamento De Tópicos

    Nao sou contra que topicos sejam fechados, ate porque normalmente nao participo dessas discussoes que eu nao considero produtivas. Pengo/Bronco, ja foi implementado os templates para fora de modelo e falta de pesquisa, e normalmente os topicos dizem no final porque foram fechados. Como toda decisao, voce precisa de dados. Sera que alguma informacao extra nao deveria ser sempre colocada em um topico quando ele eh fechado? As vezes, lendo o ultimo post, parece que foi por motivos fechados que o topico foi fechado. Apenas deixar o motivo claro no final ajudaria e evitar alguns transtornos. Outra opcao seria fechar os topicos que nao estao levando a lugar algum em qualquer area exceto off topics. Ja em off topics nao tem como um topico ser considerado 'sem sentido' ja que ele eh off. Entao punir quem ofende/flood e deixar o topico aberto. Com o tempo, vao aprender que levam suspensao. Se nao aprenderem, que bom, sao banidos e nao atrapalham outros topicos
  17. 1 ponto
  18. 1 ponto
    ioia

    Treino Abcd

    -Eu por acaso sinto me bastante melhor a fazer o press militar com halteres -no meu ginasio não ha paralelas. -standing barbell curl e rosca direita com barra em pé -low row é remada baixa obg pela opinião:)
  19. 1 ponto
    ioia

    Treino Abcd

    Olá pessoal eu neste momento estou numa fase de cutting criei este treino. Queria saber a vossa opinião sobre ele. Se quiserem saber a minha dieta e o meu percurso consultem o meu diário. Abraços:) Idade: 18 anos Altura: 180 centímetros Peso:82kg BF: 31% Objetivo: cutting (chegar a 10% de BF) Biotipo: Endomorfo
  20. 1 ponto
    AlvinhoRJ

    Tudo Sobre Agachamento

    Li todos os textos e tenho algumas críticas para fazer. Minha crítica principal é em relação ao segundo texto ao recomendar (sem maiores explicações) colocar uma pequena elevação sob os calcanhares para recrutar mais os quadríceps. Isso faz com que o centro de gravidade se desloque mais para a frente e compromete a participação do jarrete, ocasioando em maior sobrecarga principalmente no Ligamento Cruzado Posterior (pois o jarrete, por se ter origem no ísquio e se inserir na tíbia, alivia a tensão nesse ligamento) além de fazer com que menor carga seja suportada e, consequentemente, menos músculos sejam eficientemente trabalhados. Isso pode até ser feito quando o foco é a estética, para privilegiar o quadríceps, mas tendo consciência que esse não é o melhor método para quem deseja progredir cargas eficientemente nesse exercício. Mais uma crítica é a respeito dos cintos usados em agachamento. Em um dos textos (acredito que ainda seja o segundo), o autor se orgulha de realizar agachamento pesado sem cinto, e desencoraja o uso do mesmo sugerindo que os cintos prejudicam o desenvolvimento dos músculos abdominais, o que não é verdade. O objetivo do cinto é fornecer um suporte (resistência) para a contração dos músculos abdominais, de forma que essa contração seja mais eficiente. Por exemplo, contraia o bíceps o máximo que puder sem nenhuma carga. Agora pegue um halter bem pesado o levante usando o bíceps. Em quais das duas situações se conseguiu "fazer mais força", ou seja, recrutar maior número de fibras? Na segunda. Ao contrário de fitas apertadas nos joelhos, os cintos não estocam energia potencial elástica ajudando no exercício. E ao contrário dos straps para os músculos dos antebraços, o cinto não objetiva o aliviamento de carga dos músculos do abdome. Outra crítica, agora de forma mais geral, mas ainda relacionada ao segundo texto é a falta de enfoque a um elemento muito importante, somente comentado no último texto, na realização do agachamento completo: joelhos alinhados com os pés (joelhos para 'fora', o que não tem nada a ver com jelho antes da ponta dos pés). Quando os joelhos estão apontados totalmente para a frente, além disso ocasionar uma pequena rotação na articulação do joelho (o que não é muito desejado, já que essa articulação não é do tipo esférica como a do ombro e quadril), dificulta a descida devido ao quadril ser impedido pela coxa, podendo ocorrer um pinçamento dos músculos da coxa pelo quadril. Para que a descida completa seja feita com sucesso, também é recomendado que os pés estejam separados uma distância razoável e que a ponta dos pés estejam voltadas aproximadamente 30 graus para fora. Além disso, a manutenção dos jelhos alinhados com o pé permite maior participação dos adutores durante a subida. Apesar de variar de pessoa para pessoa, não é desejado que os pés estejam muito afastados (ultrapassando demais a distância entre os ombros), o que resultaria em um grande afastamento dos joelhos ao se tentar alinhá-los com os pés. Os malefícios desse comportamento estão explicitados no último texto. Outra crítica que eu gostaria de fazer é devido a alguns desses textos criticarem a inclinação do tronco para a frente (em toda a sua extensão, sem haver perda da postura na região lombar). Dependendo da antropometria de cada atleta, será necessário se inclinar mais ou menos para a frente de forma a atingir um movimento eficiente vertical com a barra. Geralmente atletas mais altos tendem a se inclinar mais para a frente para que o centro de gravidade seja mantido aproximadamente no comprimento médio dos pés. Outro detalhe sobre inclinação é o tipo de agachamento que é realizado (barra alta x barra baixa). O agachamento com barra baixa (barra apoiada abaixo da espinha escapular) necessita intrinsicamente de uma maior inclinação com o objetivo de manter o centro de gravidade no local adequado, agachar completamente e promover maior participação do jarrete. Já o agachamento com barra alta, por se assemelhar mais ao agachamento frontal, necessita de um tronco menos inclinado (mais vertical), exigindo mais do quadríceps, porém sendo realizado com carga mais baixa devido à menor participação do jarrete. Um atleta que insista em não se inclinar enquanto faz agachamento bom barra baixa, por exemplo, terá seu centro de gravidade deslocado para trás. Devido ao desequilíbrio, muitas vezes o atleta coloca uma elevação para os calcanhares como uma forma errônea de solucionar o problema. Outra crítica é que o último texto usa erroneamente o termo overtraining. Se ele quis dizer que lesões são feitas devido à grande frequência de realização de agachamentos, ele falha devido a diversos tipos de treinos incluírem agachamento em todos os dias, e devido ao agachamento ser realizado diversas vezes por dia e na semana no caso de levantadores olímpicos, sem risco de lesão. Outro erro na utilização desse termo é que os sintomas de overtraining são essencialmente neurológicos e esse termo não é usado para designar lesões, sejam elas agudas ou crônicas. Apesar disso, o exemplo caótico dado no texto de alguém que faz vários exercícios de perna e depois faz uma sessão de aeróbicos pode sim levar a lesões, mas não devido ao overtraining. No caso, ao enfraquecer durante o treino os músculos que cruzam as articulações do quadril e do joelho, que também estabilizam essas articulações, ao se seguir para uma atividade aeróbica (principalmente de alto impacto), o risco de lesão se dá pelo comprometimento da estabilização dessas articulações e pela maior transferência de carga/tensão aos ligamentos, devido ao prévio enfraquecimento dos músculos. Essa é uma das razões pela qual o futebol é um dos esportes com maior frequência de lesões. É um esporte de explosão e resistência. Em um jogo longo, um jogador pode levar seus músculos próximo da exaustão. Se ele não for substituído e continuar jogando, a estabilização de suas articulações fica comprometida, facilitando a ocorrência de torsões de tornozelo, rompimento de ligamento cruzado anterior, tendinite, fraturas por estresse, etc. Porém, repito, o termo overtraining não é usado nesse caso. Faço uma crítica também à forma com a qual o posicionamento da barra foi abordado no último texto. Principalmente no caso de agachamento com barra baixa, os cotovelos nunca devem ficar no mesmo plano vertical com as mãos. Caso isso aconteça, a barra não ficará completamente presa à espinha escapular e parte do peso será transferido aos punhos, o que pode levar a dor/lesão. Recomenda-se, nesse caso, deslocar os cotovelos para trás com o objetivo de promover maior estabilidade da barra entre as mãos e a espinha escapular, além de enrijecer mais os músculos das costas. O texto deveria ter deixado claro que o que está escrito se refere ao agachamento com barra alta (e olhe lá), não para agachamento com barra baixa.
  21. 1 ponto
    Quem vê alguém com um corpo bem trabalhado e diz de cara que não é natural geralmente são os frustados que se entopem de drogas e nunca chegaram perto do corpo desejado.
Clique aqui



×
×
  • Criar Novo...