Ir para conteúdo
Clique aqui

Gos

Membro
  • Total de itens

    135
  • Registro em

  • Última visita

Histórico de Reputação

  1. Gostei
    Gos deu reputação a pibols em Bulking E Cutting Para Naturais, Mitos E Equívocos   
    Vou deixar aqui minha opinião como um natural que treina serio a 4 anos... Antes que saiam atirando pedras li o tópico inteiro e o problema pra mim está nos seguintes pontos
     
    1)Estimativa do Valor Energetico Total ou Gasto Calorico Diario
    2) Protocolos adotados numa dieta de Bulk, usarei como exemplo o que o usuário MonsterFreak citou.
     
    A respeito do item 1 : Eu peso 80kgs e depois de realizar MUITOS testes posso dizer que com meu peso atual eu preciso de aproximadamente 2400 - 2500kcals  para manter meu peso( ou como diz no tópico, crescer com um superávit mínimo com o mínimo de gordura possível), essas calculadoras de hoje em dia para MIM* estipulam valores muito altos de gasto calórico diário, a merda já começa ai.... Além disso, essas MESMAS CALCULADORAS, so levam em conta IDADE, PESO, ALTURA, o componente mais importante que seria a massa magra ( pois quem tem mais músculos gasta mais kcals ) não é levado em conta, minha sugestão para quem é natural : ENCONTREI SEU GASTO CALORICO DIARIO !!! OBS: já ia me esquecendo que temos dia-a-dias diferentes e fator atividade física também muda esse gasto calórico, ou seja não podemos levar a RISCA  o que essas calculadoras dizem.
     
    A respeito do item 2 : A umas paginas atrás vi o usuário MonsterFreak, como de costume, condenando um protocolo High Carb, vamos analisar o que ele disse:
     
    "Quem faz um bulking high carb com umas 4-5g/KG não vai comer só isso, é muita coisa e a maioria desses industrializados derivados do trigo ou açucares, rotulados de "saudáveis" são propaganda enganosa nos rótulos e prejudiciais a longo prazo... [...]"
     
    Vamos analisar o que aconteceria comigo se eu comesse 5g/kg de carbo, deixando de lado o Indice Glicemico, que acho que não seria legal entrar no assunto. Se eu comer 5g por KG DE CARBO, eu estaria comendo 400g de carbo que dariam 1600 Kcal, sobrariam apenas 900 Kcal para eu comer ao restante do dia(para prot + gordura), vamos usar um numero que 'garanta' a quantidade de proteína que eu preciso como 2g/kg de proteína, dariam 160g de proteína, que dariam 640 kcal sobrando apenas 260kcal para as gorduras, o que na minha opinião é MUITO POUCO, pois da menos que 30g de gordura e pode prejudicar minha produção hormonal. O que acontece na realidade? nego joga 4-5kgkg de carbo, 2g/kg de proteína e 1g/kg de gordura , ESTOURA O LIMITE DE CALORIAS (pois o individuo está acreditando na bendida 'calculadora') ganha gordura, fica gordo, roliço e adivinha sobre quem cai a culpa ? NO CARBO, ÓBVIO, dai vem um monte de seres que se acham os defensores da ceita 'low carb' atirando pedras e condenando o carbo como se fosse um satanás, sendo que o problema inicial estava na divisão dos macros e na contagem de calorias. Propondo uma solução : Baixando a quantidade de carbos dali para 3g / kg = 240g de carbo , 160g de proteína e 100g de gordura, eu garantiria os meus 2500kcal, manteria uma quantidade de carbo boa para treinar, e para não sentir falta de glicogênio, garantiria proteína suficiente para hipertrofia e garantiria uma produção hormonal decente... Estabelecida a quantidade de calorias REALMENTE necessária, e uma divisão de macros decente, dai pode se começar a discutir Indice Glicemico, Proteina animal ou vegetal, balanço de ômega 3 -6 , gordura saturada insaturada, etc.
     
    Como puderam ver, pegando esse protocolo básico adotado por muitos e que muitas vezes estoura o limite de calorias, a solução foi baixar o carbo pois caso eu não o fizesse minha produção hormonal poderia estar sendo prejudicada, e eu não preciso de 4-5g/kg de carbo, é dai que na MINHA OPINIAO vem o 'sucesso da low carb' nego que antes superestimava seu gasto calórico, agora como diminui seus carbos manteve proteína 2g-kg e tem uma ingestão de proteína decente, está com uma ingestão de calorias PROXIMA DO SEU GASTO CALORICO DIÁRIO, e está crescendo mais 'limpo' como dito aqui no tópico, vamos a análise: Se eu que preciso de 2500kcal jogasse 80g de carbo,(1g-kg) 160g de proteína(2g-kg) e 160g de gordura (2g- kg ) ( que é um protocolo básico de um bulk low carb, quanto darias minhas calorias???? VUALÁ ! 2400 KCAL) EXATAMENTE O QUE EU PRECISO PARA ESTAR NUMA FAIXA DE MANUTENÇÃO/CRESCER LIMPO.... ué então é a low carb que faz essa mágica toda? ou será foi uma readequação calórca aliada a uma ingestão correta de macronutrientes que proporcionou isso? O que me deixa P*** da vida é ver nego condenando o carbo como se ele fosse satanás, sendo que o verdadeiro problema está em superestimarmos a quantidade de calorias que precisamos comer para crescer.
     
    Por fim, (acho que já me estendi demais) garanto para vocês que comendo nessa dita ' manutenção' ( ou um pouco abaixo dela pra quem quer perder gordura) não vai ter diferença NENHUMA na perda de gordura de uma dieta Low Carb para uma dieta 'HIGH CARB' ( se assim podemos defini-la né por que com 2500 kcal , tendo que garantir um mínimo de proteína e gordura, fica difícil ter uma dieta com mais de 300g de carbo sem estourar as calorias, portanto esse termo HIGH CARB tem que ser associado ao RESPEITO CALÓRICO, se não fica fácil condenar o carbo e atirar pedras nele.) Garantindo uns 2g-kg de proteína e no mínimo uns 0,8g-kg de gordura vc pode distribuir o resto dos seus macro nutrientes da FORMA QUE QUISER respeitando sua individualidade biológica e achando o que é MELHOR PRA VOCÊ, se vc se da bem com LOW CARB, ÓTIMO !!! você achou o que é bom pra você ! MAS ela não é O ÚNICO, e muito menos o MELHOR tipo de dieta, é apenas uma ALTERNATIVA* tao boa quanto as outras.  Espero que eu tenha contribuído com o tópico, abraço !
  2. Gostei
    Gos deu reputação a icaro.santosMP em Escolha que fiz na vida profissão nutricionista - depressão Ajuda!!   
    Vejo um tópico desse e sem ofensas ao criador, mas como temos gente iludida no mundo que não sabe nem o que é problema de verdade na vida. Que não recebeu nem uma ligação de cobrança na vida, se preocupando e se matando por cada coisa .. Podendo tá agradecendo a Deus e a vida pela oportunidade de ter o que já tem e a possibilidade de alcançar algo maior. Enquanto isso, vejo gente que se fode pra sustentar seus filhos ganhando um salário mínimo, exemplos meus dentro da família, e que sorriem mais que eu.
     
    Muitos transformam a vida num quebra-cabeça mais difícil do que ela é de fato.
  3. Gostei
    Gos deu reputação a Vecchio em Escolha que fiz na vida profissão nutricionista - depressão Ajuda!!   
    Rodrigo, algo lhe fez escolher arquitetura. Depois você mudou para Nutrição. Diante de uma constatação que lhe desafia, você cogita, entre outras decisões, mudar de área pela terceira vez. Em outra mensagem você usou a palavra "depressão". Na sua idade eu quase comecei uma trajetória dessas. 
     
       Em acréscimo ao que algumas mesagens que já lhe foram dirigidas, eu sugiro a você uma visita a um profissional de psicologia. Ali você conversaria sobre estas questões (depressão, perdas na família, perdas no amor) e também poderia confirmar suas aptidões em um teste vocacional. Afinal de contas eu não duvido, mas seria raro encontrar alguém com aptidões tanto pra área de exatas (Arquitetura) quanto para a área biológica (Nutrição). Ouvi dizer que algumas mentes privilegiadas conseguem agregar tais características, por exemplo, os médicos cirurgiões. 
     
       E acrescentaria por último o seguinte: por frequentar um fórum com este, penso que uma de suas paixões envolva esse mundo (bodybuilding, powerlifting, strongman, LPO, crossfit, calistenia, etc), você poderia já ir direcionando seus estudos para um mestrado em nutrição desportiva. Por ir direcionando, entenda a seleção de disciplinas optativas, elaboração de um TCC que possa ser feito lenta e progressivamente ao longo de uns dois anos, por exemplo , combinado com um contato sólido com algum programa de pós-graduação (mestrado) onde seu TCC seja de interesse. Isso iria colocá-lo em um patamar de destaque para poder atuar como autônomo, garantindo-lhe consultas em preços mais altos. Atuar como autônomo nesse patamar, sinceramente, com todas as reviraoltas que andam acontecendo no governo, pode, quem sabe, ser até mais seguro do que ser servidor público.
     
    Um abraço e boa sorte
  4. Gostei
    Gos deu reputação a enebt em Escolha que fiz na vida profissão nutricionista - depressão Ajuda!!   
    Tu fumou o que hein cara?
     
    Tu acha que vai sair da faculdade ganhando rios de dinheiro?
    Essa geração é incrível mesmo, já quer ganhar seus 10 mil reais sem nem ao menos ter nem botado a mão na massa. Ou você acorda pra vida e começa a enxergar o mundo do jeito que ele é, ou... Ai vai de você.
     
    Leia esse texto no spoiler, mas é melhor você clicar no link direto da fonte pra ter uma melhor visualização
     
    Então você quer ser um sucesso com 20 e poucos anos?
         
    http://projetofreelifestyle.blogspot.com.br/2014/08/entao-voce-quer-ser-um-sucesso-com-20-e.html
  5. Gostei
    Gos deu reputação a Bruno Rafaelt em Escolha que fiz na vida profissão nutricionista - depressão Ajuda!!   
    Bom... Não sei qual cidade vc mora, mas eu moro no interior de sp, tenho 23 anos, ganho 1100, tenho um carro, uma moto e consigo fazer muitas viagens, não tenho um carro do ano, mto menos a moto que é do ano 84, as viagens nunca foram cheias de luxo, quase sempre acampando na minha adorável barraca, agora imagina vc ganhando 2000 e sua esposa mais 2000, isso dá 4mil, tem muito pai de família que sustenta uma família inteira com um salario minimo (788), na minha opinião vc é um garoto mimado com medo de perder as regalias que tem hoje em dia, bem vindo a selva jovem.
     
    Outro detalhe que esqueci, trabalho desde os 16 anos, lembro como se fosse hoje quando ganhei meu primeiro salário, 350 reais, foi o dia mais loco da minha vida, se vc já trabalhou vc trabalha desde quando?
  6. Gostei
    Gos deu reputação a leonardooosouza em Escolha que fiz na vida profissão nutricionista - depressão Ajuda!!   
    Eu queria saber da onde você tirou que nutricionista ganha só isso?
    Só se você quiser ser um 'nutricionista de gaveta' que fica passando dieta Ctrl+C Ctrl+V o dia inteiro. Ai tu vai ter um salario bem merda assim.
    Mas se você elaborar dietas individuais de verdade tu cresce mto rápido e ganha mto mais.
    Ou mesmo se você trabalhar em qualquer cozinha industrial ou em qualquer cargo publico você ganha 4mil brincando.
    Minha ex-professora mesmo, tem só uma especialização em nutrição e dá aulas em curso técnico. Teve um mês que descontaram mil reais de impostos do salario dela e ela nem ligou, ou seja, imagine quanto é o salario bruto dela pra mil reais não fazerem falta. Isso num curso técnico... Se você estudar de verdade, fazer um doutorado, você pode dar aulas em curso superior de qualquer facul. Pronto, já ganha 8/9 mil brincando também, só pra ficar lendo slides, respondendo umas perguntas bestas e dando 0 pros seus alunos. Ou 10, caso você seja um bom professor.
    A área de nutrição é mto mais ampla do que você pesquisou ai, amigo. Pesquise mais.
  7. Gostei
    Gos deu reputação a Marombeiro4ever em Escolha que fiz na vida profissão nutricionista - depressão Ajuda!!   
    Brasileiro tem o péssimo habito de se espelhar nos "ruins". Amigo uma coisa eu lhe digo, seu sucesso e o retorno financeiro dependem apenas do seu empenho. Empenho médio = salario médio
    Empenho hard = salario hard!
    Inspira-se nos melhores, quer um exemplo de nutricionista que ganha MUITO bem? Rodolfo Peres. Ficar inspirando na maioria, você só será mais um. 
  8. Gostei
    Gos deu reputação a Murer em Escolha que fiz na vida profissão nutricionista - depressão Ajuda!!   
    Eu sou formado em TI e poderia ter uma carreira solida e tranquilo no negócio da família ser um contador e ganhar isso q vc quer ganhar de boa mas eu odeio essa profissão.
    Hj trabalho como operador de máquinas em uma empresa ótima e tenho um salário razoável .
    Uma esposa maravilhosa q trabalha tb e 2 filhos saudáveis e lindos.
    O q mais posso querer.

    Enviado de meu GT-I9082L usando Tapatalk


  9. Gostei
    Gos deu reputação a iago.pereira em Escolha que fiz na vida profissão nutricionista - depressão Ajuda!!   
    Mano, se você parou um momento para refletir sobre a vida, como você menciona no início do post, acredito que passou pela sua cabeça que seja com um salário mínimo seja com um super—salário todos, todos mesmo, teremos o mesmo fim, a morte.

    O importante, irmão, é ser feliz hoje!

    A felicidade não está vinculada com o diploma nem com salário.

    A felicidade é agora.

    Enviado do meu Mi usando o Tapatalk.


    Se você quer dinheiro, coisa essa que não garante felicidade tampouco uma família estável, estuda o medicina, engenharia, direito.

    Já que você gosta de nutrição, seja um professor universitário, remunera muito bem.

    Deixa de arrumar desculpas, arrume soluções!

    Enviado do meu Mi usando o Tapatalk.


  10. Gostei
    Gos deu reputação a MonsterFreak em 20 Mitos Da Nutrição Derrubados Pela Ciência   
    A nutrição atual está cheia de bobagens. Apesar dos avanços claros na ciência, os velhos mitos parecem está em qualquer lugar. Aqui estão 20 mitos tradicionais que foram desmascarados por pesquisas científicas.       Mito 1: a dieta mais saudável é a de baixo teor de gordura, com muito carboidrato Várias décadas atrás, toda a população foi aconselhada a comer um baixo teor de gordura, dieta rica em carboidratos ( 1 ). Na época, nenhum estudo demonstrou que esta dieta realmente pode prevenir a doença. Desde então, muitos estudos de alta qualidade foram feitos, incluindo a Iniciativa de Saúde da Mulher, que é o maior estudo de nutrição na história. Os resultados eram claros ... esta dieta que não causa perda de peso, preveni o câncer ou reduz o risco de doença cardíaca ( 2 , 3 , 4 , 5 ).       Mito 2: sal deve ser restrito, para baixar a pressão arterial e reduzir os ataques cardíacos e derrames O mito do sal ainda está vivo, embora nunca tenha havido qualquer bom suporte científico para isso. Apesar da redução de sal reduzir a pressão arterial por 1-5 mm / Hg, em média, isso não tem qualquer efeito sobre ataques cardíacos, acidentes vasculares cerebrais ou morte ( 6, 7 ). Claro, se você tiver uma condição médica como hipertensão sensível ao sal, você pode ser uma exceção ( 8 ). Mas o conselho da saúde pública que todo mundo deve reduzir sua ingestão de sal (e tem que comer comida sem sal e sem graça) não se baseia em evidências.       Mito 3: É melhor comer muitas refeições pequenas ao longo do dia para "Acelerar o metabolismo" Estudos discordam claramente com isso. Comer 2-3 refeições por dia tem exatamente o mesmo efeito sobre o total de calorias queimadas como comer 5-6 (ou mais) pequenas refeições ( 9 , 10 ). Há estudos que mostram que até mesmo comer muitas vezes pode ser prejudicial ... um novo estudo saiu mostrando recentemente que refeições mais freqüentes aumentaram dramaticamente gordura abdominal em uma dieta de alto teor calórico ( 11 ).       Mito 4: Gemas devem ser evitadas porque elas são ricas em colesterol, o que leva a doença cardíaca O colesterol na dieta tem muito pouco efeito sobre o colesterol no sangue, pelo menos para a maioria das pessoas ( 12 , 13 ). Os estudos mostraram que os ovos elevam o "bom" colesterol e não aumentam o risco de doença cardíaca ( 14 ). Uma revisão de 17 estudos com um total de 263.938 participantes mostraram que a ingestão de ovos não teve nenhum efeito sobre o risco de doenças cardíacas ou acidente vascular cerebral em indivíduos não-diabéticos ( 15 ). No entanto ... tenha em mente que alguns estudos descobriram um aumento do risco de ataque cardíaco em diabéticos que comem ovos ( 16 ). Dizer às pessoas para jogar as gemas fora pode ser considerado o conselho mais ridículo da história da nutrição.       Mito 5: Trigo Integral é um alimento saudável, e é essencial para uma dieta "equilibrada" Trigo tem sido importante para dieta durante um tempo muito longo, mas mudou devido à manipulação genética na década de 1960. O "novo" trigo é significativamente menos nutritivo do que as variedades mais velhas ( 17 ). Estudos preliminares mostraram que, em comparação com trigo mais velhos, trigo moderno pode aumentar os níveis de colesterol e marcadores inflamatórios ( 18 , 19 ). Ela também causa sintomas como dor, inchaço, cansaço e redução da qualidade de vida em pacientes com síndrome do intestino irritável ( 20 ). Além disso, não vamos esquecer que o rótulo "grão integral" é uma piada ... esses grãos foram geralmente pulverizados em farinha muito fina, para que eles tenham efeitos metabólicos semelhantes aos grãos refinados.       Mito 6: Gordura saturada aumenta o colesterol LDL no sangue, aumentando o risco de ataques cardíacos Vários estudos de revisão maciça têm mostrado recentemente que a gordura saturada não está ligada a um aumento do risco de morte por doença cardíaca ou acidente vascular cerebral ( 21 , 22 , 23 ). A verdade é que as gorduras saturadas elevam o HDL (o "bom" colesterol) e alteram aspartículas de LDL de pequenas para grande, que é ligado a risco reduzido ( 24 , 25 ,26 ).       Mito 7: O café é insalubre e deve ser evitado O café tem sido considerado insalubre, principalmente por causa da cafeína. No entanto, a maioria dos estudos realmente mostram que o café tem poderosos benefícios. Isto pode ser devido ao fato de que o café é a maior fonte de antioxidantes na dieta ocidental, superando os frutos e legumes. ( 27 , 28 , 29 ). Os bebedores de café têm um risco muito menor de depressão, diabetes tipo 2, doença de Alzheimer, Parkinson ... e alguns estudos ainda mostram que eles vivem mais tempo do que as pessoas que não bebem café ( 30 , 31 , 32 , 33 , 34 ).       Mito 8: comer gordura faz você ficar gordo ... por isso, se você quer perder peso, você precisa comer menos gordura Na verdade, as dietas que são ricas em gorduras (mas pobre em carboidratos) consistentemente levam a mais perda de peso do que dietas de baixa gordura, mesmo quando os grupos de baixa gordura restringem calorias ( 35 , 36 , 37 ).       Mito 9: Uma dieta rica em proteínas aumenta a pressão sobre os rins e aumenta o risco de doença renal Embora seja verdade que as pessoas com doença renal devem cortar proteína, isso é absolutamente não verdadeiro para pessoas saudáveis. Numerosos estudos, mesmo em atletas que comem grandes quantidades de proteína, mostram que um alto consumo de proteína é perfeitamente seguro ( 38 , 39 , 40 ). Na verdade, uma maior ingestão de proteína diminui a pressão arterial e ajuda na luta do diabetes tipo 2 ... que são dois dos principais fatores de risco para insuficiência renal ( 41 , 42 ). Também não vamos esquecer que a proteína reduz o apetite e ajuda na perda de peso, e a obesidade é outro fator de risco para insuficiência renal ( 43 , 44 ).       Mito 10: produtos lácteos são ricos em gordura saturada e calorias ... aumentando o risco de doenças cardíacas e obesidade Os estudos não suportam isso. Comer produtos lácteos cheios de gordura não está associado a doenças cardíacas e está ainda associado a um menor risco de obesidade ( 45 ). Nos países onde as vacas são alimentados com capim , comer laticínios full-gordura é realmente associado com um risco 69% menor de doença cardíaca ( 46 , 47 )..       Mito 11: Todas as calorias são iguais, não importa quais os tipos de alimentos são provenientes É simplesmente falso que "todas as calorias são criados iguais ". Diferentes alimentos passam por diferentes vias metabólicas e têm efeitos diretos sobre a queima de gordura, os hormônios e os centros cerebrais que regulam o apetite ( 48 , 49 , 50 ). Uma dieta rica em proteínas, por exemplo, pode aumentar a taxa metabólica por 80 a 100 calorias por dia e significativamente reduzir o apetite ( 51 , 52 , 53 ).       Mito 12:Alimentos com baixo teor de gordura são saudáveis porque tem poucas calorias e gordura saturada Quando as diretrizes de baixo teor de gordura surgiram pela primeira vez, os fabricantes de alimentos responderam com todos os tipos de baixo teor de gordura falando que eram " alimentos saudáveis ". O problema é ... esses alimentos ficam com gosto horrível quando a gordura é removida, de modo que os fabricantes de alimentos adicionam um monte de açúcar para evitar isso. A verdade é que o excesso de açúcar é incrivelmente prejudicial , enquanto a gordura naturalmente presente nos alimentos não é ( 55 , 56 ).       Mito 13: Consumo de Carne vermelha aumenta o risco de todos os tipos de doenças ... incluindo doenças cardíacas, diabetes tipo 2 e câncer Os maiores estudos (um com mais de 1 milhão de pessoas, o outro com mais de 400 mil) mostram que carne vermelha não processada, não está ligada a doenças cardíaca ou diabetes tipo 2 ( 57 , 58 ). Dois estudos de revisão também têm demonstrado que a ligação com o câncer não é tão forte como algumas pessoas gostariam que você acreditasse. A associação é fraca em homens e inexistente nas mulheres ( 59 , 60 ).       Mito 14: As únicas pessoas que devem evitar glúten são pacientes com doença celíaca, Cerca de 1% da população Alega-se frequentemente que ninguém se beneficia de uma dieta livre de glúten, exceto pacientes com doença celíaca. Esta é a forma mais grave de intolerância ao glúten, que afeta menos de 1% das pessoas ( 61 , 62 ). Mas outra condição chamada de sensibilidade ao glúten é muito mais comum e pode afetar cerca de 6-8% das pessoas, embora não existam boas estatísticas disponíveis ainda ( 63 , 64 ). Os estudos mostraram também que as dietas sem glúten podem reduzir os sintomas da síndrome do intestino irritável, esquizofrenia, autismo e epilepsia ( 65 , 66 , 67 , 68 ). No entanto ... as pessoas devem comer alimentos que são naturalmente sem glúten (como plantas e animais), não sem glúten “processado” .Junk food sem gluten ainda é junk food. Mas tenha em mente que a situação glúten é realmente muito complicada e não há respostas claras ainda. Alguns novos estudos sugerem que pode haver outros compostos no trigo que provocam alguns problemas digestivos, e não o próprio glúten.       Mito 15: para perder peso basta ter Força de Vontade, comer menos e exercitar mais A perda de peso (e ganho) é frequentemente associada a força de vontade e quantidade de kcal ingeridas Mas isso é completamente impreciso. O corpo humano é um sistema biológico altamente complexo com várias hormonas e centros cerebrais que regulam quando, o quê e quanto nós comemos. Genética, hormônios e vários fatores externos têm um enorme impacto sobre o peso corporal (69 ). Junk food pode também ser absolutamente viciante , fazendo as pessoas, literalmente, perder o controle sobre seu consumo ( 70 , 71 ). Embora ainda seja responsabilidade do indivíduo de fazer algo sobre o seu problema de peso, culpar a obesidade em algum tipo de falha moral é inútil e impreciso.       Mito 16: gorduras saturadas e gorduras trans são similares ... Eles são o "mau" que precisamos evitar É verdade que as gorduras trans são prejudiciais. Elas estão ligados à resistência à insulina e problemas metabólicos, aumentando drasticamente o risco de doença do coração ( 72 , 73 , 74 ). No entanto, a gordura saturada é inofensiva, por isso não faz absolutamente nenhum sentido agrupar os dois juntos. Curiosamente, essas mesmas organizações também aconselham-nos a comer óleos vegetais como soja e óleo de canola. Um estudo descobriu que 0,56-4,2% dos ácidos graxos em si são as gorduras trans tóxicas ( 75 )!       Mito 17: Proteína rouba cálcio dos ossos e aumenta o risco de osteoporose A verdade é que uma alta ingestão de proteína está ligada a um risco maciçamente reduzido de osteoporose e fraturas na velhice ( 76 , 77 , 78 ). Este é um exemplo de onde seguir cegamente a sabedoria convencional nutricional terá o efeito oposto do que se pretendia!       Mito 18: Dietas Low-Carb são perigosas e aumentam o risco de doença cardíaca Low-carb têm ganhado popularidade. Profissionais da nutrição têm constantemente nos advertido que estas dietas vão acabar entupindo nossas artérias. No entanto, desde o ano de 2002, mais de 20 estudos têm sido realizados sobre a dieta low-carb. Dietas de baixo carboidrato realmente causam mais perda de peso e melhoram a maioria dos fatores de risco para doenças do coração mais do que a dieta de baixa gordura ( 79 , 80 ). Muitos "especialistas" ainda alegam que tais dietas são perigosas, em seguida, continuam a promover o dogma do baixo teor de gordura ,que a ciência tem demonstrado que é totalmente inútil. Claro, as dietas de baixo carboidrato não são para todos, mas é muito claro que elas podem ter grandes benefícios para as pessoas com obesidade, diabetes tipo 2 e síndrome metabólica ... alguns dos maiores problemas de saúde no mundo ( 81 , 82 ,83 , 84 ).       Mito 19: O açúcar é prejudicial Principalmente porque fornece calorias "vazias" Praticamente todos concordam que o açúcar não é saudável quando consumidos em excesso. Mas muitas pessoas ainda acreditam que é ruim apenas, porque ele fornece calorias vazias. Quando consumidos em excesso, o açúcar pode causar graves problemas metabólicos ( 85 , 86 ). Muitos especialistas acreditam que o açúcar pode ser a condução de alguns dos maiores assassinos do mundo ... incluindo obesidade, doenças cardíacas, diabetes e até mesmo câncer ( 87 , 88 , 89 , 90 ). Embora o açúcar seja bom em pequenas quantidades (especialmente para aqueles que são fisicamente ativos e metabolicamente saudáveis), pode ser um desastre completo quando consumido em excesso.       Mito 20: Sementes refinadas, óleos vegetais como óleos de soja e milho diminuem o colesterol e são super saudáveis. A verdade é que vários estudos têm mostrado que estes óleos aumentam o risco de morte, a partir de ambas as doenças de coração e do cancro ( 91 , 92 , 93 ). Mesmo que estes óleos tenha sido mostrados como causa de doença cardíaca e morte de muitas pessoas, as organizações de saúde tradicionais ainda nos dizendo para comê-los. Quando se substitui alimentos reais por alimentos processados, você se torna vulnerável a engordar e adoecer. Quantas décadas à mais de "pesquisa" será preciso para descobrir isso?  
     
     
    Fonte:http://authoritynutrition.com/20-mainstream-nutrition-myths-debunked/
  11. Gostei
    Gos deu reputação a Torf em 20 Mitos Da Nutrição Derrubados Pela Ciência   
    Tópico que deveria ser leitura obrigatória!

    Acho interessante quebrar paradigmas que ficam marcados na sociedade através da repeticäo, sem que houvesse qualquer relacäo científica para tal. Vai passando de boca em boca e qualquer pessoa, dos 10 aos 100 anos, vai pensar que comer mais que uma gema de ovo por dia näo é saudável.

    Achei legal também as quase 100 referências para suportar o que foi dito. O próximo passo será passar o olho uma por uma. =)

    Excelente contribuicäo! Vindo do MonsterFreak é isso que se espera (alto nível).
  12. Gostei
    Gos deu reputação a dadoppler em Músculos de tamanho normal podem ser melhores do que músculos de fisiculturistas   
    @tópico: 
    Acho que isso esclarece aquela velha premissa de que nem todo músculo grande é, necessariamente, forte. Por isso muitos powerlifters (amadores ou ali no meio-termo) não usam ou usam poucos hormônios, com finalidades de recuperação muscular/articular, por não impactar tanto no progresso de sua força - opinião minha. 
    Tem um artigo no site Strength Theory, do Greg Nuckols, que fala sobre isso também. Link: http://www.strengtheory.com/the-science-of-steroids/
    - "You see, steroids don’t directly make you stronger. They directly make you bigger. They cause your muscles to synthesize more protein, but there’s more to strength than muscle protein accretion. There is a relationship between “bigger” and “stronger” (obviously), but the relationship isn’t 1 to 1."
    -"This notion is borne out in further research (Yu, 2014), comparing strength and muscle characteristics between lifetime drug free lifters and long-term steroid users. In this study, the steroid users had larger legs and more lean mass, but the drug free lifters squatted considerably more relative to lean body mass and leg muscle volume. Each pound of leg muscle for the drug free lifters could produce more force than a pound of leg muscle for the steroid users."
     
    Acompanharei o tópico em futuras discussões.
     
    Abraços!
  13. Gostei
    Gos deu reputação a Mklek em Músculos de tamanho normal podem ser melhores do que músculos de fisiculturistas   
    De acordo com um novo estudo da Universidade Metropolitana de Manchester, no Reino Unido, um grama do músculo de fisiculturistas produz menos força do que uma grama do músculo de não fisiculturistas.
    Isso parece indicar que a “qualidade muscular” é menor nos chamados “bodybuilders” do que em pessoas com músculos de um tamanho normal.
    Ressalvas
    O principal cientista do estudo, Hans Degens, admite que ficou surpreendido com os resultados, e que mais pesquisas precisam confirmar essa suposição antes de falarmos absolutamente que os músculos marombados são mais fracos.
    Mas, com certeza, algo está acontecendo aí.
    “Parece que o crescimento muscular excessivo pode ter efeitos prejudiciais sobre a qualidade do músculo, e as pessoas podem estar melhores com músculos de tamanho normal do que com músculos grandes, metabolicamente mais exigentes”, disse Degens em entrevista ao jornal britânico The Telegraph.
    Tipos de força
    Degens explica que o torna os fisiculturistas fortes é a sua massa. Eles têm tanta massa que isso ajuda a compensar a fraqueza grama-a-grama dos músculos. Isso explica por que eles conseguem levantar pesos enormes
    No entanto, sua equipe descobriu que atletas de atividades intensas, tais como velocistas, que não levantam pesos, têm mais força em cada grama de músculo quando comparado com os fisiculturistas.
    As descobertas foram publicadas na revista científica Experimental Physiology.
    O estudo
    Os pesquisadores coletaram amostras musculares das coxas de doze fisiculturistas do sexo masculino, de seis atletas de intensidade como corredores de velocidade, e de quatorze homens fisicamente ativos, mas que não levantavam peso.
    As fibras musculares individuais foram isoladas e testadas para determinar o quão rápido e com que força contraíam. Os resultados destas experiências permitiram que os cientistas fizessem uma avaliação da qualidade do músculo.
    Em contraste com os fisiculturistas, atletas de intensidade pareciam ter um melhor nível de qualidade muscular.
    Isso parece mostrar que o método de treinamento tem um impacto na qualidade do músculo, mas os cientistas ainda não sabem explicar por quê.
    Proteínas
    Por enquanto, a equipe só tem teorias.
    “Nós não tivemos nenhuma indicação de que as proteínas gerando força — proteínas musculares-motoras — funcionam menos em fisiculturistas, mas pode ser que eles tenham menos proteínas por grama de músculo”, sugere Degens.
    Como um próximo passo, seria interessante ver que aspecto do treinamento dos fisiculturistas causa esta diminuição na qualidade muscular, de acordo com os pesquisadores.
     
    http://hypescience.com/por-que-musculos-de-tamanho-normal-podem-ser-melhores-do-que-musculos-marombados/
    http://bigthink.com/ideafeed/bodybuilding-may-not-give-you-the-power-you-seek-but-youll-look-damn-good
    http://www.telegraph.co.uk/news/newstopics/howaboutthat/11900273/Wimps-are-stronger-than-bodybuilders-study-finds.html

  14. Gostei
    Gos deu reputação a Guiguera em Fotos Do Seu Auge Natural   
    auge obviamente nas fotos de baixo rs são de 2013. Dieta high carb (sim, tu leu certo) high protein e low fat. Treinando 6x na semana, sem cardio. Ps: sou endomorfo.

  15. Gostei
    Gos deu reputação a Luís Guadagnin em Falsidade entre vloggers maromba!   
    ERRADO.
    Ele falou que a Nutrimundo e a Omega Nutrition entraram na justiça pra impedir a divulgação de laudos. Mas ele não tem os resultados dos laudos ainda. Nenhuma irregularidade foi comprovada até agora. (não estou defendendo ninguém, só esclarecendo os fatos. Se alguém é contra a divulgação de laudos, é porque tem algo a esconder)
    Porém o Ander veio falar bosta pra variar e o Félix falou que vai meter um processo no Ander também. E tá merecendo mesmo, o Ander vem passando informação errada desde que o mundo se entende por mundo. Outro que vinha mentindo há muito tempo era o Felipe Franco, que finalmente largou a NeoNutri. Atletas/vloggers desse nível tem plenas condições de migrar pra uma marca melhor. Se os fãs não valem o pouco dinheiro a menos que eles vão receber, eles também não merecem os fãs.
    Lembrando que o problema da adulteração de whey não é exclusividade brasileira. Entra em qualquer fórum gringo aí que você vai ver mutirões organizados pra enviar suplementos pra análise. Muitas marcas famosas já foram flagradas assim, incluindo a Dymatize. (whey que brasileiros pagam 500 reais por ser de qualidade top)
  16. Gostei
    Gos deu reputação a busarello em Dobrar a dose de cafeína (de 420mg para 840mg).   
    Embora alguns individuos apresentem maior tolerância a estimulantes, o fato de 420mg de cafeina não surtirem efeito aliado a informação de " ser viciado em café" apontam para problemas no SNC - abuso de estimulantes. Ao invés de dobrar a dose o ideal é reduzir: Pare de suplementar cafeina e reduza (até zerar) o consumo de café. Quando conseguir ficar um tempo sem café (alguns meses), reinsira a cafeina e veja o resultado.
  17. Gostei
    Gos deu reputação a C.Golden em Mais Novo Guru Do Anabolismo   
    Não tem graça competir sabendo que vai ganhar.
  18. Gostei
    Gos deu reputação a muxado em Fotos Do Seu Auge Natural   
    Se o cara segue a dieta a risca ( a parte mais difícil pra quem treina na minha opinião em todos sentidos, tanto vc flexibilizar a alimentação com sua rotina, tanto pela monotonia) os resultados surpreendem sim, não dá pra ser leviano e menosprezar o resultado dos outros, ah tá hormonizado! lance um desafio a vc mesmo, treine e siga a dieta a risca durante 6 meses, faça isso e vão duvidar de vc, garanto! tenho amigos que treinam a 3 anos até de forma bacana mas com shape de quem acabou de receber a ficha na academia, até se dedicam bem aos treinos sim verdade! mas adoram uns gorós, noitadas todo fds, e se falar de dieta vai perguntar, "esse bicho morde ?!" portanto digo e afirmo quem treina e segue dieta a risca, anote o que estou dizendo cedo ou tarde vão duvidar de vc! Lógico existem os contrassensos, mas quem tá jogando limpo aqui vai se identificar com o que estou dizendo!
  19. Gostei
    Gos deu reputação a gabrielwhey em Fotos Do Seu Auge Natural   
    Qual o Segredo? Está pesando o alface, tomando batata doce em pó, arrepiando nos Carbos?
  20. Gostei
    Gos deu reputação a YasuoComDedos em Fotos Do Seu Auge Natural   
    O pior de tudo é quando eles realmente ficam....
  21. Gostei
    Gos deu reputação a Nico em Fotos Do Seu Auge Natural   
    Natural
  22. Gostei
    Gos deu reputação a RangelRS em Fotos Do Seu Auge Natural   
    Boa tarde pessoal,no início desse tópico postei a foto final do meu "cutting eterno" com 78kg....pois ja pesei 160kg (obeso),quem quiser ver estão na página 14, depois disso iniciei uma manutenção e logo após um slow bulking,como fiquei com muito receio de engordar de novo,quase que um trauma na verdade rs,não tive grandes ganhos em termos de volume,mas to conseguindo uma proporção legal...to com 85-86kg atualmente e logo mais parto pra um segundo cutting,conforme eu ver que o BF começar a ficar alto demais...

    MEDIDAS ATUAIS
    Altura: 178cm
    Peso:85-86kg
    Cintura: 84cm
    Ombros:131 cm
    Peito:115cm
    Coxas 56 cm
    Panturrilhas: 39cm
    Braços:39cm
    Antebraços: 31cm



  23. Gostei
    Gos deu reputação a hellgod em [Artigo] Os 3 Grandes Levantamentos Não São O Suficiente Para Ganhos   
    Dá pra crescer só fazendo o básico, com certeza. A questão é como e pra que. A grande maioria das pessoas sequer periodiza repetições, quanto mais séries, volume, frequência e intensidade. No supino são séries de 10 até a falha, ou então uma pirâmide, e só. Claro que treinando assim vai estagnar, sem falar no psicológico que perde foco e motivação por estar fazendo sempre a mesma coisa. Se só num banco de supino reto existem inúmeras variações possíveis, por que não tentar? Quando falamos em fazer o básico, focar nos compostos, não queremos dizer para fazer uma única variação o resto da vida, e sim para não tornar o treino majoritariamente isoladores, máquinas e técnicas e intensidade. Só um exemplo de alguns exercícios que utilizo no banco reto (meu foco é força, mas pode ser aplicado para hipertrofia também) que são variáveis do supino reto, ou seja, todos são básicos/compostos de mecânica semelhante:

    Supino reto com pegada na largura competitiva (pausado, touch and go, com arco, sem arco)
    Supino fechado (pausado, touch and go, com arco, sem arco)
    Supino reto com pegada levemente mais estreita ou mais larga (pausado, touch and go, com arco, sem arco)
    Supino reto "spoto press"
    Supino reto estilo paraolímpico
    Supino reto - "dead bench"
    Supino reto no chão - "floor press"
    JM Press
    Supino reto com duas pausas
    Supino inverno (touch and go e pausado)
    Encaixe "lock out"
    Variações com halteres
  24. Gostei
    Gos deu reputação a Picanha em [Artigo] Os 3 Grandes Levantamentos Não São O Suficiente Para Ganhos   
    Eu tenho pouco tempo de fórum, mas até hoje nunca vi ninguém aqui dizer que somente os três são suficientes. Existe uma grande diferença entre dizer que são essenciais num treino, a dizer que todo o treino deve ser composto apenas por eles.
  25. Gostei
    Gos deu reputação a Norton em [Artigo] Os 3 Grandes Levantamentos Não São O Suficiente Para Ganhos   
    Mesmo se usar só os 3 grandes há uma variação enorme quanto a forma de uso. Pode-se usar com baixo número de repetição, com altas repetições, carga alta/moderada/baixa, visando hipertrofia/força ou condicionamento, fazer uso de variações dos 3 grandes, que visam outro músculo alvo, o terra pode-se controlar também a fase excêntrica, o autor apenas disse que em competição não fazem isso, mas nada impede você de fazer, alias sempre fiz assim pelo medo de estragar o piso.

    Ou seja a variação quanto o uso dos três grandes pode ser enorme, depende apenas do seu objetivo, eu gosto deles porque me economizam tempo, utilizo deles com baixa repetição/alta carga, altas repetições/carga média e também baixa carga/altíssimas repetições. Treino depende do gosto de cada um, se dá para obter boa hipertrofia só com os 3 grandes, com toda certeza, mas pode-se ir bem além disso.
×
×
  • Criar Novo...