Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

wsd-

Membro
  • Total de itens

    126
  • Registro em

  • Última visita

1 Seguidor

Profile Information

  • Objetivo
    Ganho de massa muscular
  • Peso
    76
  • Altura
    184
  • Idade
    23

Últimos Visitantes

586 visualizações

Conquistas de wsd-

Cientista Marombeiro

Cientista Marombeiro (7/14)

  • Marinheiro de primeira viagem
  • Ajudante
  • Positivista
  • Sobreviveu por uma semana
  • Sobreviveu por um mês

Medalhas Recentes

50

Reputação

  1. Salve, rapaziada. To tentando manter uma rotina de treino e buscar aos poucos evolução de força/tamanho. Meu treino está da seguinte forma: A - pull 1. Supino inclinado barra (3x10~12) 2. Supino reto barra (3x10~12) 3. Crucifixo halter (3x10~12) 4. Desenvolvimento máquina (3x12~15) 5. Elevação lateral (3x12~15) 6. Triceps testa com barra W (3x10~12) 7. Triceps corda (3x10~12) (Aqui encontro um problema, pois gostaria de treinar as 3 partes do ombro, mas o treino ficaria muito volumoso) B - Push 1. Remada curvada máquina (3x10~12) 2. Remada serrote (3x10~12) 3. Puxada frontal (3x10~12) 4. Pulldown (3x10~12) 5. Biceps rosca barra W (3x10~12) 6. Rosca concentrada (3x10~12) C - Pernas 1. Hack (3x10~12) 2. Afundo halteres (3x10~12) 3. Extensora (3x10~12) 4. Flexora (4x10~12) 5. Panturrilha máquina (4x12~15) Após cada dia de treino eu corro 2km na esteira em média intensidade. Os senhores teriam alguma sugestão, principalmente no que diz respeito ao treinamento das partes anterior e posterior de ombro sem deixar o treino muito volumoso? Inicialmente pensei em separar um dia só para ombro, fazendo ABCD. Alguns colegas, contudo, me sugeriram treinar apenas peito e ombro no treino A, inserindo mais exercícios de ombro, e treinar costa biceps e tríceps no treino B.
  2. tomar na validade já pode dar coleteral, imagine vencido kkkkk
  3. Já estive em posição semelhante à sua. No começo, nos 6 primeiros meses, ganhava peso quase todos os meses. Depois, comecei a notar que não mudava mais. Estava estagnado Comia muito, principalmente pão, ovo, macarrão, frango e carne, fora os shakes que eu me forçava a tomar, compostos de aveia, leite, hipercalórico, nescau... Comer havia se tornado um fardo. Um belo dia, taquei o foda-se pra esse sacrifício de me forçar a comer muito sempre e coloquei na cabeça que meu único compromisso seria ir treinar todos os dias, focar em aprender a executar os exercícios o mais corretamente possível e ia comer igual gente, evitando besteiras, doces, etc. Meu físico melhorou consideravelmente fazendo isso. Não sei se pode funcionar pra você, mas pra mim deu certo. E o mais engraçado: o peso não mudou, mas a aparência sim. (e eu tomava creatina da Growth)
  4. salve pessoal, boa tarde. tenho 23 anos e em um ano as "entradas" da minha cabeça já estão me incomodando esteticamente. além das entradas, sinto que meu cabelo está mais ralo com o passar do tempo. alguém já teve problema semelhante? conseguiu resolver? minoxidil? finasterida? em 2020 fiz um ciclo de boldenona e enantato, acham que isso pode ter acelerado o processo de calvície?
  5. meu amigo, com 4h de expediente diário dá pra estudar, ter duas familias e treinar. vamos lá: 8h ao 12h - trabalho 12h30 - almoço 13h - 18h (???) 19h em diante... - cuidar dos seus irmãos. além disso, que horas seus irmãos dormem? depois que eles dorme, não dá pra dar uma estudada de leve? com 2h - 3h de estudo focado dá pra passar tranquilamente no ENEM (a não ser que vc queira medicina, aí o buraco é mais embaixo)
  6. É preciso muita coragem não só pra reconhecer o mal que as redes sociais nos causam, mas também pra agir no sentido de lutar contra esse mal. Meus amigos todos me falam: "para com essa frescura de sair do instagram, todo mundo tem." Hoje consigo ler mais, conversar com alguém olho no olho, estar presente no momento, estudar, ir para a academia, etc. Há tempo de sobra desde que decidi que seria menos ativo em rede social. Muitas vezes a rede social é uma fuga/anestesia de um incômodo ou insatisfacaõ. Parece que sem ela eu sou obrigado a olhar a realidade dos fatos e a me deparar com verdades crueis sobre a minha vida: não sou tão competente, shaypado, atraente quanto eu gostaria. Não ganho tanto quanto eu gostaria. E isso me joga pra frente. Com a rede, quando esses incomodos apareciam, eles rapidamente eram anestesiados por uma rolada no feed. Parece que não tinham tempo de solidificar-se dentro do meu espírito a ponto de se tornar uma mudanca a longo prazo.
  7. Bacana observar que essa é uma história que se repete ao longo do tempo: um período isolado seguido de um período de glória/sucesso. Poderia dizer qual cargo vc passou irmaõ?
  8. Caramba, meu amigo. Seu comentário foi um soco no estômago. Guardarei essa frase: não existe equilíbrio em competicões.
  9. Cara, no que diz respeito a estudos, sair das redes sociais foi fundamental. Para passar num vestibular, você precisa dominar uma gama de conteúdos diversos, compreendê-los e, por fim, aplicá-los na prova, e isso só é possível se sua mente estiver sã e tranquila, em paz, e isso só me foi possível quando saí das redes. Com redes, eu estudava meio que "com pressa", querendo acabar logo, ansioso. Sem redes, eu estudava em paz, presente no ambiente, focado e compreendendo o conteúdo, fazendo pausas com o uso do pomodoro, e aproveitando a máximo. Isso é muito louco, mas é/foi minha experiência.
  10. Meu amigo, isso é a mais pura verdade. Eu também tinha problemas com jogos, mas consegui superar. Já tentei equilibrar, mas é foda. Não é que eu fique 100% do tempo usando ou seja um usuário compulsivo, mas sinto que aquilo tá drenando uma energia que eu poderia usar para algo mais útil. Foda...
  11. Pessoal, boa tarde. A dúvida do título do tópico tem a ver com uma questão específica: redes sociais. De 2020 pra cá, resolvi que seria menos presente em redes sociais (exceto Whatsapp), chegando a desativar contas no Facebook e Instagram, pois assim, em teoria, eu teria mais tempo para me dedicar a coisas que realmente têm importância, como treino, saúde, presença, estudos, etc. De lá para cá, consegui alguns progressos, entre eles: passei no curso dos sonhos na univerdade federal do meu Estado, passei em um concurso público e hoje possuo um emprego "confortável", e tudo isso com 23 anos. Não sei se posso atribuir esses progressos diretamente à decisão de abrir mão de redes sociais, mas tenho plena certeza de que essa postura me ajudou bastante em certos aspectos. O problema é que as redes sociais têm seus benefícios, entre eles: conheço pessoas de outros círculos sociais, mulheres bonitas, me reaproximo de velhos amigos, etc., e sinto que perco tudo isso adotando essa postura radical de sair da rede. Já tentei equilibrar e usar menos, mas infelizmente ainda não consigo. Ou uso muito, ou não uso nada. O que os senhores acham disso? Já passaram por algo semelhante?
  12. - ache que faculdade no século xxi é perda de tempo (o bill gates e o steve jobs abandonaram suas faculdades) - encha logo cedo seu corpo de tatuagens como uma maneira de autoexpressão (nada contra tatuagens, mas hoje parece algo banal. nem parece que vai ficar na pele pra sempre) - recuse veementemente qualquer oferta de emprego para não "atrapalhar os estudos" - faça qualquer curso na universidade só pq passou no vestibular, não importa se você queria medicina mas ficou em agronomia pq "foi o que deu"
  13. Boa noite, meus queridos! Sei que há muita controvérsia quanto à questão dos biotipos, mas posso dizer que sou o que se chama de ectomorfo. Estava treinando com certa regularidade há uns 10 meses, shape evoluindo legal, cargas boas, sem fazer dieta mas sem comer merda também. Comia normal: café, almoço e janta e algumas frutas ao longo do dia pra não passar fome na faculdade, no trabalho, etc. Precisei fazer uma pequena cirurgia (remoção de cisto sebáceo) e precisei ficar 2 semanas sem treinar, o que acabou virando 1 mês por conta de algumas obrigações acadêmicas e profissionais. Nisso o shape regrediu consideravelmente, emagreci bastante, parece que perdi aquele "pump" natural quem treina regularmente. Amanhã retornarei aos treinos e queria saber se usar inicialmente os treinos AB para retomar o pump e o hábito de treinar sem ficar muito dolorido é uma boa estratégia, ou se vou de ABC mesmo.
  14. ignorava tudo isso e continuava comendo, foda-se. (protegendo-se, evidentemente) como diz meu sábio pai: mulher bonita é igual melancia grande, ninguém come sozinho.
  15. um homem deve ser não só forte, como ardiloso. não para enganar os outros. mas para defender-se daqueles que tentam enganá-lo. mgtow: não sou forte nem ardiloso o suficiente para me orientar no mundo caótico que é a vida e evitar mulheres golpistas, leis mais favorável às mulheres, etc. então vou me abster de jogar e ainda vou trazer outros otários comigo, invés de buscar desenvolver as habilidades necessárias para viver bem e com mulheres dignas. "ah a mulher leva 30% do salário" profissão do cara: motorista de aplicativo. (nada contra a profissão) não quer ser pai? use camisinha e não goze dentro, simples assim. hoje trabalho no tribunal de justiça do meu estado e os casos de pensão alimentícia são os mais tristes. "pais" que pagam 20% do salário mínimo vigente de pensão, enquanto a mulher ficar com todo o ônus: levar pra escola, cuidar, levar no médico, reparar, etc. "ah mas as coisas são muito mais fáceis para as mulheres, e essa facilidade na maioria dos casos baseia-se no fato de elas serem bonitas" meu amigo, isso se sustenta, acho eu, até os 30~35 anos. a partir daí, se a mulher não foi esperta durante a juventude, acabou. se ela não se utilizou dessas facilidades pra tentar "ser alguém" (o que é muito improvável, justamente por causa dessa facilidade), acabou. já um homem, dos 18 até os 25~30, ele não é nada. tudo é difícil, ninguém o quer e ele não é ninguém. se ele foi esperto o suficiente, durante esse período, invés de tentar buscar incessantemente a atenção feminina, ele fez algo diferente: estudou, treinou, trabalhou, abriu um negócio, etc. a partir daí é só alegria: até os 70 ele vai ter valor social e vai comer gente. diferentemente do que acontece com as mulheres, em que, uma vez dissipada a beleza física, jovial, acabou-se. a quantidade e qualidade de parceiros potenciais diminui drasticamente, ao contrário do que acontece com o homem, os quais a idade valoriza. "ah mas as mulheres de hoje são muito depravadas. olha o onlyfans, por exemplo: mulheres que ganham dinheiro com seus corpos" é aquela máxima do liberalismo: se tem gente que vende, é porque tem gente que compra. o problema é homem que consome conteúdo pornográfico na internet, não mulher que vende pornografia. alem disso, se ela vende, o problema é dela. basta não relacionar-se com mulheres que fazem isso. simples. isso é um desequilíbrio de forças? a meu ver, não. um homem que reclama da atual "injustiça" no que diz respeito ao relacionamento afetivo entre homem e mulher está no mesmo nível das mulheres que reclamam do patriarcado. mgtow é uma tentativa de tornar o jogo mais favorável aos homens e de fugir ao desafio de viver.
×
×
  • Criar Novo...