Ir para conteúdo
Clique aqui

Colaterais Psicológicos da Trembolona

Avalie este tópico:


Posts Recomendados

Resolvi fazer esse tópico pra relatar alguns sintomas que tive e tenho tido com o uso contínuo da trembolona e que estão me afetando diretamente ao ponto de me fazerem cessar o uso da mesma por um determinado tempo afim de melhorar esses colaterais que estão prejudicando minha vida pessoal.

 

Bem, posso dizer que tudo começou em 2016, primeiro ano que pensei em competir e que precisei desistir por problemas que aparentemente estavam associados aos colaterais da trembolona. 

 

Nessa época, estava fazendo uso de trembolona já há alguns meses, mas associado a isto, estava em um momento muito difícil e conturbado da minha vida, desempregado e sem dinheiro tendo que fazer minhas virações e passando sufoco dentro de casa. Me senti entrando quase em depressão. Neurótico, tendo pensamentos ruins o tempo todo, principalmente ao acordar, quando tinha o pior momento do dia. Acordava super desanimado, pra baixo mesmo, com um sentimento de angustia sempre e que me fazia por vezes sequer querer levantar da cama pensando em coisas ruins e com aquela tristeza profunda. Nessa fase, uma das coisas que precisei foi parar de usar a trembolona. Como estava numa fase complicada da vida, não notei as diferenças quando foram melhorando porque ainda passava aquele sufoco e sempre associei esses "sintomas" mais ao que tava passando do que a trembolona de fato.

 

Recentemente, como alguns sabem, competi e precisei utilizar a trembolona por um certo período, de Maio até início de Setembro, flutuando entre 150mg, 450mg e 600mg. Cessei seu uso durante o mês de Setembro e voltei a utilizar em Outubro, com 150mg. 

 

O que venho passando atualmente, me fez refletir algumas coisas e decidir parar de usar trembolona novamente, desta vez, imaginando (e torcendo) que o problema seja de fato ela. Comecei a me ver no mesmo filme de 2016, mas talvez com um pouco mais de intensidade nesses colaterais, já que minha vida pessoal não está ruim, então não teria motivos pra ta passando por isso tudo. Me sinto mais uma vez depressivo, com pensamentos negativos, neurótico, porém com alguns adendos. Me sinto obsessivo em certas coisas, criando situações negativas o tempo todo, nervoso e sem controle sobre mim, onde consigo raciocinar algumas coisas mas a raiva toma conta de mim junto com o nervosismo e acabo agindo como havia pensado poucos minutos antes em não agir dessa forma. Paranoico, fico buscando encontrar situações que eu não goste pra gerar problemas que muitas vezes são tratados como a pior coisa do mundo. Tenho estado intolerante, de mal humor, cabisbaixo, desmotivado (pensando em desistir da vida de atleta e de algumas situações da minha vida que até pouco tempo atrás eram meu foco e me deixavam motivado a cada dia que acordava), me descontrolo na minha própria raiva, nunca fui de querer bater nas coisas e me peguei um dia desses com tanta raiva que queria sair dando soco em tudo que via pela frente. 

 

Nessa última sexta-feira, tive uma situação em que saí totalmente de mim, do meu jeito de ser e cheguei a um extremo que quase prejudicou demais minha vida pessoal e foi aí que liguei alguns pontos e alguns momentos da minha vida em períodos que estava off de trembo e períodos on de trembo, com acontecimentos e situações que aconteceram nesses períodos.

 

Dois pontos importantes a se falar é que, durante o uso de trembo de Maio a Setembro, tive gineco por prolactina perto do campeonato, no fim de Agosto, que foi curada com cabergolina em Setembro, quando eu parei a trembo. Agora em Novembro, após voltar com a trembo em Outubro, novamente senti sensibilidade de gineco no outro mamilo. Percebi que para ter a primeira gineco, passei 3 meses usando trembo e dessa vez somente 1 mês já me fez ter sensibilidade de novo. O que me faz pensar que meu nivel de prolactina está alto devido ao acumulo dos 3 meses de uso, reduziu um pouco com a cabergolina e o mês de Setembro sem uso, mas que por ainda se manter mais alto que o normal, quando voltei a usar em Outubro, só precisou subir mais um pouco para que os colaterais começassem a bater mais forte de novo.

 

E um último ponto importante, os colaterais com tudo sempre apertam comigo, de qualquer droga e a trembo, me pegou pelo pescoço.

 

Aos que já passaram situações parecidas, comentem como foi e o que fizeram pra melhorar esses colaterais e sintomas.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

16 minutos atrás, Reri_man disse:

 

Dê uma olhada nesse vídeo, desse gênio da Fisiologia! 

 

Video muito bom, obrigado pela colaboração. Um dos meus grandes receios é se de fato esses sintomas que estou sentindo serão passageiros com a parada do uso da trembolona ou se continuarão.

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites

cara, finalmente um topico interessante aqui, é o que sempre tento avisar a galera que ta numa vida tranquila, com planos pessoais(semplanos de competir) e pensa em usar trembo. Isso pode desestabilizar e fuder tudo, e voce sabendo que essas coisas ruins sao por culpa da trembo ja facilita, pois sabe que depende de voce, se corta o uso ou nao.

 

eu tambem tive muita dificuldade com uso dela. Agora comecei consultoria com um cara que pelo que vi prioriza o bem estar e estou conseguindo levar bem com 700mg de trembo, mas ja percebi que passar de 8 semanas vai complicar no meu caso.

 

mas é isso, espero que a galera leia seu topico e nao facam cagada, nao falo pra nao usarem, mas poucos dos que tem problemas percebem que a trembo é a culpada da historia.

 

se cuida, da um tempo e depois da uma tentada com fitos(se ainda nao testou), caso contrario, paciencia, tentar ganhar dinheiro antes pra depois competir, ai talvez preocupacoes diminuem kkkk

 

EDIT

meu problema foi no meio da facu, estou terminando eng civil, na epoca estava com uma garota(ainda estou, ela aguentou bastante) e estava bem animado, conseguindo pegar bem raciocinios que outros alunos nao pegavam. Mas comecei a ter ciumes em relacao a passado, coisa nada a ve, me sentia inferior aos demais e acabava descontando nela. E isso me desmotivava de todo resto, nao conseguia concentrar, cheguei a ir na psico e ela ja sabia que era o motivo. A medica chegou a passar um anti depre e ansiolitico mas nao arrisquei, tenho medo disso. Ai de resto foi igual voce, dei um tempo e percebi melhora, ai resolvi pegar consultoria pra ter resultados E manter o bem estar mental. 

 

no comeco da consult. ele me deu opcao de cruise só enan ou adicionar deca OU masteron, mas quando relatei meu momento ele recomendou masteron, pq deca tambem nao me faz muito bem a longo prazo, agora é ver se consigo manter um cruise com deca em baixas doses, saude e parte mental, caso nao conseguir, corto, paciencia....

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tive bastante problema com a trembolona, usei 16 semanas do cutting dosagens de 350mg a 700mg. 

 

Colaterais que as pessoas citam como tosse, tive 3 vezes apenas nas primeiras aplicações, mas o estresse foi algo absurdo. Fiquei tão paranoico que cheguei a pedir demissão do emprego ( sou responsável por linha de produção de uma industria,no dia a dia já é estressante com a trembo se tornou pior), sinceramente eu me considerava muito forte psicologicamente mas qualquer coisa era motivo para perder o controle.

 

Estava fazendo o cutting pois teria que fazer 2 cirurgias estão precisava estar o mais seco possível, pois iria ficar 1 mês sem treinar. Tive uma crise de compulsão nas 2 últimas semanas do cutting, me passava pela cabeça porque passar fome se não vou competir agora kkkk.

 

 

Finalmente terminei a finalização,já estava com a testo zerada na ultima semana, optei por ficar esse mês sem usar nada, e quando voltar os treinos volto com cruise.

 

 

- Sinceramente pode ate ser que o problema seja a trembo, mas fiquei muito mal por saber que não era tão forte psicologicamente como eu imaginava.

 

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acreditam que uso em dosagem media (300mg) por ate 10 semanas, possa afetar o psico ate esse ponto que voces relatam ? percebi que em comum a todos os relatos, o que parece ter sido o pior fator foi a dosagem alta e o tempo de uso da droga...

 

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 17/11/2017 em 20:27, Jonas Freitas disse:

Acreditam que uso em dosagem media (300mg) por ate 10 semanas, possa afetar o psico ate esse ponto que voces relatam ? percebi que em comum a todos os relatos, o que parece ter sido o pior fator foi a dosagem alta e o tempo de uso da droga...

 

 

 

nao necessariamente cara, pq minha pior epoca foi justamente com 300-350mg/sem, agora com 700mg to melhor, chego ate duvidar se é boa, mas acho q sim, pq acordo nojento de suor todo dia. Acredito que com o tempo aprendemos a lidar, o cara me passou um fitos que me ajudaram bastante ate agora, com o tempo aprendemos a lidar com as coisas tambem, mas pra isso acho que é bom dar pausas, nao ir direto e esperar acostumar

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fala pessoal, 10 dias depois resolvi reaparecer aqui.

 

Bom, hoje tanto eu como as pessoas ao meu redor e que mais sofreram com minha fase pertubadora (namorada e mãe) já me percebem bem mais calmo, bem mais tranquilo, bem mais controlável, porém precisei ir hoje ao psicólogo pois estou tendo crises de ansiedade e que não sei ainda se são derivadas ainda aos colaterais da trembo. Essa noite fiquei a noite toda acordado, fico tendo paranoias e ciúmes desnecessários, como @Jodar comentou que teve. É como se eu me sentisse totalmente inseguro com minha namorada, mesmo ela não me dando motivo algum. Antes de parar a trembolona, estava exatamente assim, só que pior pois estava sem controle, então brigava por tudo e por nada, procurava motivos pra brigar, ia atrás de coisas do passado. Atualmente eu não to assim, não tenho brigado, mas ainda fico procurando coisas, pensando coisas, indo atrás e guardando pra mim, ficando mal comigo mesmo. Estou torcendo pra ainda serem resultados dos colaterais que estão saindo. Tomei o segundo comp de cabergolina sábado passado, a gineco ainda está saindo. Vou esperar completar 20 dias sem trembo pra ver os resultados psicologicos. Mas só de estar me sentindo bem melhor, bem mais calmo, já estou praticamente decidido a nunca mais usar trembo.

 

Sobre o que o @Jonas Freitas perguntou, eu acredito que o maior causador é o uso prolongado e não as dosagens altas. Claro que quanto maior a dosagem, maior será o acumulo de prolactina, mas acredito que o aumento dela é progressivo ao tempo de uso. Pois percebi que me senti nos piores estágios no final de períodos longos de uso. 

 

Estou pesquisando fitoterapicos ou suplementações que possam me ajudar com esses colaterais, principalmente com essa ansiedade e baixa auto estima que estou, se alguém tiver indicações.

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...