Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Beta Alanina


Hitch

Posts Recomendados

Beta-Alanina - um novo aliado dos exercícios intensos e contínuos

Se você pratica exercícios de alta intensidade e com duração maior do que alguns minutos, como corridas intensas, futebol, esportes coletivos ou até mesmo treino de musculação, desde que sejam intensos, você precisa conhecer a nova aliada, a Beta-Alanina.

A Beta-Alanina é um aminoácido beta (outro tipo de aminoácido, não participante da síntese de proteínas, exclusivamente dos aminoácidos alfa) que juntamente com a histidina é responsável pela síntese de um importante tamponante para a fadiga localizada, comum nos exercícios físicos de alta intensidade, a Carnosina.

Em situações de exercícios intensos e de duração média a prolongada, como uma aula de spinning depois do treino de musculação, ou uma corrida de 10km com o "coelho" do grupo, uma maior quantidade de Carosina dentro do músculo é capaz de evitar ou atrasar a formação de um tradicional "vilão" dos exercícios rigorosos responsável pelo surgimento da fadiga, o ácido lático. A Carosina é um dipeptídeo (molécula composta por dois aminoácidos) sintetizado no músculo a partir de seus dois constituintes (a Beta-Alanina e a Histidina), mas a pergunta é válida, por que então, não suplementamos direto com a Carnosina?

A ingestão da carnosina é degradada no trato digestivo (estômago e intestino) em seus dois constituintes, que apesar de seguirem sendo novamente utilizados na formação da própria Carosina, sofrem uma perda em seu aproveitamento em todo esse processo, sendo mais proveitoso do ponto de vista fisiológico e econômico a suplementação com Beta-Alanina do que com a Carnosina. A suplementação com Beta-Alanina é capaz de promover um aumento real, demonstrado cientificamente, na concentração intramuscular de Carnosina.

Diferente de outros tampões orgânicos (como o bicarbonato), a Carnosina (Beta-Alanil-L-Histidina) tem algumas características químicas e uma concentração no músculo mais alta sendo, portanto, mais eficiente para manter o pH do músculo e do sangue do que outros tamponantes naturais.

Seu protocolo de suplementação lembra o da creatina, pois segue o mesmo princípio de abastecimento do músculo de forma crônica (cerca de 6 a 7 semanas). Uma dose de 6,4g por dia por 28 dias promove um aumento de 60% na concentração de Carosina. Alguns estudos mostram que mesmo uma fase de 21 dias é um período adequado para promover um abastecimento suficiente de Beta-Alanina para aumentar a concentração de Carnosina. Artigos mais recentes mostram que aumentos ainda maiores de Carnosina podem ser obtidos quando combinamos a suplementação Beta-Alanina com o treinamento de alta intensidade.

O aumento na performance já está bem estabelecido. Hill e colaboradores demonstraram uma melhora de 13% no trabalho total realizado após a suplementação de 4 semanas de suplementação de Beta-Alanina e um aumento extra de 3,2% depois de 10 semanas. Zoeller e colaboradores também relataram aumento no limiar ventilatório em uma amostra de homens não treinados depois da suplementação de Beta-Alanina (3,2g por 28 dias). Kim e colaboradores também encontraram aumento no limiar ventilatório e no tempo total até exaustão em ciclistas treinados depois da suplementação de 12 semanas (4,8g/dia) e treinamento de resistência de alta intensidade. Além disso, Stout e colaboradores relataram um atraso significante na fadiga muscular medida pela capacidade do trabalho no limiar de fadiga, em ambos, homens e mulheres depois de 28 dias de suplementação com Beta-Alanina (3,2g a 6,4g por dia).

Não foram encontrados até agora, na literatura, efeitos colaterais a respeito da utilização de Beta-Alanina, dentro das quantidades utilizadas nos estudos citados. Associada aos resultados apresentados, essa sem dúvida é uma boa notícia para quem busca uma suplementação efetiva e segura.

Conclusão

A Beta-Alanina parece ser um suplemento promissor para a melhora da performance já testada em diversos tipos de exercícios, suas características metabólicas parecem ser úteis para outras tantas situações de exercício. Os produtos contendo esse Beta aminoácido infelizmente ainda não chegaram por aqui, mas, se você tiver aquele conhecido voltando dos EUA, vale a pena a indicação.

Fonte: revista Muscle In Form

Créditos a Binho SC

Se alguém tiver mais informaçoes a cerca deste aminoacido por favor compartilhem!

Abraços

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Publicidade

  • 3 anos depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.
×
×
  • Criar Novo...