Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

14th

Membro
  • Total de itens

    2146
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    5

14th venceu a última vez em Abril 3 2022

14th tinha o conteúdo mais apreciado!

Últimos Visitantes

2218 visualizações

Conquistas de 14th

  1. 1 - Pensando assim nenhum estudo serve pra nada. Inclusive o que gerou o tópico, não é um estudo feito por 10 anos. Raríssimos estudos são conduzidos por tanto tempo, ainda mais nessa área. Não é assim que estudo funciona e o argumento não faz sentido. Se eu treino há 5 anos. Participo do estudo fazendo 30 reps, ganho 100g de músculo durante o estudo. Fulano treina também por 5 anos, participou do estudo fazendo 8 reps, também ganhou 100g. Não tem sentido não extrapolar o resultado para períodos maiores de tempo. Ou o que treina em 8 reps também não vai ganhar nada depois de uma década? (Pensando bem, provavelmente não vão ganhar nenhum dos dois kkkk) E pensar sobre treinar além de uma década, é coisa de apaixonado.. 95% das pessoas não chegam a esse tempo. E isso não tem nada a ver com doses. Se vamos dizer que estudo não presta, vamos pro empirismo, então. Vamos ter que assumir que quase todos os treinadores de maior sucesso estão mentindo pra todo mundo. Que quase todos os atletas estão mentindo pra todo mundo. Teoria da conspiração até nisso? E pra parte prática, treino há 13 anos. Já fiz 5/3/1, 5x5, progressive overload durante várias fases da minha vida, inclusive recentemente. E pela minha experiência, não compensa. Na verdade pra mim os resultados foram até inferiores. 2 - Treino do Phil não é tão volumoso. Não sei como treinam por aí, mas é um treino normal para o que vejo aqui. Tem vídeos no canal dele de treinos quase que raw, pode avaliar, é o comum, 4 exercícios, 4 séries cada e assim vai. Ele explica os treinos no final de alguns vídeos, e sai da boca dele que treina por 1h, 1h:30 no máximo. Uma coisa tem que parar. Quando a gente cita um exemplo prático de algum cara, o argumento do fórum é: "não funciona porque é muita dose e muita genética". Mas aí você me manda o Ronnie Coleman como exemplo? É um argumento usado só quando convém. E convenhamos, proporcionalmente entre os atletas, os que treinam em sistema de força é mínimo. Por fim, se você está pensando sobre ganhos daqui 1 década ou mais, precisa considerar a sua capacidade de treinar depois de tanto tempo. Afinal, se tiver uma lesão por excesso de carga não vai poder treinar nada. É mais provável se lesionar num supino com 1,5x seu peso ou em um com a metade dessa carga? Lembro de uma entrevista que alguém do fórum fez há uns 10 anos com o Paulo Muzy. Questionaram ele na entrevista por exercícios de pouca carga. A resposta, foi algo como: "No meu nível, eu quero conseguir tirar o máximo do músculo com o mínimo de carga".. Por que? Aliás, porque treino de carga é tão conhecido por "ego lifting"? Assumir que o cara grande chega na academia e pode ter o melhor resultado da vida usando uma carga alta, ainda vai impressionar todo mundo pela quantidade de anilhas. No entanto, ele usa uma carga moderada, que não impressiona ninguém e vai ter resultados piores. Não faz sentido, faz? O cara aceita parecer fraco pra ter resultados piores de bobo?.. Acho que isso é ser tendencioso. Então Dallas, George Peterson, Bostin Loyd, nenhum morreu pelas drogas né? Afinal tem gente que morre de infarto jovem sem usar nada. Quantidade de atleta fazendo cirurgia ortopédica também, nada a ver com carga, afinal muita gente que não treina faz o uso. O último ponto é um achismo TOTAL, certo? E vai contra a lógica, avançamos em todos os pontos e regredimos no treinamento? Bom, tem um jeito fácil de a gente pensar sobre o assunto, excluindo os ergogenicos, excluímos achismos sobre dosagens. Pega os atletas ANTES de inventarem a testo. Compara as fotos com atletas naturais que você conhece. Os de antes tem shape inferior aos de agora. Por que? Lá treinavam sentindo o músculo ou era com carga?
  2. Como precisa de muita estabilização prefiro no começo. Pode abrir o treino com ela. Cara, nesse momento a pegada vai influenciar pouco, é mais uma questão pra quando tiver um pouco mais avançado. Mas, por enquanto ficaria na pronada
  3. O ponto é que não é necessário usar desde o começo. Talvez (muito provável) que nem seja preciso usar. Ajustar conforme os exames, ok. Porém, aí já não é mais prevenção, concorda? Sobre estudar um pouco mais, isso é informação de um artigo postado pelo Adam. Ele precisa estudar mais sobre fármaco pra chegar no seu nível? Infelizmente, o site cobra mensalidade pra abrir o artigo, então, não vou conseguir por link aqui, mas você acha nas redes do Adam se quiser
  4. Constrói uma base. Adiciona remada curvada, um terra, serrote
  5. Irmão, eu pensei muito como você durante anos. Hoje penso diferente Sobre a década de 70, a variedade de drogas era menor, mas quanto a dosagens, não era menor não. Era no mínimo igual. Sem contar que, por mais estéticos que os caras fossem, vendo tamanho X definição, eram bem inferiores ao que temos hoje. Você deve concordar que evoluímos muito em nutrição e fármacos, mas involuímos em treino? Eu não concordo. Acho que evoluiram todas essas vertentes. Talvez, aceitar que o treino mais "fofo"é tão ou igualmente eficaz é decepcionante, por isso relutância. Tem estudos mostrando que não há diferença significativa em termos de hipertrofia trabalhando com uma faixa de 5 a 30 repetições. É quase um consenso nos estudos que trabalhar com repetições de 5 a 20 promovem a mesma hipetrofia. E mano, vou aproveitar o link do Ronnie pra dizer porque resolvi mudar de estilo. Ronnie treinava igual um animal. Hoje não sai da cadeira de rodas. Phil treina "fofo", hoje tá praticamente pronto pra ganhar mais um Mr. Olympia. Se for pra escolher um dos dois caminhos (sabendo do futuro) qual você escolheria? Eu chegava na academia, tinha que ficar 30 minutos trabalhando mobilidade, mais uns 20 minutos de aquecimento, pra então começar o treino. Mesmo assim, tava tendo muitas lesões pequenas (e algumas maiores), então resolvi mudar.
  6. Irmão, você sabe ler? Sobre ego, vou deixar você se enxergar na sua primeira resposta. Onde eu falei de dinheiro? Eu disse que não consegui abrir o estudo de graça pra linkar pra você. Que eu não iria pagar os 15 dolares da mensalidade só pra abrir o estudo e linkar um print. E mano, tudo que você tá falando sobre mim, pode falar a vontade, tudo o que quiser. Como te disse, minha auto estima não é zuada como a sua. Sei muito bem o que sou, sua opinião não muda absolutamente nada. Se tá falando pra provocar, não tá adiantando, fica a vontade.. Achei que a resposta ao dono do tópico tava bem entendida, mas, perdão: Use as 3 drogas 3x na semana, não precisa ser dsdn, se poupa de uma aplicação every other week. Não precisa se preocupar tanto com a perfeição das meias vidas e etc. Desde que você faça as coisas de uma maneira decente, seu corpo vai responder bem. Seu corpo não age igual uma máquina, fica tranquilo.
  7. Uso uma bota de 20cm de plataforma. E, sou casado e não tenho a auto estima zuada igual a sua. A grana com propionato é realização pessoal, não pra procurar aceitação de mulher. Conselho, que pelo que entendi, você não toma porque não tem dinheiro. Estuda irmão, mulher não da a mínima pra corpo, consegue um dinheirinho que você vai ter mais aceitação com elas do que com shape. Mas estuda mesmo, que pelo visto o QI aí não é muito alto. Sobre me levar debaixo do braço, pô, tem que aparecer umas marombeira. Considerando que to com 92kg em jejum, não é tão fácil carregar. Talvez levar você seja mais fácil, só abrir os braços e as pernas, bateu um vento você plana igual uma pipa.
  8. Aí você discute com o Phil Heath kkkk Mas pelo menos aqui acontece o que ele falou, cara. Observo muitos cara bem fortes, mas pequenos. Até me cito como exemplo, o dia que eu vi que tava usando a mesma carga que o Horse num treino de costas, tendo, sei lá, uns 30kg a menos de massa que ele, eu percebi que tava fazendo algo errado.
  9. Como eu disse, até aposto: Você é um natural que nunca usou nada. Começou a ler sobre o assunto e acha que descobriu o mundo. Fala pra si mesmo todos os dias "Não to grande porque não quero tomar. Assim que tomar fico maior que todo mundo". Tira uma foto depois da sua primeira seringa irmão, quero ver a cara da decepção
  10. Irmão, nem li, até queria, mas é muita coisa. Só bati o olho. Nessa batida vi que falou do Dudu, gosto muito dele também. Em uma dúvida sobre um fármaco, tenho um nutricionista falando sobre detalhes dele, ok. Do outro lado, tenho um farmacêutico com doutorado e uns 20 anos de experiência na área de esteróides. Quem você acha que está certo? Irmão, você quer refutar o que o cara que é maior referência do Brasil na área falou. Sério? Enquanto digitava bati o olho em maisuma coisa: "É triste ter que discutir que níveis contínuos e sem oscilações de 1000 NG/DL DE TESTOSTERONA são melhores do que com oscilações gigantes. Parece que o estereótipo de maromba burro tá fazendo sentido pro tal do 14th." Quem falou de oscilações gigantes? Você quer falar de marombeiro burro e você vem com analfabetismo funcional? Lê minhas respostas anteriores onde eu disse OSCILAÇÕES DENTRO DE UM PARÂMETRO NORMAL". Seu corpo funciona perfeitamente com as oscilações. Cara, tudo que você fala é completamente baseado nas teorias que você mesmo criou. Vamo lá então, pela sua teoria, porque não aplica a cada meia vida então pra ter zero oscilação? Coloca um acesso aí e vira Mr. Olympia. Rs. E pra finalizar você falou em caps aí "E SIM, CARALHO, SE VOCÊ USAR MAIS VOCÊ VAI TER MAIS GANHO". Então por que você tem um shape de bosta? Vou até desvendar quem você é: um maluco natural, que começou a ler sobre esteroide agora e tá falando a si mesmo todo dia: "Não tô desse tamanho porque não quero tomar nada ainda. Assim que tomar fico maior que todo mundo" kkkkkkkkkk To no meio há 12 anos. Já vi pessoalmente mudanças muito radicais de doses e como foram os resultados. Já utilizei doses muito altas e muito baixas e observei os resultados em mim também, por isso vou te dizer: tomar mais só é mais ganho se você tiver falando de synthol, de resto, tomar mais é só mais colateral.
  11. Faria o segundo treino da semana de costas com exercícios diferentes. Particularmente, acho remadas bem mais produtivas do que puxadas. Então, como fez duas puxadas nesse treino, talvez inverter, fazer no outro treino da semana, duas remadas e uma puxada.
  12. Campeão, primeiro vamos aos seus achismos de quantidade de drogas que tomam por aí. Argumento ridículo, certo? Você não sabe o que falar, não tem como comprovar, então você manda um achismo gigante como se isso fosse real. Relatos de cara tomando tonelada de drogas? Temos. É verdade? Talvez. É necessário? Talvez. Por achismos podemos abrir milhares de relatos de caras usando doses baixas. É verdade? Talvez. Por exemplo, posso linkar o Ronnie Coleman falando que participou do primeiro olympia natural. Dorian falando que ganhou o olympia com stano e testo. E aí? Vale de que? É um achismo, iguais aos seus. Então vamos pra parte de farmaco. Quanto a meia vida do propionato, o site cobra 15$ pra abrir os artigos, então, não vou poder enviar aqui. Mas temos um apanhado de vários artigos bem legal e completo: https://go.drugbank.com/drugs/DB01420 Seu raciocínio de 2+2 ser 4 é bem infantil. Grau de anabolismo é dose dependente? Óbvio que não. Se não era só usar mais e mais que o resultado nunca iria parar de vir, rs. Você analisar biologia como se fosse matemática é burrice. Uma das teorias mais aceitas é que a resposta das drogas para hipertrofia é relacionada a quantidade de receptores androgênicos no músculo. Sendo assim, se você manter-se diariamente com 10g de testo vai adiantar de que? Se você não tem receptor pra usar isso? Seu raciocínio é tão básico e infantil que chega a ser cômico e difícil de contra argumentar com seriedade. Aliás, você já preparou alguém? Melhor que isso, você ao menos já ciclou na vida? Pela sua resposta tenho 99% de certeza que não. Não tem noção nenhuma do funcionamento. Como o amigo falou ai, a linha de raciocínio que eu passei, é a utilizada pelo Adam, Saizen, matt jensen, etc. Você no seu primeiro bimestre de farmácia entende mais do que o Adam com doutorado e uma vida de estudo nessa área pra refutar ele? Rs. Usa a frase que falei, tá precisando
  13. Meia vida do propionato de testosterona é de uns 4 dias. Não sei da onde você tirou essa informação de 20 horas. E ter que ficar em níveis constantes pra ter bons resultados é uma grande besteira. Se fosse assim você via os atletas com bomba de testosterona igual as que diabéticos tem de insulina. A oscilação não tem problema nenhum dentro de um parâmetro normal. Não traz nenhum efeito negativo. Vem com informação errada do primeiro bimestre de faculdade e manda um "foda-se qualquer pessoa que nem conhece farmacologia pra opinar". Tem uma frase legal, mais ou menos assim: "Quanto menos sabe, mais acha que sabe tudo. Quanto mais aprende, mais percebe que não sabe nada".
  14. Irmão, as situações que você citou são completamente normais. É tudo questão de capacidade física, e isso é algo que se desenvolve com prática e tempo. Você acha que vai ter a mesma capacidade de capinar um terreno, sendo que é a primeira vez que faz isso, sendo que não pratica atividade física, do que um cara que faz isso a 10, 20 anos? Não acho que sua genética seja ruim, deve ser normal. Então não use isso de muletas, dizer isso a si mesmo pra se conformar e justificar a falta de esforço. E cara, em relação ao que não podemos mudar, a gente não pensa. Genética ruim? Pra que pensar nela ou em como mudar? Simplesmente faça o seu melhor e pronto. Trabalhamos em cima do que podemos mudar.
  15. Exato. Por isso que em dieta apertada evitam ao máximo comer fora de casa. Acho que o mais indicado nessa situação é você procurar no google mesmo a tabela nutricional de um bolo semelhante e usar o valor aproximado.
×
×
  • Criar Novo...