Ir para conteúdo
Fórum Hipertrofia
  • Cadastre-se
Clique aqui

DRLOVE_S2

Membro

Conteúdo continua após a publicidade.

  • Total de itens

    1.446
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    1

DRLOVE_S2 venceu a última vez em Setembro 1 2012

DRLOVE_S2 had the most liked content!

Sobre DRLOVE_S2

  • Rank
    Membro bronze 2

Profile Information

  • Objetivo
    Força

Últimos Visitantes

1.952 visualizações
  1. Obrigado, Stein, é o que fiz. Mas considerando mulher,um bf de 25% não é nada absurdo ainda. De qualquer modo, estava absurdo antes, com 35%, aí em aproximadamente 3 meses baixamos pra 25% sem termogenicos, nem fármacos. Como tem alguns estudos associando oxandrolona a queima de gordura (um estudo inclusive com obesos idosos ) eu vejo uma boa sinergia num processo de emagrecimento, entre oxan e termo. Mas na prática eu ainda não tinha usado com nenhuma mulher acima de 20%. Vc acha que nesse limiar atual não vale o risco beneficio, em relação a colaterais, ou somente em s etratando de resultados?
  2. A questão é essa mesmo, individualidade. Daí a importância do acompanhamento. Sobre a questão do carbo de manhã, o próprio Ben Pakulski os evita, e faz sentido, funciona bem demais. Mas muitas pessoas reagem melhor a uma oferta mais frequente de carbo, de forma equilibrada. Novamente, isso pode não ser o melhor bioquimicamente para alto rendimento, mas cada caso é um caso. Acompanhando pessoas reais, exames, dia a dia, pessoalmente a gente acaba encontrando um certo ponto em que algumas regras se tornam exceções e algumas exceções se tornam regras. Cada organismo é um universo.
  3. Acho que o ponto é esse mesmo. Alimentos com Menos de 10% de carb são usados até em keto, então considero adequado, por exemplo, o abacate. O amendoim já não entra pois tem bem mais carbo. Eu definitivamente acompanhei muitos pacientes, (naturais e hormonizados) que obtiveram resultados mesmo misturando carb e fat. A questão do déficit calórico e do índice glicêmico da refeição combinados tem impacto muito mais forte, a meu ver do que o nutriente timing, que seria mais relevante talvez pra atletas de alto rendimento. Isso é particularmente interessante, pq são exatamente esses atletas de alto rendimento que não se importarão com sabor e palatabilidade, já que o foco é competição. Qual a opinião de vocês nesse ponto? Vale a pena pra indivíduo comum, pesando resultados e dificuldades separar carbo e fat? Os resultados são bem diferentes dos de uma dieta padrão?
  4. Um dos maiores problemas que vejo com quem usa franol pra compor EC é desconsiderar a quantidade de teofilina, que também é uma trimetilxantina semelhante à cafeína que está presente no franol.. Em geral, funcionaria muito bem com doses bem menores de cafeína do que as utilizadas nos protocolos que lemos por aí, e seria mais seguro. Nesse caso que vc apresentou, de usar MAIS cafeína, seria desnecessário, só aumentaria os colaterais.
  5. Em relação ao uso de oxandrolona em mulheres, em dieta restritiva visando cutting, alguém aqui já teve experiência se é produtivo, em mulher com mais de 25% bf? Ou seria um melhor cxb usar outro fármaco, como masteron, por exemplo?
  6. Excelente. Zuccaro é um grande mestre, além de ser muito gente boa, concordo com cada palavra do que ele disse. Uma coisa que tenho achado muito interessante, estudando nutriente timing é essa interação entre macros. Na prática, como vocês fazem em relação ao carb + fat? Eu, por conveniência DIVIDIA UM DIA PREDOMINANTE EM GORDURA E OUTRO EM CARBO, fazendo CC. Mas com atletas funciona muito bem, porém com pessoas comuns como vcs fazem pra ter uma refeição predominante em FAT e pobre em CHO? (em relação a alimentos mesmo... pois acho difícil encaixar no cardápio de pessoas comuns) Outra coisa: Essa relação CARBOXFAT seria apenas inversamente proporcional ( refeições com muito carbo e bem baixa fat por exemplo) ou seria excludente ( presença de carbo e ausencia total de fat,)?
  7. desculpe a demora em responder,estava viajndo. Ela esta usando 20 mg por dia, manipulada, mas reacoes foram nos primeiros dias apenas td ja esta normaizado
  8. Stein eu estou com uma paciente que está usando oxan em bulk como vc fez, Mas ela reclama muito de enjoo e azia a ponto de não conseguir seguir a dieta. Vc passou por algo parecido? se sim, como contornou? Abraço
  9. Minha experiencia pessoal com clenbuterol e de alguns pacientes que acompanhei é que clen é um estimulante do snc muito mais fraco que efedrina, por exemplo, mas tem um poder lipolítico maior. Isso, claro, deve-se a sua especificidade beta. Com clen eu não me sinto tão ligado e cheio d eenergia quanto com EC, mas sem dúvida, clen tem um poder de queima de gordura superior. E um poder anticatabólico fantástico. Com Clen, e uma dieta bem feita dá pra trincar muito mais fácil que com efedrina.
  10. uso prolongado, alem de perder eficiencia, leva a problemas, já i casos de desordens tireoideanas, inclusive.
  11. Então, na verdade é mais um prcesso de recomposição corporal, estou numa dieta super limpa, reduzindo bf (que já está em 12%) e tendo melhoras na qualidade e alguma hipertrofia. Os farmacos entrariam pra potencializar esse efeito. O que busco mesmo é uma melhora na qualidade, densidade, etc. Se houver algum ganho de hipertrofia leve, será mais pela testo. sobre potencial anabólico, stano e oxan são anabólicos sim, conforme perfis e relatos. Mas por não fornecerem retenção esse efeito anabólico não é tão pronunciado.
×
×
  • Criar Novo...