Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui
Entre para seguir isso  
bassitos

Iifym - Se Encaixa Nos Seus Macronutrientes [Com Vídeo Explicativo]

Avalie este tópico:

Posts Recomendados

Foi o que eu notei na prática. Não deu certo "economizar" calorias e carbos durante a semana para "gastar" na sexta.

Agora as "trocas" de alimento e/ou de horários mantendo os macros e calorias NO MESMO DIA tem funcionado bem comigo.

é matematica né, tipo num cutting, vc tem um deficit de mais ou menos 500kcal dia logo no fim da semana (domingo) vc vai ter -3500kcal, ai você segue sua dieta certa no domingo e come alguma besteira, se for moderada tudo de boa, agora come 4000 calorias a mais (de qualquer nutriente), ja fudeu a semana toda...

e tem gente que em 1 dia do lixo come 6 a 7k de kcal facil facil (em cutting), ai reclama q ta estagnado hasuhasuhasuh

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

é matematica né, tipo num cutting, vc tem um deficit de mais ou menos 500kcal dia logo no fim da semana (domingo) vc vai ter -3500kcal, ai você segue sua dieta certa no domingo e come alguma besteira, se for moderada tudo de boa, agora come 4000 calorias a mais (de qualquer nutriente), ja fudeu a semana toda...

e tem gente que em 1 dia do lixo come 6 a 7k de kcal facil facil (em cutting), ai reclama q ta estagnado hasuhasuhasuh

Acho que você não leu o que eu postei.

Em resumo, no total de calorias da semana eu fiquei abaixo. No total de calorias de sexta feira eu fiquei acima.

Eu fiquei um pouco abaixo de cada macro de segunda a quinta, para economizar as calorias. Na sexta eu extrapolei em carbo e gordura, mas fiquei dentro das calorias. E o peso aumentou um pouco, pesando no domingo...

Realmente é matemática, mas ACHO que há mais variáveis envolvidas.

PARA MIM, usar de moderação e bom senso em períodos de 24 horas, mais ou menos, tem funcionado.

"Economizar" calorias durante a semana para gastar em um dia (dia do lixo) não tem funcionado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É o seguinte, vou tentar explicar pelo que acho:

Digamos que tenha uma TMB de 3000kcal e consome 2500kcal.

Se formos seguir o raciocínio, beleza, chegaria no sábado e teria uma déficit total de 2500kcal, então poderia comer 5500kcal que não faria diferença, meu peso não aumentará, nem diminuirá, porque meu déficit na semana foi 0...

Mas não é bem assim, quando o dia acaba, zera sua contagem, se você teve uma ingestão de 2500kcal diária, seu déficit no final de semana não vai ser acumulativo, seu déficit deverá ser 500kcal pra continuar com a perda gradual de peso.

obs.: Essa teoria não leva em conta o refeed.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

As pessoas estao esquecendo que existe retençao liquida, se voce comer muito num dia do lixo, bastante sodio nos proximos dias voce vai estar BEM mais pesado, mas isso ao longo da semana vai normalizando. Com IIFYM o peso pode ter variaçoes sim, mas é de agua, depende dos alimentos ingeridos no dia.

Outra consideraçao que as pessoas nao se ligam é que peso é diferente de massa ne, o peso tem N variaveis que influem no momento.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

As pessoas estao esquecendo que existe retençao liquida, se voce comer muito num dia do lixo, bastante sodio nos proximos dias voce vai estar BEM mais pesado, mas isso ao longo da semana vai normalizando. Com IIFYM o peso pode ter variaçoes sim, mas é de agua, depende dos alimentos ingeridos no dia.

Outra consideraçao que as pessoas nao se ligam é que peso é diferente de massa ne, o peso tem N variaveis que influem no momento.

Hummmm

Fez BASTANTE sentido. Vou prestar mais atenção no decorrer da semana. Se bem que não pretendo nenhum outro lixo tão lixo tão cedo...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Carbohidrato...HIDRATO! Água

pessoas fodem a dieta assim:

comecam a bulkar, em 2 semanas ja ganha uns 5 kilos, ai ja fica desesperado e quer fazer cutting ou abaixar as calorias, mas nao se toca que gliconegio e água tbm pesam....

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

achei legal a iniciativa de trazer este estilo de vida para águas brasileiras.

há muita 'broscience' hoje em dia, as pessoas seguem religiosamente as mesmas dietas entediantes todos os dias, e acho que o IIFYM ajuda a quebrar um pouco este paradigma!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acabei de postar em outro 2 topicos, porém postarei aqui para ajudar, e também editarei a primeira pagina para ajudar com isso....

aqui vai, traduzido por mim mesmo

Harris-Benedict :

HOMEM: BMR = 66 + [13.7 x peso (kg)] + [5 x altura (cm)] - [6.76 x idade (anos)]

MULHER: BMR = 655 + [9.6 x peso (kg)] + [1.8 x altura (cm)] - [4.7 x idade (anos)]

Mifflin-St Jeor:

HOMEN: BMR = [9.99 x peso (kg)] + [6.25 x altura (cm)] - [4.92 x idade (anos)] + 5

MULHER: BMR = [9.99 x peso (kg)] + [6.25 x altura (cm)] - [4.92 x idade (anos)] -161

Katch-McArdle:

BMR = 370 + (21.6 x LBM)

Onde LBM = [peso total (kg) x (100 - bodyfat %)] /100

Aconselhado é usar a ultima, se nao for possivel, use a segunda, pois a primeira tende a superestimar as necessidades caloricas, principalmente em individuos com sobre-peso

Depois voce deverá multiplicar pelo fator de atividade:

1.2 = Sedentário (Pouco ou nenhum exercicio + desk job)

1.3-1.4 =Pouco ativo (Pouco ativo no dia-a-dia & exercicios lights 1-3 days a week)

1.5-1.6 = Moderadamente ativo (Moderadamente ativo no dia-a-dia & exercicios em intensidade moderada 3-5 days a week)

1.7-1.8 = Muito ativo (Estilo de vida que exige esforco bruto & Exercicio intenso ou reliza algum esporte 6-7 days a week)

1.9-2.0 = Extremamente ativo (Atividade de vida muito intensa ou esportes e trabalho fisico)

O quanto certas sao essas fórmulas?

As formulas sao apenas como ajuda, muitas pessoas acabam errando na hora de calcular seu nivel de atividade ou bodyfat, entao acabam comendo demais, por isso, o aconselhável é monitorar o que acontece em 2-4 semanas, se nao houve perda nem ganho de peso, voce achou sua TMB

Calculando macronutrientes:

1. Proteina: Mesmo sendo em base de massa magra, pode-se ter uma base

Proteina (gramas) = 1-1.5 x peso total (pounds) ou 2,2- 3,3 x peso total(kilogramas)

Se voce é MUITO MAGRO ou uma BAIXA TMB, entao voce precisa manter sempre alta as proteinas, mantendo sempre perto do valor maximo ou até mais

Se voce é MUITO GORDO ou uma ALTA TMB, entao voce pode deixar nos valores mais baixos, ou até mesmo um pouco menos, como 2g/kg

2. Fats: O corpo pode suportar pequenos periodos de baixa ingestao de gorduras, porém, gorduras sao extremamente necessarias para funcoes hormonais em um longo termo, para manter saude, sasiedade e sanidade.

O ideal é manter 0.45g por massa magra em libras ou 1g por massa magra em kilogramas

Se voce possui um gasto calorico baixo ou é muito magro, voce pode abaixar as gorduras para 0.35g de massa magra em libras ou aproximadamente 0,75g por massa magra em kilogramas

Note 1: gorduras ''boas'' ou ''essencial'' nao equivalem ao total de gorduras ingeridos, porem sao incluidas no total, pois muitos alimentos possuem em si gorduras

Note 2: Para aqueles em dietas de baixo carboidratos ou possuem necessidades especiais, a ingestao de gorduras é maior do que esse valor, podendo até ser maior que valories como 1g por massa magra em libras ou 2,2g por massa magra em kilogramas

3. Carbs: Carboidratos sao os nutrientes menos essenciais, porem podem desempenhar um grande papel em uma dieta, eles ajudam a dar energia, manter a sanidade e saciedade, e também pode ajudar alguns individuos em termos de obtencao de energia

Para o calculo de carboidratos é muito fácil, pois serao usadas as calorias que sobraram apos calcular os dois principais nutrientes, que sao gorduras e proteinas

Para o calculo voce usara a seguinte formula:

Caloria dos carboidratos = Calorias total - [proteina em gramas x 4] - [gorduras em gramas x 9]

Apó obter a caloria dos carboidratos, voce dividirá por 4, pois cada grama de carboidrato possui 4kcal(fibras podem variar no valor, mas é recomendável que sempre calcule fibras como 4kcal, pois o valor é realmente variavel e nao há como saber realmente, e também para manter algo instável e seguro.

Ou seja, Caloria dos carboidratos / 4 = Carboidratos em gramas

Fonte: http://www.emma-leig...orie_needs.html

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Artigos muito interessantes.

@bassitos

Visando um clean bulk e usando a fórmula de Katch-McArdle cheguei à TMB de 3088,96 Kcals diárias. Acrescentei 10% resultando em 3397,85 kcals.

Conforme foi dito, eu usei 3,3g por quilo de protéina e cheguei às 280g e 1g por quilo de gordura, dando 85, num total 1885 kcals do total a ser ingerido.

As calorias restantes, 1512,85 , poderia ser distribuida da maneira que eu quiser, tanto com carboidratos, como com gorduras e proteínas, certo ?

Abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Artigos muito interessantes.

@bassitos

Visando um clean bulk e usando a fórmula de Katch-McArdle cheguei à TMB de 3088,96 Kcals diárias. Acrescentei 10% resultando em 3397,85 kcals.

Conforme foi dito, eu usei 3,3g por quilo de protéina e cheguei às 280g e 1g por quilo de gordura, dando 85, num total 1885 kcals do total a ser ingerido.

As calorias restantes, 1512,85 , poderia ser distribuida da maneira que eu quiser, tanto com carboidratos, como com gorduras e proteínas, certo ?

Abraços.

perfeito!

pode adicionar mais gordura se voce quiser, e tb, carbs....

com essa tmb alta eu adicionaria mais gordura e colocaria o resto em carbs, criando espaco para sorvetes :9

EHAUEHEUAE

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então se a pessoa fizer uma dieta com 3g/kg proteina + 1 g/kg gordura, o resto das kcal necessárias podem ser só de sorvete por exemplo ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"porque o corpo utiliza a fonte mais baixa, ou seja, ela pega o seu frango ou o seu peperoni da pizza e quebra, quebra ate virar um aminoacido, e nao difere em nada de onde ele veio, seu corpo nao vai dizer: AH, ISSO É DE UMA PIZZA OU MCDONALDS, VOU TRANFORMAR EM GORDURA! NAO, por favor, nao, isso nao acontece.."

Só esqueceu de dizer que uma pizza ou um lanche do macdonnalds possuem grandes quantidades de TRANS envonvidas, que sao gorduras LDL (malignas) e eliminam as HDLs (benignas), alem de conter sal em excesso . Sou adepto a comer coisas saudaveis.

E quanto a dieta com sorvete, desculpe, mas isso vai contra tudo o que a ciencia diz, portanto nao acredito, duvido que todos que tomarem isso de sorvete terao esse resultado, muito pelo contrario.

abracos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então se a pessoa fizer uma dieta com 3g/kg proteina + 1 g/kg gordura, o resto das kcal necessárias podem ser só de sorvete por exemplo ?

Nao, composicao corporar nao é apenas relacionada com calorias, porem micronutrientes, nao pense que vc pode fazer isso, e eu NUNCA disse isso (:

"porque o corpo utiliza a fonte mais baixa, ou seja, ela pega o seu frango ou o seu peperoni da pizza e quebra, quebra ate virar um aminoacido, e nao difere em nada de onde ele veio, seu corpo nao vai dizer: AH, ISSO É DE UMA PIZZA OU MCDONALDS, VOU TRANFORMAR EM GORDURA! NAO, por favor, nao, isso nao acontece.."

Só esqueceu de dizer que uma pizza ou um lanche do macdonnalds possuem grandes quantidades de TRANS envonvidas, que sao gorduras LDL (malignas) e eliminam as HDLs (benignas), alem de conter sal em excesso . Sou adepto a comer coisas saudaveis.

E quanto a dieta com sorvete, desculpe, mas isso vai contra tudo o que a ciencia diz, portanto nao acredito, duvido que todos que tomarem isso de sorvete terao esse resultado, muito pelo contrario.

abracos

Gorduras trans devem ser comidas com moderacao, é impossivel livrar-se completamente delas, pois muito produtos naturais possuem gorduras trans, como o leite de vaca, por isso que o sorvete possui

Ninguem falo em dieta do sorvete aqui, pelo menos eu nao, como eu disse, comer sorvete todo dia, sim....porem vc precisa de micronutrientes necessarios para seu corpo...

e nao, nao sao todos, cada corpo é diferente, mas a composicao corporal nao é afetada por simples fatores assim, nao é por causa de um sorvete, que vc vai engordar...

Sugiro que leia meu post denovo, e se vc estava referenciando ao video, eu conheco aquele cara, e ele tinha um gasto calorico imenso, entao ele podia acomodar um pote de sorvete tranquilamente e todos outros alimentos eram alimentos ricos em fibras, nutrientes, minerais, etc

Editado por bassitos (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu já me preocupava mais com as calorias do dia do q comer de 3 em 3 horas pq é óbvio q ninguém com uma vida normal consegue comer religiosamente nesse tempo, só não entendo como tudo q é médico continua com essa teoria, será q eles não se atualizam tbm? diz minha mãe q eles estão sempre ligados nas novidades mas duvido q abordem novas teorias aos seus pacientes. Algum médico pra opinar?

Pequenas dúvidas:

1- Se eu fizer por exemplo só 2 refeições no dia de 2 mil calorias meu estômago não vai dilatar e ficar com estômago alto,não vou me sentir "pesado" devido a digestão demorar mais? Por isso q eu penso q dividir no minímo em 4 refeições seria o ideal.

2- Concordo q comer carbo a noite não engorda mas fazer uma refeição pesada antes de dormir só vai atrapalhar seu sono, na minha opinião fazer uma refeição um pouco mais leve antes de dormir é o melhor.

3- O valor TMB muda nos dias q eu treino ou já conta com um valor médio? pq não considero as kcal do whey e a malto na dieta já q só tomo no pós-treino ( sei q horário teoricamente não faz diferença mas no meu caso agora q estou tomando whey e malto começei a ter resultados coisa q só com a dieta parece não resolver, repito meu caso)

4- Nunca consegui chegar num valor certo quanto ao meu nivel de exercicio pq eu trabalho com cozinha 8 horas por dia, então ando de um lado para o outro com boa frequência, pego caixas e panelas pesadas ocasionalmente, lavo o chão e louça, fora a produção em si mexendo os braços o dia todo. Fora o trabalho a academia, 45min a 1 hora 3x na semana. Alguma idéia quanto ao meu nível de atividade?

5- Quando vc fala 3 g de proteina por peso de massa magra, é massa magra mesmo? sempre achei q usasse o peso total pra fazer as contas.

Abração e novamente obrigado por quebrar mais alguns mitos da nutrição.

edit: 23 anos, 1,86 90kg ectomorfo basicamente

Editado por Polezi (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Po bassitos, então quer dizer que no cutting a pessoa não deveria fazer um dia do lixo para aumentar seu nivel de lepsina ? e o refeed no cutting ? como ele deve ser feito ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu já me preocupava mais com as calorias do dia do q comer de 3 em 3 horas pq é óbvio q ninguém com uma vida normal consegue comer religiosamente nesse tempo, só não entendo como tudo q é médico continua com essa teoria, será q eles não se atualizam tbm? diz minha mãe q eles estão sempre ligados nas novidades mas duvido q abordem novas teorias aos seus pacientes. Algum médico pra opinar?

[...]

1) Possivelmente (é comum, na verdade), mas vai da pessoa, de ela acostumar etc. Eu particularmente fico 1h almocando 1.5kg (aproximado) e depois de meses fazendo isso, levanto da cadeira levemente estufado apenas; coisa que em 1h-1h30 já estou bem melhor.

2) Questao pessoal.

3) Depende do treino, mas mudar muda; voce nao ficou parado como em um dia off.

4) Pelo horario, nao estou com vontade de pensar, entao pulo :D

5) Até onde eu sei, geralmente é usado o peso total da pessoa. Mas pode ser que atualmente e/ou o bassitos/outros optem por calcular baseado apenas na MM.

PS: Editei o titulo do topico pra corrigi-lo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com o tempo o seu corpo acostuma, tem vezes que eu desco 1600kcal em 1h e depois de 2h to com fome...

A questao para isso e porque se adapta melhor para mim, na minha rotina. Se vc nao consegue, distribui mais

O craw ja disse sobre algumas coisas, só vou add, como a relacao do seu trabalho...eu ficaria esperto, eu tenho bodybugg e vejo que queimo umas 500kcal so cozinhando, lavando e arrumando algumas coisas, entao fica esperto, calcula seus requerimentos e acompanha durante 2-4 semanas

Em questao dos pesos para usar, é sempre bom usar massa magra, a Lemma diz isso, para ser mais correto, mas nao tenho certeza da verdadeira razao

Predator, entao, em cutting, provavelmente vc tem um consumo baixo de carbs, entao quando vc faz refeed, vc pode abaixar gorduras para criar espaco para carbs

Nao tenho numeros aqui, to no cel, mas ACHO que entre 0,6g/kg é o que eu tinha visto

Tem um artigo no www.leangains.com sobre cheat day, ou seja, um refeed, da uma olhada la

Como eu disse, Cheat day NAO é o mesmo que refeed..o pessoal confunde muitoo....

Obrigado Craw por editar :)

Editado por bassitos (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, até pode ser verdade essas pesquisas, porem prefiro continuar com meu velho habito de comer em horarios adequados e minha caseina/albumina no fim da noite, pois estou tendo bons resultados com esse tipo de dieta...

Eh impossivel julgar se uma teoria ta certa ou errada, sempre vai encontrar um BB que faz a dieta x e outro q segue a Y, e ambos sao monstros. E sempre encontraremos artigos que vao defender uma dieta X e outra Y...

abracos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Claro que é possível, estudos existem para isso. Veja bem, estudos científicos, não relatos de uma ou outra pessoa.

Mas isso não significa que você deva mudar o que faz; se a sua dieta e treinamentos funcionam para você, ótimo. O que está sendo mostrado aqui é que você pode ter uma flexibilidade maior na sua dieta sem prejuízos. Cabe a você colocá-la em prática ou não.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, até pode ser verdade essas pesquisas, porem prefiro continuar com meu velho habito de comer em horarios adequados e minha caseina/albumina no fim da noite, pois estou tendo bons resultados com esse tipo de dieta...

Eh impossivel julgar se uma teoria ta certa ou errada, sempre vai encontrar um BB que faz a dieta x e outro q segue a Y, e ambos sao monstros. E sempre encontraremos artigos que vao defender uma dieta X e outra Y...

abracos

LOL, até pode ser possivel, como até?

Isso sao estudos cientificos, meu amigo, além de tudo existem pessoas fazendo isso, se vc ainda prefere comer de 3 em 3 horas e ter albumina durante a noite, isso é sua preferencia, mas voce nao ganha nenhum beneficio em termos de composicao corporal, queima de gordura, vantagem no metabolismo por causa disso...

Se voce nao tem a mente aberta para aceitar estudos cientificos comprovando os fatos, nao posso fazer nada

Editado por bassitos (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estudos sao mto volateis, hj uma coisa eh certa, daqui 5, 10 anos, nao "presta"...

Estudos podres e mal interpretados sao volateis, nao os bem feitos/controlados.

Essa posicao de "a ciencia muda, entao nao acredito" é bem confortavel, eu sei. Muito mais comodo voce manter sua rotina do que arriscar algo novo; mas [2] no post do mpcosta: nao é por causa da IIFYM que está obrigado a parar de 3 em 3h. Se voce acha que isso serve pra alguma coisa ou se sente bem assim, otimo. Apenas nao ache que é sua unica opcao

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, até pode ser verdade essas pesquisas, porem prefiro continuar com meu velho habito de comer em horarios adequados e minha caseina/albumina no fim da noite, pois estou tendo bons resultados com esse tipo de dieta...

Eh impossivel julgar se uma teoria ta certa ou errada, sempre vai encontrar um BB que faz a dieta x e outro q segue a Y, e ambos sao monstros. E sempre encontraremos artigos que vao defender uma dieta X e outra Y...

abracos

Isso é um bom motivo, concordo. Só lembre-se que você, por opção, não tem parâmetro de comparação: TALVEZ o que hoje é bom poderia tornar-se ótimo com algumas mudanças.

Estudos sao mto volateis, hj uma coisa eh certa, daqui 5, 10 anos, nao "presta"...

Isso também não vale para os estudos que embasam a SUA posição? Será que você não está se agarrando a um ponto de vista baseado em estudos que, segundo você mesmo, são voláties?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

como vcs ciclam as calorias quando estao em bulk e cut seguindo if?

li em algum lugar q o martin diz pra usar 20% a mais em dias de treino, 10% a menos em dias sem treino.

um cara tava fazendo algo como:

treino +20%

off -10%

treino +20%

off -10%

treino +20%

off - manutencao

off - manutencao

parece bacana, oque acham?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

como vcs ciclam as calorias quando estao em bulk e cut seguindo if?

li em algum lugar q o martin diz pra usar 20% a mais em dias de treino, 10% a menos em dias sem treino.

um cara tava fazendo algo como:

treino +20%

off -10%

treino +20%

off -10%

treino +20%

off - manutencao

off - manutencao

parece bacana, oque acham?

Você está em bulking, não? Se for, eu acho que está bom sim.

O Martin não dá valores exatos, apenas fala para comer mais nos dias de treino, e menos nos de descanso. Ele tinha uma recomendação antiga de +20%/-20%, mas essa era para bodyrecomp, nem cutting nem bulking.

Eu usei +20/-40 (2 treinos na semana) com bastante sucesso em cutting. Atualmente estou usando +20/-20 (para o bodyrecomp), vamos ver se vai dar certo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estudos sao mto volateis, hj uma coisa eh certa, daqui 5, 10 anos, nao "presta"...

"a mente que se abre a uma nova ideia, nunca mais volta ao seu tamanho original" (Albert Einstein).

:laughingsmiley:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Com esse protocolo, voce ficara 40% acima da sua maintance ao final de uma semana... ou seja, se sua maintance é de 2.000kcal, ao final da semana voce vai ficar em 800kcal....eu acho que ainda é um pouco baixo para clean bulking...eu acho que um numero excelente para isso seria em torno de 1200-1500kcal ao final da semana, que é 0,5lb por semana, que seria os ganhos mais limpos possiveis

Atualmente estou jogando 300kcal todo dia acima da minha suposta maintance, o que daria 2.100kcal ao final da semana, porem tem dias que eu queimo 2.800kcal, outros 2.600, porem outros 2.200, entao deve dar menos que isso...

Pelo meu peso, etc e tals eu deveria jogar mais, porem tenho paciencia e prefiro ter mais tempo crescendo seco, do que crescer rapido com gorduras indesejadas (:

Editado por bassitos (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou fazendo um ABC2x com um clean bulk, então, estou jogando 10% em todos os dias e baixando 10% no domingo.

São cerca de 311 calorias a mais nos dias on, e 308 no domingo, o que são 1502 kcal no fim da semana.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você está em bulking, não? Se for, eu acho que está bom sim.

O Martin não dá valores exatos, apenas fala para comer mais nos dias de treino, e menos nos de descanso. Ele tinha uma recomendação antiga de +20%/-20%, mas essa era para bodyrecomp, nem cutting nem bulking.

Eu usei +20/-40 (2 treinos na semana) com bastante sucesso em cutting. Atualmente estou usando +20/-20 (para o bodyrecomp), vamos ver se vai dar certo.

eu tbm to fazendo bodyrecomp com +20% -20%, bf ta meio alto na minha opniao, mas assim que baxar vo de clean bulk.

vlw

Com esse protocolo, voce ficara 40% acima da sua maintance ao final de uma semana... ou seja, se sua maintance é de 2.000kcal, ao final da semana voce vai ficar em 800kcal....eu acho que ainda é um pouco baixo para clean bulking...eu acho que um numero excelente para isso seria em torno de 1200-1500kcal ao final da semana, que é 0,5lb por semana, que seria os ganhos mais limpos possiveis

Atualmente estou jogando 300kcal todo dia acima da minha suposta maintance, o que daria 2.100kcal ao final da semana, porem tem dias que eu queimo 2.800kcal, outros 2.600, porem outros 2.200, entao deve dar menos que isso...

Pelo meu peso, etc e tals eu deveria jogar mais, porem tenho paciencia e prefiro ter mais tempo crescendo seco, do que crescer rapido com gorduras indesejadas (:

entedi, quantos anos se tem cara?

na foto do avatar parece bem novo, vc parece bem dedicado. boa sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou fazendo um ABC2x com um clean bulk, então, estou jogando 10% em todos os dias e baixando 10% no domingo.

São cerca de 311 calorias a mais nos dias on, e 308 no domingo, o que são 1502 kcal no fim da semana.

Se suas contas estiverem certas....esta tudo certo entao, boa sorte, cara (:

eu tbm to fazendo bodyrecomp com +20% -20%, bf ta meio alto na minha opniao, mas assim que baxar vo de clean bulk.

vlw

entedi, quantos anos se tem cara?

na foto do avatar parece bem novo, vc parece bem dedicado. boa sorte.

18 anos, com cara de 15 HUEAHEUAHEUEHAE :laughingsmiley:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se suas contas estiverem certas....esta tudo certo entao, boa sorte, cara (:

18 anos, com cara de 15 HUEAHEUAHEUEHAE :laughingsmiley:

e corpinho de 27?

aeuhaeuea

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

e corpinho de 27?

aeuhaeuea

diria de 12 HEUAHUAHEUHAE

Sites para voces buscarem receitas criativas e que tem macronutrientes muito bons

Sheila's LiveWell 360

Food of April

For The Love Of Cookies!

Teresa Cutter - The Healthy Chef!

Susan Jane Murray - Eating with Intolerences

Receitas para pessoas com alergias a alguns ingredientes

Pimp My ProteinShake!

Diet, Desserts, and Dogs!

Muitas receitas variadas

Heather Eats Almond Butter

Nao só de manteiga de amendoas

Kath Eats Real Food

YUMMMMMM!

Peanut Butter Boy

Tudo com manteiga de amendoim!

Stuff I make my Husband

Algumas interessantes!

Pimp My Protein Shake

Protein based tastiness - and not just shakes!

Couched

Add together a unique combination of ingredients with a creative mind and you get awesome ideas for those on restricted diets.

Well worth the look!

Para quem se interessar por mais pesquisas:

Research Database Directory

Se voces precisarem de algo, a database deles é imensa, apenas procurar

Pubmed

Um dos melhores e mais faceis, com estudos sérios, com conclusoes, objetivos, etc

HighWire Press

BioMed Central

Jornais abertos com pesquisas

Free Medical Journals

Um resumo grátis dos textos

Alan Aragon's Research Review

Alan, um dos melhores!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Saciedade é uma coisa....

gorduras saturadas nao fazem mal ao seu corpo....

peraí... gordura SATURADAS não faz mal ao corpo? releia o que você falou....

até onde eu li, médicos, cientistas que passam a vida toda estudando alimentação... sempre vi ... "gorduras saturadas podem entupir artérias", aumenta o LDL, aumentam os riscos de doenças cardíacas...

até agora não vi um artigo em revista, internet falando .. "COMA GORDURA SATURADA pois não vai te fazer mau" ou "Gordura saturada: A gordura do bem"...

Muitos artigos, inúmeros na verdade são contraditórios principalmente ao que tange a parte de suplementação ...

É muito fácil para uma empresa que lucra bilhões de dólares pagar um pouco a um nutricionista qualquer colocar o nome dele em algum artigo de estudo para beneficiar a venda de suplementos para o pós treino...

uns falam que existem janela de oportunidades... eu ja acho que não existe isso.. mas sei que a alimentação no pós treino é muito importante..

outra coisa, esses artigos que vc postou e seu tópico, dá a entender que .. devemos abrir a cabeça e por na da cabeça que vamos ter ganhos mesmo comendo pizza, chocolate, sorvete, bacon, mc donalds.. enfim, todas essas "porcarias", apenas atingindo os macronutrientes...

mas vc esquece é que muita gente aqui não ta focado só em crescer, ficar gigante, monstro .... e pronto... o foco não é crescer e os objetivos foram alcançados.

tem MUITA gente aqui que quer crescer de forma sustentável e saudável.

acredito eu que não é muito legal vc comer porcaria por 20-30 anos ... acho que a longo prazo não vai fazer muito bem para o seu corpo...

Não sei você, mas eu quero viver muito... pegue depoimentos de pessoas que vivem até os 100 anos e vejam qual a alimentação das mesmas

eu me lembro que vi uma vez um americano que tinha mais de 100 anos e MUITO saudável, correndo e tudo, e perguntaram... "Qual o seu segredo para viver tanto? ... "Alimentação."

Muita gente aqui quer ser rígido na alimentação.. não só pra crescer legal, mas tb pensando a longo prazo...

Pense a longo prazo... seu tópico fala muito sobre o dia de hoje, ficar forte e pronto (meios justifcam os fins) frase essa justificada pelos seus "incentivos" a comer esse tanto de besteira, mas nada nos fala sobre o dia de amanhã....

Pense nisso.

Editado por tfernandes (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

até onde eu li, médicos, cientistas que passam a vida toda estudando alimentação... sempre vi ... "gorduras saturadas podem entupir artérias", aumenta o LDL, aumentam os riscos de doenças cardíacas...

até agora não vi um artigo em revista, internet falando .. "COMA GORDURA SATURADA pois não vai te fazer mau" ou "Gordura saturada: A gordura do bem"...

Com todo respeito do mundo cara, mas se voce ainda acredita no mito das gorduras saturadas e afirma que nunca viu nada contra... comece a pesquisar. Ou mais, ou em locais melhores. Acho que essa de "gordura saturada entope veia" ou "gordura saturada faz mal pro coracao" é mais fail do que a teoria "nao coma ovos porque eles tem colesterol".

eu me lembro que vi uma vez um americano que tinha mais de 100 anos e MUITO saudável, correndo e tudo, e perguntaram... "Qual o seu segredo para viver tanto? ... "Alimentação."

O padrao já estabelecido entre os centenarios é a expressao de alguns genes (quais sao nao vou me lembrar de cabeca); ou seja, genetica. Nao é nada dificil ver noticia no UOL sobre velhinha ou velhinho de 100+ anos comendo fritura e tomando cerveja preta; e menos dificil ainda é ver gente natureba falecendo com 70-80 anos.

Pense a longo prazo... seu tópico fala muito sobre o dia de hoje, ficar forte e pronto (meios justifcam os fins) frase essa justificada pelos seus "incentivos" a comer esse tanto de besteira, mas nada nos fala sobre o dia de amanhã....

Pense nisso.

Se voce realmente acha que IIFYM é "comer esse tanto de besteira" e nao pensar sobre o dia de amanha... mais desculpas, mas vá ler direito sobre a teoria. Por favor, de quote onde alguem afirmou que a pessoa DEVA comer besteira em grandes quantias diariamente.

Falta de interpretacao de texto faz uma falta as vezes...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caro Craw69...

Desculpe, mas já pesquisei muito, vários artigos... até agora não vi um que fale que gordura saturada ou gordura trans é algo bom.

Sim, genética influencia, mas alimentação saudável nao influencia no aumento da expectativa de vida? e na qualidade de vida? certeza??? você deveria pesquisar um pouco sobre isso...

IIFYM = If it fits you macro - EAT THAT SHIT

blz .. quer dizer que meus 10g por refeição de gordura posso comer margarina e blz? vou ser uma pessoa saudável? rsrs

não é bem assim não...

alimentação saudável é importante, se não fosse, não existiam estudos que comprovem isso

aliás, acho que nem nutricionista existia.

o que eu quero passar é isso...

acho que houve falta de interpretação sua no meu texto...

releia, veja o que eu quero dizer nas entre-linhas...

Editado por tfernandes (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

-Results from prospective studies show few effects. Very low consumption of saturated fat possible increases risk of intraparenchymal hemorrage, and high consumption of processed/vegetable trans fat possibly increases CHD risk. Both findings should be interpreted with care since no evidence was found for an association with total CVD. Suggestive evidence was found that dietary cholesterol intake increases CVD risk. This association should also be interpreted with care since no evidence was found for an association with either CHD or stroke. Inconclusive evidence was found for an association between any other type of dietary fat and any type of CVD.

-Results from prospective studies show that full-fat dairy items and low-fat dairy items do not consistently differ in their effects on CVD. Certainly, no conclusion can be drawn that margarine intake decreases CHD rates relative to butter. No data is available about the relation between meat fats and CVD.

-Analysis of randomized trials about substitution of dietary fats showed that a large amount of confounders was able to influence the effects on CVD. None of the intervention trials was able to isolate the effect from saturated fats on CHD.

-Analysis of randomized trials about substitution of dietary fats showed that changes in serum cholesterol, caused by changes in dietary fat intake, are not predictive of CHD risk.

-Analysis of the validity of conclusions from 3 advisory committees (Institute of Medicine. 2005; USDA/USDHHS. 2010; and EFSA. 2010) shows that all advisory committees ignored results from the majority of both randomized trials and prospective cohort studies. Effects from 'good' HDL-cholesterol on CVD, caused by saturated fat intake are ignored consistently. And true results from the scientific literature were manipulated to better fit advices in 2 out of 3 reports.

Source: Dietary fat, dietary cholesterol, and cardiovascular disease. Canceranddiet.nl. Available at: http://canceranddiet...ietary-fat.html

INTRODUCTION.

Consumption of saturated fat increases levels of LDL- (bad) cholesterol. And LDL-cholesterol increases risk of heart disease. These correlations have led to worldwide recommendations to decrease consumption of saturated fat in order to decrease risk or heart disease.

Generally, advisory committees/scientists use 3 types of support for these recommendations:

1) Results from randomized studies have shown that saturated fat consumption increases cholesterol levels.

2) Intervention studies have shown that the decrease of saturated fat, and simultaneous increase of polyunsaturated fat in the diet, decreases CHD risk.

3) Prospective cohort studies have shown that saturated fat intake increases coronary heart disease risk.

All types of support will be discussed, and brought into perspective with data from other types of evidence.

THEORY 1: RESULTS FROM RANDOMIZED STUDIES HAVE SHOWN THAT SATURATED FAT CONSUMPTION INCREASES CHOLESTEROL LEVELS.

Often, advisory committees and scientists use the same article to prove that saturated fat intake negatively influences cholesterol: A meta-analysis of 60 randomized studies examined the effects of replacing carbohydrates by different types of fat (Mensink RP. 2003). The feeding studies included lasted between 13 and 91 days.

What did this meta-analysis find?

The analysis showed that replacing carbohydrates by saturated fat increased cholesterol levels, but contrary to what is often suggested, this effect is not necessarily disastrous. Both the levels of 'bad' LDL-cholesterol, and 'good' HDL-cholesterol increased significantly. Saturated fat consumption increased HDL-cholesterol to an even larger extend than both monounsaturated-, and polyunsaturated fat. Saturated fat significantly increased total cholesterol levels, but the ratio of total:HDL-cholesterol was not influenced.

The authors found that replacing carbohydrates with any food source rich in dietary fats will improve the ratio total:HDL cholesterol:

And the predicted changes were calculated:

dietary-fat-cholesterol.gif

Do subjects with higher cholesterol levels have an increased risk of cardiovascular disease?

A meta-analysis of 61 prospective studies examined the relation between cholesterol, and mortality from cardiovascular disease (Prospective Studies Collaboration. 2007). Subjects with higher cholesterol levels had a significantly increased risk of CHD mortality, but the ratio total:HDL-cholesterol was the strongest predictor of CHD mortality. And both HDL-cholesterol, and LDL-cholesterol levels were independent predictors of mortality from CHD.

Is focusing on effects on cholesterol causes by increased saturated fat intake a reliable way to predict effects on heart disease?

The researchers from the meta-analysis about effects of fat on the cholesterol (Mensink RP. 2003) warn against focusing on the effects of intermediate end point:

They also warn against focusing on just one single intermediate end point:

And long-term effects are unknown:

Conclusion: Saturated fat consumption increases both HDL-, and LDL-cholesterol levels compared to carbohydrates, without changing the ratio total:HDL-cholesterol. Subjects with higher cholesterol levels probably have increased risk of mortality from CHD compared to subjects with lower cholesterol levels, but the ratio total:HDL-cholesterol was a much stronger predictor of this association. Dietary fats will probably - apart from their effects on cholesterol levels - also influence other intermediate end points for CHD, and how the sum of the different effects from the various intermediate end points will eventually influence risk of CHD, can not be predicted.

THEORY 2: INTERVENTION STUDIES HAVE SHOWN THAT THE DECREASE OF SATURATED FAT, AND SIMULTANEOUS INCREASE OF POLYUNSATURATED FAT IN THE DIET, DECREASES CHD RISK.

In the past years, several systematic reviews of randomized studies were published which looked at the effect of replacing saturated fat by polyunsaturated fat (Hooper L. 2000/2001; Skeaff CM. 2009; Mozaffarian D. 2010; Ramsden CE. 2010). Results of these systematic reviews can be seen in the following table. Studies examining the effects of polyunsaturated fat consumption from fish were mostly not included in these systematic reviews. Since results from all randomized trials were published well before the year 2000, all authors were able to include data from all available trials.

saturated-fat-polyunsaturated-fat-heart-disease.jpg

Results from the 4 systematic reviews were similar for CVD/CHD risk, but differed for CVD/CHD mortality, and mortality from all causes.

The 4 reviews included different randomized trials:

-The Finnish Mental Hospital Trial (Turpeinen O. 1979; Miettinen M. 1983) was only included by Skeaff CM, and Mozaffarian D. In this trial, subjects were not randomized to the dietary trial group, or the control group on an individual level. Instead, all subjects in one hospital were allocated to the experimental group, while all subjects in another hospital were allocated to the control group. Six years later, the hospitals switched their diets.

-The Rose Corn Oil Trial (Rose GA. 1965) was included in all reviews, except the one from Mozaffarian D. Except for this trial, Skeaff CM and Mozaffarian D included the same 7 trials.

-The DART Study (Burr ML. 1989) was included in all reviews, except the one from Ramsden CE. This author stratified effects by differences in the type of dietary polyunsaturated fats included in the experimental diets. And the DART Study did not provide data about the specific n-6 and n-3 PUFA composition of the study diets.

-The Sydney Diet-Heart Study (Woodhill JM. 1978) was only included by Hooper L, and Ramsden CE. The trial provided data about all-cause mortality, but not about CVD/CHD. But Ramsden CE pointed out that all-cause mortality increased by 49% in this study, and 61 of 67 deaths were attributed to CHD. Therefore, failure to publish the full dataset of this negative study probably led to an overestimation of the beneficial effects of cholesterol-lowering polyunsaturated fat diets on CHD.

-Note: Results for mortality from all causes differed between Skeaff CM, and Mozaffarian D, while the same cohorts were included for this analysis. This may be caused by the possibility that Skeaff CM interpreted results from "The Finnish Mental Hospital Trial" incorrectly (Miettinen M. 1972). Skeaff CM found a significant protective effect against mortality (- 26% for men, and - 27% for women), while the authors from this trial themselves found no effect among women, and a small non-significant protective effect among men. It is possible that Skeaff CM overlooked the fact that the control group was followed for a longer period of time (3.13 y for women, and 2.93 y for men, respectively) compared to the invervention group (2.60 y for women, and 2.38 y for men, respectively.

-Note: The analysis by Hooper L differed to a large extend from the analysis by Mozaffarian D, and Skeaff CM. More studies were included, while less subjects died. This is partly because no subjects got sick or died in 13 out of 27 included studies during the trial period, and this is partly because "The Finnish Mental Hospital Trial" was excluded from the analysis. The latter trial included 1,285 deaths from all causes.

It seems that results from the "The Finnish Mental Hospital Trial" can explain the differences between the 4 systematic reviews to a large extend. This trial was excluded in 2 reviews (Hooper L. 2000; Ramsden CE 2010), end the size of the protective effect against all-cause mortality is probably overestimated in another review (Skeaff CM. 2009).

Results from the 4 systematic reviews of randomized trials:

All 4 reviews found a protective effect against risk of CVD/CHD from replacing saturated fat by polyunsaturated fat. Risk decreased by 15-19%. Hooper L (2000) showed that all effects lost significance when "The Oslo Diet-Heart Study" (Leren P. 1970) was excluded in which the intervention group was additionally randomized to fish consumption. This study was included in all 4 systematic reviews. After exclusion of this study the RR's became (0.86; 95% CI = 0.72-1.03 for CVD risk, 0.94; 95% CI = 0.79-1.11 for CVD mortality, and 1.02; 95% CI = 0.91-1.14 for mortality from all causes).

Only one out of four systematic reviews found a nonsignificant protective effect against all-cause mortality from replacing saturated fat by polyunsaturated fat (Skeaff CM. 2009). And as can be seen above, the author probably overestimated the size of this effect. All other authors found no effect on all-cause mortality (RR's of 0.98, 0.99, and 1.02 for Mozaffarian D, Ramsden CE, and Hooper L, respectively).

Does it matter which type of polyunsaturated fats is used to replace saturated fat?

Ramsden CE showed that effects differed by type of polyunsaturated fats used for the substitution of saturated fats. RR's for all end points were > 1 when trials examining n-6 specific polyunsaturated fats (linoleic acid) were used, and RR's for all end points were < 1 when trials examining both n6 and n3 polyunsaturated fats (alpha-linolenic acid) were used:

linoleic-acid-alpha-linolenic-acid-heart-disease.jpg

In all trials saturated fat intake lowered, while polyunsaturated fat intake increases. So which type of fat was responsible for the effect on CHD found in the systematic reviews?

None of the 4 systematic reviews analyzed the probability that any of the given effects was caused by any specific type of dietary fat. At least in the articles mentioned above......

The systematic review by Hooper L was published twice (2000, 2001). The version mentioned above was published in 2000, and was included in the Cochrane Database. In 2001 the review was published again. And in this second version the author tried to explore the relation between change in proportion of total fat, saturated fat, polyunsaturated fat, and monounsaturated fat on cardiovascular events. This analysis showed no evidence for an effect by total fat, saturated fat, and polyunsaturated fat, while monounsaturated fat significantly increased risk of cardiovascular events. The author warns that these results should be treated with caution, but clearly this analysis does not fuel the hypothesis that saturated fat consumption plays a major part in risk of cardiovascular events.

saturated-fat-cholesterol.jpg

Can changes in serum cholesterol - which are caused by changes in consumption of dietary fat - predict subsequent changes in CHD in a reliable way?

Randomized studies consistently showed that dietary changes, aimed at substitution of polyunsaturated fat for saturated fat, decreased serum cholesterol levels. A global look at the subsequent effect on CHD suggests that these decreased levels of serum cholesterol, often correspond fairly well with the predicted decrease in CHD rates. But when more detailed findings are taken into account, little evidence remains that changes in serum cholesterol created by changes in dietary fat intake are predictive of CHD rates. Full details about this analysis can be found here: http://canceranddiet...urated-fat.html.

Results from randomized trials of substitution of dietary fats are often used to "prove" a causal relation between consumption of saturated fat and CHD. But can results from these trials be attributed to the changes in saturated fat intake, or could other dietary and non-dietary changes have contributed to these results?

Various confounders were able to influence the effect of replacing saturated fats by polyunsaturated fats. Sometimes, experimental groups were randomized to a complete mediterranean diet, including increased consumption of vegetables and fruits. The effect of reduced trans fat intake in the experimental groups, is likely to have attributed to the protective effects against coronary heart disease in all 8 trials. Saturated fat was replaced by polyunsaturated fat in all trials, and dietary cholesterol intake correlated strongly to saturated fat intake. Subsequently, none of the trials involved in the analysis was able to isolate the effect from saturated fats on CHD. Full details about this analysis can be found here: http://canceranddiet...urated-fat.html.

Conclusions by the authors from the 3 systematic reviews of randomized trials to decrease saturated fat consumption, and simultaneously increase polyunsaturated fat consumption:

1) In 2000 Hooper L published his systematic review in the Cochrane Database. The following recommendation was made:

But neither in the "results", nor in the "discussion" part of the article is any information given that an examination was done of the specific part of saturated fat in this effect. This suggest that his conclusion was based on an assumption, rather than on actual research.

In 2001 Hooper L published the same systematic review again and - as shown above - not saturated fat, but monounsaturated fat was found responsible for the increased risk of CVD events. This made the author come to another conclusion:

2) In 2009, Skeaff CM concluded the following:

Also, this author concluded that substitution of saturated fat for carbohydrates, probably will not effect CHD events, and fatal CHD (see table 4 in the related article).

3) In 2010, Mozaffarian D, concluded the following:

4) In 2010, Ramsden CE did not mention the specific effect of saturated fat.

Conclusion: In the past, several dietary interventions trials were done to decrease consumption of saturated fat, and simultaneously increase consumption of polyunsaturated fat. Systematic reviews of these trials show that such an intervention may decrease risk of CVD/CHD by 15-19%, but will probably not increase survival. When only randomized trials were included, and when dietary interventions with fish consumption were excluded, no significant associations were found of replacing saturated fat by polyunsaturated fat (- 14% for CVD risk, - 4% for CVD mortality, and + 2% for all-cause mortality).

An analysis of randomized intervention trials showed that total fat, saturated fat, and polyunsaturated fat did not influence risk of CVD events. Instead, monounsaturated fat consumption was found to significantly increase risk of CVD events. Furthermore, changes in serum cholesterol, caused by changes in dietary fat intake are not predictive of coronary heart disease risk. Finally, a large amount of confounders was able to influence the effects on CVD from substitution of dietary fats. None of the intervention trials involved was able to isolate the effect from saturated fats on CHD.

THEORY 3: PROSPECTIVE COHORT STUDIES HAVE SHOWN THAT SATURATED FAT INTAKE INCREASES CORONARY HEART DISEASE RISK.

According to the Institute of Medicine, the majority of epidemiological studies have reported an association between saturated fat intake and risk of CHD (Institute of Medicine. 2005). This conclusion is based on incorrect citing of true results from these studies: http://canceranddiet...eport-2005.html

In the past 3 systematic reviews of prospective studies were published, examining the relation between consumption of saturated fat and CHD or stroke (Skeaff CM. 2009; Mente A. 2009; Siri-Tarino PW. 2010). These were all published recently. In a fourth systematic review the effects of replacing saturated fat by other macronutrients were examined (Jakobsen MU. 2009).

High vs low consumption of saturated fat: Results from the first three systematic reviews are shown in the table below. None of these reviews found a significant association with CHD or stroke of high vs low consumption of saturated fat.

Replacing saturated fat by unsaturated fat or carbohydrates: In 2009, Jakobsen MU published a systematic review about the effects on CHD of replacing saturated fat by 3 other macronutrients. Eleven cohorts were included in this analysis. Replacement by polyunsaturated fat decreased both risk-, and mortality from CHD. Replacement by monounsaturated fat or carbohydrates increased CHD risk - but not CHD mortality - among men.

prospective-cohort-studies-saturated-fat-heart-disease.jpg

Conclusion: In the past, 3 systematic reviews examined the effect of high vs low consumption of saturated fat on CHD or stroke. None of these reviews found a significant association. A fourth review shows the effect of lowering saturated fat is probably related to the nutrient it is replaced by. In this case polyunsaturated fat may decrease CHD risk and mortality, while monounsaturated fat and carbohydrates may increase CHD risk among men.

MEAT FATS AND DAIRY FATS IN RELATION TO CARDIOVASCULAR DISEASE AND ALL-CAUSE MORTALITY.

Previously, I examined the relation between both meat- and dairy fats in relation to both CVD and all-cause mortality, based on results from prospective studies (see elsewhere on my site). The literature search covered the period until may 25, 2010.

In short, results are as follows:

-Meat fats and CVD None of the articles presented data about the relation between lean meats vs fatty meats for any type of meat.

-Dairy fats and CVD No consistent differences in effect were found between full-fat and low-fat versions of total dairy products, milk, and cheese.

Butter and margarine were not independently related to CHD, but within cohort comparisons showed RR's were lower for butter than for margarine in 5 out of 6 cohorts. In contrast, margarine possibly protects against stroke mortality among women, and butter possibly increases risk of intracerebral hemorrhage. Other fat dairy products were not linked to increased CVD rates: Cheese possibly decreases risk of ischemic stroke, and cream might protect against the sum or CHD and stroke.

-Meat fats and all-cause mortality No associations were found.

-Dairy fats and all-cause mortality no evidence was found for a modifying effect of dairy-, milk-, and cheese fat on the association between the related items and mortality. And no evidence was found for a difference in effect between butter and margarine.

Conclusion: Results from prospective studies show that full-fat dairy items and low-fat dairy items do not consistently differ in their effects on CVD. Certainly, no conclusion can be drawn that margarine intake decreases CHD rates relative to butter. No data is available about the relation between meat fats and CVD.

ARE THE CONCLUSIONS FROM ADVISORY COMMITTEES, ABOUT THE RELATION BETWEEN SATURATED FAT AND CARDIOVASCULAR DISEASE, VALID?

Advices are based on conclusions and summaries of findings from literature searches. Ideally, these literature searches cover all relevant data available, according to a predefined set of criteria. This is called a systematic review. By standard, a systematic review never excludes results from individual studies found without a clear motivation.

As mentioned before, advisory committees include 3 types of data to judge the evidence relating saturated fat intake to cardiovascular disease:

-Randomized trials examining the effect of saturated fat intake on serum cholesterol.

-Randomized trials examining the effect of substitution of polyunsaturated fat for saturated fat in relation to cardiovascular disease.

-Prospective cohort studies examining the direct effect of saturated fat intake on cardiovascular disease.

If advisory committees want to make valid conclusions based on all available evidence, they have to use data from systematic reviews covering these 3 topics, or they have to do a systematic literature search themselves.

The table below is an overview of the criteria used to judge the evidence linking saturated fat intake to CVD/CHD in 3 different reports. The reports included are as follows. Full details about missing data and incorrect citations in these reports can be seen by clicking on the related item:

-The dietary reference intakes for macronutrients 2005, by the Institute of Medicine. Read: http://canceranddiet...eport-2005.html

-The dietary guidelines for Americans 2010, by the USDA, and the USDHHS. Read: http://canceranddiet...eport-2010.html

-The scientific opinion on dietary reference values for fats 2010, by the EFSA. Read: http://canceranddiet...eport-2010.html

Did the 3 European and US reports include all data available?

-The EFSA report based it's evidence for the relation between saturated fat intake and serum cholesterol on a systematic review of randomized trials (Mensink RP. 2003). Both other reports only included only a small amount of the available evidence.

-All 3 reports mentioned that saturated fat intake increases serum LDL-cholesterol and that serum LDL-cholesterol increases risk of CVD/CHD.

-Only 2 out of 3 reports mentioned that saturated fat intake increases serum HDL-cholesterol. All reports failed at mentioning that serum HDL-cholesterol decreases CVD/CHD risk. None of the reports discussed the reason for this. One report cited the effect of saturated fat intake on serum HDL-cholesterol incorrectly.

-The EFSA report was the only report to include data from randomized trials about the effect of substitution of dietary fats in relation to CVD. It failed at defining results from available systematic reviews (Hooper L. 2000, 2001), and it failed at describing the true dietary interventions used in these trials.

-All 3 reports failed at systematically reviewing the available results from prospective cohort studies. The EFSA report included just one single cohort study. Both other reports did not only fail to include data from all available cohorts, but they also failed at correctly citing the true results from this limited amount of data.

Conclusion: None of the 3 European and US reports evaluated all available evidence. Instead most of the available evidene from both randomized trials and prospective cohort studies were ignored. Though 2 reports mentioned the fact that research has shown that saturated fat increases HDL-cholesterol to an even larger extend than unsaturated fats, none of the reports found it necessary to discuss the finding that HDL-cholesterol decreases CHD mortality (Prospective Studies Collaboration. 2007). Both US reports did not find it necessary to define results from prospective cohort studies, the way they were defined in the articles referred to. Instead, incorrectly defined results fitted their "advice" better.

USDA-saturated-fat-heart-disease.jpg

USDA-saturated-fat-heart-disease2.jpg

FONTE: http://forum.lowcarb...ad.php?t=423716

HAHAHA

this_thread_delivers_ups_chick_amazon.jpg

Editado por bassitos (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

No aguardo do mpcosta82, bassitos e outros virem postar infinitos estudos provando que gordura saturada nao é 1/10 do demonio que fizeram dela. Gordura trans é outra coisa.

A frase "eat that shit" tem um contexto, como por ex: se eu quero comer 100g de sorvete/dia, e as calorias/macronutrientes se encaixam na minha dieta... eat that shit. Nao é simplesmente saia comendo qualquer besteira por ai. Isso já foi dito no topico e principalmente em foruns gringos; nao basta ler o primeiro post.

Eu nao disse que dieta nao influencia na perspectiva de vida, disse que o padrao entre centenarios é a genetica e nao a primeira (dieta). Alguem pode ser centenario comendo pessimamente mal, outros podem comer maravilhosamente bem e parar na casa dos 70. Apenas rebati o seu comentario sobre o corredor de 100 anos, como se ele tivesse naquela faixa etaria por ter comido bem.

Voce está extremando TODOS pontos brother. Se voce quer comer 10g de gordura por refeicao, ninguem está dizendo "coma margarina em todas", estamos dizendo que se voce quiser incluir em uma ou outra ref e ela encaixar nos seus macros, fique a vontade.

EDIT: Bassitos ja comecou AUHAHUAHUHUAHUA e ah, esqueci... sim, eu pesquiso mais qualidade de vida do que treinos, e te garanto: moderacao é o segredo, paranoia é a chave pro fail.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bassitos quer ser meu amigo?

ForeverAloneExcited.png

hauhauhahaha

comedia a galera falando "mesmo com estudos cientificos, prefiro comer a cada 3h, ainda tomo minha albumina pra nao catabolizar a noite"

como alguem afirma "funciona para o meu corpo", parece que é um alienigena diferente, tem estudo e o cara ainda é afirmador do que outro metodo funciona melhor hahaha

agora um pouco em off

meu instrutor fala que devemos comer a cada 3h porque o corpo nao absorve a comida, vira gordura hauhahaha, e ele fala "quem é voce pra afirmar o que voce fala, pra mim voce nao é ngm", dai ele pega a carteirinha la de quem é formado em educaçao fisica e mostra falando "depois que tiver uma dessa voce fala comigo, por enquanto voce nao é ngm pra mim" "quem é voce pra afirmar que ta errado o que a nutricionista doutora fala? voce só ve coisa da internet" hahahahhaha

se tiver noticia de "aluno mata instrutor da academia" fui eu ok?

excelente topico, e mesmo assim o pessoal continua com a broscience de sempre, prefico continuar fazendo 2 refeiçoes por dia comendo meu sucrilhos, chocolate, sorvete quase todo dia hmm delicia

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

quando postaram isso no forum BB foi a mesma coisa, tinha vários haters que iam totalmente contra e que depois começaram a ver de outra forma, totalmente diferente. A maioria dos posters do IIFYM la no BB são pessoas que PESQUISAM em fontes CIENTÍFICAS, como PubMed, etc, que são embasados em estudos controlados, antes de sair falando besteira.

Todas essas pessoas que comem de 3 em 3 horas, podem nao perceber, mais estão usando da 'METODOLOGIA' IIFYM. Que não é nada mais que, contar as calorias e dividir-las em macronutrientes. Se voce quiser continuar comendo de 3 em 3 horas, com medo que vai catabolizar e toda essa balela que as marcas de suplementos ajudaram a espalhar de forma viral., tudo bem, continue. Nao tem problema. Agora ficar se privando de certos alimentos, pois vai 'engordar ' ou 'vai estragar meu ganho de massa' , ISSO É PARANÓIA !

Só nao se esqueça dos MICRONUTRIENTES, que são essenciais para uma vida SAÚDAVEL. Saiba dosar os alimentos, que voce só tem a ganhar.

Valeu!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bom, não li o artigo gigante, amanhã leio pois tendo uma prova amanhã cedo..

em poucas linhas...

Por coincidência, pouco depois do meu primeiro post eu fui treinar

tava la na esteira lendo revista de nutrição e de repente vejo

"Excesso de gordura saturada pode aumentar o risco de doenças cardio-vasculares..." Diz a nutricionista tal tal especialista em fisiologia do exercício e chefe de bla bla bla em SP

Se realmente não faz mau, ta aí, se quiserem amanhã eu pego o nome direitinho na revista pra vocês processarem ela por informação errada e ganharem um bom dinheiro...

acho que pra um artigo de nutrição ser publicado em uma revista ele é revisado por várias outras pessoas, e qualquer informação errada, o .... da revista que ta na reta... logo eles não publicam qualquer coisa...

podemos ter revistas imparciais, é diferente.. mas afirmar uma coisa que é errada ou negar algo que é certo é algo gravíssimo...

Craw69, sim.. eu sei que moderação é a chave para o sucesso, o que eu quis dizer em meu primeiro post é alertar que sair comendo qualquer porcaria para atingir os macronutrientes tb não é bem assim...

eu não levo tudo ao extremo, eu mesmo como chocolate, pizza nos meus fds, bebo as vezes...

Só não condeno as pessoas aqui do forum que querem ter uma alimentação saudável, conheço pessoas que frequentam aqui e realmente querem seguir uma boa dieta não só para ganhos mas para uma boa qualidade de vida futura.

Editado por tfernandes (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vi um estudo q passou na tv q 30% das pessoas q chegaram a mais de 100 anos fumavam e eram sedentários, a diferença delas pras outras era a pura genética, se alimentar corretamente pode evitar algumas doenças mas não vai fazer vc chegar ao centenário.

Gordura trans q realmente faz mal não é?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

bom, não li o artigo gigante, amanhã leio pois tendo uma prova amanhã cedo..

em poucas linhas...

Por coincidência, pouco depois do meu primeiro post eu fui treinar

tava la na esteira lendo revista de nutrição e de repente vejo

"Excesso de gordura saturada pode aumentar o risco de doenças cardio-vasculares..." Diz a nutricionista tal tal especialista em fisiologia do exercício e chefe de bla bla bla em SP

Se realmente não faz mau, ta aí, se quiserem amanhã eu pego o nome direitinho na revista pra vocês processarem ela por informação errada e ganharem um bom dinheiro...

acho que pra um artigo de nutrição ser publicado em uma revista ele é revisado por várias outras pessoas, e qualquer informação errada, o .... da revista que ta na reta... logo eles não publicam qualquer coisa...

podemos ter revistas imparciais, é diferente.. mas afirmar uma coisa que é errada ou negar algo que é certo é algo gravíssimo...

Craw69, sim.. eu sei que moderação é a chave para o sucesso, o que eu quis dizer em meu primeiro post é alertar que sair comendo qualquer porcaria para atingir os macronutrientes tb não é bem assim...

eu não levo tudo ao extremo, eu mesmo como chocolate, pizza nos meus fds, bebo as vezes...

Só não condeno as pessoas aqui do forum que querem ter uma alimentação saudável, conheço pessoas que frequentam aqui e realmente querem seguir uma boa dieta não só para ganhos mas para uma boa qualidade de vida futura.

Fala para ela ler este artigo científico antes de falar algo fora de contexto:

Saturated fat and cardiometabolic risk factors, coronary heart disease, stroke, and diabetes: a fresh look at the evidence.

Micha R, Mozaffarian D.

Source

Department of Epidemiology, Harvard School of Public Health, Boston, MA 02115, USA.

Abstract

Dietary and policy recommendations frequently focus on reducing saturated fatty acid consumption for improving cardiometabolic health, based largely on ecologic and animal studies. Recent advances in nutritional science now allow assessment of critical questions about health effects of saturated fatty acids (SFA). We reviewed the evidence from randomized controlled trials (RCTs) of lipid and non-lipid risk factors, prospective cohort studies of disease endpoints, and RCTs of disease endpoints for cardiometabolic effects of SFA consumption in humans, including whether effects vary depending on specific SFA chain-length; on the replacement nutrient; or on disease outcomes evaluated. Compared with carbohydrate, the TC:HDL-C ratio is nonsignificantly affected by consumption of myristic or palmitic acid, is nonsignificantly decreased by stearic acid, and is significantly decreased by lauric acid. However, insufficient evidence exists for different chain-length-specific effects on other risk pathways or, more importantly, disease endpoints. Based on consistent evidence from human studies, replacing SFA with polyunsaturated fat modestly lowers coronary heart disease risk, with ~10% risk reduction for a 5% energy substitution; whereas replacing SFA with carbohydrate has no benefit and replacing SFA with monounsaturated fat has uncertain effects. Evidence for the effects of SFA consumption on vascular function, insulin resistance, diabetes, and stroke is mixed, with many studies showing no clear effects, highlighting a need for further investigation of these endpoints. Public health emphasis on reducing SFA consumption without considering the replacement nutrient or, more importantly, the many other food-based risk factors for cardiometabolic disease is unlikely to produce substantial intended benefits.

O link para o artigo completo está aqui: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2950931/pdf/11745_2010_Article_3393.pdf

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

acho que pra um artigo de nutrição ser publicado em uma revista ele é revisado por várias outras pessoas, e qualquer informação errada, o .... da revista que ta na reta... logo eles não publicam qualquer coisa...

Nao. Eles publicam sim qualquer coisa. Recentemente foi publicado na Veja um estudo da USP atacando o jejum, com falhas ridiculas e obvias. Alguem revisou? Nao. Foi publicado da mesma forma; mesmo qualquer pessoa que tenha terminado o 3° ano do ensino medio conseguindo brincar de 7 erros com o artigo.

Se tem gente que cai no marketing da Integral Medica, voce acha que as pessoas vao contestar um artigo cientifico? Obvio que nao. Eles sabem que é só publicar algo aliado das palavras "estudo" e "profissional" que as pessoas já acham que é obvio que está correto. Voce acha que mitos como "ovos fazem mal" duraram tanto tempo por que? Eram afirmacoes de profissionais baseados em pseudo-estudos, nao eram? E olha hoje. Os proprios profissionais que afirmavam "nao coma mais do que 2 ovos por semana" já aceitam que essa é uma quantia totalmente aceitavel diariamente.

Agora, experimente largar essas revistas podres de nutricao, e vá pesquisar em sites gringos tops pra ver. Alias, experimente perguntar se gordura saturada faz mal em um forum gringo de qualidade: provavelmente 10% das respostas vao ser bem intencionadas; as outras 90% ou vao ser risada ou vao ser mandando fechar o tópico. Perguntar isso em um forum decente, lá fora, é o mesmo que chegar aqui e pedir um treino de biceps... para os gringos que pesquisam e olham todas pesquisas recentes, a resposta é obvia; mas aqui ainda tem gente que condena gordura saturada, mesmo tendo centenas de estudos (como o artigo que bassitos postou) provando o contrario.

É a velha frase do Schopenhauer que o Ice tinha na assinatura: "a verdade passa por 3 estagios... primeiro é ridicularizada, depois violentamente contestada e finalmente é tida como obvia."

Só não condeno as pessoas aqui do forum que querem ter uma alimentação saudável, conheço pessoas que frequentam aqui e realmente querem seguir uma boa dieta não só para ganhos mas para uma boa qualidade de vida futura.

Pode me incluir no "pessoas que querem uma boa qualidade de vida futura".

Abracos

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

então...

é uma pena que as pessoas que devíamos confiar (nutricionistas e especialistas no assunto) divergem tanto de opinião...

já deixei salvo esse artigo e vou ler direitinho amanhã.

outro dia postei um tópico aqui sobre a confusão que gira em torno da refeição pós treino

diante de tantos artigos que divergem... de tantos profissionais, médicos falando uma coisa e um artigo dizendo outra.....

complicado saber filtrar essas informações...

por isso que minha área é exata... quero ver quem vai dizer que a derivada do seno de x não é o cosseno de x --'

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

vocês me deixaram confuso, não sobre o IFYM mas sobre o cheat day :/ achei que era comum 1 cheat day depois de 6 dias de dieta, e agora não sei mais de nada, achei que ajudava até a elevar o nivel de lepsina, mas pelo que eu li é o refeed que faz isso né ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

então...

é uma pena que as pessoas que devíamos confiar (nutricionistas e especialistas no assunto) divergem tanto de opinião...

já deixei salvo esse artigo e vou ler direitinho amanhã.

outro dia postei um tópico aqui sobre a confusão que gira em torno da refeição pós treino

diante de tantos artigos que divergem... de tantos profissionais, médicos falando uma coisa e um artigo dizendo outra.....

complicado saber filtrar essas informações...

por isso que minha área é exata... quero ver quem vai dizer que a derivada do seno de x não é o cosseno de x --'

Se a velocidade da luz não for a maior velocidade que existir a a física relativista vai mudar;

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

grande craw, disse tudo velinho...

Qualquer afirmação que voce faça, eles vem com um estudo cientifico dizendo o contrário, e é por isso que eu adoro os foruns gringos.

As únicas 'revistas' em que eu confio são: ACJN, Journal of the Internation Society of Sports Nutrition, PubMed, etc.

O mais absurdo de tudo isso, é que as pessoas continuam pensando que o ovo faz mal, e pelo contrário, ele é um dos alimentos mais completos do MUNDO, rico em antioxidantes e micronutrientes. Elas não sabem o que perderam...... E tudo graças a maldita broscience que existe em abundancia nos dias de hoje.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se a velocidade da luz não for a maior velocidade que existir a a física relativista vai mudar;

com certeza... muda tudo

a premissa da relatividade é a velocidade da luz no vacuo ser constante, e a maior.....

reformulações nas equações de lorentz....

e parece que um neutrino ja conseguiu viajar em velocidade maior que a da luz....

chega de física... inclusive amanhã tenho prova .. hahhahah

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...