Aeróbicos servem como um treino de pernas? (Na maioria das vezes, não)

Por Equipe Hipertrofia

Textos escritos pela redação do Hipertrofia.org são escritos e revisados por profissionais de várias áreas que circundam o universo da musculação para que você tenha acesso às melhores informações, com respaldo científico e empírico.

Você já deve ter notado que certos exercícios aeróbicos, como correr e pedalar, podem exigir bastante os músculos das pernas, e ter ficado em dúvida se isto já “vale” como um treino de pernas.

Infelizmente, fazer aeróbicos não vale como um treino de pernas. No máximo, serão melhores do que abandonar completamente o treino de membros inferiores temporariamente, mas não trarão bons resultados quando comparados com a musculação.

De onde surgiu a ideia

Há uma lógica sensata por trás disso.

Quando realizamos um exercício – qualquer tipo de exercício, aeróbico ou não – poderemos gerar fadiga nos músculos usados e até sentir dores musculares no dia seguinte, dando a sensação de que você treinou estes músculos.

Porém dor e fadiga não são sinônimos de crescimento muscular. Há uma série de fatores que envolvem a hipertrofia muscular, e sentir dor está bem longe de ser importante.

Claro, isto até pode ser verdade quando um indivíduo não tem experiência alguma de treino, como uma pessoa inativa que está fazendo uma atividade pela primeira vez, onde qualquer estímulo servirá para gerar algum resultado.

Mas para a grande maioria das pessoas que buscam resultados reais e pensam estar treinando pernas somente por fazer aeróbicos, isso acaba se tornando numa ilusão.

Porque aeróbicos não servem para crescimento muscular

De forma simplista, para obter crescimento muscular, precisamos sobrecarregar os músculos com uma tensão cada vez maior, para provocar adaptações que, por sua vez, deixarão seus músculos cada vez maiores e mais fortes.

Lembra do Mílon de Crotona, o grande herói grego que carregava um bezerro nas costas todos os dias, e conforme o bezerro crescia, Mílon ficava mais forte?

milo de croton e sobrecarga progressiva

Apesar de ser um mito, Mílon exemplifica perfeitamente a sobrecarga progressiva necessária para estimular o crescimento muscular.

Publicidade

Seus músculos precisam ter uma razão para crescer e o esforço repetitivo dos aeróbicos, apesar de gerar cansaço e possivelmente dores, não é capaz de fazer isso.

E, por favor, não desvirtue esta questão: aeróbicos são ótimos para a saúde e podem melhorar seu condicionamento, transferindo vários benefícios para a própria sala de pesos, eles apenas não servem como um treino de musculação.

“Mas eu vejo ciclistas (e outros atletas) com pernas gigantes”

Sim, porque eles fazem musculação também.

Além das centenas de quilômetros que eles correm ou pedalam por dia, eles também fazem exercícios específicos para aprimorar sua performance em competições.

Além disso, o próprio treino aeróbico de atletas de elite poderiam sobrecarregar os músculos de uma pessoa normal ao ponto de servir parcialmente como um treino de musculação.

Mas não estamos tratando de exceções raríssimas às regras: convenhamos, a esmagadora maioria das pessoas não poderão fazer aeróbicos no mesmo nível de um atleta olímpico.

Portanto, “jogar bola” ou pedalar, para a maioria das pessoas e na maioria dos casos, não servirá como um treino de musculação.

Para obter crescimento muscular nas pernas, você precisará fazer uma categoria específica de exercício para isso, ou seja, musculação.

Leitura complementar:

  1. Como conciliar musculação com outros esportes
  2. Aeróbicos antes ou depois do treino de musculação

Este texto ajudou você ?

Ainda está com dúvidas sobre alguma questão? Visite nosso fórum de discussões e compartilhe suas dúvidas com mais de 270 mil pessoas cadastradas.