Clique aqui

Você se surpreenderia como é comum errar a quantidade de proteína em 100g de frango e como isso pode prejudicar sua dieta.

Frango é uma das fontes de proteína mais convenientes e baratas.

Não é a toa que ela é a mais usada por praticante qualquer fisiculturista ou pessoa que leve a sério os seus resultados na musculação.

Mas se você estiver errando ao calcular os macronutrientes do frango, isso poderá influenciar na alimentação como um todo e prejudicar seus resultados.

Quanta proteína tem 100g de frango

Em 100g de peito de frango cru  sem pele há 23.1g de proteína, enquanto estes mesmos 100g grelhados poderão conter até 31g de proteína.

A proteína contida no frango é considerada completa pois entrega todos os aminoácidos essenciais que o corpo não consegue produzir por conta própria.

Dentre os aminoácidos essenciais encontrados no alimento estão leucina, valina e isoleucina; também conhecidos como “BCAAs”.

Estes são os principais aminoácidos envolvidos na reparação e construção de massa muscular, além de serem úteis em inúmeros papeis que envolvem a manutenção de tecidos pelo corpo.

Em suma, peito de frango é uma das melhores fontes de proteína para quem faz musculação.

Veja também:

Pesar o frango cru ou grelhado

Quando cozinhamos um alimento poderá haver perda água, o que mudará seu peso.

No caso do peito de frango, que geralmente é frito ou grelhado, poderá haver uma redução de 10-25% em seu peso somente através da perda de água.

Logo um filé de peito de frango com 100g depois de grelhado poderá pesar até 25g a menos e bagunçar a contagem de macronutrientes e calorias que estão sendo ingeridas diariamente (o que afetará seu resultado).

Como não há como saber exatamente quanta água o frango perderá (isso dependerá de quão seco ele fica), é melhor pesar o frango ainda cru e considerar a ficha nutricional dele neste estado.

Está confuso sobre isso ? Veja nosso guia sobre quais alimentos pesar cru ou cozidos.

Melhor forma de preparar o frango na dieta

proteina no frango

Muitas pessoas ficam em dúvida a respeito de como preparar o frango de forma saudável e de uma maneira que seja humanamente possível comê-lo com frequência.

Um problema comum.

Filé de peito de frango é um corte sem gorduras, o que faz com que a carne não tenha gosto acentuado, além disso, qualquer descuido no preparo poderá deixar a carne extremamente seca e dura.

Na minha opinião, a forma mais conveniente e saborosa de preparar o peito de frango é usando o forno.

Dessa forma é possível preparar uma quantidade maior de frango de uma só vez, além de preservar o suco e aprimorar o sabor.

Aqui vai uma receita simples de peito de frango no forno:

  • Preaqueça o forno a 200ºC.
  • Tempere os filés com sal e pimenta a gosto (você também pode usar outros condimentos como páprica, tomilho, etc….).
  • Agora unte uma forma com óleo de oliva e forre os filés com papel alumínio (mantendo o lado que brilha para dentro; em contato com os filés).
  • Você também pode colocar um fio de óleo de oliva nos próprios filés para deixá-los mais saborosos caso o acréscimo de calorias não seja um problema para você.
  • Deixe em fogo médio por 30-40 minutos e está pronto.

É vital usar o papel alumínio como instruído para, justamente, evitar que o frango perca seu suco natural e se torne seco.

Alternativa ao peito de frango na dieta

Por mais que o peito de frango seja uma ótima fonte de proteína, além de conveniente e barata, nada disso significa que somos obrigados a usar o frango.

Qualquer fonte de proteína completa fará o mesmo papel do peito de frango na dieta.

Por exemplo:

  • Peixes
  • Carne vermelha
  • Laticínios
  • Ovos

A partir do momento que nosso organismo quebra a proteína em aminoácidos, não haverá distinção se eles vieram do frango ou de outro alimento.

Em outras palavras, você não precisa se forçar a usar frango caso você não goste ou por algum motivo não tenha como.

Mas se você gosta de frango, a alternativa mais próxima é usar a sobrecoxa.

Este corte de frango possui uma boa quantidade de proteína e por conter um pouco mais gordura é mais saboroso.

Não é incomum, também, este corte ser mais barato que peito de frango.

Tem problema usar frango com pele ?

A pele do frango adiciona 2 ou 3 gramas de gordura com quantidade de colesterol semelhante a carne vermelha, e em situações normais jamais fará qualquer diferença para pessoas saudáveis.

É válido lembrar que a maioria das alegações a respeito dos “perigos” da pele do frango desconsidera o preparo e os hábitos de quem vai consumi-lo.

Veja, uma coisa é preparar o frango com pele grelhado para fazer dieta, ainda treinar e manter uma vida saudável, outra coisa é fritar frango com pele para comer com cerveja todos os fins de semana.

Dois universos completamente diferentes.

Conclusão

Frango é uma ótima fonte de proteína para usar na dieta já que 100g fornecem 23.1g deste importante macronutriente.

Apenas lembre-se de usar a ficha nutricional correta de acordo com a forma de preparo usada (se você pesou o frango cru, então use a ficha para o frango cru e vice-versa).

Este texto ajudou você ?

5 Comentários

    • Não vai aumentar. A diferença é quando cru 100 gr tem 23gr. Assim que preparado vai perder peso (agúa). Ao contrário de 100gr já pronto. Resumindo 100gr de frango pronto tem 31gr e 100 gr de frango cru provavelmente ao perder peso no preparo vai ter aprox. 23gr no final.

  1. Sempre tive uma curiosidade referente a absorvição de nutrientes entre sólido e liquido, whey,yorgut e afins, tem algum estudo sobre tal?

  2. HENRIQUE CARVALHO DO BONFIM Responda

    Retirou algumas dúvidas que eu tinha. Poderia fazer um artigo sobre a quantidade de proteína das demais carnes, assim como no feijão, lentilha…. .

  3. José Antonio Galbiatti Responda

    Não se discute sobre a qualidade proteica do frango, mas o gosto é insuportável.

Escreva um comentário