Como fazer aparecer a veia do bíceps (ter veias saltadas)?

Saber como fazer aparecer a veia do bíceps envolve principalmente ganhar massa muscular no braço enquanto reduz-se o percentual de gordura, assim, permitindo que as veias se tornem mais visíveis.

Neste texto, exploraremos como aumentar a vascularização do bíceps e conquistar as famigeradas veias saltadas nos braços.

Anatomia da “veia do bíceps” (o básico que você precisa saber)

A veia cefálica, mais carinhosamente conhecida como veia do bíceps, é uma das veias superficiais mais proeminentes do braço e tem um papel importante na estética e da vascularização.

anatomia da veia cefálica ou veia do bíceps

A veia começa na mão, percorre a parte lateral do antebraço e do braço, passando sobre o bíceps, e continua até a parte superior do tórax, onde se encontra com a veia axilar. Devido à sua localização superficial, a veia do bíceps é frequentemente visível sob a pele em quem tem baixo percentual de gordura e boa quantidade de massa muscular.

Braço com veias visíveis do atleta Frank Mcgrath

Além disso, a genética tem um papel importante na visibilidade da veia cefálica. Em algumas pessoas a veia pode ser mais superficial ou a pele pode ser mais translúcida, o que pode facilitar a visibilidade dela mesmo com um percentual de gordura mais alto.

Como fazer a veia do bíceps aparecer (como fazer a veia do bíceps saltar)

Aumentar a visibilidade da veia do bíceps – da veia cefálica – depende de uma combinação de fatores que precisam estar alinhados:

1 – Tenha a genética correta

Primeiramente, fique tranquilo. Qualquer pessoa, independente da genética, pode aumentar a visibilidade da veia do bíceps, pois todos nós normalmente temos uma veia cefálica e, como dito, ela é uma veia bastante superficial. No entanto, ter a genética certa, pode facilitar as coisas.

A genética ajuda na visibilidade das veias devido a fatores que incluem a distribuição de gordura corporal, a espessura da pele e a própria estrutura vascular de cada indivíduo. Pessoas com pele naturalmente mais fina ou com menor tendência a acumular gordura na região do braço farão a veia do bíceps aparecer mais facilmente.

Além disso, a genética também influencia o quanto a pele é transparente e a densidade dos vasos sanguíneos subcutâneos, o que pode tornar as veias mais ou menos visíveis dependendo desses atributos genéticos.

2 – Diminua o percentual de gordura corporal

Fora a genética, diminuir o percentual de gordura corporal é o passo mais importante para aumentar a visibilidade da veia do bíceps devido à localização da gordura subcutânea em relação às veias superficiais.

Publicidade

A gordura subcutânea é a camada de gordura logo abaixo da pele e acima dos músculos, servindo como um isolante térmico e reserva de energia. Quando essa camada de gordura é espessa, ela pode dificultar a visibilidade das veias.

Contudo, à medida que o percentual de gordura corporal diminui, essa camada torna-se mais fina, permitindo que estruturas como veias e músculos se tornem mais visíveis. Assim, a veia cefálica, que corre ao longo do bíceps e é uma das veias superficiais mais evidentes do braço, torna-se mais aparente.

Além disso, um menor percentual de gordura corporal está associado a melhorias na saúde e função dos vasos sanguíneos, incluindo maior eficiência na vasodilatação, o processo pelo qual os vasos sanguíneos se dilatam para permitir maior fluxo sanguíneo.

Portanto, diminuir o percentual de gordura gera a combinação de menos gordura subcutânea e melhor saúde vascular, criando as condições ideais para que as veias fiquem mais aparentes, o que inclui a veia do bíceps.

Veja também: Percentual de gordura corporal ideal para quem treina

3 – Ganhe massa muscular

Ganhar massa muscular pode facilitar a visibilidade da veia do bíceps devido por fatores fisiológicos e mecânicos.

Mecanicamente, ganhar massa muscular pode empurrar as veias mais para a superfície da pele, tornando-as mais visíveis. Fisiologicamente, músculos maiores requerem mais oxigênio e nutrientes, o que pode gerar uma adaptação, tornando as veias maiores.

Em resumo, fazer musculação regularmente, estimula não apenas o crescimento muscular (que empurra as veias para “fora”), mas também melhora a saúde e a elasticidade dos vasos sanguíneos.  Tudo isso resulta em veias mais visíveis, maiores e mais capazes de expandir sob a pele.

4 – Tome água (sério, tome água)

A recomendação de tomar água geralmente é genérica, pois é algo básico e crucial para o corpo funcionar corretamente. No entanto, quando o assunto é vascularização e pump muscular, tomar água é um requerimento básico.

Veja, quando o corpo está devidamente hidratado, o volume de sangue tende a aumentar. Isso ocorre porque a água compõe uma grande parte do plasma sanguíneo, e um volume sanguíneo maior pode aumentar a pressão dentro das veias, tornando-as mais dilatadas e, consequentemente, mais visíveis.

Publicidade

Essa expansão das veias não só é importante para a função vascular eficiente, mas também contribui esteticamente para a aparência de veias “saltadas”, especialmente em atividades físicas que demandam esforço muscular elevado, como um treino árduo de musculação.

Além disso, a hidratação adequada ajuda a manter a elasticidade da pele, o que pode influenciar a visibilidade das veias. Uma pele hidratada é mais saudável e possui uma melhor capacidade de se esticar e adaptar às mudanças de volume subjacentes, como as causadas pela dilatação das veias durante o treino de musculação.

De forma geral, tenha como meta tomar 2 a 4 litros de água por dia, já considerando líquidos de refeições e bebidas. Além disso, é importante ouvir o seu corpo e ajustar a ingestão de água conforme necessário, principalmente no calor. Sinais de desidratação incluem sede, urina mais escura, boca seca, cansaço e tontura.

Para saber mais sobre o assunto, veja nosso guia dedicado sobre quanta água tomar por dia.

5 – Use os suplementos certos (opcional)

Não, este texto não é uma armadilha para você descobrir que somente com suplementos será possível conseguir mais veias no braço. Suplementos podem ajudar, mas serão a “cereja no topo do bolo” (o detalhe que vem por último), quando os passos anteriores já foram considerados.

Com isso fora do caminho, os principais suplementos que podem ajudar na vascularização são:

  1. Citrulina malato. A citrulina malato é convertida em arginina no corpo, aumentando a produção de óxido nítrico. Isso ajuda a dilatar os vasos sanguíneos e melhorar o fluxo sanguíneo para os músculos durante os exercícios, proporcionando um “pump” mais pronunciado e uma melhor nutrição muscular.
  2. Arginina. A arginina é diretamente envolvida na produção de óxido nítrico. Embora a citrulina muitas vezes seja considerada mais eficaz para elevar os níveis de arginina no sangue a longo prazo, você pode usar ambas e obter um efeito “sinérgico”.
  3. Creatina. A creatina pode não ajudar diretamente na vascularização, mas ela é capaz de aumentar a quantidade de líquido intracelular e aumentar o tamanho dos músculos quando eles estão saturados, o que pode mecanicamente empurrar as veias para fora.

Produtos recomendados

Conclusão

Aumentar a visibilidade da veia do bíceps – aumentar a veia cefálica – envolve vários fatores que estão interligados, como ter uma genética favorável, reduzir o percentual de gordura corporal, ganhar massa muscular e manter uma boa hidratação.

Publicidade

Embora a genética determine características como a espessura da pele e a distribuição de gordura, que podem facilitar ou dificultar a visibilidade das veias, diminuir a gordura corporal e aumentar a massa muscular são passos que todos podem fazer para tornar as veias mais aparentes.

Músculos maiores podem empurrar as veias para a superfície da pele, enquanto uma boa hidratação aumenta o volume sanguíneo, melhorando tanto a função vascular quanto a estética das veias. Suplementos podem auxiliar nesse processo, mas são considerados apenas como um complemento.

Este texto foi útil para você?

Sim (89)
Não
Muito obrigado pela opinião!

Ainda está com dúvidas sobre alguma questão? Visite nosso fórum de discussões e compartilhe suas dúvidas com mais de 270 mil pessoas cadastradas.

Além disso, siga-nos nas redes sociais para receber notícias direto na sua timeline:

×