Posso comer pão francês na dieta, seja no cutting ou bulking?

Quando você está fazendo dieta, seja um cutting ou bulking, é normal ficar em dúvida a respeito de quais alimentos incluir na alimentação, o que inclui o pão francês.

Então, você pode comer pão francês na dieta? Sim, você pode comer pão francês na dieta, independente de estar fazendo um cutting ou bulking. Na verdade, você pode incluir uma variedade de alimentos com moderação, desde que você controle a ingestão total de calorias e, no fim do dia, ela esteja de acordo com seu objetivo.

Neste texto, exploraremos esta questão mais a fundo para que você possa tomar uma decisão informada a respeito do pão francês na dieta.

Porque o pão frances é considerado um alimento “ruim” na dieta

O pão francês é um tipo de pão de forma alongado, com uma casca crocante e miolo macio, com bastante massa. A característica distintiva do pão francês definitivamente é sua crosta dourada e crocante, obtida por um assamento em alta temperatura.

Muitas pessoas consideram o pão francês um alimento ruim para usar na dieta por ter o trigo refinado como principal ingrediente, que é rico em carboidratos, poucas fibras e vitaminas e minerais em comparação com pães integrais, o que pode afetar negativamente a saciedade e o perfil nutricional da dieta.

Essa percepção ruim é amplificada em dietas que priorizam a redução de carboidratos como estratégia, levando à crença de que o pão francês pode ser um obstáculo para ter bons resultados com a dieta.

Podemos usar pão francês na dieta e ainda ter resultados?

Sim, é possível incluir pão francês em dietas de cutting (redução de gordura corporal) ou bulking (ganho de massa muscular) e ainda assim obter ótimos resultados.

No cutting, a manutenção de um déficit calórico é essencial para perder gordura. Déficit calórico é uma situação em que a ingestão de calorias é menor do que o gasto calórico total do corpo, desta forma o corpo precisa usar as próprias gorduras como fonte de energia, assim “queimando” gordura.

Logo, o pão francês pode ser usado no cutting desde que a ingestão total de calorias do dia não”quebre” o déficit calórico. Desta forma, mesmo comendo pão francês na dieta você ainda estará queimando gordura por conta do déficit energético.

No bulking, o objetivo é criar um excedente calórico para promover o ganho de massa muscular, e o pão francês pode ser um aliado para aumentar a ingestão de calorias de forma mais prática. Rico em carboidratos, o pão francês pode servir como uma fonte de energia rápida, especialmente útil ao redor dos treinos.

Publicidade

No entanto, é importante que o pão francês seja apenas um alimento que compõe uma dieta mais completa e variada. Além disso, não se esqueça que você também pode extrapolar a ingestão de calorias durante o bulking e acumular gordura desnecessariamente, o que torna necessário considerar as calorias do pão francês e controlar quanto você come.

Portanto, tanto em dietas de cutting quanto de bulking, o pão francês pode ser usado sem maiores problemas, desde que você fique atento ao consumo total de calorias do dia para não extrapolar suas necessidades de acordo com seu objetivo principal.

Ficha nutricional do pão francês

Se você quer incluir pão francês na dieta, então precisa conhecer a ficha nutricional do alimento, principalmente a quantidade de calorias fornecidas.

Um pão francês médio (pesando cerca de 60g) contém:

  • Calorias: 137
  • Proteínas: 4,4g
  • Carboidratos: 26g
  • Gorduras: 1,5g

É válido lembrar que a receita para fazer pão francês não é universal e cada local pode usar quantidades diferentes de ingredientes, o que, por sua vez, pode mudar a ficha nutricional. Ou seja, esta ficha nutricional serve apenas como uma estimativa.

Quando comer pão francês na dieta

Como uma fonte de carboidratos com baixo teor de gordura, o pão é uma ótima escolha para usar pré-treino e pós-treino. O pão francês é a melhor escolha nesses momentos porque tem menos fibras e será propositalmente absorvido mais rápido.

Como o pão é praticamente feito de carboidratos, você precisa combiná-lo com uma fonte de proteína magra (mostraremos como fazer isso logo a frente). Longe do horário do treino, é recomendável escolher pães integrais com maior conteúdo de fibras e mais gordura e proteína.

Veja também: 11 fontes de carboidratos para usar na dieta

O que comer com pão francês na dieta (receitas)

Como o pão francês é uma fonte de carboidratos, a melhor forma de usar este alimento na dieta é combinando-o com um alimento rico em proteína. Na prática, isto significa fazer sanduíches usando fontes de proteínas como recheio.

Aqui estão três receitas simples de sanduíches usando pão francês e alimentos ricos em proteínas:

Publicidade

Sanduíche de frango grelhado com pão francês

Ingredientes:

  • 1 pão francês
  • 100g de peito de frango grelhado (temperado a gosto)
  • Folhas de alface
  • 2 fatias de tomate
  • 1 colher de sopa de maionese light ou iogurte natural para uma versão mais saudável
  • Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

  1. Corte o pão francês ao meio e passe uma camada fina de maionese ou iogurte natural.
  2. Coloque as folhas de alface e as fatias de tomate sobre uma das metades do pão.
  3. Adicione o peito de frango grelhado, já cortado em fatias ou desfiado, em cima dos vegetais.
  4. Tempere com sal e pimenta a gosto.
  5. Feche o sanduíche com a outra metade do pão e sirva.

Sanduíche de atum com pão francês

Ingredientes:

  • 1 pão francês
  • 1 lata de atum em água, escorrido
  • 1 colher de sopa de maionese light ou iogurte natural
  • Folhas de espinafre ou rúcula
  • 2 fatias finas de cebola roxa
  • Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo:

  1. Em uma tigela pequena, misture o atum escorrido com a maionese ou iogurte natural até obter uma pasta homogênea. Tempere com sal e pimenta.
  2. Corte o pão francês ao meio e espalhe a mistura de atum em uma das metades.
  3. Adicione as folhas de espinafre ou rúcula e as fatias de cebola roxa por cima do atum.
  4. Cubra com a outra metade do pão e sirva.

Sanduíche de pão francês com queijo cottage e vegetais

Ingredientes:

  • 1 pão francês
  • 3 colheres de sopa de queijo cottage
  • Folhas de alface ou espinafre
  • 2 fatias de tomate
  • 1/4 de pepino, cortado em fatias finas
  • 1/4 de abacate, fatiado (opcional)
  • Sal e pimenta a gosto
  • Ervas finas ou orégano para temperar

Modo de preparo:

  1. Corte o pão francês ao meio, longitudinalmente.
  2. Espalhe o queijo cottage uniformemente sobre a parte inferior do pão. O queijo cottage é uma excelente fonte de proteína e proporcionará cremosidade ao sanduíche.
  3. Sobre o queijo, disponha as folhas de alface ou espinafre, as fatias de tomate, pepino e abacate, se estiver usando. Estes vegetais não apenas adicionam sabor e textura, mas também fornecem fibras, vitaminas e minerais.
  4. Tempere o recheio com sal, pimenta e ervas finas ou orégano a gosto. Estes temperos realçarão os sabores dos ingredientes sem adicionar calorias extras.
  5. Cubra com a outra metade do pão e pressione levemente para que o recheio fique bem acomodado.

Perguntas frequentes

Quem quer perder barriga pode comer pão francês?

Sim, você pode comer pão francês se você deseja perder gordura abdominal. Para perder gordura (em qualquer lugar do corpo), tudo o que importa é a ingestão calórica total, não o tipo específico de alimento.

Quantos pães franceses posso comer por dia e ainda ter resultados?

Contanto que você esteja registrando as calorias dos pães que come e sua ingestão calórica total para o dia esteja de acordo com seu objetivo, você pode comer quantos pães puder.

Lembrando que o pão francês deve ser apenas uma parte pequena de uma dieta mais completa e deve ser usado juntamente com outras fontes de carboidratos, proteínas e gorduras.

De forma generalista e grosseira, não é recomendável comer mais de dois pães franceses por dia.

Publicidade

Qual é o melhor pão para quem está em dieta?

O pão integral sempre será uma opção superior por conta do seu maior conteúdo de fibras e vitaminas e minerais.

Este texto ajudou você ?

Ainda está com dúvidas sobre alguma questão? Visite nosso fórum de discussões e compartilhe suas dúvidas com mais de 270 mil pessoas cadastradas.

×