Pode tomar dextrose durante o cutting?

Se você está em cutting (restringindo calorias para perder peso), pode pensar que é uma boa ideia evitar carboidratos simples (açucares), mas isso pode ser um erro, carboidratos simples, como a dextrose, podem ajudá-lo quando usados estrategicamente.

Então, você pode tomar dextrose durante o cutting?

Sim, você pode tomar dextrose durante o cutting e ainda ter bons resultados. Na verdade, usar cerca de 30 gramas de dextrose antes ou durante um treino pode ajudá-lo a treinar mais pesado e preservar massa muscular. Você também pode tomar dextrose após um treino misturada com proteína para aproveitar o pico de insulina e aprimorar a absorção de nutrientes.

Embora existam benefícios em tomar dextrose, também há algumas desvantagens, então é importante ter uma visão completa antes de incorporá-la no seu cutting.

O que é dextrose?

Dextrose é um carboidrato derivado do milho ou do trigo e é considerada um carboidrato de rápida digestão porque é fácil para o corpo quebrá-lo.

Veja também: Maltodextrina ou Dextrose: qual é melhor?

Ela é conhecida por elevar os níveis de açúcar no sangue mais rapidamente porque entra na corrente sanguínea em uma taxa mais rápida.

Você pode ouvir frequentemente que a dextrose é um carboidrato de “alto índice glicêmico”. Um alto índice glicêmico (classificação IG de 70 ou mais) refere-se a alimentos com carboidratos que causam um aumento rápido no açúcar no sangue.

Na musculação, a dextrose é usada como uma fonte de carboidratos que pode ser usada como repositor energético, seja para garantir energia antes, durante ou depois do treino.

Benefícios da dextrose no cutting

Os principais benefícios da dextrose no cutting envolvem basicamente:

Publicidade

  • Fornecer mais energia para treinar.
  • Reabastecer a energia e poupar proteína no pós-treino.

Fornecer mais energia para treinar

Ao seguir uma dieta com restrição calórica (um cutting), é comum sentir alguma perda de energia e força, devido a queda no glicogênio muscular que é uma forma de carboidrato armazenado para ser usado como combustível.

Ao usar dextrose antes e durante o treino, você rapidamente eleva os níveis de glicose no sangue e eles poderão ser usados como fonte de energia para treinar mais pesado.

Reabastecer a energia e poupar proteína no pós-treino

A dextrose também pode ajudar você a se recuperar mais rapidamente do treino, em vez de se sentir como um zumbi pelo resto do dia porque você usou ainda mais energia durante o treino, você pode repor um pouco de glicogênio perdido ao usar dextrose depois do treino.

Além disso, se você usar dextrose junto com uma proteína em pó, o pico de insulina causado pela ingestão da dextrose ajudará a proteína ser absorvida e ainda poupará a mesma de ser usada como fonte de energia.

Tudo isso pode aprimorar sua recuperação muscular e manter seus níveis de energia mais altos durante o cutting.

Desvantagens da dextrose durante o cutting

Há basicamente duas desvantagens em usar dextrose durante o cutting:

  • Extrapolar o consumo de calorias e prejudicar o cutting.
  • Pode causar sintomas gastrointestinais que atrapalham o treino.

Extrapolar o consumo de calorias e prejudicar o cutting

Dextrose é basicamente açúcar. Isto significa que seu sabor doce será bastante agradável durante uma fase de restrição calórica como o cutting.

Em outras palavras, é muito fácil abusar da dextrose e acabar ingerindo calorias demais no dia, o que prejudicará diretamente o seu cutting.

Para evitar que isto aconteça, você precisa contabilizar cada grama de dextrose sendo ingerida durante o dia e fazer com que essa quantidade se encaixe nas suas calorias diárias.

Pode causar sintomas gastrointestinais que atrapalham o treino

A dextrose, sendo um açúcar simples de rápida absorção, pode causar sintomas gastrointestinais em algumas pessoas, especialmente quando consumida em grandes quantidades.

Publicidade

Isso ocorre porque a dextrose, por ser absorvida rapidamente, pode atrair água para o intestino, resultando em desconfortos como inchaço, gases, cólicas e, em casos mais severos, diarreia.

Este efeito não parece afetar todos, mas é algo a levar em consideração já que pode afetar a qualidade do seu treino.

Como tomar dextrose no cutting

Você pode optar por usar dextrose antes, durante e após o treino. É recomendado escolher apenas um horário para evitar ingerir calorias demais advindos da dextrose.

Antes do treino

Se você decidir ingerir dextrose antes do treino, experimente usar 15 a 30g de dextrose com 300-400ml de água imediatamente antes do treino, para que o carboidrato ingerido seja usado durante a atividade física.

Durante o treino

Ao usar dextrose durante o treino, você também pode usar 15 a 30g do suplemento com até 400ml de água e tomar gradualmente durante a sessão de treinamento.

Depois do treino

Se você optar por usar dextrose no pós-treino, aproveite a ocasião para adicionar proteína em pó. Use uma proporção de 1 para 1 de proteína para dextrose. Por exemplo, se você usar 30g de whey protein, use 30g de dextrose.

Dextrose vs outros carboidratos durante o cutting

Logo de cara, não há obrigação em usar um tipo de carboidrato durante o cutting. E a dextrose é apenas um tipo de carboidrato que você pode incluir durante esta fase.

Existem muitas formas diferentes de carboidratos, classificados como carboidratos simples ou complexos.

Carboidratos simples (ou açúcares) referem-se a glicose, frutose, galactose, sacarose, lactose e maltose, só para citar alguns.

Eles agem da mesma maneira que a dextrose, aumentando rapidamente os açúcares no sangue e também são carboidratos de alto índice glicêmico.

Publicidade

Alguns alimentos contêm açúcar naturalmente, enquanto outros alimentos contêm açúcares adicionados como:

  • Leite, frutas e iogurtes (contêm açúcar naturalmente)
  • Sobremesas, biscoitos, doces, sucos de frutas, bebidas gasosas e géis (têm açúcar adicionado)

Por outro lado, carboidratos complexos referem-se geralmente a amidos.

Os amidos são mais saciantes que os açúcares simples porque exigem mais esforço do corpo para serem quebrados.

Alguns exemplos de carboidratos complexos incluem:

  • Pão integral.
  • Macarrão integral.
  • Arroz.
  • Aveia.
  • Batatas.

Alimentos ricos em amido também contêm fibras, especialmente se forem integrais. Quando há a mistura de carboidratos com fibra, a absorção deles é ainda mais lenta.

É importante consumir uma quantidade adequada de fibra (14g de fibra por 1.000 kcal, ou 25g para mulheres adultas e 38g para homens adultos por dia) para promover a digestão adequada (ou seja, movimentos intestinais regulares) e para ajudar você a se sentir mais saciado por mais tempo, o que pode ajudar bastante no cutting.

Resumindo, carboidratos simples podem ser usados para aumentar a energia rapidamente e apoiar a recuperação do treino, enquanto os carboidratos complexos devem compor a maior parte da sua ingestão total de carboidratos, para fornecer energia mais sustentada e ajudar a manter os níveis de açúcar no sangue estáveis.

Este texto ajudou você ?

Ainda está com dúvidas sobre alguma questão? Visite nosso fórum de discussões e compartilhe suas dúvidas com mais de 270 mil pessoas cadastradas.

×