Cross Training vs Crossfit: Diferenças, Prós, Contras

Por Equipe Hipertrofia

Textos escritos pela redação do Hipertrofia.org são escritos e revisados por profissionais de várias áreas que circundam o universo da musculação para que você tenha acesso às melhores informações, com respaldo científico e empírico.

Há um equívoco comum de que cross-training e CrossFit são a mesma coisa, mas eles têm abordagens diferentes e servem a propósitos diferentes.

Então, quais são as diferenças entre CrossFit e cross-training? CrossFit é uma metodologia de treinamento estruturado que combina levantamento de peso, levantamento de peso olímpico, treinamento de resistência, ginástica e treinamento intervalado. Cross-training é o treinamento que um atleta faz que não está diretamente relacionado ao seu esporte principal, mas ainda ajuda a melhorar seu desempenho.

Outra maneira de pensar sobre isso é:

CrossFit pode ser cross-training, mas cross-training não é necessariamente CrossFit.

Se tudo que você faz é CrossFit, você não está praticando cross-training – você está fazendo CrossFit.

Mas se você é um jogador de futebol que faz CrossFit para ajudar seu desempenho no futebol, seus treinos de CrossFit seriam considerados cross-training.

Neste artigo, vou detalhar as diferenças entre cross-training e CrossFit, discutir os prós e contras de cada um e falar sobre quem deve fazer cross-training vs Crossfit.

Também fornecerei exemplos de cross-training e exercícios de CrossFit.

Cross-Training vs CrossFit: 4 Diferenças

1. Terminologia e legalidade

A maior diferença entre cross-training e CrossFit se resume a legalidade e nomenclatura.

Cross-training é simplesmente um termo que as pessoas usam para falar sobre exercícios que não estão diretamente relacionados ao esporte ou atividade escolhida.

Publicidade

Por exemplo, um jogador de futebol pode considerar as sessões de resistência que ele faz na bicicleta como cross-training. É algo que é feito fora do treinamento normal de futebol, mas pode ajudar a torná-los melhores atletas, melhorando sua resistência.

Por outro lado, CrossFit é uma metodologia de treinamento de marca registrada que combina elementos de força, resistência, ginástica e treinamento intervalado.

CrossFit por si só não é cross-training, embora inclua diferentes tipos de treinamento.

No entanto, pode ser considerado cross-training se você fizer treinos de CrossFit fora do seu treinamento esportivo habitual.

2. Seleção de exercícios

Como mencionei acima, o CrossFit testa sua força, resistência e capacidade de treinar em alta intensidade.
Há também muitos movimentos de peso corporal envolvidos no CrossFit. Você pode ter que levantar 100kg, correr 400m e fazer flexões, tudo no mesmo treino.

O CrossFit também possui treinos do dia/workout of the day (WODs).

Os WODs são diferentes nas academias e programas de CrossFit, mas se você faz uma aula em uma academia de CrossFit ou treina em casa seguindo a programação de outra pessoa, os treinos são planejados para você todos os dias.

Além disso, existem vários exercícios “temáticos” no CrossFit, como exercícios que homenageiam homens e mulheres militares que morreram no cumprimento do dever.

O cross-training não tem necessariamente um conjunto de exercícios definidos. Pode incluir qualquer exercício de força ou aeróbico que você queira, dependendo de quais elementos do seu esporte você deseja melhorar.

Artigo relacionado: CrossFit ou Musculação: qual é melhor para construir massa muscular?

Publicidade

3. Componente social

Quando você faz cross-training, provavelmente está se exercitando sozinho.

Você pode estar na academia ao mesmo tempo com seus colegas de equipe ou amigos, mas é provável que todos estejam se concentrando em seus próprios treinos.

CrossFit é construído em torno da comunidade.

Os boxes de CrossFit têm horários de aula regulares quase todos os dias da semana. Muitos têm competições internas, festas de fim de ano e comemorações de aniversário para seus membros. O aspecto social é um dos maiores atrativos do CrossFit.

Mesmo as pessoas que praticam CrossFit em casa costumam ter acesso a treinadores e outros indivíduos que seguem a mesma programação por meio de grupos de mídia social ou recursos de bate-papo em aplicativos móveis.

4. Duração e intensidade do treino

Cross-training e CrossFit podem ser tão intensos quanto queira, mas o CrossFit é inerentemente uma forma intensa de exercício.

Geralmente envolve treinos curtos que exigem que você se mova o mais rápido possível para terminar um treino ou completar o maior número possível de rodadas dentro de um período de tempo especificado.

Além disso, muitos treinos de CrossFit duram apenas 12 a 15 minutos. Alguns são menos do que isso e alguns são mais longos, mas você tem que se esforçar o tempo todo.

Por outro lado, quando você está fazendo exercícios aeróbicos para cross-training, seu treino provavelmente levará pelo menos 30 minutos.

Você também estará se exercitando em um ritmo mais sustentável que não o deixará sem fôlego depois de apenas alguns minutos.

Publicidade

O que é Cross-Training

Cross-training refere-se a qualquer forma de exercício que é feito fora do esporte principal de um atleta. Um corredor que faz treinamento de força em dias sem corrida ou um levantador de peso que faz intervalos de sprint na bicicleta para melhorar seu condicionamento seria cross-training.

O cross-training não tem necessariamente nenhuma estrutura ou um conjunto predeterminado de exercícios. É mais um termo geral que descreve qualquer atividade que seja diferente dos treinos e rotinas que um atleta praticaria para seu esporte.

Previne desequilíbrios musculares, permitindo que os atletas trabalhem músculos que normalmente não usam, ao mesmo tempo que lhes dá a oportunidade de fazer atividades que não têm tempo para fazer durante a temporada competitiva.

Benefícios do cross-training

1. Pode ajudar a prevenir lesões

Quando você está treinando para um esporte específico, você faz as mesmas atividades e treinos repetidamente. Isso pode levar a lesões por uso excessivo, porque os mesmos músculos estão sendo usados ​​da mesma maneira repetidamente.

O cross-training permite que você treine e fortaleça outros músculos que você não usa com frequência.

Também permite fortalecer os ligamentos e tendões que cercam as articulações e os músculos, o que os torna menos propensos a lesões.

E mesmo que você se machuque, o cross-training possibilita que você continue se exercitando em torno de sua lesão, para que você possa manter sua forma física enquanto não puder praticar seu esporte principal.

2. Mais “atletismo”

O cross-training pode ajudá-lo a desenvolver melhor equilíbrio, coordenação e agilidade, todos necessários para a maioria dos esportes.

Quando você faz cross-training, também tem a oportunidade de treinar músculos que normalmente não usa e testar suas habilidades físicas de maneiras diferentes. Isso não apenas ajuda a prevenir lesões, como expliquei acima, mas também ajuda você a desenvolver um corpo mais completo e mais bem preparado.

3. Mais flexibilidade (em termos de escolha)

Basicamente, cross-training permite que você possa escolher as atividades nas quais deseja se concentrar.

Por exemplo, se você sabe que precisa melhorar sua resistência, pode optar por andar de bicicleta, correr ou nadar para seus treinos de cross-training.

Se você precisa melhorar sua força, pode escolher entre uma variedade de exercícios da parte superior e inferior do corpo.

4. Mais motivação

Mesmo se você ama seu esporte, ainda pode ter momentos em que o desânimo ou tédio possam falar mais alto.

O cross-training oferece uma maneira de mudar seu treinamento, o que pode apresentar novos desafios físicos e gerar um estímulo psicológico para você continuar ativo.

O cross-training também é benéfico quando você está longe de qualquer competição, para que você possa manter sua forma física e, ao mesmo tempo, dar ao seu corpo uma pausa do treinamento específico do esporte.

Principal desvantagem do cross-training: Pode levar ao overtraining

Se você não souber como elaborar o cross-training corretamente, é possível exigir demais do corpo e acabar treinando mais do que deveria, causando overtraining.

Além disso, você pode acabar forçando ligamentos e articulações, favorecendo lesões (em vez de prevení-las).

Como tal, é importante escolher suas atividades de cross-training de forma inteligente para que não interfiram no treinamento do seu esporte principal.

Por isso, muitos atletas de ponta focam-se mais no cross-training no período “off-season”, longe de competições.

Quem deve fazer o cross-training?

Você deve fazer cross-training se:

  • Você compete em um esporte e precisa fazer outras atividades para ajudar a melhorar sua força ou resistência.
  • Você se perdeu a motivação para fazer seu esporte principal e quer tentar algo novo.
  • Você está fora de temporada para o seu esporte atual.
  • Você está se reabilitando por conta de uma lesão.

CrossFit

CrossFit é a uma metodologia de treinamento que inclui várias modalidades como resistência, explosão muscular, força, flexibilidade, mobilidade, velocidade, precisão e coordenação.

O CrossFit é conhecido por ser “constantemente variado”.

Ele não prioriza uma área de condicionamento físico em detrimento de outra, mas ensina que aeróbico, força, habilidades com o peso corporal e a capacidade de se mover com rapidez e eficiência são de igual importância.

O CrossFit também é frequentemente chamado de “treino funcional” porque envolve muitos exercícios que são transferidos para as atividades diárias, como pegar coisas pesadas do chão ou carregar sacolas pesadas, com mais facilidade e sem se machucar.

Enquanto os CrossFitters que você vê na TV têm sua própria programação individualizada ou seguem a programação criada especificamente paracompetidores, as aulas de CrossFit para a população em geral seguem uma estrutura semelhante.

Cada aula normalmente inclui um aquecimento, 20 a 30 minutos de trabalho de força ou alguma habilidade, o treino do dia (WOD) e um “cooldown” (o oposto do aquecimento).

Gerentes e treinadores de academias de CrossFit planejam seus próprios treinos para cada dia ou seguem a programação que obtêm de outros profissionais de CrossFit.

Benefícios do CrossFit

1. Qualquer um pode fazer

Muitas pessoas evitam o CrossFit porque acham que está além de suas habilidades. E alguns movimentos do CrossFit, como muscle up, provavelmente serão quando você começar.

Mas qualquer treino de CrossFit pode ser dimensionado para atender às suas necessidades.

Você pode diminuir o peso, trocar os movimentos por alternativas mais fáceis ou fazer menos repetições ou rodadas quando começar.

E você definitivamente não precisa se preocupar em ser a última pessoa da sua turma a terminar um treino, todos precisam começar por algum lugar.

Além disso, a menos que você tenha planos de competir profissionalmente, não há necessidade de se estressar por ser o melhor.

2. Muita variedade

CrossFit permite realizar uma rotina que é ideal para pessoas que se cansam facilmente ao fazer sempre a mesma coisa, pois há muita variedade (infinitamente mais do que na musculação, por exemplo).

A variedade de CrossFit também significa que você pode encontrar facilmente um treino que se adapte à sua programação.

Se você treina em um box de CrossFit, você está limitado pelos horários das aulas. Mas se você treinar sozinho em casa, poderá concluir um treino eficaz em apenas 10 minutos, se isso for tudo o que tiver tempo para esse dia.

3. O CrossFit tem uma comunidade forte

Muitos de fora criticam o CrossFit por ser uma espécie de culto, e, até certo ponto, suponho que isso seja verdade. Pessoas que fazem CrossFit gostam de falar muito sobre isso.

Mas quando você encontra uma academia de CrossFit com membros cujas personalidades combinam com a sua e que apoiam suas metas de condicionamento físico, é fácil ficar animado com o exercício e deixar que isso vá além do box.

4. Adquirir novas habilidades físicas

O CrossFit envolve movimentos que não vemos em academias tradicionais.

Em um dia você pode fazer meras flexões de braço, mas no outro estar aprendendo a fazer movimentos olímpicos e no dia seguinte fazer exercícios que você só vê em competições do “homem mais forte do mundo”.

Se você está procurando um programa de treinamento que o tire da sua zona de conforto e o encoraje a experimentar coisas novas, você o encontrará no CrossFit.

Desvantagens do CrossFit

1. A qualidade dos treinadores pode variar

Uma crítica comum às pessoas dentro e fora do mundo do CrossFit é que os requisitos para se tornar um treinador não são muito rigorosos.

Qualquer pessoa pode fazer um curso de coach desde que tenha dinheiro para pagar por ele, e isso significa que alguns coaches não necessariamente terão as habilidades necessárias para trazer bons resultados aos seus alunos.

2. Cada box pode trazer uma experiência diferente

Outra desvantagem do CrossFit é que algumas academias deixam sua gestão interferir na qualidade do treino dos alunos.
Por exemplo: não é incomum encontrar um box com membros que possuem comportamento ruim ou improdutivo e isso é ignorado para não perder o aluno.

Além disso, algumas academias de CrossFit possuem programação ilógica ou mal planejada.

O CrossFit foi projetado para ser constantemente variado, mas os treinos ainda devem ter alguma lógica por trás deles.

Os treinadores de algumas academias podem simplesmente juntar alguns treinos aleatórios durante a semana sem considerar a progressão, a intensidade e os treinos em diferentes domínios de tempo.

3. Exige disciplina em todos os sentidos (não necessariamente uma desvantagem)

Quando digo que você tem que ser muito disciplinado, não estou falando de ser disciplinado com sua dieta ou horário de treino.

Essas coisas são definitivamente importantes, mas o que quero dizer quando digo isso é que você precisa ser disciplinado o suficiente para saber quando fazer uma pausa.

O CrossFit pode ser viciante, e você ficará tentado a comparecer à aula mesmo quando estiver dolorido, cansado ou seu corpo precisar de um ou dois dias de folga.

Dias de descanso são importantes, mas é fácil ser sugado pela natureza social e competitiva do CrossFit, o que torna difícil se afastar da academia.

4. Você não necessariamente se tornará bom em apenas uma coisa

CrossFit passa uma imagem que, para pessoas mais vulneráveis à propaganda, dará a impressão de que você será um soldado espartano, preparado para qualquer coisa.

Infelizmente, não.

Se você quer apenas ganhar massa muscular, diminuir seu tempo em uma maratona ou qualquer objetivo mais específico, treinar somente para seu objetivo específico será mais produtivo.

Por favor, isso não significa que CrossFit é ruim, você definitivamente se tornará mais musculoso(a), mais forte, mais rápido e mais condicionado, mas você não conseguirá se especializar em nada num box.

Quem deve fazer CrossFit?

Você deve fazer CrossFit se:

  • Você quer fazer parte de uma comunidade.
  • Você quer fazer treinos curtos e eficazes.
  • Você gosta de exercícios que combinam força, aeróbico e HIIT.
  • Você quer aprender novas habilidades, como flexões de parada de mão, double unders ou muscle-ups.
  • Você quer aprender levantamentos como o snatch e clean and jerk, mas não está interessado em fazer um treinamento formal de levantamento de peso olímpico.

Palavras finais

Cross-training descreve qualquer atividade física que seja feita fora do esporte escolhido por um atleta.

Enquanto o CrossFit é um regime de treinamento que se concentra em aeróbico, força e mobilidade.

Ambos são excelentes maneiras de treinar e melhorar sua forma física, mas não são termos que devem ser usados ​​de forma intercambiável.

Atletas que desejam ficar mais fortes ou mais bem condicionados para seu esporte podem implementar o CrossFit como parte de sua rotina de cross-training, mas fazer o CrossFit sozinho não é necessariamente um cross-training.

Se você decidir fazer cross-training ou CrossFit dependerá de seus objetivos e se você está ou não treinando para outro esporte.

Este texto ajudou você ?

Ainda está com dúvidas sobre alguma questão? Visite nosso fórum de discussões e compartilhe suas dúvidas com mais de 270 mil pessoas cadastradas.