3 “segredos” para facilitar a dieta, não desistir e obter mais resultados

O tendão de aquiles do marombeiro não costuma ser o treino. Basta entrar em qualquer academia e você verá uma boa parcela (dos marombeiros) tentando dar o seu máximo no treino.

Porém o mesmo não acontece na cozinha.

Ver alguém seguindo dieta e se alimentando CORRETAMENTE para ganhar massa muscular é uma visão muito mais rara.

Mas por mais intrigante que isso possa ser, a maioria das pessoas não pisam na bola na dieta por total falta de disciplina, mas sim por tentar fazer as coisas da maneira mais ineficaz e difícil possível.

Considerando que a maioria de nós, além da musculação, possuímos outras prioridades na vida, quando o plano de alimentação começa afetar outras áreas ele está fadado a fracassar e quando isso acontece, nos culpamos por não sermos “disciplinados” como aquele atleta do instagram (que vive unicamente disso).

Enfim, este texto tem como objetivo simplificar sua vida na cozinha para que você consiga seguir dieta de forma mais simples.

Isso não é um texto sobre como fazer dieta (isso você encontra no nosso guia), mas sim uma forma de simplificar um plano que você já tem, ok ?

1 – Prepare suas refeições com antecedência ou você fracassará na primeira semana

É uma questão óbvia e lógica, mas que 99% das pessoas ainda dão murro em ponta de faca e não fazem (e vão desistir da dieta já nos primeiros dias).

Entenda (por favor!), se você deixa pra fazer sua refeição somente quando precisa comer ou quando está com fome, as chances de você optar por algo mais conveniente e rápido são grandes, principalmente se você estiver cansado ou fazendo uma dieta restritiva em calorias (quase pleonasmo).

Entre preparar, temperar, cozinhar e limpar, quando você já está cansado, e simplesmente pedir pizza pelo Ifood, qual opção você acha que a maioria das pessoas vão escolher ?

Pois é.

Do contrário, quando você faz o correto e se prepara antecipadamente, tendo sua refeição da dieta já pronta para comer, as suas chances de sucesso são avassaladoramente maiores.

De uma vez por todas, escolha um dia na semana, geralmente no domingo, e faça pelo menos três dias completos de refeições de uma só vez e guarde na geladeira.

Se você tem o mínimo de consciência, você não deixará a refeição estragar e se forçará a comê-la. Da mesma forma, você se manterá no plano por mais tempo e terá mais resultados.

marinex

Para isso tudo o que você precisa são potes de vidro (não vai aquecer sua comida em potes de plástico cheios de BPA [mesmo os “bpa free”]!)

Um ou dois jogos desses potes aqui  já pode ajudar muito e vai durar pra sempre ou até quando você derrubá-los no chão :D

2 – Temperos são seus melhores amigos para se manter na dieta

Por alguma razão mirabolante muitas pessoas tentam restringir o uso de óleos e temperos nas refeições para fazer uma refeição “saudável”.

Quando na verdade, na maioria das vezes, estão destruindo a sustentabilidade da dieta e até piorando o conteúdo nutricional da refeição.

Entenda uma coisa: se você não tem restrições médicas relacionados ao sódio (como sensibilidade ou pressão alta) ou não é um atleta em fase de pré competição, você não tem porque cortar sódio dos temperos (excesso é outra história e deve ser controlado) ou cortar a gordura da dieta ao tentar preparar refeições sem óleo (nenhum problema se você propositalmente prefere tirar por gostar mais sem gordura).

Primeiro, sódio é um mineral essencial para manter você hidratado e fazer seus músculos contraírem corretamente.

Segundo, gorduras (até mesmo  as saturadas) são essenciais para a fabricação de hormônios anabólicos e cortar da dieta é a pior coisa que você pode fazer até mesmo se o seu objetivo é perder gordura.

Terceiro, e mais importante, cortar sódio e gordura fará suas refeições terem gosto de isopor.

Se você não acha uma refeição minimamente agradável, cada refeição da dieta será um pesadelo pois você não terá qualquer vontade de comer.

Enquanto isso terá cada vez mais vontade de fugir da dieta e comer algo gostoso.

Claro, mudar o corpo sempre exigirá certo nível de sacrifício, mas entre fugir da dieta e preparar suas refeições com temperos e gordura, se mantendo mais tempo no plano, a segunda opção parece melhor.

Eu recomendo fortemente que você esteja sempre munido de vários temperos e use-os com bom senso em todas as refeições que você fizer.

Eu particularmente gosto de comprar kits com vários temperos e experimentar até acertar algo que agrade meu paladar.

Não sabe por onde começar ? Recomendo esse. Vai durar por quase um ano (ou mais).

3 – Leve a dieta como uma espécie de treinamento

Quer saber um “truque” simples para nunca mais desistir do plano alimentar e ter os melhores resultados da sua vida ?

Encare a dieta como um treinamento.

Deixa eu explicar.

Tente se lembrar do dia que começou a fazer musculação e como você treinava no inicio, as cargas usadas e sua seriedade.

Eu posso apostar que você não entrou na musculação sabendo absolutamente tudo, levantando 100kg no supino e treinando várias semanas de forma ininterrupta sem nunca perder um treino sequer.

Ninguém começa assim – nem mesmo o Arnold.

Mas por algum motivo as pessoas pensam que a dieta precisa ser perfeita desde o dia 1 e se não é, tudo vai abaixo.

Isso geralmente se traduz em começar o plano numa segunda feira e desistir nas semanas seguintes quando sentir que está se sacrificando demais por “nada”.

Depois vêm a culpa pela falta de disciplina e uma nova tentativa de começar o plano “que vai funcionar” (mas que voltará a falhar).

Em vez de entrar nessa corrida de rato (numa rodinha que não sai do lugar), experimente ver a dieta como um treino.

Principalmente aceite sua inexperiência/experiência. Da mesma forma que você não começou treinando com 100kg no supino, você não vai começar a se alimentar como um atleta desde o início.

É totalmente natural ter problemas em seguir o plano a risca – isso vem com o tempo.

Primeiro, veja nosso texto sobre dieta flexível e isso enterrará vários paradigmas na sua cabeça que podem estar sabotando sua dieta.

Segundo, entenda que haverão desistências, erros e oscilações no progresso da dieta. Isso é normal e não é razão para abandonar o plano.

Se você passou um fim de semana “lixando” (comendo besteiras), desde que isso não vire um padrão que ocorre a cada 7 dias, na segunda feira você volta aos trilhos e estará tudo bem.

O mesmo vale  para praticamente todos os erros envolvendo a alimentação.

Com o tempo você vai melhorando e aperfeiçoando a dieta.

O importante é apenas continuar insistindo, assim como você continua indo fazer musculação mesmo que de tempos em tempos você tenha vontade de desistir.

Este texto ajudou você ?

2 comentários em “3 “segredos” para facilitar a dieta, não desistir e obter mais resultados”

  1. Acompanho o blog diariamente a um tempo e fiz de questão de enaltecer esse post pois achei um dos melhores até hoje.

    Muito boas dicas.

    Responder

Deixe um comentário

Hipertrofia.org Newsletter

Receba o melhor conteúdo do site direto em seu email (no máximo 2 por semana).