rins 300x213 Dietas Hiperprotéicas Causam Danos Aos Rins ?

Frequentemente ouvimos de fontes “não tão bem informadas” que dietas com alta ingestão de proteínas fazem mal aos rins. Mesmo que não seja o caso, considere o seguinte: todo mundo conhece aquelas famosas aulas de academia para queima de gordura: spinning, body jump, etc. Elas são ótimas para queimar calorias, manter o sangue o e oxigênio fluindo e são ótimas para o condicionamento do sistema cardiovascular. Então, no geral elas fazem bem, certo ?

Sim.

Exceto se você tem uma perna quebrada.

excelnadrine Dietas Hiperprotéicas Causam Danos Aos Rins ?

Se você está com a perna quebrada, eu iria sugerir que você não faça estas aulas até que o problema seja resolvido. Nestas circunstâncias, a tão famigerada aula de spinning que faz tão bem para uma pessoa normal seria muito estressante para a pessoa com uma lesão na perna.

Você acha que o fato da aula fazer mal para alguém com a perna quebrada significa que ela fez a pessoa quebrar a perna ?

Não. E da mesma maneira uma dieta hiperprotéica não casua danos aos rins. Se o seu médico diz que sim, peça gentilmente a ele que mostre os estudos que provam isso.(Eles não existem).  Dietas hiperprotéicas não são saudáveis para pessoas com doenças pre-existentes nos rins, da mesma maneira que a aula de spinning não é boa para alguém com a perna quebrada.

Alto consumo de proteína causa doenças nos rins ? Não.

A lenda frequentemente repetida pelos médicos de que dietas hiperproteícas causam doenças nos rins surgiu de um fato médico invertido. O fato de que a redução da ingestão de proteína(até certo ponto) diminuí o declínio da função renal em pessoas que já tem uma doença nos rins. O fato da restrição de proteína ser uma boa estratégia para quem tem doença renal gerou a ilusão de que o contrário também é verdadeiro – grandes quantidades de proteína provavelmente causarão danos aos rins.

De qualquer forma, não são as proteínas em sí que causam problemas, até mesmo para aqueles que já sofrem de algum problema renal:  a vilã é a proteína glicosilada. Estas proteínas são a causa do excesso de açúcar nas moléculas de proteína. Estas proteínas cobertas por açúcar são chamadas de AGES(Advanced Glycolated End-Products ) Estes AGES se unem formando moléculas ainda maiores, que são grandes demais para passar através do processo de filtração do glomérulo, que é uma rede de vasos sanguíneos que age como um filtro para as impurezas do sangue. Isto reduz significativamente as funções renais.

nocga3 Dietas Hiperprotéicas Causam Danos Aos Rins ?

A alta ingestão de proteína provoca isto em pessoas saudáveis. Um estudo recente realizado pela Nurses´Health concluiu que “a alta ingestão de proteína não está associada ao declínio da função renal em mulheres com funções renais normais”. Outro estudo do American Journal of Kidney Diseases(Jornal Americano de Doenças Renais) mostrou que a ingestão de proteína não afetou as funções renais em homens saudáveis. E em um terceiro estudo feito pelo Internation Journal of Obesity comparou dietas com alta e baixa quantidade de proteína e não houve efeitos colaterais em rins adaptados para consumo de proteínas.

Se você não possuí doenças renais, uma dieta hiperprotéica não é um perigo para os rins. De qualquer forma, o ideal é fazer um check-up para garantir que você já não tenha uma doença não diagnosticada nos rins; se você não tiver,com certeza não desenvolverá apenas por estar seguindo uma dieta hiperprotéica.

Fonte: CharlesPoliquin.com
Traduzido por:  Hipertrofia.org



Clique aqui!

Atenção: o site Hipertrofia.org não autoriza a cópia dos artigos em outros sites, mesmo dando os devidos créditos. O infrator, além de ser responsabilizado judicialmente, poderá sofrer a exclusão da página dos resultados do Google, devido a duplicidade de conteúdo.

Protected by Copyscape Originality Check

Tags: