Como escolher um hipercalórico que funciona de verdade

Por Equipe Hipertrofia

Textos escritos pela redação do Hipertrofia.org são escritos e revisados por profissionais de várias áreas que circundam o universo da musculação para que você tenha acesso às melhores informações, com respaldo científico e empírico.

Quando o assunto é hipercalórico, parece simples: para ganhar peso, você precisa de um com uma tonelada de calorias – quanto mais, melhor. Infelizmente, as coisas não são tão simples assim.

Hipercalóricos são úteis, desde que você use um produto com os ingredientes corretos para sustentar o crescimento muscular mantendo sua saúde e sem acumular gordura desnecessariamente.

Qual a utilidade (real) dos hipercalóricos

De forma geral, para ganhar massa muscular é preciso gerar um superávit calórico, ou seja, fornecer mais calorias do que seu corpo precisa, para sustentar crescimento de tecido muscular.

Isso pode ser feito unicamente com a dieta (sem gastar um tostão com suplementos). Porém, é mais fácil falar do que colocar em prática.

Por exemplo, ao usar uma calculadora de calorias confiável, você pode se deparar com um simples problema: comer todas as calorias que você precisa não é tão fácil como você imaginava.

Por uma série de razões que vão desde falta de apetite a falta de tempo, você poderá encontrar dificuldades em comer (usando só alimentos sólidos) todas as calorias.

Aqui está o papel real dos hipercalóricos; fornecer essas calorias que faltam, de forma rápida, saudável e prática.

Repare que, como vimos acima, apesar das promessas das empresas de suplementos, os hipercalóricos são apenas um complemento calórico da dieta e nada mais.

E nem todos os hipercalóricos são criados iguais.

Não basta apenas fornecer um excesso de calorias. A qualidade dessas calorias também importa.

Publicidade

Aqui entra o assunto desse texto: como não cair em enrascadas e comprar o melhor hipercalórico para você.

Abaixo mostraremos os 3 itens mais importantes ao fazer essa escolha, para que você possa otimizar seus resultados, talvez salvar dinheiro e manter saúde.

1. Proporção de carboidratos para proteínas

Hipercalóricos sempre terão mais carboidratos do que proteínas, do contrário estaríamos falando de um suplemento hiper proteico.

Porém, há um limite.

Um bom hipercalórico não pode ter carboidrato demais. Na maioria das vezes, um produto de qualidade terá uma proporção de 3 gramas de carboidratos para cada grama de proteína.

Além disso, você quer carboidratos complexos, e não puro açúcar. Cuidado com hipercalóricos que só fornecem maltodextrina ou dextrose na lista de ingredientes.

Quanto às proteínas, preferencialmente você quer uma mistura entre proteínas de lenta e rápida absorção, como caseína/caseinato de cálcio (caseína é melhor) e whey protein.

2. Teor de Gordura

As gorduras são densas em calorias – duas vezes ou mais densas que proteínas e carboidratos.

A maioria dos hipercalóricos terão de 1 a 2 g de gordura saturada por porção. Alguns hipercalóricos fornecem gorduras boas como ômega-3, mct e outras, mas isso é raro.

Portanto se houver mais que 1-2g de gordura por porção, sem alguma razão especial para isso, fique longe.

Publicidade

3. Calorias

A principal razão de existir do hipercalórico é fornecer calorias, mas isso não deve ser a única qualidade do produto.

Portanto fique atento a produtos que prometem uma enxurrada de calorias, pois isso vem acompanhado de dois problemas:

1 – Geralmente isso é feito com marketing em vista e, na verdade, para conseguir a quantidade excessiva de calorias prometida, você precisa usar uma dose muito grande.

Por exemplo: de nada adianta um hipercalórico prometer 1000 calorias por dose, se em 10 doses o pote acaba, pois serão necessários usar 8 medidores por vez.

2 – O excesso de calorias vem de fontes baratas, como açúcar. Realmente, carboidratos simples fornecem muitas calorias, mas com qualidade inferior.

Em ambos os casos, se o principal ponto positivo do produto for a quantidade de calorias, fique atento.

Palavras finais

Hipercalóricos não passam de um complemento energético para a dieta, que auxilia você a atingir sua meta calórica diária.

Muitas pessoas pensam que hipercalóricos trarão resultados por si só, mas eles só funcionarão se você, de fato, estiver se alimentando de acordo com o seu objetivo e usando o produto para a sua real finalidade.

Com isso fora do caminho, basta fugir de hipercalóricos que fornecem apenas açúcares e pouca proteína (ou somente proteína de baixa qualidade).

E no final do dia, se você não quer gastar dinheiro ou não encontra um produto adequado, você sempre pode fazer o seu próprio hipercalórico.

Publicidade

Este texto ajudou você ?

Ainda está com dúvidas sobre alguma questão? Visite nosso fórum de discussões e compartilhe suas dúvidas com mais de 270 mil pessoas cadastradas.