Home >> Receitas Anabólicas >> Shake hipercalórico caseiro para hipertrofia sem suplementos

Shake hipercalórico caseiro para hipertrofia sem suplementos

Este shake hipercalórico vai adicionar cerca de 1000 calorias na sua dieta através de nutrientes saudáveis com inúmeras funções que além de acelerar a hipertrofia.

Fazer um shake hipercalórico usando suplementos é muito fácil (e cômodo).

Contudo nem sempre usar suplementos é uma opção ou preferência.

Neste caso, é totalmente possível fazer um shake tão bom quanto usando nada mais do que alimentos naturais que podemos encontrar em qualquer supermercado.

E diferente de hipercalóricos “industriais” (comprados), os alimentos naturais trarão, não só nutrientes úteis para a hipertrofia, mas outros que poderão aprimorar sua saúde e ajudar ainda mais, de forma indireta, nos seus resultados.

A seguir veremos uma receita de shake hipercalórico sem suplementos que tem como objetivo cumprir justamente este objetivo.

Como fazer um shake hipercalórico sem suplementos

shake hipercalórico caseiro

1 – Use um líquido calórico como base

Nenhum problema usar água.

Contudo ao fazer isso perdemos a oportunidade de complementar nosso shake calórico com mais nutrientes.

Para isso, use 400ml leite integral de vaca ou um leite vegetal da sua preferência.

Cada um possui seus benefícios e malefícios.

No caso do leite de vaca, temos whey protein e caseína, duas proteínas de altíssima qualidade.

Mas se você for alérgico e não puder usar um leite lacfree (sem lactose), a única opção é leite vegetal.

Neste caso, sugiro usar leite de amendoim ou amêndoas, ambos possuem uma quantidade de proteína semelhante ao leite.

O ponto negativo é o preço que pode ser quatro vezes ou mais comparado ao leite de vaca.

Você também pode fazer leite de amendoim, mas ai teremos uma tarefa extra em mãos que fica a critério e disponibilidade de tempo de cada um.

2 – Pasta de amendoim integral

Pasta de amendoim é um item essencial em qualquer shake hipercalórico já que apenas 15g fornecem 91 calorias.

Além disso, ela fornece 4g de proteína a cada colher de sopa.

Adicione 2 colheres (30g) de pasta de amendoim ao shake.

Não pode ou não quer usar pasta de amendoim ?

Use oleaginosas – amendoim, amêndoas e/ou nozes – diretamente no shake.

Basta jogar um punhado no shake e o liquidificador fará o resto na hora de misturar tudo.

3 – Creme de ricota

Ricota é uma fonte de proteína raramente usada em shakes.

Mas que fornece até 22g de proteína de alta qualidade a cada xícara.

E acredite, junto com o restante dos ingredientes, o seu gosto ficará disfarçado (ou até poderá melhorar o shake em conjunto dos outros itens).

Use 100g de ricota (você poderia usar mais, mas poderá deixar com que o gosto domine o shake).

Como alternativa, você também pode usar queijo cottage que fornece 17g de proteína em 150g.

4 – Iogurte natural grego

Iogurte grego mantém mais nutrientes do que outros iogurtes (por isso é muito mais denso).

A cada 200g temos cerca de 20g de proteína de alta qualidade.

Mas no shake, considerando o restante dos ingredientes, você pode usar menos (100g).

Isto diminuirá os gastos e não deixará de complementar o shake com ótimos nutrientes.

5 –  Banana

Banana é provavelmente um das frutas que mais fornecem carboidratos (ou seja, energia).

Além disso, incluir bananas em nosso shake hipercalórico deixará a mistura muito mais gostosa e cremosa.

Inclua 1 banana média/grande.

Você pode ir além fatiando a banana previamente e deixando no congelador por algumas horas.

Isso fará com que a banana, não só sirva seu propósito, mas ainda sirva como “gelo” deixando o shake refrescante.

6 – Aveia

Um shake hipercalórico não é um shake até que usemos aveia.

Aveia é uma fonte incrível de carboidratos complexos que fornece vitaminas, minerais e fibras.

A cada 30g também temos cerca de 4g de proteína.

Use 50g de aveia em flocos grossos (quanto mais grossos, menos processado é a aveia e mais nutrientes ela retém).

Lista de ingredientes

  • 400ml de leite integral;
  • 30g de pasta de amendoim integral;
  • 100g de creme de ricota;
  • 100g de iogurte grego;
  • 1 banana média/grande;
  • 50g de aveia em flocos grossos.

Ficha nutricional

  • Calorias: 976
  • Proteínas: 52g
  • Carboidratos: 85g
  • Gorduras: 48g

Posso alterar os ingredientes ?

Com certeza.

Através de uma receita escrita, não é possível avaliar o paladar e necessidades de cada pessoa que está lendo.

O que podemos fornecer é uma receita “base” com nutrientes muito úteis para a hipertrofia.

Mas nada impede você de alterar as quantidades para se encaixar às suas necessidades e gostos pessoais.

Talvez a mistura fique muito grossa ou você não goste de um ingrediente específico.

Em todas as situações você pode e deve fazer alterações.

A intenção do site é justamente dar independência para que você não fique preso à receitas prontas (pois isso nunca funciona).

Quando devo tomar este shake ?

A qualquer momento que uma refeição sólida viria a calhar, mas que não pôde ser feita.

Em outras palavras, use o shake hipercalórico em momentos do dia que facilitarão sua vida e que é difícil fazer uma refeição sólida.

Por exemplo: logo ao acordar ou depois do treino quando costumamos ter menos apetite.

Você também pode dividir a dose e usar mais de uma vez, sob as mesmas circunstâncias.

O mais importante é estar entregando as calorias que o seu corpo precisa, com a ajuda do restante da dieta.

Quando e como você vai tomar, não tem tanta relevância neste aspecto.

Este texto ajudou você de alguma forma ? Avalie!
[Total de votos: 24 Média: 4.7]

Sobre Redação Hipertrofia.org

Avatar
O maior site sobre musculação em língua portuguesa da internet. Desde 2007 trazendo o melhor conteúdo sobre musculação, sempre baseado nos últimos estudos científicos, autores renomados e experiência prática.

12 comentários

  1. Avatar

    Faço apenas com leite , 2 bananas, aveia, amendoim, um punhadinho de café e um colherzinha de nescau e gelo. É o máximo que posso $$$

  2. Avatar
    José Lima Costa

    Coloco inclusive cacau 100% puro pois e muito rico proteínas.

  3. Avatar

    Ótimo texto! Porém na minha opinião creme de ricota e iogurte grego são itens caros pra se usar no dia a dia, então imagino que neste caso ainda compense mais usar uma dose de albumina ou whey como fonte de proteínas de alto valor biológico. E pra quem deseja aumentar a quantidade de gorduras boa no shake e diminuir as gorduras “não tão boas”, pode usar leite desnatado e colocar metade de um abacate pequeno (aprox. 150g). Abacate fica muito bom em shakes.

  4. Avatar

    Iogurte grego com 25g de proteína a cada 200g?
    Qual a marca?

  5. Avatar

    Vcs tinham outra receita parecida que eu uso até hj
    mas removeram do blog o_O
    era mais barata e a fonte de proteínas eram em base de whey ou albumina
    Mas essa é top tbm!
    vlww!

  6. Avatar

    Muito esclarecedor e muitíssimo proveitoso esse artigo. Parabéns! Irei me cadastrar p receber os emails. Valeu

  7. Avatar
    Thiago Kreimer

    Faço meu shake assim:
    300 ml de leite integral
    2 colheres de aveia
    2 colheres de farinha de amendoim
    2 colheres de albumina naturovos
    2 colheres de achocolatado
    15 gotas de adoçante

    Nutrientes:
    627 calorias
    50,3 g carboidratos
    24,8 g gordura
    47,9 g proteína

    Obs: se achar que há muita gordura, troque leite integral por desnatado, mas as calorias cairão um pouco. Se estiver em bulking, use integral.

  8. Avatar

    Pessoal, esse shake aqui é muito saboroso e extremamente saudável.

    400ml de leite caipira
    3 cs de aveia
    1 banana nanica ou 2 bananas maça
    1 cs de cacau em pó 100%

    Bata tudo e deixa no congelador por 1 hora e verá o quão delicioso isso fica.

  9. Avatar

    400ml de leite 12g de proteína
    100g de aveia até 35g de carb
    6 ovos crus inteiros até 35g de proteína
    2 colheres de Nescau Só pra dar um gosto mesmo

    Shake Concentradão 👊👊👊😂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *