Clique aqui

Creatina durante o cutting: ajuda ou atrapalha?

Os benefícios da suplementação com creatina são inegáveis, principalmente os relacionados a hipertrofia e força muscular.

Porém o aumento de peso e a retenção de líquidos geram um duplo alerta vermelho quando o objetivo é definição muscular e queima de gordura.

O que, felizmente, não tem justificativa.

Na verdade, você estará atrapalhando seus resultados ao suspender o uso de creatina durante o cutting.

Mas para extrair o máximo de resultados durante esta fase você precisa tomar algumas precauções.

Falaremos detalhadamente sobre isso neste texto.

Porque usar creatina no cutting é útil

Durante o cutting precisamos restringir o consumo de calorias para gerar um déficit calórico.

Clique aqui

Somente através de um déficit, nosso corpo recorrerá às reservas de gordura, assim “queimando” a gordura.

Mas existe um problema.

Quando cortamos energia, não só dificultamos a construção de massa muscular como podemos gerar catabolismo.

Além disso, é inevitável uma queda de performance nos treinos.

Afinal, você está literalmente cortando sua energia com um déficit calórico.

Continua após a publicidade

Claro, estas questões variam de acordo com o tamanho do déficit e como você está fazendo as coisas. Mas em algum grau, elas sempre ocorrem.

O que isso tem a ver com creatina?

Simples.

Creatina é um dos poucos suplementos capaz de gerar um aumento perceptível nos níveis de força muscular e capacidade de trabalho.

Em outras palavras, ao usar creatina durante o cutting, podemos contrabalancear alguns efeitos deletérios do déficit calórico e continuar treinando pesado.

Isso, em contrapartida, terá um efeito positivo na hipertrofia muscular durante esta fase.

Basicamente, se você usa creatina de forma contínua, então a pior coisa que você pode fazer é tirá-la quando você mais precisa dela.

Mas a creatina não retém líquidos e atrapalha a definição?

A suplementação com creatina pode fazer com que seu peso na balança suba de 0,5 a 3kg.

Isto é causado principalmente pela maior retenção de líquidos.

Porém, o que muitas pessoas não sabem (ou ficam com o pé atrás mesmo sabendo a verdade) é que esta retenção ocorre dentro dos músculos.

Uma das maneiras pela qual a creatina funciona e gera os efeitos esperados é “puxando” água para dentro dos músculos.

Mas tudo o que isso fará durante um cutting é fazer você parecer que está com músculos maiores e mais densos.

E o mais interessante: é provável que você pareça estar menos retido.

Lembre-se a creatina puxa água para dentro do músculo e essa água precisa sair de algum lugar.

Alias, ao usar creatina você precisa garantir hidratação adequada.

Precauções importantes

Neste momento alguns pensarão “Ah, eu sabia que tinha alguma pegadinha”.

Na verdade, não.

As precauções ao usar creatina durante o cutting são simplistas e ironicamente não tem qualquer relação com o próprio suplemento.

Deixa eu explicar.

Como vimos, a suplementação com creatina pode causar aumento de peso por conta da retenção hídrica intracelular.

Isto pode gerar uma oscilação do peso corporal na balança e costuma pegar algumas pessoas desprevenidas.

Imagine, você está esperando o peso cair na balança, mas ele está cravado no mesmo lugar ou até subindo (especialmente se você começou usar creatina no início do cutting).

Portanto a “precaução” aqui, por assim dizer, é entender que o peso vai oscilar nas primeiras semanas de cutting e isso não significa que algo está errado.

Mesmo sem creatina, o peso oscila, com creatina isso pode ser mais pronunciado.

De qualquer forma, no decorrer da semanas, o peso normalizará com ou sem suplementação.

Além disso, quando fazemos um cutting, buscamos perder gordura e não apenas peso corporal.

No mais, nenhuma propriedade da creatina vai atrapalhar a queima de gordura.

Como tomar e dosagem

Não há qualquer medida especial sobre como usar a creatina durante o cutting.

Você pode continuar tomando suas 3-5g de creatina diariamente, no horário mais conveniente para você (se possível antes ou depois do treino).

Se você nunca tomou creatina antes ou estava há vários meses sem tomar, poderá, também, começar a tomar fazendo a saturação com 20g diárias por 5 dias (dividas em quatro doses de 5g).

Palavras finais

De forma simples e direta, não há qualquer problema em usar creatina durante o cutting e como vimos, e a melhor estratégia é justamente a contrária.

Se você tem condições e quer, então você deve tomá-la.

Além disso, o sucesso do seu cutting como um todo vai depender diretamente do déficit calórico. A creatina é mais uma “cereja” do bolo, que você pode usar a seu favor.

O que fazer agora

Cadastre-se em nossa lista de e-mails para ser um dos primeiros a saber quando um texto como este for lançado.

7 comentários em “Creatina durante o cutting: ajuda ou atrapalha?”

  1. Só me esclareçam uma dúvida, há muitos e muitos anos é dito, inclusive em alguns posts e artigos aqui no hipertrofia que fazer “saturação” de creatina não adianta em nada, pois nós somos limitados quanto à sua absorção há um limite diário. Isso mudou?

    Responder
    • Olá, Henrique. A saturação da creatina é algo dispensável, é possível saturar os músculos usando 3-5g diariamente. A única diferença entre fazer fase saturação ou não é a velocidade da saturação.

      Se você está há muito tempo sem tomar creatina (meses) ou nunca tomou, fazer a saturação vai apenas acelerar o processo. Isso não vai gerar mais resultados ou qualquer coisa do gênero, é apenas uma estratégia diferente para conseguir a mesma coisa.

      Responder

Deixe um comentário