Treinar peito com tríceps ou bíceps: qual é melhor ?

Se você treina há algum tempo provavelmente já ouviu falar sobre treinar peito sempre com tríceps ou bíceps para melhores resultados, mas qual das duas combinações é a correta (ou a mais produtiva) ?

A grande verdade é que ambas as opções possuem lugar na sua rotina e existem inúmeras outras coisas com maior influência nos seus resultados (como treinar com regularidade, independente de como).

Porém, se fossemos obrigados a escolher apenas uma opção, no fim do dia, treinar peito com tríceps costuma ter mais vantagens.

Entenda.

Os prós em treinar peito com tríceps

Se você usa uma rotina que combina dois grupos musculares, um pequeno e um grande, no mesmo dia de treino, treinar peito com tríceps pode gerar mais resultados em termos de hipertrofia muscular.

Combinar estes dois grupos musculares é uma maneira inteligente e eficiente para trabalhar grupos sinérgicos (que se ajudam), simultaneamente.

Veja, tanto o tríceps como o peitoral realizam um padrão de movimento semelhante (de empurrar) e exercícios importantes como supino e paralelas trabalham os dois grupos musculares.

Ao treinar ambos no mesmo dia, você maximiza seu tempo na academia enquanto gera volume e intensidade potencialmente maiores do que quando os treinamos separadamente.

Por isso não é incomum que depois de um treino de peito pesado, usando exercícios compostos, o seu tríceps estará cansado.

E não se engane pensando que seu treino de tríceps será prejudicado por treinar peito antes.

Quando você está treinando peitoral você apenas está treinando tríceps e quando o treino de peito termina você continua treinando tríceps, mas agora de forma mais direcionada.

Está entendo porque unir estes dois grupos musculares gera mais intensidade e volume ?

Além disso, é possível, na maioria dos casos, gerar mais descanso dessa forma já que fazemos tudo no mesmo dia.

Agora o risco de treinarmos esses músculos de forma indireta no resto da semana é menor.

Assim dando tempo para ambos os grupos descansarem e estarem prontos para treinar novamente quando chegar a hora.

Se desejar treinar dessa forma, veja nosso texto específico sobre treino de peito com tríceps.

Então treinar peito com bíceps é ruim para hipertrofia ?

Não e evite escolhas extremistas sobre esse assunto.

Muitas pessoas poderão treinar peito com bíceps e obter ótimos resultados e, nesta situação, não há razão para mudar as coisas.

Tenha em mente que treinar peito com tríceps ou bíceps não será divisor de águas nos ganhos e sua preferência pessoal pode fazer a diferença caso você se sinta melhor treinando peito com tríceps ou bíceps.

Além disso, algumas pessoas poderão ter mais resultados treinando peito com bíceps do que com tríceps, por uma questão de individualidade.

Seja por conta de desiquilíbrios musculares, capacidade de trabalho ou genética, talvez você simplesmente tenha mais resultados treinando peitoral com bíceps.

Porém evite tirar conclusões precipitadas antes de dar uma chance real às duas maneiras de treinar.

É muito fácil achar que treinar peito com bíceps ou tríceps “é melhor” se você sempre treinou assim e já está acostumado.

Mas poderia, sem saber, estar tendo resultados ainda melhores treinando da forma que nunca treinou antes.

Sem experimentar você nunca saberá. Portanto sempre mantenha sua mente aberta.

Na dúvida, peito sempre primeiro

Independente da sua escolha é válido saber que o grupo muscular mais forte, em tese, sempre deverá ser treinado primeiro.

Muitas pessoas, na tentativa de dar maior foco ao desenvolvimento dos braços, poderão treinar bíceps ou tríceps antes do peito.

Com exceção de casos altamente individuais, treinar o músculo pequeno antes limitará performance do músculo grande.

Principalmente se a questão for treinar tríceps antes do peitoral.

Tríceps é o principal músculo sinergista em exercícios como supino reto, inclinado e declinado (incluindo todas suas variações).

Se você fizer, por exemplo, supino reto com o tríceps já cansado, você pode falhar antes por conta do tríceps e o peitoral não receberá trabalho suficiente.

Treinar bíceps antes do peitoral poderá não ter um efeito direto no treino de peito, porém você gastará energia treinando um músculo menor e que terá um impacto menor no seu físico (quando comparado com peito).

E treinar esses grupos musculares sozinhos ?

Ao ler o texto você pode ser levado a pensar que a única forma de treinar é combinando grupos musculares no mesmo dia.

Porém existem inúmeros treinos que poderão fazer você treinar peito, bíceps e tríceps em dias separados (como o ABCDE ou alguns ABCD)

E não há qualquer problema nisso.

Se você prefere treinar dessa forma e está tendo resultados, ótimo.

Apenas lembre-se do que falamos ali em cima e não tome conclusões antes de experimentar várias maneiras de treinar.

Palavras finais

O tópico do texto é sobre treinar peito com tríceps ou bíceps, e qual divisão é melhor para hipertrofia.

Como recomendação geral, treinar peito com tríceps tem mais vantagens. São grupos sinérgicos que realizam um padrão de movimento semelhante.

Usando essa divisão é possível otimizar seu tempo na academia, melhorar a recuperação e treinar ambos sem interferência indireta (por treinar tríceps e peitoral em dias consecutivos, por exemplo).

Mas nesse assunto, em específico, não existe um oceano de diferença entre treinar peito com tríceps ou bíceps (ou separados completamente).

Portanto a sua preferência pessoal e experiência deverão ser levados em consideração na escolha.

Este texto ajudou você ?

9 comentários em “Treinar peito com tríceps ou bíceps: qual é melhor ?”

  1. Uma dúvida que tenho em treinar peito com bíceps, no dia seguinte o mais comum é treinar costas com tríceps, em um treino ABC, e nesse caso no treino de costas os bíceps estarão fadigados por conta do treino do dia anterior, comprometendo a eficácia do treino. E não adianta colocar o treino de perna entre os dois, pois de qualquer forma um dos treinos ficarão comprometidos, ou o bíceps ou o tríceps. Isso no meu limitado conhecimento.

    Responder
    • É só você treinar pernas entre costas/biceps e peito/triceps e dando um dia de descanso depois do terceiro dia, simples. Não precisa treinar todo dia seguido e o descanso não precisa ser necessariamente no fim de semana.

      Responder
    • Treino do mesmo jeito e tenho a mesma dúvida. Treinar peito e depois bíceps garante que este músculo vai estar descansado, assim como treinar costas e depois tríceps garante que este músculo estará descansado, portanto irei render mais no dia. Entendo que no próximo dia não vai estar 100% descansado, mas sei lá… Sem contar que meu treino C é pernas+ombros, sendo que ombros usa tríceps (desenvolvimento, por ex).
      Mas preciso testar algum dia e fazer o treino ABC clássico (PPL – push pull legs), não o da academia, para ver se usar os bíceps no dia de costas e os tríceps no dia de peito+ombros vai dar melhor resultado.

      Responder
  2. Nada melhor que o bom e velho push/pull/legs

    Você trabalha todos os sinergistas juntos, consegue ir praticamente todo dia na academia, evita qualquer desproporção no shape e ainda consegue ótimos resultados.

    Por essas e outras, não vejo sentido nenhum trabalhar um sinergista longe do grupo principal (a não ser em casos específicos de enfatizar algum músculo e etc)

    Responder
    • Exatamente. Os clássicos são os clássicos. Hoje em dia a galera quer inventar mil coisas. É cada divisão de treino que vejo em hoje em dia que dá até medo.

      Responder
  3. Cara, o esquema, pra mim, se for pular pro ABCDE e alguém achar interessante mandarei a real:
    A – Peito + Deltoide lateral (ombro lateral)
    B – Costas + Deltoide posterior (cabeça de trás do ombro).
    C – Tríceps
    D – Bíceps + Deltoide anterior (frontal ombro)
    E – Descanso ou mandar PERNA. O que pra mim, por razões de resposta anabólica, mandaria no dia do tríceps antes dele, um Agachamento inicial e aí vai de seu instrutor por os bagui antes.

    Responder

Deixe um comentário

Hipertrofia.org Newsletter

Receba o melhor conteúdo do site direto em seu email (no máximo 2 por semana).