Home / Dieta / Dieta barata para hipertrofia: 6 dicas para comer muito gastando pouco

Dieta barata para hipertrofia: 6 dicas para comer muito gastando pouco

Usando a abordagem correta, não só é possível fazer uma dieta barata para hipertrofia, mas aumentar a sustentabilidade da alimentação e gerar mais resultados no longo prazo.

Entenda.

Um fator crucial em uma dieta para ganhar massa muscular, e que pouquíssimas pessoas (e até profissionais da área) levam em consideração, é o custo para mantê-la.

Veja, você pode dominar todos os quesitos da dieta ou até mesmo estar sendo assessorado por um grande nutricionista esportivo, mas se não é possível manter a alimentação por conta de dinheiro, ela poderá ser abandonada na primeira mudança de prioridade em sua vida.

Pois é.

Como ganhar massa muscular não é uma prioridade máxima quando temos contas a pagar, quanto mais barata for a dieta maiores serão as chances dela ser seguida e mantida por mais tempo.

Isto definitivamente aumentará a sustentabilidade do plano alimentar (facilidade para se manter na dieta) junto com seus resultados.

E como fazer isso ?

1 – Compre suas coisas em “atacadões”

dieta barata hipertrofia

A forma mais eficiente para economizar na dieta é realizar todas as compras (sem exceção) em mercados de atacado, os famosos “atacadões”.

Atacados são mercados onde os produtos são vendidos a um preço reduzido, especialmente se você comprar itens em maior quantidade.

Não é necessário cadastro especial ou algo do tipo, basta entrar, como em qualquer mercado, e comprar.

Qual é a pegadinha ? Nenhuma.

Mercados de atacado não possuem a mesma estrutura que mercados comuns (você se sentirá em um armazém e não em um supermercado), costumam estar mais afastados da cidade e a principal forma de lucro deles é vender produtos em grande quantidade. Basicamente, todo mundo sai ganhando.

Como estaremos fazendo dieta e vários produtos serão usados de forma contínua, comprar em maior quantidade nesses lugares costuma valer muito mais a pena do que comprar em mercados normais.

2 – Aprenda a cozinhar e coma em casa (ou ao menos prepare as refeições em casa)

Sério, eu já perdi a conta de quantas vezes escutei alguém falando que não tinha dinheiro para fazer dieta.

Somente para descobrir em seguida que este pessoa depende de restaurantes pra fazer algumas refeições do dia.

Qual o problema nisso ?

Mesmo que você esteja comendo no restaurante mais “baratinho”, comprar os ingredientes em casa e fazer sua própria comida sempre sairá mais barato.

Então, se você ainda não sabe, aprenda a cozinhar. Isso fará você economizar muito dinheiro.

Além disso, preparando sua comida em casa você sabe exatamente como ela está sendo preparada e não corre risco de estar comendo algo que você não tem ideia de como foi a cautela durante o preparo.

3 – Compre alimentos de marcas genéricas

Muitos mercados oferecem produtos de marca própria por preço menor que produtos “de marca”.

O rótulo não será bonito e você sentirá que está comprando algo de qualidade inferior.

Contudo na maioria das vezes isto não passa de um preconceito bobo.

Em vários alimentos, a marca não faz qualquer diferença no resultado final (1kg de filé de frango sempre será 1kg de filé de frango, independente da marca).

4 – Opte por fontes de alimentos que são naturalmente baratas

Frango e salmão são duas fontes de proteína muito boas para quem deseja hipertrofia.

Mas salmão pode custar até 10 vezes mais que frango.

Apesar de salmão possuir gorduras boas advindas do omega-3, a proteína do salmão e do frango possuem praticamente o mesmo aminograma.

Com isto em mente, qual das duas fontes será mais fácil manter na dieta, independente do que ocorra em sua vida financeira ? Pois é.

O exemplo mostra dois extremos, mas esta mesma discrepância de custo acontece entre vários alimentos e devemos ficar atentos para comprar sempre os alimentos que fornecem os nutrientes que queremos pelo menor custo possível.

Nas proteínas, por exemplo: o filé de frango fornece proteína de altíssima qualidade e costuma ser a mais acessível e barata.

Como é impossível viver apenas de filé de frango, também precisamos ter em mãos outras fontes de proteínas baratas.

A próxima mais barata é o ovo.

Porém é necessário comer os ovos inteiros para fazer valer a pena, do contrário, se você joga a gema fora, você estará jogando metade da proteína junto, isso sem contar os nutrientes mais importantes do ovo que só podem ser encontrados na gema.

Para quem gosta de carne vermelha, acém também é uma fonte de proteína completa muito barata.

Para carboidratos, a fonte mais barata e útil para nós é o arroz branco.

Sim, o bom e velho arroz branco.

Antes que você questione, a diferença de nutrientes entre a versão branca e integral é mínima e não vale a diferença de preço.

Além do arroz, temos as batatas.

Seja inglesa ou doce, batata é uma ótima fonte de carboidrato para quem treina, escolha a mais barata e mais conveniente para você.

Aveia é outra fonte interessante e, além de carboidratos, também fornece um pouco de proteína vegetal.

Apenas escolha a versão menos processada possível, de preferência em flocos grandes.

Para gorduras, os ovos inteiros já são responsáveis por entregar uma boa parcela de gordura boas.

A carne vermelha, como o próprio acém já citado, também fornece uma dose equilibrada.

Como fonte “direta” de gordura podemos usar oleaginosas, escolha a mais barata, todas elas fornecerão uma ótima dose de gordura, com proteína e fibras.

5 – Cozinhe sempre as mesmas coisas

Se existe algo em comum na dieta da maioria dos fisiculturistas de elite é que eles comem praticamente as mesmas coisas todos os dias.

Este hábito não só reflete disciplina, mas praticidade e economia.

Sim.

Cozinhar sempre as mesmas refeições tem três benefícios muito interessantes para quem faz dieta para hipertrofia:

  1. Você pode comprar pouco ingredientes em maior quantidade e acabar economizando nos atacadões;
  2. Você vai aperfeiçoar estas refeições e deixá-las cada vez melhores para o seu paladar (a prática leva a perfeição);
  3. Você vai simplificar sua alimentação e criar um hábito de comer sempre estas mesmas coisas.

Apenas repare que ninguém disse para você comer apenas um tipo de refeição.

A ideia é escolher duas ou três refeições que você gosta e fazer sempre elas.

6 – Gaste o mínimo com suplementos (ou não gaste)

A grande verdade é que se você estiver ingerindo as calorias e macronutrientes que você precisa através da dieta (através de alimentos sólidos), você poderá ter grandes resultados sem gastar um tostão com suplementos.

Para muitas pessoas isto já representará uma economia gigantesca, especialmente para aqueles que pensam que suplementos são obrigatórios e trarão ganhos por si só.

Com isto fora do caminho e se você ainda quiser e puder gastar com suplementos, os únicos suplementos que eu recomendaria são creatina e alguma proteína em pó como albumina ou whey (a mais barata de preferência).

Por quê ?

Simples. Creatina é um dos poucos suplementos que cumpre o que promete aumentando sua capacidade de trabalho no treino.

E não é possível extrair toda a creatina que precisamos para ver os resultados apenas com a dieta (seria preciso ingerir 1kg de carne vermelha todos os dias para conseguir cerca de 3-5g de creatina).

A proteína em pó é extremamente útil em horários onde seria difícil ingerir uma refeição sólida, como dentro do ambiente de trabalho ou estudo.

Nesse caso, é possível complementar a dieta usando um shake proteico.

Fora estes dois, se o objetivo é fazer uma dieta para hipertrofia barata, então todo o resto é dispensável.

Palavras finais

Algumas dicas poderão parecer óbvias, mas se realmente estiverem sendo empregadas, elas permitirão que você economize muito na dieta.

Na verdade, toda vez que eu escuto alguém falar que não consegue fazer dieta por conta de dinheiro em 99% dos casos é uma questão de falta de planejamento e prioridades (e não falta de dinheiro).

Estas pessoas geralmente não sabem planejar a vida financeira, não tem interesse em fazer isso ou simplesmente não querem abrir mão de nenhum gasto supérfluo em prol da dieta.

Este texto ajudou você de alguma forma ? Avalie!
[Total de votos: 57 Média: 4.8]

Sobre Redação Hipertrofia.org

Avatar
O maior site sobre musculação em língua portuguesa da internet. Desde 2007 trazendo o melhor conteúdo sobre musculação, sempre baseado nos últimos estudos científicos, autores renomados e experiência prática.

14
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
4 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
14 Comment authors
Rodrigo.SOdirley 🏃🏋️🚴Amelia MaziveFernandoRedação Hipertrofia.org Recent comment authors
  Subscribe  
mais novos mais velhos mais votados
Me notificar
Claudemir
Visitante

Queria uma dica de alimentação desde o café da manhã até o jantar.trabalho no terceiro turno e fica difícil .

GF7
Visitante
GF7

Bom dia! Muito bom ! No meu trabalho eu levo o almoço de casa e NÃO tem onde esquentar hehuahuae, quem compra marmita todo dia gasta 200,00 por mês e esse é o valor que economizo TODO mês hehehe. Já falei pra eles mas não adianta. Sem contar uma questão importante: a higiene. Como preparo o meu sanduíche e separo as frutas que como no almoço sei que lavei as mãos antes, e quem prepara essa comida de restaurante ??? Vocês confiam ?? No Brasil? aheuahueah desculpa pessoal mas provavelmente do jeito que brasileiro as vezes até come usando o celular é quase certo que quem preparou essas comidas que o pessoal do meu trabalho come no almoço estava usando celular antes ou durante o preparo e não lavou as mãos.
JogodaVelhaMelhorSitedeMusuclaçãode2018
Obrigado !

Hans
Visitante
Hans

Também carrego comigo TODAS as refeições que farei fora de casa. Para os casos extraordinários – que são poucos – seleciono pratos com menos gordura e vou fundo nas saladas.

Hernandez
Visitante
Hernandez

Muito bom! Tópico de grande ajuda.

Leandra dos Santos Batista
Visitante
Leandra dos Santos Batista

Adorei o texto,

Hinglidj
Visitante
Hinglidj

Adorei! Simplesmente disse tudo o que TB penso!

MARIA BARROS
Visitante
MARIA BARROS

ADOREI MUITO BOM MESMO OBRIGADA !

João Filho
Visitante
João Filho

Muito bom o texto.

PEDRO JORGE
Visitante
PEDRO JORGE

Gostei muito das palavras do editor sobre nutrição para hipertrofia. Partindo do pressuposto que os homens das cavernas, homens pré- históricos , medievais e chegando ao homem contemporâneo, a alimentação sempre foi a que a natureza de Deus pos a mesa chamada planeta terra. Assim produziam suas formas físicas energias e físicos
através de técnicas rudimentares, como carregar troncos de árvores , natação e etc. Não desacreditando na ciência para o desenvolvimento humano na questão de ganhos de massa magra, os valores são extremamente absurdos de caros e requer um poder aquisitivo financeiro para manter esses nutrientes no dia a dia, acarretando facilidades mas sendo em um tempo enjuativo. Aí vem o comentário de se esforçar e fazer seu alimento barato e com conhecimento básico de saber o que vai ser digerido nos sistemas do corpo para uma performance ótima .
Dessa forma , meus parabéns ao editor e a hipertrofia.

Prof. Edc.fisica Pedro Bernardo

Odirley 🏃🏋️🚴
Visitante
Odirley 🏃🏋️🚴

Muito toop essa matéria, eu sigo a risca e não tem segredo é sagrado Batata doce, frango ,arroz e ovos barato e super fácil de fazer , em 6 meses o resultado foi demais e satisfatório borá treinar galera 🍌🥔🍠🌾🍛

Fernando
Visitante
Fernando

Por que o blog está com tão pouca frequência de postagem?
Eu curtia muito abrir diariamente e quase sempre ter pelo menos umnovo artigo!

Amelia Mazive
Visitante
Amelia Mazive

Muito bom esse texto, parei de tomar suplementos e estou muito feliz treino e faço alimentação saudável. Obrigada pela motivação 👏👏👏👏

Rodrigo.S
Visitante
Rodrigo.S

Meus parabéns pelo texto muito bem pensado, enfatizou muito bem a creatina a qual é o único suplemento que cumpre o que promete e custa em média R$30.00, provou que podemos ganhar músculos sem precisar “vender um rim”. E de quebra deu dicas de um cardápio balanceado de proteínas, carbos e gorduras, gostei muito, que venham mais dicas como essas.