Clique aqui

Veja quais são os melhores suplementos para usar no pré-treino e como formular o seu próprio “combo”, economizar dinheiro e gerar mais resultados.

Suplementos da categoria pré-treino tem um apelo gigantesco na musculação.

Imagine tomar algo que permite você treinar mais pesado, usando mais cargas ou intensidade.

E é justamente isso que suplementos pré-treino fazem.

Bem, você já deve ter ouvido falar em, ou até mesmo utilizado, suplementos como Jack3d, C4, No-Explode e por ai vai.

Mas ao ver a ficha nutricional destes produtos você vai se deparar com uma lista enorme de ingredientes com nomes complicados que você nunca viu na vida.

Ao fazer uma pesquisa no Google, para descobrir o que alguns desses ingredientes realmente fazem, você pode se assustar ao perceber que muitos deles sequer têm alguma utilidade no treino.

E os ingredientes que realmente funcionam, quase nunca serão fornecidos nas dosagens ideais e – pior ainda – estão protegidos através das famosas proprietary blends.

De forma resumida e sem fugir do assunto do texto, uma proprietary blend é uma fórmula patenteada (protegida) pela empresa.

Se você já comprou um suplemento importando, você já deve ter visto algo deste tipo:

Usando uma proprietary blend a empresa pode simplesmente omitir a dosagem individual de cada ingredientes e fornecer apenas o total.

Acontece que, desta forma, não sabemos exatamente em qual proporção cada nutriente está sendo fornecido a cada dose do produto.

Como não há nada de outro mundo dentro de um suplemento pré-treino, o que podemos esperar é que as empresas fazem isto para “inflar” o produto de ingredientes mais baratos e colocar micro-doses dos que realmente fazem alguma diferença (e geralmente custam caro).

Isto significa que na maioria das vezes você está pagando muito caro por um suplemento que não entrega o que promete.

No Brasil, a coisa fica ainda pior, você pode comprar um pré-treino e se deparar com isso:

Sinta-se livre para imaginar o som de grilos cantando enquanto você espera para ver a lista inexistente de ingredientes.

A questão que estamos querendo chegar, e que realmente importa para nós, é que existem suplementos que quando usados no pré-treino poderão aumentar o seu rendimento e resultados.

Mas a melhor maneira para fazer a suplementação pré-treino é, você mesmo, comprar os suplementos de forma individual e montar o seu “combo pré-treino”.

Desta forma você pode escolher a dedo qual suplemento está sendo usado, qual a dosagem real de cada um e se limitar a usar somente os que você pode comprar e somente os que realmente funcionam.

Neste texto veremos justamente quais são os melhores suplementos para usar no pré-treino e como formular a sua própria suplementação, que sem dúvidas ficará melhor do que qualquer suplemento pré-treino “comprado”.

Os melhores suplementos para usar no pré-treino

1 – Citrulina Malato

Citrulina malato auxilia na remoção do lático ácido dos músculos durante as séries.

De forma resumida, isto faz com que você consiga ir mais longe na série antes que a sensação de “queimação” torne o exercício insuportável.

Não é preciso explicar que isto fará você treinar mais pesado e de forma mais intensa, melhorando a qualidade do treino.

A citrulina malato também aumenta a liberação de L-Arginina pelo corpo, aumentando o seu “pump”.

Dose recomendada: 6g de citrulina malato em pó no pré-treino

2 – Creatina monohidrato

Creatina é um suplemento que dispensa comentários.

É uma das substâncias ergogênicas mais estudada de todos os tempos, com eficácia e segurança comprovados cientificamente.

Em resumo, a creatina é capaz de aumentar os níveis de ATP nos músculos, permitindo que você tenha mais força para realizar os exercícios.

E você não precisa comprar versões “chiques” de creatina, a versão monohidrato (a mais barata) já será capaz de trazer todos os benefícios que o suplemento propõe.

Dose recomendada: 3-5g diariamente, independente do horário (mas pode ser usado no pré-treino para maior conveniência).

3 – Beta-alanina

Beta-alanina é conhecida por gerar a famosa sensação de coceira pelo corpo logo após ser consumida.

Mas a coceira não é o seu único efeito.

Beta-alanina é convertida em carnosina pelo nosso organimo que, em contrapartida, ajuda a atrasar a fadiga durante os exercícios.

Assim como a citrulina malato, a beta-alanina permite que você leve a série mais longe que poderia naturalmente, fazendo você usar mais carga e/ou fazer mais repetições.

Dose recomendada: 1,6g diariamente, independente do horário (mas pode ser usado no pré-treino para maior conveniência).

4 – Betaína

Betaína é um aminoácido pouco conhecido por aqui, menos ainda como um suplemento para pré-treino.

Mas este aminoácido é capaz de aumentar a capacidade que os músculos recebem oxigênio, o que se traduz em mais carga e repetições durante o exercício.

E como é o sangue que carrega o oxigênio até os músculos, usando bitaína é possível esperar um aumento discreto no pump muscular.

Dose recomendada: 1,2g no pré-treino

5 – Cafeína

Cafeína é o principal ingrediente da maioria dos pré-treinos e termogênicos por uma simples razão: é barato e funciona.

Suplementação no pré-treino com cafeína é capaz de aumentar o foco mental, resistência a fadiga, performance, força e até elevar o metabolismo, queimando algumas calorias a mais.

A famosa sensação de euforia e vontade de treinar gigantesca, gerada pelos pré-treinos é causada justamente pela cafeína.

Por isso a cafeína é o “carro-feche” em qualquer tipo de suplementação que antecede o treino.

Dose recomendada: 200mg no pré-treino

Como fazer o seu próprio pré-treino (e como tomar corretamente)

melhores suplementos para usar no pré-treino

Considerando que os suplementos da lista são os que mais gerarão efeitos pronunciáveis na performance, como “fazer” o seu próprio pré-treino é uma mera questão de consumir os suplementos com ampla antecedência para que o corpo consiga usá-los durante a sessão de treinamento.

Isto envolve preparar uma mistura com todos os suplementos acima, juntos, com pelo menos 30 a 45 minutos de antecedência do treino e longe da refeição pré-treino.

Por exemplo: você pode fazer sua refeição pré-treino com cerca de 1h30m-2h e quando faltar 30 minutos, fazer a suplementação pré-treino.

Caso você não tenha disponibilidade para realizar a refeição pré-treino com ampla antecedência (por treinar de manhã cedo, por exemplo), você poderá misturar todos os suplementos em um único shake (junto com proteína em pó e carboidrato).

Lembre-se que todos os suplementos da lista são compostos naturais, muitos deles o seu próprio corpo já produz e não fará diferença alguma se você os toma juntos ou separados.

Na pior das hipóteses, em pessoas sensíveis a algum suplemento em específico, poderá ocorrer sintomas gastrointestinais como dores de barriga e inchaço.

Palavras finais

Existem centenas de suplementos que prometem melhorar a qualidade do seu treino quando tomados antes do mesmo.

Contudo, por mais que isso seja uma má notícia para alguns, os suplementos com o maior potencial para realmente aumentar o rendimento estão neste texto.

Claro, isto não significa que se o seu suplemento preferido, que não foi listado, é inútil, ele apenas não terá um papel pronunciável para este objetivo em especial.

Por exemplo: glutamina e leucina são ótimos suplementos e poderão ser usadas antes do treino.

Eles possuem outras funções, como inibir o catabolismo muscular e amplificar o sistema imunológico, mas nada disso significa que diretamente você vai conseguir treinar mais pesado e intensamente por conta deles.

Tanto que os suplementos em questão poderão ser usados depois do treino com o mesmo propósito.

Em suma, se o seu objetivo é suplementação pré-treino para amplificar a performance, as melhores “armas” são as da lista.

E você não precisa usar todos os suplementos para ter um aumento pronunciável na performance.

Cada um deles poderá melhorar o seu treino por si só, portanto, se não for possível comprar, use apenas os que puder e quando puder.

Este texto ajudou você ?

11 Comentários

  1. Ótimo artigo, como sempre.
    Agora só falta vcs adaptarem o tema pra quem se levanta às 5 da manhã e vai treinar às 6, sem muito tempo pra uma refeição “completa”.
    Abraço!

    • É só treinar em jejum. Se você segue uma dieta balanceada, os nutrientes da última refeição irão ajudar no treino, faça e verá, tome apenas o café sem açúcar.

      • Matheus, então vc recomenda para quem tem pouco tempo não consumir nem a proteína em pó e o carbo?

  2. Vicente Kangunda Responda

    Ótima matéria , tenho uma questão , o meu corpo enquanto estiver no treino ele fica grande, depois de terminar os treinos e ir para casa dar um duche volta ao normal, o que devo fazer para estar sempre no ganho do treino ?

    • Redação Hipertrofia.org Responda

      Isto ocorre por conta do aumento da circulação sanguínea na região treinada. É isto que chamamos de “pump” (inchaço) e, infelizmente, é passageiro para todos nós.

  3. A indicação serve para o sexo feminino também. E quanto as doses, são as mesmas?
    Tem contra-indiciação para quem tem colesterol alto?

  4. Deixa eu ver se entendi direito sobre esse intervalo de refeicao antes do treino.
    Vamos supor q eu fiz minha refeicao as 15:00 dai as 16:30 eu tomos todos aqueles suplementos citados no texto e quando for 17:00 eu vou treinar? E isso msm?

Escreva um comentário