Clique aqui

Não há como negar, os esteroides anabolizantes na musculação mudam totalmente as regras do jogo. Ao usar estas substâncias (geralmente uma variação de testosterona sintética), o usuário poderá treinar em um nível muito acima do que conseguiria com seus níveis naturais de hormônios, ganhando mais força, mais massa muscular, se recuperando mais rápido e, no geral, tendo mais ganhos mesmo treinando errado e não seguindo uma dieta correta.

Acha que eu estou exagerando ? Infelizmente, não. Veja isto…

Um estudo científico (1) que durou 10 semanas reuniu 43 homens com certa experiência em musculação e dividiu-os em 4 grupos diferentes:

  • Grupo 1 não treinou e não usou nenhum tipo de esteroide anabolizante (caras naturais sem treinar).
  • Grupo 2 não treinou e usou 600mg de enantato de testosterona por semana (caras que usaram esteroides, mas não treinaram).
  • Grupo 3 treinou, mas não usou nenhum tipo de esteroides anabolizante (caras naturais que treinaram).
  • Grupo 4 treinou e ainda usou 600mg de enantato de testosterona por semana (caras que usaram esteroides e ainda treinaram).

A dieta de todos os grupos foram controladas e padronizadas, e os grupos que treinaram seguiram a mesma rotina de treino.

Os resultados

  • Grupo 1 (naturais que não treinaram) não ganharam massa muscular. Nenhuma surpresa aqui.
  • Grupo 2 (usaram esteroides, mas não treinaram) ganharam cerca de 3,2kg de massa muscular. Você não leu errado. Eles não treinaram e ainda ganharam massa muscular.
  • Grupo 3 (naturais que treinaram) ganharam cerca de 1,8kg de massa muscular.
  • Grupo 4 (usaram esteroides e ainda treinaram) ganharam cerca de 5,8kg de massa muscular.

Através dos resultados fica fácil perceber como os esteroides fazem uma diferença brutal nos resultados. O grupo 2 que usou esteroides, mesmo não treinando, conseguiu ganhar quase duas vezes mais massa muscular que o grupo que treinou naturalmente. O grupo 4 que treinou e ainda usou esteroides, nem se fala; ganharam três vezes mais massa muscular que o grupo que treinou sem o auxílio de drogas.

É por isso que, mesmo não treinando ou seguindo dieta corretamente, um usuário de esteroides anabolizantes ainda conseguirá superar um atleta natural que faz tudo certo.

Nesta altura do campeonato, você deve estar se perguntando porquê o título do texto estar dizendo que esteroides não valem a pena.

Bem, nem tudo são flores.

Ao iniciar um ciclo de esteroides anabolizantes, os hormônios anabólicos (como a testosterona) atingem um nível estratosférico no corpo, gerando vários benefícios que favorecem o ganho de massa e força muscular, permitindo que você treine mais pesado, com maior frequência, com menos descanso, praticamente transformando-se num super-homem na academia. Pelo menos até o fim do ciclo…

Ao terminar o ciclo, mesmo usando todas as drogas auxiliares (a famosa terapia pós-ciclo), creatina, pré-treinos, megadoses de vitamina E e D, tribulus, o que seja… a tendência, com o tempo, é que você volte a ficar do mesmo tamanho de quando era natural ou pior (dependendo da quantidade de ciclos feitos e como você se cuida em cada pós-ciclo).

Alguns juram de pés juntos que conseguem segurar a maior parte dos ganhos depois do ciclo. Mas isto só acontece em duas ocasiões: você usou esteroides antes de atingir seu limite natural e depois do ciclo conseguiu manter por que este desenvolvimento já era seu por direito (você só acelerou o processo), ou você está fazendo novos ciclos numa frequência suficiente para gerar mais ganhos do que perdas. Em suma, os ganhos que você tem usando esteroides, você só mantém com eles.

No fim, você vai gastar uma grana preta com drogas anabólicas, terapia pós-ciclo, exames, vai sofrer com colaterais e vai destruir cada vez mais a sua produção natural de hormônios, tudo para perder a maioria dos ganhos quando interromper o ciclo.

Claro, alguns ainda acham que passar alguns meses grande vale a pena (para uma ocasião especial como o verão, por exemplo). Porém, se a sua mentalidade com os esteroides anabolizantes era de que com “alguns ciclos leves” você ficaria gigante e seguraria os ganhos a cada ciclo (ficando gradualmente maior), peço desculpas por mijar na sua sopa, mas a não ser que você use esteroides por um período indefinido (fazendo pontes entre ciclos ou nunca parar de usar), no final você, praticamente, vai acabar como estava antes. E através desta ótica, na esmagadora maioria das vezes, usar esteroides anabolizantes não vale a pena.

E você, o que acha ? Qual sua opinião sobre o uso de esteroides ?

Referências

  1. http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJM199607043350101

Este texto ajudou você ?

143 Comentários

    • cara besteira como vc pode tizer isso vai la mano faz um ciclo então e fica um tempo sem tomar nada e depois volta aki pra contar pra gente qual foi o resultado mais faz o ciclo depois de der alcançado o seu limite
      natural velho eu tenho a certeza de q vc vai voltar a ser o msm nem os grades fisiculturistas como o arnold conseguiram manter o nilvel quando param com as drogas vai la e tenta a sorte meu velho

    • Lucas, você é um tremendo de um otário! Vá embora mesmo, gostaria que tipos como você, que passam a tarde comendo doritos com coca-cola assistindo sessão da tarde fossem embora das academias também, frangos que só sabem treinar â base de bomba e suplementos a toda hora, marica! Vai aprender o que é treino de verdade, dai você pode voltar falando qualquer outra merda!

    • O choque de realidade foi muito grande pra você??
      Não guenta a pressão, vaza mesmo

    • Quem treina naturalmente pode não ter vantagem sobre quem usa anabolizantes em um certo momento mais tive alguns amigos que si enchiam de drogas que eram maiores que eu em certa época de treinos que pararam em um periodo de treinar e os ganhos deles foram de ralo si perderam muito rapidamente e o natural com sua perseverança e com seus o ganhos mais dificeis si permanece muito mais, da pra si perceber que o ganho muscular com anabolizantes como se ganha mais facil si perde tambem mais facilmente em relação aos naturais!

    • Esses drogado são muitos chorões aheuaheuaheuaheu vai chorar lá com a suas tetinhas de mulher

    • eduardo mendes Responda

      povo mal informado dms irmão.. vai ver q nunca pisou numa academia fora do verão na vida.

  1. Isto é tão óbvio como as leis da física. Quando você interrompe o uso da droga, o seu corpo vai voltar ao normal, a não ser que você continue usando. Só os iludidos acham que vão cada vez mais gigantes sem ciclar o tempo inteiro.

    Se atentem ao fato de que fisiculturistas NUNCA PARAM DE USAR, no máximo diminuem as doses.

  2. Isso desmistifica inclusive a ideia de que injetar testosterona sintética e não praticar exercício não resulta em ganhos. Tá aí a empiria para comprovar…

    • desmistifica porra nenhuma, eh impossivel ter ganha de massa muscular, sem praticar exercicio fisico, o esteroide acelera o processo de ganho, porem nao gera o ganho em si. isso eh o seu treino que fara, pois como todos sabem, ao carregar peso causamos microlesoes musculares.

      • O estudo comprovo o contrario do que você acha, experimenta treinar sem se alimentar e descansar direito pra ver se vc vai ter ganhos…

        • Anabolizantes não foram criados para praticantes de atividade física, foram criados para pessoas com atrofia muscular, problemas degenerativos, hiv e etc. Talvez vc quiz dizer que seja impossível ter ganhos para ficar gigante sem treinar, ai sim.

      • O que faz na puberdade o menino ganhar massa muscular e se tornar um homem? Testosterona. Independemente de treino.

      • Em que você baseia sua opinião? Você já usou esteroides sem praticar exercícios e não teve ganhos? Pode parecer muito estranho, mas isso é tudo verdade. O que você provavelmente não sabe é que esteroides aumentam a síntese proteica, consequentemente, isso aumenta a massa muscular, mesmo que você não pratique nenhuma atividade física. Você nunca viu aqueles caras enormes que nunca treinaram na vida, se que fazem alguma atividade física?

        • Pois é cara para VC vê nunca treinaram e ainda são grande ! Ashuahus
          Eu usei e manti tudo no pós ciclo é só malhar que não perde ! #Esmagaquecresce #FikaGrandePoha

      • Qual foi a parte que vc leu e não entendeu? os caras ganharam massa muscular sem treinar tomando bomba…

  3. cadê a parte do estudo comprovado com os resquícios dos ganhos apos terminar o ciclo? Tem que ter testes com grupos controles tbm,com o nivel de perda apos ciclo pra saber se realmete volta tudo ao estado inicial.

    • Verdade! Tá aí um bom estudo a se fazer… Os estudos são baseados apenas nos ganhos, não nas perdas. Para o post ficar imparcial necessita desta atualização.

  4. Cara, uma coisa que as pessoas precisam aprender sobre ciência é o seguinte: ou tu usa o método científico no texto inteiro… ou tu não usa. Acho ÓTIMO quando as pessoas usam artigos pra justificar suas opiniões, mas tu simplesmente pegou um artigo que conclui benefícios no uso de EA e depois tira conclusões baseadas no nada (tua experiência? fóruns? não sei), indo na contra-mão da fonte que tu usou no parágrafo anterior. Se tu tem fontes científicas das tuas conclusões, cite. Se tu não tem, admita que não existe literatura científica disponível e que tu tá concluindo a partir da tua experiência. E, experiência por experiência, as conclusões da maioria das pessoas são bem diferentes das suas.

  5. izaqueu mateus Responda

    deve ser uma maneira deles saberem, quantos imbecis aqui do blog usam essas bostas!

  6. Martins Castanheira Responda

    Cara ha uma coisa que preciso te perguntar…
    Treinei dos 20 ate aos 23 anos, depois estive uma década parado, voltei a treinar ha um ano e meio. Ate aqui tudo bem, sigo regras bem definidas, álcool zero, tento moderar alimentação, durmo bem etc etc etc… Lógico que não meto nada, treino naturlmente, logo a evolução é mais lenta, muito mais lenta( indo ao encontro do que escreveu acima). Nem tenciono tomar nada por enquanto pois sinto que continuo a aguentar. Mas de diz uma coisa, qual é a diferença entre anabolizante e esteroide e esteroide anabolizante e anabolizante…
    Uma duvida que tenho faz um tempo… Obg ai!!!

    • Cara vai treinando,, e alėm de cortar as porcarias tipo doces e bebidas tente focar numa alimentação rica em proteínas de valores biológicos bons como claras de ovos e bastante frango, em toda refeição durante o dia e no teu pré e pós treino,, quanto mais limpa for sua dieta mais limpo serão os ganhos com ela. Quanto a anabolizantes esteroides ou esteróides anabolizantes são a msm coisa “sintéticos” e anabolizante apenas anabolizante isso é oque corremos atrás de anabolismo que é apenas ganho de massa ou seja essa msm alimentação da qual eu comentei é uma alimentação anabolizante que para promover o anabolismo em teu organismo que é o ganho de massa,, e que tb nos ajuda a combater o catabolismo que é a perca de massa. Abs

    • Cara, Esteróides são um “grande grupo de compostos solúveis em gordura (lipossolúveis), que têm uma estrutura básica de 17 átomos de carbono dispostos em quatro anéis ligados entre si. Os esteroides são produzidos sinteticamente com finalidade médico-terapêutica”. Anabolizar significa “Fazer com que haja crescimento; produzir impulso em; impulsionar.”
      Logo, essas drogas são esteróides com o objetivo de ‘Anabolizar’ seu corpo! Não há variação quanto a esses nomes, como tu disse

  7. Eu acho que acabei de aplicar enantado e deca, e tomo hemogenin e vou começar com insulina e depois vou fazer uma com um stano manipulado e outro injetável, mudou nada nas minhas atitudes mas achei interessante e concordo sim com isso.

  8. Isso quer dizer que se um fisioculturista profissional parar com os ciclos ele irá perder absurdamente musculos? Porque eles já passaram do limite natural há muito tempo.

    • Não vai perder completamente, ele vai perdendo gradualmente até voltar ao limite natural dele.

      • Oops, li errado teu comentário, basicamente é isso mesmo, vai perder a diferença do shape atual com o que seria o limite natural dele, mas leva um tempo pra acontecer.

    • Pois e vai voltar até a onde a testosterona natural que ele produz segurar ,, e como a produção natural é bem baixa para qualquer homen acima dos 20 anos a ele vai ficar bem menor… Digamos que ele produza de 70-90mg semanal em ciclos se chega a 2000-3000mg então tem uma boa diferença ! Abs

  9. Não uso esteróides anabolizantes, mas não concordo com a conclusão ainda assim. O autor falhou na afirmação sem apresentar dados que corroborem suas ideias, se tivesse uma comparação dos quatro grupos e este quadro apresentasse perdas da maneira afirmada, aí sim, estaria tudo certo.

  10. Por experiência própria, já fiz alguns ciclos de enantato 600mg por semana + oxandrolona 60mg/dia + boldedona 400mg há anos atrás, OS GANHOS FORAM GIGANTES, mas sinceramente hoje não tenho nada daqueles ganhos. Eu acho que você até segura os ganhos por algum tempo, mas se vc não fizer outro ciclo, com os anos você volta ao limite natural mesmo. NESSSE SENTIDO, o artigo tá certo.

    E se você usar a lógica, depois do ciclo você não tem os mesmos hormônios no corpo, não tem a mesma capacidade de recuperação, não tem a mesma proteção anticatabólica das drogas. Como é que o corpo vai segurar os ganhos ? Não segura mesmo….

  11. ou vc vive de ae´s, ou vive ganhando e perdendo meu bruxo! ou seja tendo dinheiro ou patrocínio qlq um se mantem, agora se não tiver nem entra.

  12. Ja sabia disso. Faz todo sentido. Mas quem usa pra passar o verão não se importa com isso…

  13. Túlio Marques Responda

    Não é bem assim de perder tudo também….claro q grande parte dos resultados vai embora, mas recentemente saiu ate uma matéria na uol falando sobre a memória muscular do uso de esteróides, dizendo q os novos núcleos continuam na célula muscular

    • Concordo com isso aí de memória muscular. A questão é que a célula sabe como crescer, mas não tem síntese proteica o suficiente para retornar àquele padrão.

  14. anabolizantes são uma bosta, tenho um amigo meu que injetava na nádega e passado +- 1 mes fiquei muito espantado com os resultados, ficou claramente mais massudo ate parece que cresceu em altura, passado uns 4/5 meses voltei a encontrá-lo numa festa ou melhor ele encontrou-me pois eu não o reconheci, estava todo chupado kkkkkk bem pior do que quando tinha começado a tomar, ai ele me disse que tinha deixado de treinar e de tomar. eu já gozava com ele quando ele andava a tomar, mas nesse dia parti mesmo o coco a rir kkkkkkk

  15. A grande questão é: sem anabolizantes até onde é possivel chegar??? é isso que todos se questionam. alguem tem exemplos de pessoas que não usaram e têm um corpo minimamente grande???

    • Fausto Saglauskas Dias Responda

      daniel, se puder pesquise os fisiculturistas dos anos quarenta e cinquenta como Grimek e Reeves. Naquela época não se usavam anabolizantes e os caras tinham uns shapes foda. Claro que eles não eram tão massudos quanto os top de hoje em dia, que comem esses trecos de baciada, mas dá para ter uma boa noção do que é limite natural quando se tem genética favorável.

  16. Ou seja, só vale a pena mesmo se for competir, ou se tiver dinheiro pra bancar né

  17. Acredito que a perda de massa, mesmo depois de uma TPC bem elaborada, é inevitável. Pois, nosso corpo não produz testosterona o suficiente para manter um nível anabólico tão elevado (e mesmo sendo uma coisa lógica, muitas pessoas ignoram isso). Agora, com que velocidade o fulano ou o ciclano vai murchar? aí é outra questão. Vai depender de vários fatores como alimentação, de biotipo genético, vai depender se o cara treina ou não (já que no suposto -teste existem pessoas que não treinam), enfim, é uma questão muito abrangente.

    Outro ponto que achei meio equivocado é a questão do “não vale a pena usar”
    Cada pessoa define para sí o que vale a pena ou não. Desde que tenha consciência dos riscos e saiba fazer o uso correto.

  18. Atentem-se ao fato de que o texto não diz que o indivíduo vai voltar imediatamente a se tornar magro depois de interromper o uso dos esteroides, e sim que a TENDÊNCIA é você sempre voltar ao tamanho normal. O que subentende-se que isto acontece com o tempo…

    Na minha humilde opinião, o artigo está correto. Ciclar não vale a pena principalmente pelo crash hormonal que fica pior a cada ciclo, independente da perfeição da TPC. Em outras palavras, para quem não entende, você demora cada vez mais tempo para recuperar naturalmente os hormônios e nesse meio tempo sofre com perda de força e massa muscular, desânimo, e na pior das hipóteses, depressão.

    Minha dica: quer ciclar e fazer da maneira mais segura possível ? Treine natural e tente conseguir o máximo dessa forma, enquanto isso vai aprendendo sobre treino e dieta, case-se, tenha filhos, e DEPOIS de ter uma vida financeira estável, digamos lá pelos 30/35 anos, estude a ideia de usar esteroides anabólicos em BLAST & CRUISE. Se for bem de grana, procure um especialista em MODULAÇÃO HORMONAL e converse a respeito do uso de hormônios bioidênticos, com sorte você encontra um médico camarada e faz o ciclo sob acompanhamento médico por tempo indefinido. Considerando que você já tem vida financeira e já tem seus herdeiros (seus filhos), o que resta agora é ficar GIGANTE.

    • Kimera, vc acabou de ganhar o Nobel da Maromba! huAsuhas Sábias palavras! HUUHUASUh

  19. lembrando que isso so se refere a quem já atingiu seu limite natural, se tu tem 2-3 de treino sério e mandar um ciclo será possível manter grande parte dos ganhos de MASSA MUSCULAR

  20. Eu to ciclando pra chegar no meu limite natural, não penso na possibilidade de fazer Blast and Cruise

  21. muita calma nessa hora, isso acontece com um individuo que atingiu seu limite natural, o que não é simples, é questão de anos de musculação e alimentação razoáveis, não indico aes pra ninguém,mas ajudam a chega no limite natural mais rápidos sim,um individuo que não atingiu sem limite e faz uso de aes seguram boa parte sim,a tendência é treinar bem mais forte,se alimenta melhor e nisso consolida ganho acima da media natural.a galera fala de limite genético e nem fazem ideia do que é isso,acha que estagnou pronto chegou no limite genético,ja fiz uso de aes,5 ciclos com tpc,sair de 69 kilos com 177 cm,para 88 kilos com os mesmo 177 cm, mantenho esse nível tem 3 anos,faz 1 ano que não uso aes e consigo me manter,com 88 kilos e bf entre 9 e 11%,que pra mim que busco estética é perfeito,com certeza sem aes seria muitoooooooooo mais difícil atinge esse limite,fiz uso como era frango,longe do limite genético e mim beneficiei

    • Usar AE’s só pra chegar no limite natural é preguiça e pressa… jogar sua saúde fora pra atingir algo que em termos de estética não demoraria tanto em comparação com o preço a pagar.

      • isso é muito relativo man,tem um conhecimento razoável,e fiz o uso sabendo das consequências negativas,disso sempre tive ciente, mas foi uma escolha minha,que não me arrependo, serviu de experiência, e tirei proveito, talvez chegaria no mesmo patamar com mais alguns anos

  22. sempre fiz uso de mini ciclos,no máximo 7 semanas,com uma quantidade pequena de drogas e sempre procurando fazer com o bf bem limpo,ja fiz merda ,ciclo sem tpc,mas consegue evoluir de maneira surpreendente entre os ciclos,sempre perdendo massa,mas deixando o diferencial no shape a cada ciclo,hoje sem duvida a realidade do texto se aplica a mim,se fizer um ciclo e tpc sem duvida voltarei no pos ciclo para os meus 88 kilos,mas pra chaga aqui aes foi o carro chefe junto a uma alimentação excelente

  23. Pra que isso brother? 98% aqui não vai competir, fica se drogando, correndo risco de ter cancer de figado, desenvolver um monte de colateral, estragando a saúde. Não conheço um que não tenha se fudiido, a curto ou a longo prazo, desenvolveu algum problema por uso de esteroides anabolizantes. Pra mim , quem usa essas porras tem que ser banido do esporte por doping e quem não compete, um bando de idiota retardado.Isso é doping e não é exemplo pra ninguém.

    • Concordo com o John!Musculação é um esporte , e como todo esporte, a saúde tem que prevalecer. AES são drogas e drogas , TO FORA!

  24. Vejo um monte de frango chorão que não sabe como usar AES ou tem medo de usar, aí prefere criticar e falar bosta… Chorem frangos!

  25. Na boa, essa pesquisa é um verdadeiro tapa na cara de quem treina sério e faz sacrifícios na dieta. Será mesmo que não vale a pena?

    • Não vejo o pq de ser um tapa na cara de quem treina sério e faz dieta, sou assim, não uso AE’s e faço td isso, isso é um tapa na cara nos frangos que fazem ciclo sem consiencia e nem competir vão, se vale a pena ou não, cabe a cada um decidir.

  26. Marcus Roberto Responda

    O redator nunca ciclou e vem falar uma besteira dessa.. Quer falar de algo na teoria, mas na prática não é tudo assim não

    • Ahhh, então vc consegue manter mais massa que seu limite natural sem usar AE’s é? legal fera.

  27. n concordo, totalmente nao, é claro q natural vc n vai crescer como se estivesse ciclando, mas se vc ciclar da p segurar boa parte dos ganhos só mantendo o treino. Já ciclei 4x, o ultimo ciclo eu considero pesado, porem fiquei sem treinar durante 3 meses, apenas comendo normalmente e praticando jiujitsu, é claro q nao mantive o mesmo tamanho, porem continuei denso e visivelmente mais forte q seria se fosse natural e tivesse apenas treinando.
    A galera acha q vc perde TUDO quando para de ciclar, mas isso nao ocorre, vc só nao continua do tamanho q estava qnd tava no auge, mas continua grande sim, comparado com o seu natural.
    O seu corpo sofre uma transformação estrutural, nao vai voltar a ser como era antes, apenas se parar de malhar por muito tempo. MAS NUNCA VOLTARA A SER O MESMO FRANGO DE ANTES!!!!!

  28. Acho engraçado q estao comparando fisiculturistas no antes e depois. É claro q ele nao vai manter a mesma massa pois antes fazia ciclos MUITO pesados. POREM pra gente q malha só por estética, um ciclo bem feito ou 2 vale muito a pena, se vc quer ficar “grande” e manter parte do que ganhou já resolve o problema sim.
    Rola muita hipocrisia, eu treino pra pegar mulher, nunca escondi isso de ninguém, e no meu caso resolveu sim, ciclei e nao ciclo mais, to menor q antes mas ainda to grande comparado com um cara natural q gasta 600 reais de suplemento por mês HAHAHAHHA
    treino 3x na semana e faço JJ tds os dias, estou seco e denso, nao estou um monstro mas estou visivelmente forte comparado com o resto da galera da minha faixa etária. (22 anos)
    Não se enganem, uma coisa é ser bodybuilder, outra é treinar por prazer ou estética. Vc pode ser maior q o resto da galera e manter parte dos ganhos sim!! E no final é isso q importa!
    Sobre os colaterais: TODO MUNDO MORRE! HAHAHAH

    • kkkkkk ta me diz a diferença anatomica e fisiológica de seu musculo natural oh grande super man com um dr alguém que ja fez uso de anabolizantes

      • Esteróides ativam as células satélite, que permitem que os músculos cresçam mais rápido ou se mantenham maiores. Fora o suposto efeito de hiperplasia.

  29. Na boa, cada um diz ou escreve o que bem entender. Cabe a quem ler ou ouvir, reter o que lhe aprouver…

  30. Texto interessante mas não reflete a realidade. Na prática se você treinar, alimentar e suplementar direito você mantém os ganhos SIM. Outro ponto que queria abordar é que já que você fez a opção de ir contrário ao uso ergogenicos, deveria parar AGORA de postar fotos de Homens e Mulheres “on drugs”, já que com isso você de forma direta faz apologia ao uso de ergogenicos. Não da para ficar em cima do muro, se resolveu tomar partido da vida “natural”, vai até o fim e pare de publicar fotos de atletas profissionais, amadores, atletas do Instagram todos cheios de esteróides, diuréticos, clem, T3, GH e tudo mais.

    • Mas se mostrar fotos só de naturais verdadeiros haverá dificuldade em conseguir modelos. Esse mundo do fisiculturismo é artificial por essência. Infelizmente.

  31. Tenho conhecidos que fizeram experimentaram ciclos e realmente em 6 meses os caras estavam bem maiores, isso sem mudar muito a dieta, mas como comentado no texto acima logo após o ciclo a perda daquela massa veio em menos tempo que o ganho… além disso alguns precisaram para por efeitos colaterais.

  32. Esteroides sintéticos são para os FRACOS. E possível sim ter um corpo de respeito treinando, se alimentando e descansando corretamente. Afinal a musculação nos ensina uma serie de ensinamentos que levamos para toda nossa vida pessoal e profissional: DEDICACAO, DISCIPLINA, FOCO, FORCA DE VONTADE são algumas delas. Agora, quem esta acostumado a ter uma vida sem sacrifícios, sempre correr ou encontrar alguma desculpa para não enfrentar os obstáculos, obviamente ira utilizar dessas drogas para NAO ENCARAR A REALIDADE e atingir da maneira mais fácil seu objetivo. Quando encontro um cara desses, eu sinto pena. Pena por eles serem FRACOS MENTALMENTE e ainda se acham Super-homens por terem seus músculos a base de Esteroides Anabolizantes. Para mim, eles não passam de FRANGOS!!!!!
    Treino a 10 anos, NUNCA usei nenhum tipo de Esteroides Sintéticos, 1,72 m, 45cm de braço e 12pct de gordura.
    NO PAIN, NO GAIN!

  33. Meu irmão, põe uma coisa na sua cabeça, se você quer, se você tem um objetivo, FODA-SE o que os outros vão pensar, o que os outros vão falar. O que importa, é o seu objetivo, é você estar caminhando em direção a sua conquista, isso importa! Agora se você quer mudar, se você quer evoluir, tenha planos, sonhe e corra atrás, faça por onde! Acredita no que você quer, acredita nos seu sonho…VOCÊ É CAPAZ!”

  34. O que Foi esse post? tipo para nao incentivar a sociedade a usar essas drogas? Cumprindo a responsabilidade social? São N fóruns de discuções aqui sobre os ciclos e sobre os diferente ciclos e agora dizem totalmente o contrario do que passam antes! Por isso tem também um post sobre se perder em meio a tantas informações na internet, me recordo bem que foi aqui no blog que foi postado algo relacionado. Enfim, tem os post que eu gosto que me servem e os post que eu deleto, finjo que não li, no aguardo do proximo post !

  35. Galera nunca escutei tal besteira… Qdo era mais novo tomei muita testosterona e era magrelo… Ganhei massa… Fiquei grande e nunca mais voltei a ser o magrelo q era… Rediculo esse post…

    • O cara deixou claro que se vc é iniciante a chance de manter a massa muscular é grande, porque vc não vai ficar tão acima do que o seu corpo conseguiria manter. Considere que vc acelerou seu ganho natural e manteve porque era conveniente pro seu organismo.

  36. faço uso 1 vez ao ano e realmente os ganhos caem mas nao chega a voltar ao que era antes pois vc continua malhando pesado e se alimentado bem, mas pelo menos comigo a força adiquirida durante o ciclo eu nao perco, o volume muscular sim diminui, até ´pq boa parte do peso ganho vem em liquidos q rapidamente vai embora apos o uso

  37. é claro que nem toda teoria se aplica a prática, conheço caras “aberrações” que perdem no máximo 5 kg nas “Pontes de ciclos”, pausas de 4 a 6 meses, mais claro são abençoados. Realmente o post se aplica a maioria de nós.
    Querem uma dica? se quer ciclar esteja disposto a fazer isso pro resto da vida, porque vai chegar uma hora que você não vai voltar a produzir a mesma quantidade de hormônios, e se parar vai ficar menor do que quando começou a treinar, terá que fazer reposições hormonais pro resto da sua vida. Você vai sofrer com os colaterais e são muitos, não é talvez irá sofrer VOCÊ VAI! Vai gastar muito dinheiro com exames, dietas, suplementação e esteroides. Não seja um animal não use qualquer merda que te falarem, mesmo que ele(a) tbm use cada corpo reage de uma forma, procure um endócrino de confiança, pesquise na internet livros etc. a chance de você se fuder usando qualquer merda de qualquer jeito é quase certa.
    E se você tem disposição pra isso tudo te desejo toda sorte do mundo e que Deus os abençoe!
    Abraços !

  38. Falo por experiencia propria, quando comecei a treinar ainda nao haviam academias em SP, treinava no clube ainda era bem rustica e a aparelhagem ultrapassada, isso ha 15 anos atras, treinei 10 anos natural até chegar no limite foi ai que resolvi mandar um “ciclo” usei enan, oxa, tremb, stanozolol, ganhei mais de 10kg de massa magra, acabei tendo que parar por motivos pessoais e perdi alem dos 10kg que havia ganhado mais uns 10kg que ja havia conquistado de forma natural com muita disciplina e dieta, mesmo fazendo todos os procedimentos da TPc até hoje meu eixo nunca mais foi o mesmo, antes dava 5-10 numa noite hoje o maximo que rola é umas 2 hahaha, sinceramente nao aconselho ninguem a tomar, baita furada!!! hj tenho 1,88m 101kg abraços!!!

  39. Pra galera que acha que nao da nada mandar bola… Possivelmente teras cancer de fígado no futuro fora que vai ficar broxa mais cedo ou mais tarde, mandar anabol se nao for atleta de competição é a maior cagada que um ser humano pode fazer com sua saúde…. baguiu zoa legal depois!!! rola depressao as bolas somem, pau nao funciona durante mto tempo e qdo volta nao é nem de longe oque era antes, ou seja tenta a sorte que o azar é certo!!!!

  40. Maicon Da Silva Responda

    Stop using anabolic drugs,gmy’s chicken.Get the results with hard work and don’t be a fool.This is the best article of this site I have read.

    • O site é em português, você com esse da silva deve ser brasileiro, todo mundo comentando em português, o artigo que vc leu esta em português. Pra quê comentar em inglês?

  41. Se um cara magro que fica grande com o uso de anabolizantes acaba diminuindo após o ciclo, um cara gordo que emagrece com o uso de anabolizantes fica gordo novamente após o ciclo ?

  42. …usando de forma coerente e da forma correta (reposição, tempo de recuperação, controle do peso etc.) é um grande plus no treino. O problema é quando o cara vicia no “ultra-excesso”…

  43. Que decadência tá esse blog em.. embora o blog sempre foi meia boca, o que salvava era o fórum, e a uns anos atrás tb.. esteróides sempre valerão a pena! E o articulista foi correto em descrever as falhas em ciclar, o que não desqualifica os esteróides, apenas mostra que essa é uma maneira equivocada de fazer uso dos mesmos kkkk, blast and cruize manda lembranças, detalhe que nem levando em consideração os ganhos, somente o custo, sai mto mais barato fazer um bac do que se entupir de suplementos que não levam ninguém a lugar algum, a não ser que esse alguém tenha um shape medíocre kkkk, com o preço de um whey de 1kg importado, da pra fazer 2 meses de cruise tranquilo

  44. oie,eu treino a dois anos, tomo whey,creatina e bcaa eu tava bem inchada coxão e tal… nesse verão fiz uma dieta e perdi 5k, claro a barriga ficou show acabei perdendo um pouco de pernas,diminuiu o tamanhop,gluteos nem tanto,a vontade de tomar anabolizante e fica bombadona é grande alias sei que nunca pararia de treinar,mas tenho conciencia e não vou tomar por nada… o que eu posso tomar alem do que eu ja tomo para bombar??

    • Resposta: NADA! Vc só pode crescer de acordo com o seu perfil genetico. Naturalmente há um limite! Nem toda proteina do mundo vai fazer vc ficar musculosa e magra ao mesmo tempo! Ou é magra e definida, mas pequena… ou é mais musculosa, porem com mais gordura! A vida nao é justa!

  45. eu usei um ciclo de tosterona com estam e diana.. somente uma vez e ta com 8 anos atras que fiz esse ciclo..
    hoje peso mais do que antes ..graças ao aes se não fosse por eles nunca chegaria onde estou.

  46. Bom, eu particulamente me encontrei no meu esporte, é academia mesmo, e indo 5 vezes com pouquíssimas faltas nesses 2 anos de academia de consciência de treino e dieta estou conseguindo um corpo legal., na minha opinião as pessoas não tem muita paciência para ficar ”monstrão” e usam EA’s , as vezes nem pelo esporte ”academia” por gostar mesmo do que faz, ela só quer fica moooooonstra, ela não pensa em mais nada a não ser isso.Espero não ter ofendido, mas é falta de paciência

  47. Curti bastante o post. Pra quem nunca publicou um artigo científico, não é tão simples a analogia de que ele foi mal feito.
    Não devia ser de interesse do cientista os efeitos pós-ciclo e sim o que acarreta a utilização em grupos diferentes de indivíduos. Não há possibilidade de se obter um grande resultado e o que o mesmo seja eterno e sem inconvenientes. Se isso fosse possível, as clínicas estariam ofertando “tratamentos com EA” para aqueles que não querem pegar pesado na academia e sem risco algum…

  48. Perder dps q acaba perde, mas também não é desta forma devastadora eu imagino… Sigo a seguinte regra: Não opine no que não vivenciou, ou seja, cicle, pare e dps veja os resultados.
    Existem diversos fatores que vão levar a “perca”, não é só a pausa nos EA’s…

    Salve ZL, DATENA mostra nóis.

  49. Descordo disso, faz quase um ano q ciclei Propionato X Stanozolol 100mg de cada dia sim dia nao, fiz a tpc perfeitamente, hj to bem maior q no final do ciclo. Uma coisa que vc esqueceu de contar é a genetica, eu sou endomorfo, dificil de perde gordura e massa muscular!

  50. Já usei a muito tempo, pior que é isso mesmo paro o uso vai voltando ao que era já faz uns 10 anos n tomo mais engraçado que na natureba com suplementos sou maior que caras que tomam, gastei 6mil pela gineco perdi cabelo e mais resultados ruis, isso anos depois então tomem cuidados, a vida é curta e o corpo só temos 1 Abraço a todos.

  51. O Anavar, oxdralona é um anabolizante razoavelmente seguro. Leve, com efeitos razoáveis e baixa toxicidade. Para além de não interromper a produção natural da testosterona. Mas, a fonte tem de ser confiável….

  52. Sou da seguinte opinião.Cada um faz o que acha correto com a propria vida. afinal fazendo certo ou errado sempre vai ter quem critique. Só acho que jogar com codigo é facil e aos poucos vai ficando chato. o prazer do jogo esta na dificuldade de passar cada faze.

  53. Belo Artigo…
    Mas cade a finalização do artigo a conclusão e etc
    ele n deu o resultados dos mesmo apos uma tpc, so falo que perderam tudo mas cade a tabela???
    cade a explicação de por que mesmo fazendo tpc os cara perderam tudo??
    Temos que tirar o chapéu para os mister olympias pois os limites naturais dos cara é FODA!!!!!

  54. eu tenho 36anos sendo 20anos de hipertrofia. muscular . tiro por mim proprio ja fiz 5 ciclo estou hoje em dia so na suplementacao. e me alimentando bem posso afirma que so tive ganhos perdi uns 3 quilinhos so isso mantenho meus 109quilos . site aki deve ser de frango aqueles q vao para academia e ficao no celular.

  55. Artigo sobre a história sobre os EAs e estou compartilhando com vcs, espero q gostem. Aborda o desenvolvimento dos EAs de forma geral, como td começou, as injustiças feitas com eles durante todas as últimas décadas, e mais um monte de informações interessantes. Abraço!!

    A HISTÓRIA DOS ESTERÓIDES ANABOLIZANTES

    A história dos esteróides é imersa nas profundezas do passado, como poucos conhecem. A história moderna dos esteróides anabolizantes começou no início do século 20, mas para pesquisarmos suas origens devemos voltar ainda mais no tempo, para uma verdadeira viagem na história. Temos que voltar à Grécia antiga e só então poderemos totalmente compreender a magnitude e influência que os esteróides anabolizantes têm tido ao longo da história.

    O início de tudo

    O mundo como conhecemos não sabia o que eram os esteróides anabolizantes até o século 20, mas o uso de pura testosterona pode ser rastreada até os primeiros Jogos Olímpicos, onde o hormônio testosterona já era conhecido, e ele é o responsável pela formação de todos os esteróides anabolizantes. Os primeiros atletas olímpicos, aqueles que podemos chamar os pais do atletismo moderno, eram conhecidos por ingerir testículos de animais antes de uma competição, às vezes por longos períodos durantes os treinos. É duvidoso compreender corretamente que nossos antepassados haviam ​entendido o que estavam fazendo, mas por incrível que pareça eles estavam no caminho certo. Se questiona até os dias de hoje quem primeiro pensou nessa ideia inovadora, a ideia de comer testículos de animais, fato suficiente para fazer qualquer estômago embrulhar. Hoje em dia o mesmo poderia ser dito, há uma vantagem para se ter pessoas dispostas e estas vão pagar pra ver. Se levarmos ao pé-da-letra, “Doping no Esporte” vem acontecendo há milhares de anos…!

    Nova Era

    Em 1849 um homem que podemos chamar o pai da moderna endocrinologia, o alemão Arnold Adolph Berthold, primeiro trabalhou removendo testículos dos galos em uma espécie específica, concluindo que houve uma perda das características masculinas comuns à espécie. Isto levou a uma compreensão mais adequada da importância dos testículos masculinos, na medida em que eles carregam os fatores que simplesmente fazem os homens serem homens.

    Berthold levou sua experiência a um passo adiante: a remoção dos testículos de galos e transplantá-los no abdômen. Ao fazer isso, ele determinou que as funções sexuais dos pássaros eram em grande parte afetadas, mas uma vasta série de capilares (1) foram formados em conexão, levando à conclusão de que a maneira pela qual os testículos agem tem correlação direta com o sangue. (2)

    Para uma maior compreensão dos esteróides anabolizantes como os vemos hoje, as experiências de Berthold não derramaram uma luz comparável à que estava ainda por vir, mas foi o primeiro passo para o início do entendimento, não deve ser ignorado.

    Um verdadeiro começo

    Para traçar a história dos esteróides como os conhecemos hoje, precisamos voltar a 1931 e falarmos do químico alemão Adolf Butenandt. Até então havia sido entendido, em grande parte graças às experiência anteriores de Berthold, a importância e os efeitos dos hormônios masculinos, mas foi Butenandt quem primeiro descobriu uma maneira de fixar o ponto e purificar o “androstenone” hormonal, e ele o fez através da extração do hormônio a partir de poucos litros de urina. Esta foi uma conquista inovadora e apenas o começo do avanço, como se viu nos anos seguintes: o esteróide anabolizante realmente nascer e evoluir.

    Pouco tempo após a realização Butenandt, outro colega químico alemão Leopold Ruzicka desenvolveu uma forma de sintetizar o hormônio tornando-o seguro para o uso humano (UAU!). Logo após esta enorme descoberta a bola de neve foi posta em prática e, em 1935, Ruzicka juntamente com Butenandt desenvolveram o primeiro lote de testosterona sintética. (3) Este foi sem dúvida o alvorecer quando se trata do uso de esteróides anabolizantes e da sua história. A descoberta foi tão profunda, que tanto Butenandt quanto Ruzicka em 1939 receberam o Prêmio Nobel pelo trabalho em química. Só de pensarmos que um Prêmio Nobel foi concedido devido à ciência dos esteróides anabolizantes é algo alucinante!

    A pesquisa continuou, e no fim dos anos 1930 o primeiro lote de injeções de Propinato de Testosterona foi administrado em seres humanos. Na União Soviética o uso de esteróides anabolizantes estava se tornando comum na década de 1940. Durante esta década, a União Soviética foi a força dominante no atletismo graças ao uso de esteróides, mas esse domínio foi de curta duração graças ao doutor Dr. John Ziegler, médico da equipe olímpica do EUA, que encontrou uma maneira de desenvolver rapidamente a methandrostenolone , a grande conhecida Dianabol ou Dbol . (13) A Ciba Pharmaceuticals foi a primeira a comercializar o medicamento, e em 1958 o Dianabol foi aprovado pelo FDA para uso humano. A Ciba não parou por aí, na verdade ela estava abrindo as portas para milhares de experimentos em sintetizar esteróides anabolizantes e derivados. (15)

    Melhorando o desempenho

    Com os avanços de Ziegler nos Estados Unidos, bem como seus novos conhecimentos a respeito do uso de testosterona encontrada entre os atletas soviéticos, levantadores Olímpico dos EUA logo fizeram com que a testosterona e do Dianabol fizessem parte da sua rotina regular. Através desta combinação, os atletas dos EUA se compararam com seus rivais soviéticos, nascendo à partir daí a era de “como melhorar o desempenho nos esportes”.

    Devido às evidências, o fato não poderia ser ignorado, afinal de contas, percebeu-se o impacto que as drogas estavam tendo sobre os atletas, foi nada menos que fenomenal. Numerosos médicos dos EUA começaram a implementar estudos próprios, em grande parte em um esforço para conter o uso de esteróides anabolizantes entre atletas, uma vez que estava crescendo rapidamente. Vários estudos foram publicados citando o uso de esteróides anabolizantes e que estes não têm efeito positivo sobre o desempenho esportivo, mas os atletas não deram importância; na verdade, ao longo da década de 1960 inúmeros novos esteróides anabolizantes foram sintetizados e não necessariamente tudo que estava no papel aconteceu na vida real. Muito material está disponível até hoje para estudo e novas experiências.

    Na Alemanha, talvez mais do que em qualquer outro país, a pesquisa dos esteróides anabolizantes e seu desenvolvimento estava no auge. Através de suas pesquisas, a Alemanha iria se tornar a força mais dominante no esporte em todo o mundo; até hoje a pesquisa alemã desta época é talvez a maior e mais profunda que temos disponíveis. (5)

    Através da década de 1960 e na década de 1980, a expansão dos anabolizantes estava em andamento; ano após ano veriamos anabolizantes novos e melhorados bater as prateleiras da sua Farmácia local. O Isolamento e a alteração de hormônios estava sendo aperfeiçoada; a esterificação da testosterona foi melhorando com o tempo, quase que diariamente, e as opções parecem ser infinitas. Nesta fase no jogo, se você tivesse um gosto por esteróides anabolizantes então certamente haveria algo para você.

    Nos anos 1970 a projeção dos concursos Mr Universe, Mr Olympia, o filme Pump Iron estrelabdo Arnold e os demais atletas da época, dentre outros acontecimentos isolados, projetaram bastante os esteróides na mídia, afinal de contas como um ser humano normal poderia chegar a um físico tão desenvolvido como o daqueles homens?

    Esteróides em Olimpíadas

    Em 1967 o uso de esteróides anabolizantes foi generalizado entre os atletas olímpicos, especialmente entre os levantadores de peso, e apesar de muitos médicos inflexíveis dos EUA declararem nenhum benefício para o uso de esteróides anabolizantes e desempenho atlético, mesmo apesar disso o Conselho Olímpico Internacional (COI) proibiu o uso dos esteróides anabolizantes; pouco depois, a maioria dos principais órgãos iria seguir o exemplo. Em 1972 teríamos testemunhado o primeiro tiro disparado na guerra iminente dos esteróides, como era até então, o COI começou a implementar um programa em tempo integral para testes de drogas em todos os atletas. ( 8 )

    Com os testes das drogas o COI encontrou um novo lugar, à primeira vista pode ter parecido um buraco negro para os atletas o uso de anabolizantes nos esportes. O programa de testes do COI usava um método aparentemente “à prova de erro” conhecido como o simples “teste de testosterona / epitestosterona”. Os níveis de testosterona eram medidos, o que pode ser feito facilmente através de exame de sangue ou de urina para um grau menor. Se os níveis de testosterona encontrados forem 6x maior que os níveis de epitestosterona, o COI poderia facilmente assumir que a testosterona exógena estava sendo utilizada. É quase impossível para qualquer indivíduo normal ter uma relação maior que 6:01 desses hormônios anabólicos, mas também era fácil driblar isso, então a ciência precisava dar um passo à frente no jogo. Graças às pesquisas alemãs, foi sabido que alguns esteróides permitiam que a testosterona fosse usada e “limpa” do sistema em menos de três dias, deixando o atleta pronto para competir e submeter-se a exames. Um atleta poderia administrar terapia de testosterona durante todo o treinamento até três dias antes do teste, parar e estar limpo, livre! (6) Como se isso não bastasse, a Jenapharm alemã conseguiu desenvolver um epitestosterona sintética para os seus atletas que permitia 100% de garantia em todos os níveis hormonais, eles estavam dentro das diretrizes do COI. Você pode apostar, é seguro dizer que a Alemanha deu ao COI o desafio de sua vida.

    A Alemanha passou desapercebida pelo COI durante muitos anos, até o início dos anos 1990 quando finalmente foram pegos. Com o escândalo alemão, agora aparecendo em manchetes mundiais, este seria apenas o início dos muitos casos a serem encontrados, mergulhando os esteróides anabolizantes no fundo do caixão, fato que levaria à mídia geral a percepção ruim que tem-se até hoje destas drogas.

    Mais revelador que o escândalo alemão, houve outro caso importante de uso de esteróides anabolizantes no cenário Olímpico. Os Jogos Olímpicos de 1988 foram marcados pelo velocista canadense Ben Johnson que derrotou sozinho o americano Carl Lewis em uma corrida que deveria ser uma vitória de Lewis antes mesmo de começar. Depois da vitória, logo se descobriu que Ben Johnson havia usado esteróides anabolizantes como parte de seu treinamento. Ele foi punido, perdeu a medalha de ouro e justamente neste ponto serviu como exemplo real do começo do fim para muitos atletas. A história de Ben Johnson foi descrita por ele em um livro, mais de 20 anos após o fato, onde assumiu ter feito uso de esteróides anabolizantes durante as preparações por recomendação dos próprios treinadores (segundo ele todos faziam uso e paravam na hora certa para não serem detectados nos exames), mas foi sabotado por Carl Lewis durante o teste de urina após a vitória.

    A gerra nos esteróides

    Nos anos 1970 a projeção dos concursos Mr Universe, Mr Olympia, o filme Pump Iron estrelando Arnold Schwarzenegger, Franco Columbo, Frank Zane e os demais atletas da época, dentre outros acontecimentos isolados, projetaram bastante os esteróides na mídia, afinal de contas como um ser humano normal poderia chegar a um físico tão desenvolvido como o daqueles homens?

    Acontece que através dos anos os esteróides anabolizantes foram tornando-se amplamente disponíveis, mesmo nos EUA. Depois de um tempo, a FDA dos EUA iria classificá-los como receita única, mas esta foi uma medida basicamente sem sentido, apenas um rótulo, e os esteróides anabólicos ainda estavam amplamente disponíveis, porém já eram substâncias controladas. Isso mudou em breve, em 1988, quando a maré começou a mudar com a Lei de Abuso de Drogas, efetivamente colocando os esteróides anabolizantes na categoria mais rigorosa, uma que estipulou penalidades legais severas para venda ilegal ou posse com intenção de distribuir. Pela primeira vez desde a sua criação, a posse de esteróides anabolizantes e distribuição foi considerada um crime nos EUA.

    Em 1988 a guerra tinha apenas começado e iria levar um golpe fatal apenas dois anos mais tarde, quando o Congresso dos Estados Unidos passariam pela década de 1990 desenvolvendo a Lei de Controle de esteróides anabolizantes, efetivamente rotulada como “Anexo III”, juntamente com anfetaminas, metanfetaminas, ópio e morfina, tudo dentro da lei, envolvendo posse ilegal de esteróides anabolizantes ou distribuição, que à partir daí seria vista de forma diferente do que as drogas mencionadas, mas exercendo eficazmente as mesmas penalidades para compra ou venda.

    Tem sido sempre interessante notar que, após a Lei de Controle de esteróides, quatro entidades Federais foram chamadas em background para apoiar o projeto: a FDA, a AMA, a DEA e o NIDA, e TODOS se opuseram à proibição e negaram seu apoio! Infelizmente não existem muitos detalhes que podemos citar sobre esta questão; o governo federal ostensivamente vem ignorando os conselhos que pediu à inteligência, onde a falta de apoio raramente tem sido falada desde então. No entanto, durante as audiências para o projeto de lei, todas as quatro agências enfaticamente afirmaram que não houve nenhuma razão médica ou legal para a classificação de esteróides anabolizantes como Categoria III dos narcóticos.

    Durante toda a década de 1990, após a Lei original de Controle dos esteróides, notícias sobre esteróides começaram a ficar em segundo plano, e de acordo com os “especialistas”, os esteróides anabolizantes foram espancados pela mídia e declarados mortos, tal julgamento não poderia ter sido mais equivocado. Ironicamente, também seria na década de 1990 quando os esteróides anabolizantes começaram a ser utilizados de forma pesada pela comunidade médica para melhorar as taxas de sobrevivência de pacientes com AIDS e Câncer, quando se descobriu que a perda de massa magra era associada com taxas de mortalidade relacionadas a estas doenças (14). Com esta descoberta, alguns dos quatro órgãos mencionados durante a Lei de Controle de esteróides pediram um levantamento da questão por séria perplexidade. Afinal de contas, se os esteróides anabolizantes são ruins para a saúde e vão te matar se você está saudável (como era alegado pelo COI e por toda a parte), por que agora eles se tornaram tão bons e estão salvando vidas? Levante sua mão se você tiver uma boa resposta pra isso…

    A Nova Face: Major League Baseball

    Desde o ano 2000 os esteróides anabolizantes voltaram às manchetes principais e, à partir dessa época, parece não haver bloqueio para se falar sobre eles; temos agora a guerra contra os altos salários nos esportes de massa. Com o advento dos Pro-hormônios para o mercado graças à Patrick Arnold e o que tem sido tão inadequadamente denominada “Era o esteróide” do baseball, os esteróides anabolizantes logo se tornaram o inimigo público número um.

    O frenesi de esteróides no beisebol se tornou um escárnio total aos olhos do público, onde um dos últimos grandes programas de esportes no país em choque citou “estamos surpresos”, muitos também estavam, mas era demais pensar que não deve ser feito tanto pelo esteróides como pelo Congresso dos EUA gastando mais tempo e dinheiro na “limpeza” do baseball do que na política doméstica. Como disse Roger Maris, “o homerun é apreciado por todos e com a pressão da competitividade sendo realizada por muitos times e jogadores, era natural a presença dos esteróides anabolizantes para entrar em jogo. Acontece que não ajudou em nada quando Mark McGwire foi flagrado por um repórter como tendo uma garrafa de Androstendione em seu armário. Embora androstendione não seja um esteróide, mas simplesmente um pró-hormônio, a palavra esteróides entrava novamente no círculo de notícias em todos os telejornais”.

    Pouco depois do infeliz caso de McGwire, o Congresso mais uma vez reuniu-se com uma série de jogadores da Major League Baseball, chamando-os para depor. O circo era visto como uma piada pela maioria do público, mas o Congresso manteve-se firme e reforçou a Lei original de Controle de esteróides de 1990 com a Lei de Controle, agora aparentemente à prova de balas, em vigor à partir de 2004. Neste momento, pró-hormônios foram adicionados à lista e a definição do que poderia ser listado como “Schedule III” assumiu um novo significado. A definição de um esteróide anabolizante, tal como definido atualmente nos Estados Unidos em (41) (A) é um “esteróide anabolizante” e significa qualquer droga ou substância hormonal quimicamente e farmacologicamente relacionada à testosterona (que não estrogenios, progesterona, corticosteróides e dehidroepiandrosterona) (7).

    A Idade Moderna

    Como a lei se tornou cada vez mais rigorosos o uso, e os esteróides nos EUA como em todo o mundo não mostraram sinais de desaceleração; na verdade todos os sinais apontam para o crescimento. Se você for a um ginásio atualmente e olhar ao seu redor vai perceber isso. O Congresso dos EUA trabalhou para abafar e afastar assuntos relacionados. Por exemplo, entre os 12 alunos de universidades pesquisados ​​em 2000, 2,5% relataram o uso de esteróides pelo menos uma vez em suas vidas, enquanto em 2004 o número foi de 3,4% (9). Um estudo recente na internet também concluiu o uso de esteróides anabolizantes entre os levantadores de peso e fisiculturistas de forma contínua (12), e por todas as contas, não há sinais de que em breve deva parar de ser utilizado no atletismo também.

    Além disso, o uso médico de esteróides anabolizantes para uma variedade de problemas de saúde continua, que vão desde o tratamento da Andropausa e Menopausa para acelerar a recuperação em vítimas de queimaduras e ajudar a melhorar a qualidade de vida de pacientes com Aids, Câncer de mama e ajudando a combater e afastar a Osteoporose. A lista é enorme e realmente muito longa e detalhada para ser resumida.

    Em suma, medicamente, esteróides anabolizantes são ainda muito usados e com grande propósito, existem milhares de relatos de sucesso. No meio atlético todos desejam ser o melhor, porque o desempenho é sempre recompensado como deveria ser, então o uso de esteróides anabolizantes vai existir e novos métodos e fórmulas serão sempre pesquisados e inevitavelmente encontrados. A história dos esteróides como você pode ver não é algo escrito em um pergaminho, não é um conto de fadas, a sua história começou há muito tempo e está sendo escrita a cada dia.

    1. Maisel AQ. The Quest Hormone (1965) Random House
    2. Kochakian CD. J Nutr (1935) 23 135
    3. Kenyon AT et al. Endocrinologia (1938) 23 135
    4. Kochakian CD. Handbook Pharmacol Exp (1975) 43 1
    5. Química Clínica. 43, No7, 1997.
    6. Clausnitzer, et al [artigo em alemão] 1982.
    7. Estados Unidos registra Congresso.
    8. Toxicol Hum veterinário. 2003 Mar; 45 (2) :97-102.
    9. Estados Unidos Bureau of Statistics, 2005.
    10. National Institute on Drug Abuse
    11. Agência dos Estados Unidos de Combate às Drogas
    12. Clin J Med Esporte. 2005 Sep; 15 (5) :326-30.
    13. Marti Henneberg, C, et al. J. Pediatr 6; 783-88. 1975.
    14. Journal of the American Medical Association, Editorial. 14 de abril de 1999, vol 281, n º 14.
    15. Esteróides. Ago 1996; 61 8 :492-503.

  56. A mano, não concordo com o q li… a maioria das pessoas a cima que estão ao lado de quem postou a matéria n deve ter nenhuma ou quase nenhuma experiencia, digo mais… devem ser os iniciantes do esporte… mas acredite quem quiser no que esta escrito… se vc utilizar os esteroides com acompanhamento medico, e fizer o tratamento apos utilizá-los vc segura sim grande parte do peso ganho com boa dieta e treino…

  57. Musculacao e ilusao. Com menos disciplina e tempo voce poderia ser mais util estudando e exercendo atividade em maior tempo do que os meros 10/20 anos de condicoes atleticas. Vc acha que e mais respeitado ou melhor porque puxa mais peso que um cavalo ou tem a porcentagem de gordura de um cadaver Oh do…

  58. Bom artigo, porém ao meu ver sua analise é meio sem noção, porque se formos pensar dessa maneira eu também não teria começado a treinar, sendo que se um dia, por qualquer que seja o motivo eu parar com meu treinamento eu vou perder todos os meus ganhos e ficar com o meu corpo “modesto e natural”.
    Anabolizantes são para ganhos rápidos, e músculação não, porém os dois se eu parar eu vou acabar perdendo tudo o que conquistei.
    Essa é minha analise: Musculação de verdade é um estilo de vida injusto, não é para qualquer um, porém a academia me traz benefícios para a vida mesmo se eu parar de fazer algum dia. Enquanto às drogas, são válidas, mas é sempre bom ter em mente os riscos que vou ter em consequência daquele “momento” de satisfação.

  59. Realmente isso ‘e um agrande verdade, seu corpo só consegue manter uma certa quantidade de massa muscular dependendo da sua própria genética, mais acredito que alguém que mante uma dieta impecável pode sim manter seus ganhos.

  60. Isso é verdade pois o Arnold Schwarzenegger pode ver que depois que envelheceu os braços hoje estão normais e ele tem 68 anos e ainda malha 2 horas por dia. E no estudo lá de cima do grupo que treinou mas não usou testosterona mas também não fizeram um suplementação de proteínas a cada 3 horas. Só diz que se alimentaram igual aos outros e apenas treinaram. Se tu treinar só comendo arroz e feijão e carne no almoço não vai crescer quase nada mesmo. E todos sabemos que da´para ficar com um corpo legal sem anabolizante. Eu mesmo só tenho 1 ano de academia e praticamente já dobrei de tamanho só com exercícios até a fadiga, descanso, alimentaçaõ e suplementação e sono adequado. Mas é um processo devagar tu vê o resultado todo mês mas leva anos até décadas para ficar com um corpo top.

  61. O importante que vou fazer um uso continuo de Gh e para esses zé ruela que vem criticar, nós se vemos no verão, na praia.

  62. Luciano Pinheiro Responda

    Ótimo artigo, esclarecedor. Só tenho uma dúvida: Se os fisiculturistas naturais, conseguem manter os seus ganhos de massa muscular com sua rotina de treinos, e a possibilidade também de ganhos?

  63. Já vivi isso na pele…entre meus 18 e 23 anos fiz 4 ciclos, mas graças a Deus não sofri tanto com colaterais.
    A verdade é exatamente essa do artigo. A bomba não te dá, ela só te empresta. Todo ciclo eu ganhava cerca de 6 kg e perdia gradativamente com o passar dos meses, mesmo com a TPC, mesmo treinando pesado, comendo bem e descansando. Nunca mais gasto grana com essas poha.

  64. Roberto Verdadeiro Responda

    Perfeita análise, aos trapaceiros que usam bomba, saibam que terão de fazer isto para o resto da vida ou voltarão para o estado natural.

    Querem um exemplo melhor do que o Belfort ? O cara treina há 20 anos sem parar e vejam o que aconteceu após o corte do TRT ?

    Trapaceiros, usem bola o resto da vida ou parem enquanto é tempo, sejam naturais, parem de roubar e mentir…

  65. Já malhei naturalmente é depois de dar tempo na academia perdi os ganhos ! Depois fiz uso de Anabolizante ganhei muita massa muscular e fiquei extremamente magro faz bom tempo que não uso e só aumento a massa não perdi nada!! Mas vi muito iniciante a maioria adolecente ou turistas de academia usar medicamentos alem de perder logo massa ainda morrer ou ficar com teta de mulher!!! kkk de boa Quer usar medicamento almenos faz direito e tenha idade suficiente e um bom trino na academia alimentação etc ! Se não vai jogar dinheiro fora se sobreviver pra conta o mal testemunho ficara aqui falando abobrinha … kkkk

  66. Devemos respeitar a individualidade e gosto de cada pessoa.

    Se vc acha que anabololizante faz mal então nao usa porra!

    Mais nunca ofender ninguém por ter a opinião diferente da sua.

    O importante é ser feliz e nao encher o saco!

  67. Se você puder fazer é um Blast and Cruise e sempre ir no médico creio que não terá motivos para se preocupar (mesmo tendo).

  68. Resumo:
    1 – Se você fizer o ciclo antes de ter chegado no seu limite natural, você poderá manter fácil os ganhos.
    2 – Se você fizer o clico após ter chegado no seu limite natural, você terá dificuldades de manter a MM ganha, terá sempre que ciclar.
    É simples, Examine-se e veja em qual opção você se encontra.

  69. Treinei 2 anos natural e então decidi ciclar. Terminei meu primeiro ciclo fazem dois meses. Tenho 1,75 e fui de 75kg para 85Kg, em 10 semanas de enan e diana nas 4 últimas. Fiz tudo certo: treino, alimentação, não beber, TPC…
    Tudo parecia melhor durante o ciclo: treino pesado, aparência, confiança, mais olhares das mulheres, elogios (só a diminuição dos testículos é uma coisa desagradável). Resultado é que dois meses depois lentamente voltei ao peso que tinha antes, já esperava isso pois estudei bastante antes de ciclar e sabia desse fato.
    A lição que tive foi essa: Só cicle se pretende fazer isso pro resto da vida, pois a bagunça nos hormônios é fato e não é simples pra voltar ao normal. Só cicle se tiver dinheiro sobrando pra bancar as drogas, uma possível gineco ou outro problema que venha a ter, pois uma cirurgia não é coisa barata. Pra quem tem poucos recursos financeiros é só dinheiro jogado no lixo, 700 reais queimados, bem na boa.
    Se você não pretende ser bodybuilder ou não tem dinheiro sobrando, recomendo fortemente que nem comece a usar.

  70. voçes sao um bando de patetas em vez de tomar cada um a sua papa e ficar calado e nao protestar ou defamar os outros nao, ficam ai a espera de crecer na vida e falando de alho com bugalho, lol vam ver se vossas mulheres estao bem.

  71. Bruno Fernandes Responda

    Boas estava a pensar usar, inclusive tinha procurado um amigo farmaceutico hoje, mas depois de ver os danos colaterais que isso tem para a nossa saude q se foda, posso nao ser perfeito, mas mantenho a minha integridade, atenç~ao continuo a respeitar quem queira mandar, mas para ja este post fez-me recuar OBRIGADO

  72. Concordo em parte sobre esse texto, de fato quando você é uma pessoa ja com uma certa maturidade no meio da musculação ,fica dificil de você manter os ganhos pós ciclo , e mtas vezes com o uso de esteroides você consegue chegar mais proximo do limite genetico , e quando se passa esse limite o seu corpo volta ao estado ”maximo” que consegue se manter ; porém pegaram algumas pessoas com ” praticas ” , porem uma pessoa que realmente treina faz dieta em alguns anos natural ele ja esta com um nivel elevado , e aproximadamente do 3 para o 4 ano de treino os ganhos de massa muscular ficam apenas de 1 a 2 kilos , e com apenas 10 semanas os indiviuos com ” exemperiencia” conseguiram quase 2 k …
    Na minha opinião esse estudo foi manipulado ou pego informações incompleta sobre os praticantes , talvez usando apenas partes do estudos que fazem interesse a eles , ou ate mesmo o estudo foi feito dessa maniera para tentar de alguma forma manipular os leitores.
    PS: A RELATOS DE QUEM FAZ 1 CICLO PODE ULTRAPAÇAR O LIMITE GENETICO E MANTER UM POUCO MAIS DOQUE FICASSE NATURAL ETERNAMENTE.

  73. Acho que é valido caso você queira atingir seu limite natural ate porque economiza alguns anos rsrs. Mas caso já tenha atingido o limite natural é desnecessário usar a não ser que você viva do fisiculturismo ou va competir. Sei la cada um e um hehe

Escreva um comentário