Clique aqui

D-ribose é uma molécula de açúcar critica para o funcionamento do organismo.

Faz parte do seu DNA – o material genético que contém informações para todas as proteínas produzidas em seu organismo – e também faz parte da principal fonte de energia de suas células, a adenosina trifosfato (ou ATP).

Embora seu organismo produza ribose naturalmente, a suplementação com Ribose (ou D-Ribose) pode melhorar o desempenho durante treinos.

Neste texto veremos quais os benefícios da ribose na musculação e como extraí-los através do uso correto do suplemento.

Qual o benefício do uso de ribose

D-ribose faz parte da estrutura da ATP, a principal fonte de energia das células.

Por esse motivo, a literatura verificou se suplementos de ATP ajudam a aumentar as reservas de energia nas células dos músculos.

Um estudo fez com que os participantes realizassem um treino contendo exercícios intensos, composto por 15 corridas de bicicleta, duas vezes por dia e durante uma semana.

Após o treino, os participantes tomaram aproximadamente 17 gramas de D-ribose ou placebo três vezes por dia durante três dias.

Os pesquisadores avaliaram os níveis de ATP no músculo nesses três dias e, em seguida, realizaram um novo teste usando bicicletas.

O estudo descobriu que, após três dias de suplementação, o ATP foi recuperado mais rapidamente no grupo D-ribose.

Caso você não saiba, ATP é a principal fonte de energia em atividades físicas de alta intensidade e curta duração, como um treino de musculação.

É principalmente por conta da ATP que conseguimos levantar cargas com explosão e fazer isso por várias séries.

Além disso, é por conta da ATP que suplementos, como a creatina, são tão famosos, já que aumentam a quantidade de ATP disponível.

Logo, usar ribose pode ser uma nova forma de melhorar ainda mais a intensidade do treino.

Dosagem e efeitos colaterais

Em geral, poucos efeitos colaterais foram relatados em estudos com a suplementação de D-ribose.

Foi determinado que doses únicas de 10 gramas de D-ribose são seguras e geralmente bem toleradas por adultos saudáveis.

Todavia, doses mais altas foram usadas na maioria dos estudos envolvendo o suplemento.

Muitos desses estudos fizeram os envolvidos usarem D-ribose várias vezes ao dia, com doses diárias totais de 15 a 60 gramas.

Embora vários desses estudos não tenham relatado se ocorreram efeitos colaterais, aqueles que declararam algo relacionado, mostraram que a D-ribose era bem tolerada e sem efeitos colaterais.

Outras fontes respeitáveis ​​também não relataram efeitos adversos conhecidos.

Em situações normais, com o mero objetivo de garantir o máximo de recuperação de ATP nos treinos, e adotar o lado seguro da moeda, é recomendável usar entre 10-20g de ribose preferencialmente antes do treino.

Palavras finais

A D-ribose é uma molécula de açúcar que faz parte do seu DNA e a principal molécula usada para fornecer energia às células, a ATP.

Seu uso por quem faz musculação pode ser útil para gerar mais força e energia durante o treino, especialmente se usado em conjunto a outros suplementos que melhoram a disponibilidade da ATP, como a creatina.

Referências
1. Gross M. Kormann R, Zollner N. “Ribose Administration during Exercise:…” Klinische Wochenschrift 69: 151-155, 1991.
2. WagnerD, Gresser U, Zollner N. “Effects of Oral Ribose on Muscle Metabolism during Bicycle Ergometer in AMPD-Deficient Patients. Annals of Nutritional Metabolism 35; 297-302, 1991.

Este texto ajudou você ?

8 Comentários

  1. ribose eh tdo de bom!!! uma explosao muscular!!Vc inicia o treino c uma energia e finaliza c a mesma, sem essa de ter q diminuir carga no final e o melhor eh q no outro dia vc ta zerado.

  2. Ribose e Creatina tem o mesmo efeito? Existe alguma diferença? Qual a melhor a se tomar?

Escreva um comentário