Desanimado para treinar ? 3 dicas simples para se manter na rotina

É normal sentir-se desanimado para treinar, especialmente se você não está vendo os resultados que gostaria, há muitos obstáculos ou porque qualquer coisa parece ser menos tediosa do que estar na academia.

A questão é que você não quer se sentir assim.

Você quer manter uma rotina regular de treino,  quer os resultados e todos os benefícios atrelados à musculação.

O que fazer ?

A  seguir veremos dicas simples que qualquer pessoa pode colocar em prática hoje e construir uma disciplina “blindada” para treinar (e fazer dieta) pelo tempo que achar melhor.

Claro, isso vai depender diretamente de você e quanto realmente você quer mudar a sua vida e deixar de ser uma pessoa ordinária (comum!).

1 – Elimine vícios da sua vida antes que eles eliminem todos os seus objetivos

Ter um vício (ou vários) é o motivo mais comum impedindo você de conseguir o que quer na vida e se você fica constantemente desanimado para fazer algo para você

E engana-se quem pensa que ser viciado em algo envolve apenas usar drogas ilícitas ao ponto de destruir todas as áreas da sua vida.

A maioria dos vícios são mais sorrateiros do que você imagina e a maioria dos viciados sequer sabem que são dependentes.

Entenda.

Absolutamente qualquer atividade que gere prazer imediato tem o potencial para gerar dependência e isso vai roubar sua motivação para fazer qualquer coisa que valha a pena na sua vida.

Drogas ilícitas e lícitas são os exemplos mais óbvios de substâncias que geram prazer imediato (e dependência), mas outras como…

  • Masturbação;
  • Jogos;
  • Açúcar e gordura (principalmente quando combinados);
  • Redes sociais.

… passam, na maioria das vezes, despercebidos.

O problema com isso está relacionado a liberação excessiva do neurotransmissor dopamina, que é “liberado” toda vez que realizamos algo prazeroso, como se fosse uma recompensa.

Quando você libera dopamina de forma excessiva, ou seja, se você realiza alguma atividade que gere prazer em excesso, seu cérebro diminui a quantidade de receptores e você precisa de mais dopamina para sentir o mesmo prazer.

Aqui está o circulo vicioso que causa praticamente todas as dependência (explicada de forma simples e grosseira).

E isso pode estar fortemente ligado ao seu desânimo para treinar e fazer qualquer outra coisa que possa ser bom para você, no longo prazo.

Como ?

Em tese, toda vez que realizamos uma atividade que importa para nós (como treinar e fazer uma refeição saudável), nós recebemos uma pequena quantidade de dopamina.

Essa dopamina “grava” no seu cérebro a informação “isso que você acaba de fazer é bom, faça mais!” e com o tempo você acaba buscando isso mais e mais, criando um hábito saudável.

Isso em tese e considerando uma pessoa saudável.

Uma pessoa que abusa da dopamina através de algum tipo de vício, como usando drogas ilícitas/líticas, fazendo maratonas de jogos ou se masturbando excessivamente, já tem toda a dopamina que precisa através desses estímulos.

Fazer coisas como treinar, se alimentar corretamente, limpar o ambiente onde habita e coisas do tipo, não terá qualquer apelo para o cérebro, pois a liberação de dopamina será mínima em comparação aos estímulos artificiais.

O problema só é resolvido quando o vício é eliminado e essa pessoa volta a ser “sensível” a ação de dopamina e buscará esse estímulo de outras formas.

Portanto se você possui algum vício, isso pode estar sabotando inúmeras áreas da sua vida de forma indireta e dependendo do caso, o desanimo só sumirá junto com o vício.

2 – Andar antes de correr

É extremamente fácil ficar desanimado com a musculação se o obstáculo que você tem em frente é grande demais.

O que eu quero dizer com isso ?

Simples.

Muitas pessoas complicam excessivamente a musculação, transformando uma atividade que qualquer pessoa pode executar com resultados em algo quase impossível.

Um exemplo clássico disso são pessoas que buscam incessantemente perfeição no treino e na dieta com a intenção de acelerar os resultados.

E só fazem as coisas quando encontram (elas nunca encontram) o treino que acham melhor, os suplementos corretos, a forma de tomar esses suplementos, as refeições da dieta e por ai vai.

Isso quando não se espelham em estrelas do instagram que vivem do corpo e precisam fazer isso para obter sua renda (totalmente diferente de alguém que treina de forma recreativa).

Então, quando as coisas obviamente não irem na direção que elas querem, elas desanimam e desistem.

Calma, não há problemas em buscar o meio mais efetivo para fazer algo, até mesmo tentar buscar perfeição.

Porém isso deve ser feito da forma correta e no devido tempo.

Deixa eu explicar.

Se você não consegue treinar com regularidade sem começar a desistir, a última coisa que você deve se importar é com o horário da ingestão de creatina ou se você deve fazer 3 ou 4 séries para bíceps.

Detalhes mínimos, antes de dominar o básico, só servem para deixar você sobrecarregado.

Você precisa primeiro criar regularidade.

Escolha um número de dias que você consegue se comprometer a ir para a academia, sem afetar nenhuma outra área da sua vida. Até mesmo 2 dias valem. Apenas crie uma meta fácil de ser cumprida.

O treino desses dias pode ser o mais básico possível,  um treino full body usando cargas fáceis já é válido.

O importante é apenas comparecer à academia nos dias que você se comprometeu a ir para construir hábitos mais sólidos.

Se depois de três ou quatro semanas fazendo isso, você foi todos os dias e só faltou em situações extremas, agora você estará mais condicionado (psicologicamente) a treinar nos dias que se propôs.

A partir daqui você está livre para começar a fazer mudanças, pois a regularidade está (mais) estabelecida. Agora você pode começar a se preocupar com outras coisas e uma de cada vez.

O ponto desse item é levar todos os aspectos do treino por etapas e não adotar metas que você não consiga cumprir.

Se você é uma pessoa que está desanimada e não está treinando, dois treinos semanas são infinitamente melhores do que não treinar.

3 – Seu corpo é um reflexo dos seus hábitos (se os seus hábitos são ruins, ele será uma m*rda)

Uma pessoa que negligencia o período do sono, não se alimenta corretamente, não faz exercícios e/ou ainda usa drogas (líticas ou não), jamais terá motivação para realizar tarefas que realmente precisam ser feitas e que dependem de disciplina.

Nossos hábitos tem uma grande influência nos nossos hormônios e neurotransmissores.

Se você, por exemplo, só ingere alimentos ruins, você terá mais inflamação corporal, por sua vez poderá ter menos testosterona e menos dopamina.

Isso causará letargia e desânimo que por sua vez tende a ser combatida com altas doses de cafeína que por sua vez atrapalha seu sono, deixa você mais estressado e com compulsões por doces.

Com o tempo você ganha gordura e gordura corporal aumenta ainda mais os níveis de inflamação corporal. Assim o ciclo segue.

Portanto não adianta se espantar que seu corpo não sente vontade de fazer algo, se você está brutalizando ele diariamente.

Além de cuidar da sua saúde, é recomendável buscar ajuda médica para procurar problemas de saúde não conhecidos que poderão estar sabotando sua motivação e níveis de energia sem você saber.

Por exemplo: apneia do sono pode simplesmente destruir a qualidade do seu descanso e deixar você em “modo zumbi” o dia todo.

Muitas pessoas tem apneia do sono por tanto tempo que sequer sabem que suas vidas estão sendo afetadas, pois estão habituadas a viver assim e não sabem porque sempre fracassam quando tentam mudar.

Doenças como hipotireoidismo também geram letargia e baixa motivação, além de uma infinidade de outras doenças.

Enfim, mantenha sua saúde em dia, seja cuidando de você como fazendo checkups regulares.

Não é possível pedir algo do seu corpo se em primeiro lugar você não está entregando os meios para ele fazer o que você quer.

Palavras finais

Peço desculpa àqueles que vieram aqui esperando encontrar dicas motivacionais chinfrins que geram apenas vontade no curto prazo.

Para mudanças duradouras você precisa construir os hábitos necessários para realizar atividades independente de estar “empolgado” ou não.

Além de eliminar coisas da sua vida que poderão estar silenciosamente sabotando todo esforço que você tenta fazer para mudar.

Este texto ajudou você ?

3 comentários em “Desanimado para treinar ? 3 dicas simples para se manter na rotina”

Deixe um comentário

Hipertrofia.org Newsletter

Receba o melhor conteúdo do site direto em seu email (no máximo 2 por semana).