Clique aqui

A maioria das pessoas na maioria das academias ouve música enquanto fazem o treino de musculação.

E a maioria de nós não precisa de estudos controlados para saber que ouvir música geralmente torna o exercício mais agradável e nos incentiva a treinar mais pesado.

Mas, se em vez de ajudar, a música estiver tirando o seu foco ?

Em vez de estar focado em conseguir treinar o mais pesado possível, você acabe por se concentrar no que está ouvindo e, sem saber, acabar treinando menos ?

Vish, e agora ?

Bem, é justamente isso que os cientistas da Universidade da Colúmbia Britânica queriam testar em um estudo publicado em 2019.

Neste texto veremos o que eles encontraram e até que ponto a música pode influenciar no seu treino de musculação.

O estudo

Os pesquisadores fizeram 24 adultos sem experiência de treino realizarem 3 sessões de tiro (corrida de curta distância) enquanto…

  • Ouviam uma música motivacional (selecionada pelos pesquisadores).
  • Ouviam um podcast educacional.
  • Não estavam escutando nada (isso seria o grupo de “controle”).

Todos os envolvidos concluíram as três sessões de exercícios em ordem aleatória, com alguns ouvindo primeiro um podcast, outros ouvindo música motivacional primeiro e outros ouvindo nada primeiro.

Essa ordem aleatória ajudou a reduzir as chances de a ordem em que os exercícios foram realizados afetassem os resultados.

Todos tiveram cerca de três dias para se recuperar entre cada treino, para garantir que a fadiga dos primeiros exercícios não afetassem as sessões subsequentes.

Os treinos de tiro eram uma variação do treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) chamado treinamento intervalado de sprint (SIT, sigla em inglês). Isso envolveu três corridas de 20 segundos em uma bicicleta com dois minutos de descanso entre cada série.

As sessões onde os envolvidos não ouviam musica enquanto treinam, serviam como controle para comparar se houve diferença entre os grupos que ouviam música.

Já ouvir um podcast era usado como um “segundo controle” para determinar se simplesmente ouvir qualquer coisa poderia influenciar em algo.

Durante todas as sessões (com música, podcast ou nada) os pesquisadores mediram:

  • Prazer e excitação.
  • Percepção de esforço (se o exercício parecia estar mais difícil ou não).
  • Frequência cardíaca (registrada continuamente).
  • Explosão muscular (medida através de aparelhos através de watts).

Os pesquisadores também instruíram todos os participantes a manter seus hábitos alimentares e de sono normais e a se abster de fazer qualquer exercício além dos exercícios no estudo.

Quais foram os resultados ?

Ouvir música motivacional melhorou o prazer dos treinos , aumentou a freqüência cardíaca e a explosão muscular em comparação com fazer exercícios ouvindo podcasts ou não ouvir nada.

Embora as diferenças na produção de energia e na freqüência cardíaca tenham sido pequenas, elas foram estatisticamente significativas.

Curiosamente, as classificações das pessoas sobre a percepção de esforço foram semelhantes nos três grupos.

Em outras palavras, embora os participantes treinassem mais pesado enquanto ouviam música, eles não se sentiam mais cansados por isso.

Em média, todos se sentiam melhor após os treinos quando ouviam música e ouviam um podcast ou nada também.

Os pesquisadores concluíram que ouvir música durante o treino pode não apenas melhorar o desempenho, mas também tornar os exercícios mais agradáveis.

O que isso significa na prática para quem escuta música fazendo musculação

Atividades como HIIT, e as usadas durante o estudo, são consideradas anaeróbicas, assim como musculação, portanto os resultados poderão ser facilmente transferidos para quem faz academia

Além disso, outras pesquisas mostram que ouvir música também pode melhorar o desempenho durante exercícios resistidos.

Basicamente, escutar música durante o treino tende a melhorar todos os aspectos da atividade física e ainda fazer você treinar mais pesado.

Embora o aumento no desempenho seja visível, eu argumentaria que um benefício maior ao ouvir música durante a musculação, até mesmo um podcast ou um audiolivro, é que isso oferece uma razão para você aparecer na academia (e treinar).

Agora, embora sasmúsicas usadas neste estudo fossem exclusivamente eletrônicas, hip-hop e rock, você pode achar outras músicas muito mais motivadoras .

Há também algumas evidências mostrando que você pode se beneficiar ao combinar o tipo de música que ouve com o tipo de treino que está fazendo.

Em outras palavras, você pode escolher algo “pesado” para fazer musculação e ouvir algo leve para fazer seu cardio em jejum no parque.

Palavras finais sobre treinar ouvindo música

A música é uma ferramenta poderosa que pode ajudá-lo não só a treinar mais durante os exercícios, mas também para aproveitar melhor seus treinos e a se sentir melhor depois.

Além disso, é mais uma coisa que você pode usar para se recompensar por aparecer na academia todos os dias.

Bibliografia usada

  1. Bacon CJ, Myers TR, Karageorghis CI. Effect of music-movement synchrony on exercise oxygen consumption. J Sports Med Phys Fitness. 2012;52(4):359-365. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22828457. Accessed October 30, 2019.
  2. Bigliassi M, León-Domínguez U, Buzzachera CF, Barreto-Silva V, Altimari LR. How does music aid 5 km of running? J Strength Cond Res. 2015;29(2):305-314. doi:10.1519/JSC.0000000000000627
  3. Stork MJ, Karageorghis CI, Martin Ginis KA. Let’s Go: Psychological, psychophysical, and physiological effects of music during sprint interval exercise. Psychol Sport Exerc. 2019;45. doi:10.1016/j.psychsport.2019.101547

Este texto ajudou você ?

Escreva um comentário