Clique aqui

O conceito sobre o sódio é simples: exagere na dose e você vai reter líquido. Isto vai fazer o seu físico ficar “embaçado” e sem definição.

Muitas pessoas creem cegamente que o sódio é o responsável direto pela retenção extra de líquidos no corpo e com isto tentam fazer um malabarismo nutricional para conseguir se alimentar com o mínimo de sal (e fazer todas as refeições ficarem com gosto de isopor).

Na verdade, esta prática pode ser desastrosa e ainda gerar o efeito oposto ao esperado. Quando você corta o sódio da dieta, você altera processos no corpo que simplesmente não deveriam ser alterados.

Os rins regulam os níveis de sódio de forma extremamente precisa. Se você ingere mais sódio que o normal, os rins percebem e liberam o excesso na urina. Se você corta o sódio da dieta, os rins começam a conservar.

Se você ingere mais ou menos sódio, o seu corpo vai dar um jeito para ter sempre a mesma quantidade circulando, não importando se você come o seu frango devidamente temperado com sal ou parecendo um isopor (sem sal). Mas tem um pequeno detalhe, quando você diminui a ingestão de sódio você aumenta os níveis de um hormônio chamado aldosterona que força seu corpo a reter água e reabsorver sódio (1).

Trocando em miúdos, se você cortar o sódio, você vai acabar retendo mais líquidos, ironicamente causando o efeito o que você quer evitar.

Então, quanto sódio devemos ingerir ?

muito sodio

A recomendação dos órgãos internacionais de saúde dizem que você deve ingerir de 1500mg a 2300mg de sódio por dia, isto se converte em 3.75g a 6g de sal/dia. Mas órgãos “oficiais” são famosos por gerar números mirabolantes e no mundo real as pessoas ingerem muito mais sal sem maiores problemas. Claro, se o seu médico pediu para você reduzir o consumo de sal, você precisa obedecer, mas se você é uma pessoa saudável, apenas use o bom-senso, evite dose cavalares de sal e use o necessário para fazer a sua comida ficar gostosa, pronto. Apenas, não perca tempo demonizando o sódio.

Referências

  1. Rogacz S et al. Time course of enhanced responsiveness to angiotensin on low salt diet. Hypertension, 1990:15 (4): 376-380

Leitura complementar (em inglês)

 

Este texto ajudou você ?

20 Comentários

  1. A pouco tempo ouvi falar isso, agora o post só veio corroborar para algo que eu não sabia…

  2. Bem, o complicado é distribuir essa quantidade (ou algo próximo ao recomendado) em todas as refeições num dia. Eu, particularmente, acho que eliminar o excesso é bem mais prático do que ficar calculando paranoico a quantidade a ser distribuída durante o dia. Seria um inferno uma vida tão metódica assim.

  3. O que o artigo nao explica é que a moderaçao é necessaria porque vários alimentos , inclusive a whey que ingerimos ,tem um teor de sódio. Portanto devemos ser cautelosos. Eu subsititui o sal refinado pelo sal mineral (ex. Sal Rosa).Mas uso em pequenas quantidades somente para o alimento nao ficar com gosto de isopor.

  4. Estou usando sal do “Himalaia”, eu pesquisei, e descobri que ele contem varios minerais, é mais saudavel, diferente do sal de cozinha que só contem sódio, e para quem estiver interessado, da para comprar um quilo por R$ 30,00, no mercadão municipal, foi o lugar mais barato que achei até agora, valeu…

  5. Curti seu artigo sobre o sal. Bem explicado. Direto…
    Só precisa lembrar o povo que sódio não é propriedade exclusiva do sal. O sódio está presente em todos os alimentos em quantidades variadas, sejam eles industrializados ou naturais.

  6. O Sal é essencial, não apenas por fornecedor o sódio, mas sim o Iodo!
    O Sal no Brasil é obrigatóriamente iodado, e o iodo é um dos principais nutrientes da Tireoide! Ou seja, quem consome pouco sal, pode ter mais distúrbios hormonais! (obviamente, que não significa que temos que comer sal puro!)

  7. Excelentes artigos. Principalmente o do sal que é falho o conhecimento de muitos. Vale a pena lembrar que o sódio é encontrado em vários alimentos. . . Parabéns!

  8. “A recomendação dos órgãos internacionais de saúde dizem que você deve ingerir de 1500mg a 2300mg de sódio por dia, isto se converte em 3.75g a 6g de sal/dia.”
    Perdão se não soube intérpretar essa parte do texto. Mas, a conversão correta não seria de 1,5g a 2,3g? O prefixo “mili” vale 10^-3 então corremos a vírgula 3 casas da dosagem dada em ‘mg’ e obtemos o valor em ‘g’ que resultaria em 1,5g e 2,3g. Correto? Ou me enganei em alguma parte?

  9. LEONARDO SANDER Responda

    Cortei o o sódio e pelo contrario não estou retendo liquido perdi bastante retenção principalmente na parte abdominal pois a musculatura nessa região já esta bem saltada

Escreva um comentário