veneno 300x300 Mitos e Verdades Sobre os Esteróides Anabolizantes

Os esteróides anabolizantes são as substâncias mais mal compreendidas de todos os tempos. Cheia de concepções erradas e exageros que são “anabolizados” dia após dia pelo sensacionalismo da mídia e pela falta de conhecimento que se alastra pelas academias. Veja quais são os principais mitos e verdades envolvendo o uso de esteróides anabolizantes.

Apesar de todo o alarde exagerado que é feito pela mídia contra os esteróides anabolizantes, estas substâncias não são “brinquedos” e o seu uso indiscriminado pode trazer diversos problemas para a saúde. O intuito do artigo não é fazer apologia ao uso de esteróides anabolizantes e sim mostrar a verdade de uma forma imparcial.

1)Esteróides Anabolizantes Podem Causar Depressão/Suicídio e Problemas Sexuais

Quando uma pessoa faz uso prolongado de esteróides anabolizante e o seu uso é interrompido de uma hora para a outra, nas próximas semanas haverá uma queda dramática nos níveis de testosterona, pois o corpo provavelmente não estará produzindo o hormônio naturalmente ou estará produzindo muito pouco. Isto acontece porque o corpo não encontra uma necessidade de continuar produzindo testosterona, já que no sangue existe uma quantidade enorme devido ao ciclo de esteróides. Durante essa mudança hormonal algumas pessoas poderão sofrer todos os efeitos negativos relacionados à baixa testosterona. Dentre estes efeitos estão: perda de força, massa muscular, motivação para treinar e o pior, perda de apetite sexual. Estes efeitos poderão durar até que o corpo volte a produzir testosterona normalmente .

Com todos esses efeitos colaterais ocorrendo, pessoas suscetíveis a problemas psicológicos, podem  acabar sofrendo  ou intensificando os quadros de depressão e todos os problemas relacionados a ela.

2) Esteróides Anabolizantes aumentam a agressividade

Dependendo da duração, tipo e quantidade de esteróides anabolizantes utilizados, eles poderão sim gerar um aumento na agressividade. O uso destas substâncias geralmente trazem uma sensação de confiança, muitas vezes excessiva para algumas pessoas. Porém, não vai transformar nenhuma pessoa calma em uma pessoa violenta, a não ser que ela já tenha esse tipo de personalidade, ou seja, um otário utilizando esteróides anabolizantes só conseguirá ficar mais otário ainda.

3) Esteróides Anabolizantes Fazem Mal ao Coração

Verdade. O uso de esteróides anabolizantes pode diminuir o HDL, que é o colesterol bom, este age como se fosse um “faxineiro” nas artérias, removendo a formação de placas. E aumenta o LDL que é o colesterol ruim e é o responsável por fazer justamente o contrário que o HDL. O aumento de peso e de água circulando no sangue também colocam pressão extra no coração. Tais práticas não são nada saudáveis a longo prazo.

4) Esteróides Anabolizantes Fazem Mal ao Fígado

Também é verdade. Existe uma ligação científica entre o uso de esteróides anabolizantes com danos ou câncer no fígado. Contudo, este fato geralmente é exagerado. Antes de mais nada, o álcool e até mesmo alguns remédios disponíveis nas farmácias, são tão tóxicos para o fígado quanto os esteróides anabolizantes.

E também vai depender do tipo de esteróide usado. Esteróides anabolizantes orais costumam ter a sua estrutura alterada para pode ser absorvido por via oral, consequentemente forçando o fígado a metabolizar tais substâncias. A maioria dos esteróides injetáveis são considerados mais seguros já que não passam pelo processo digestivo.

5) Esteróides Anabolizantes causam acne e perda de cabelo

Outra verdade. Se você é suscetível a ter acne, com certeza o uso de esteróides anabolizantes vai agravar o quadro, o mesmo serve para a perda de cabelo. Se a calvice é comum na sua família, é bom tomar cuidado.



Clique aqui!

Atenção: o site Hipertrofia.org não autoriza a cópia dos artigos em outros sites, mesmo dando os devidos créditos. O infrator, além de ser responsabilizado judicialmente, poderá sofrer a exclusão da página dos resultados do Google, devido a duplicidade de conteúdo.

Protected by Copyscape Originality Check

Tags: