Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Você Venceu!


LeandroTwin

Posts Recomendados

Você venceu!

Você chegou onde queria.

Se lembra quando lhe disseram que a parada iria ser dura?

Muitos nem tentaram.

Muitos desistiram.

Muitos desanimaram.

Muitos falaram que não valia a pena.

Mas você chegou onde queria.

Foi difícil, a pista estava escorregadia. Quantas pedras no meio do caminho. Não eram todos que aplaudiam. Alguns o olhavam com olhar de descrença, diziam: - Coitado, é um sonhador. Bolhas nos pés, tênis apertado, o suor escorrendo pelo rosto, a ladeira íngreme, e o dramático instante da dúvida: - Paro ou continuo? Uma decisão apenas sua. Alguns estavam caídos de cansaço e tédio. Havia ainda um longo caminho pela frente, e havia mais curvas do que retas. Alguém o animou - Força, cara. Alguém o provocou - E agora, cara? Alguém tripudiou - Larga disso, cara. Lembra? Você teve uma enorme vontade de ir embora, de pegar suas coisas e dizer: - Tchau mesmo, quero que tudo se lixe, pra mim chega, já dei minha cota, não tem mais jeito. E virar as costas à luta, à incompreensão, ao sacrifício. Você teve vontade de ir para uma ilha deserta onde vertessem leite e mel. Você olhou em frente. O horizonte era uma sombra parda. Mas mesmo nessa hora tensa, pelo sim pelo não, você não parou de correr. Talvez tenha diminuído o tamanho do passo, porque ninguém é de pedra e o coração da gente não pode ser medido com trena e compasso. Mas você não parou porque sabia que no meio da multidão havia um recado mudo aguardando a sua decisão. De sua decisão dependia a esperança de gente que você nem conhecia. Então você tomou um fôlego, abriu o peito, e com os pés no chão e os olhos lá na frente, mandou ver. Não importava tanto a colocação. Você lutava para construir a sua parte no edifício do destino. E foi seguindo. Sem perceber, arrastou com seu exemplo muitos que pensavam em ficar no meio do caminho. E você venceu. Você chegou onde queria. Ou você não venceu. Você não chegou onde queria. As coisas não deram certo, você tropeçou, havia um buraco, e outro buraco, e mais um buraco no chão feito de armadilha. Você caiu, rolou, ah, houve gente que riu! Alguém vaiou. Você não venceu. Você não chegou onde queria. Esfolou a pele, abriu ferida, em vez de estrelas o cobriu um manto cravejado de ridículo. O suor de seu rosto foi em vão. Em vão seus músculos latejaram. Tudo em vão. Apanhe seu embornal de mágoa, fique de mal com o mundo, abandone a pista. Você teve a tentação. Mas na multidão alguém esperava seu gesto de conquista. Vamos, rapaz, esfregue a perna. Levante os ombros. Não deixe que se apague o brilho dos seus olhos. Escute o bater abafado do coração que insiste. Você está vivo, e não está vivo à toa.

Você se levantou, se lembra? E a vaia lhe soou como sinfonia. Recomeçou a corrida e quando, por fim, você chegou - não em primeiro, como sonhava - mas chegou, o suor de seu rosto parecia purpurina. Todos pensavam que você estivesse satisfeito por haver chegado. Então você recolheu os retalhos de suas forças e perguntou: - Quando é que vamos disputar a próxima corrida?

E foi neste momento que você venceu e chegou onde queria.

(Autor desconhecido)

É meio grande, mas é muito motivador o texto.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Publicidade

  • Respostas 22
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Você venceu!

Você chegou onde queria.

Se lembra quando lhe disseram que a parada iria ser dura?

Muitos nem tentaram.

Muitos desistiram.

Muitos desanimaram.

Muitos falaram que não valia a pena.

Mas você chegou onde queria.

POw Show de Bola o Texto Leandro!!!!

Mais esse Primeiro verso aii parecia ateh com um Trecho da Autobiografia do Rubinho BArrichelo!!!!

Sem zuera ele tava ate lendo uma parte do livro q ainda ta escrevendo numa Entrevista no Esporte Espetacular!!!!

Show de Bola!!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Cara, eu não sei se o problema tá comigo, se é só eu que penso assim, o que quer que seja...

Não vou criar tópico pra falar sobre isso, vou só aproveitar o tópico do Leandro, já que tem basicamente o mesmo tema (motivação).

Basicamente o fato é que não consigo enxergar as coisas sobre essa ótica do pessoal do fórum (de que somos guerreiros, batalhadores, vencedores, lutadores, incompreendidos etc...).

Eu não travo nenhuma batalha: eu treino pura e simplesmente para o meu prazer, (e porque não dizer para o meu ego). Não é e nunca foi pra mim nenhum sacrificio sair de casa para treinar. Eu gosto de sentir a dor do treino (de verdade), de me ver subindo pesos, de melhorar minha aparência. Isso não é uma batalha pra mim, é meu prazer pessoal.

Eu não luto contra ninguem, pq ninguem opina na minha vida nem ninguem fala que eu não vou conseguir fazer alguma coisa. Pelo contrário, meus pais, amigos e namorada sempre me disseram que eu era capaz de tudo que eu quisesse, se eu tivesse determinação.

Eu não sou incompreendido pela sociedade, ou são tão incompreendido quanto pessoas que fazem coisas por prazer próprio. A incompreensão é um dos sentimentos mais humanos que existem. Eu mesmo não compreendo muitas pessoas nesse mundo, não posso esperar que todos me compreendam. Cada um tem sua motivação, e não cabe a ninguem nesse mundo compreender as motivação pessoais de cada um. A nossa única obrigação é aceitar as motivações dos outros como algo inerente à sua personalidade e a sua vida. Assim, pra todos que venham a achar o bodybuilding algo monstruoso, não os culpo, eles simplesmente não tem a visão que nós temos. Assim como eu acho teatro algo ridiculo (isso pq não tenho as mesmas opiniões de alguem que faz). Só precisamos respeitar as opiniões dos outros e eles respeitarem a nossa. O que quero dizer é: se alguém um dia me encher o saco falando que musculação é perda de tempo não me sentirei ofendido, vou dizer "Isso é a sua opinião pessoal. Respeite a minha de que musculação é importante e pronto".

Meus limites não são meus inimigos, e não é uma batalha ultrapassa-los. Se eu não consigo subir peso, é pq meu corpo não tá pronto, simplesmente isso. E ele pode não estar pronto por 1 milhão de motivos: saude, alimentação, treinamento, etc. Ultrapassar limites do corpo não é pra mim uma batalha, é um estudo: o que eu preciso fazer, como eu preciso fazer e quando eu preciso fazer. É QUASE uma ciência exata. Pra mim não há inimigos na musculação. Há fatores que eu tenho que aprender a lidar pra alcançar um objetivo.

Não me motivo por causa dos outros: quem desistiu, desistiu porque quis. Quem continuou, continuou porque quis. Minha motivação não vai mudar por causa dos outros. Não vou erguer mais peso amanhã porque fulano aumentou supino depois de 10 meses. Não vou me desmotivar pq beltrano desistiu de treinar após 12 anos consecutivos. Problema dele. E problema meu o que eu faço dentro da academia.

Essa é minha opinião pessoal sobre motivação galera, não toh desmerecendo ninguem. Cada um se motiva com o que quiser, cada um faz academia porque quer, cada um treina pelo seu motivo pessoal com seus objetivos. Eu só queria expressar as minhas motivações sobre academia, e dizer que tenho um pensamento bem diferente da galera daqui pelo jeito (e como eu disse, respeito a opinião de todos).

Treino pra mim não é batalha, nem sacrificio: é puro prazer, satisfação.

Não estou lutando, estou satisfazendo minhas necessidades.

Não vou vencer nunca: pq isso nunca vai ter fim.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...