Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Atenção: por conta de uma manutenção no servidor, e-mails do fórum demorarão (muito) mais do que o normal para chegar.

[help] Bioimpedancia X Dobras Cutaneas


junior_dnz

Posts Recomendados

Eai galera...seguinte:

Fui fazer uma avaliacao fisica na minha nova academia esta semana que passou...Pois bem, cheguei la, fui pra salinha de avaliaçao e tal, e o instrutor foi na secretaria uscar a papelada. Enquanto isso, eu dei uma olhada ao redor, e pra meu espanto, nao achei nenhum adipometro, apenas uma balança com umas bolinhas do tipo magneticas. Fiquei assustado.

Depois de um questionario sobre minha saude, antecedentes de doencas cardiovasculares e etc. o instrutor falou: Bom, vamos medir agora sua gordura corporal! (motivo real pelo qual eu estava ali)

Ai ele pegou aquela balança, colocou no chao e meu medo se confirmou: nao iria ter adipometro mesmo...

Ele fez todas as mediçoes, subi e desci da balança 3 vezes como manda a cartilha.

Depois, desconfiado, perguntei meio sem jeito: "Cara, essa balança ai funciona mesmo? Porque sempre fiz exames de gordura corporal com adipomtros."

Entao ele me respondeu que sim, que o metodo da bioimpedancia era ate mais preciso que o adipometro (3% de margem de erro) pois tinha margem de erro de 0.3% pra mais ou pra menos. E tambem disse que as balanças "do paraguai" que voce encontra em qualquer lojinha por ai nao sao precisas, que realmente nao prestam, mas que aquela era uma balança "profissional" e bla bla bla.

O fato mais intrigante, e que ele me disse que, pelo fato da biompedancia medir a % de gurdura total do corpo, incluindo gordura subcutanea, viceral e sanguinea, ela da resultados mais altos que as medidas com adipometro, que medem somente a gordura subcutanea. E que, por esse fato, as avaliacoes feitas com bioimpedancia davam resultados de 5 a 8 % mais altos que os feitos com o metodo das dobras cutaneas.

Ai que ficou minha duvida, pois minha ultima avaliacao, de 2 meses atraz, apontava 18% (dobras cutaneas). E nessa avaliacao por bioimpedancia de 18% tambem, e , seguinto a teoria dos 5 a 8% de diferenca, chutando por baixo, eu teria 13% de BF.

OBS: O exame e feito em jejum, no meu caso, acordei e fiz o exame. Sem nenhuma injestao de liquidos para que estes nao interfiram na mediçao.

Nao sou um profundo conhecedor dessa tecnica portanto fiquei meio confuso, gostaria da opiniao de voces, que devem saber mais do que eu, pra me ajudar a desenrolar essa historia rsrs

Obrigado desde ja...abraço!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Publicidade

Nossa caraaaaa!!!!

Eu fiz com um bagulho desse mano! Nem sabia! ashuusahuhsauhsauhsauhauhsauhsa

impedancia2.JPG

deu 20% de BF, então na verdade eu tinha uns 15~16%? Que magicooo!! *.*

essas dai acho que sao as "do paraguai" que ele se referiu aushauhsas

outra coisa, dei uma pesquisada, e vi que alguns lutadores de wrestling usam este metodo de bioimpedancia...coisa ruim nao deve ser...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O resultado da medida de body fat com o aparelho de bioimpedância é bem mais preciso que as dobras cutâneas. Eu noto uma oscilação para cima e para baixo de até 1%, mas acho que isso depende da marca do aparelho.

Então, o aparelho de bioimpedância é bom. Mas tem um porém: ou uns.

a) O resultado depende do seu estado de hidratação: se você toma mais água antes de medir, dará menos. Então, se quer pagar banca, toma um galão de água antes do teste, que diminui a medida de BF. Se fizer o teste depois do treino (você vai estar desidratado, com certeza), seu resultado será maior que o real.

B) O resultado depende de coisas que você tiver nos pulsos: um relógio, uma pulseira, uma corrente. Então, tire essas coisas. Em geral, objetos metálicos mudam sua impedância, e fazem parecer um body fat maior que o real. Por isso eu sugiro que tirem essas coisas dos braços antes do teste, ou o resultado será "overestimated".

c) Se houver resíduos de substâncias nas suas mãos (ou pés - depende do instrumento que for usar para medir), os resultados são alterados. Por isso, lavem muito bem as mãos (ou pés!) antes dos testes, e as seque muito bem também.

d) Não faça o teste com equipamento manual descalço em piso frio. Se o material do piso não é isolante, você vai parecer ter uma impedância diferente da sua impedância natural --> resultado errado.

Esqueci de dizer: se o sujeito já malha faz tempo, e tem uma quantidade de massa muscular "visivelmente" maior que a média, deverá usar o equipamento no modo atleta, e não no modo normal. Os colegas que relataram que tinham 20% no aparelho de bioimpedância ao invés dos 16% talvez não puseram atenção nisso, ou então o responsável pela avaliação física deu uma olhada no sujeito e pensou "bem, esse aí não vira...vou colocar modo normal pq não tem cara de atleta não" ou simplesmente esqueceu mesmo de mudar o modo. Há balanças baratas por aí com bioimpedância que não dão a opção entre modo normal e modo atleta, porque só fazem a medida em modo normal. Atleta não pode medir desse jeito, que dá uns 2% a 4% acima (eu já fiz o teste).

Outra coisa: entre uma medida com o aparelho eletronico e uma medida com o adipometro, eu fico com o aparelho eletronico. Se fizermos a conta dos 16% no adipometro do amigo, com um erro de 3%...isso dá qualquer coisa entre 13% e 19%!. O aparelho eletronico, se deu 20% (no modo correto - atleta ou normal, supomos), com um erro de 1% para cima ou para baixo, dá qualquer coisa entre 19% e 21%. Comparando as duas medidas, está mais fácil do amigo ter algo aí em torno de uns 19% de body fat, e não os 16% conseguido com o adipometro.

O método considerado "gold standard" para body fat é a balança hidráulica. Qualquer outro método tem um erro grande que o sujeito vai tem que comparar. Mas essa balança hidráulica não se vê muito aí pelo Brasil...então...

Bem, é isso.

Espero que ajude.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

O resultado da medida de body fat com o aparelho de bioimpedância é bem mais preciso que as dobras cutâneas. Eu noto uma oscilação para cima e para baixo de até 1%, mas acho que isso depende da marca do aparelho.

Então, o aparelho de bioimpedância é bom. Mas tem um porém: ou uns.

a) O resultado depende do seu estado de hidratação: se você toma mais água antes de medir, dará menos. Então, se quer pagar banca, toma um galão de água antes do teste, que diminui a medida de BF. Se fizer o teste depois do treino (você vai estar desidratado, com certeza), seu resultado será maior que o real.

B) O resultado depende de coisas que você tiver nos pulsos: um relógio, uma pulseira, uma corrente. Então, tire essas coisas. Em geral, objetos metálicos mudam sua impedância, e fazem parecer um body fat maior que o real. Por isso eu sugiro que tirem essas coisas dos braços antes do teste, ou o resultado será "overestimated".

c) Se houver resíduos de substâncias nas suas mãos (ou pés - depende do instrumento que for usar para medir), os resultados são alterados. Por isso, lavem muito bem as mãos (ou pés!) antes dos testes, e as seque muito bem também.

d) Não faça o teste com equipamento manual descalço em piso frio. Se o material do piso não é isolante, você vai parecer ter uma impedância diferente da sua impedância natural --> resultado errado.

Esqueci de dizer: se o sujeito já malha faz tempo, e tem uma quantidade de massa muscular "visivelmente" maior que a média, deverá usar o equipamento no modo atleta, e não no modo normal. Os colegas que relataram que tinham 20% no aparelho de bioimpedância ao invés dos 16% talvez não puseram atenção nisso, ou então o responsável pela avaliação física deu uma olhada no sujeito e pensou "bem, esse aí não vira...vou colocar modo normal pq não tem cara de atleta não" ou simplesmente esqueceu mesmo de mudar o modo. Há balanças baratas por aí com bioimpedância que não dão a opção entre modo normal e modo atleta, porque só fazem a medida em modo normal. Atleta não pode medir desse jeito, que dá uns 2% a 4% acima (eu já fiz o teste).

Outra coisa: entre uma medida com o aparelho eletronico e uma medida com o adipometro, eu fico com o aparelho eletronico. Se fizermos a conta dos 16% no adipometro do amigo, com um erro de 3%...isso dá qualquer coisa entre 13% e 19%!. O aparelho eletronico, se deu 20% (no modo correto - atleta ou normal, supomos), com um erro de 1% para cima ou para baixo, dá qualquer coisa entre 19% e 21%. Comparando as duas medidas, está mais fácil do amigo ter algo aí em torno de uns 19% de body fat, e não os 16% conseguido com o adipometro.

O método considerado "gold standard" para body fat é a balança hidráulica. Qualquer outro método tem um erro grande que o sujeito vai tem que comparar. Mas essa balança hidráulica não se vê muito aí pelo Brasil...então...

Bem, é isso.

Espero que ajude.

muito obrigado amigo, era de respostas assim que eu precisava...fiz a mesma pergunta no orkut e um outro cara me passou isso aqui:

1º bioimpedância é um exame com protocolo cheio de detalhes. um dos requisitos do protocolo é que a medição seja feita com o PACIENTE DEITADO e em respouso. portanto isso q vc fez NEM É BIOIMPEDÂNCIA pois fugiu ao protocolo.

.

2º bioimpedância MESMO é um pé no saco pq se vc tomar um copo dágua já vai dar diferença no resultado. se vc mijar antes, dá diferença também. por isso o protocolo é cheio de detalhes (que eu não sei quais são todos eles)

.

3º um outro aspecto do protocolo de bioimpedância é que é necessário ter eletrodos NOS PÉS E NAS MÃOS. mais uma vez, foi quebrado o protocola nessa medição q vc fez. essas balanças q medem apenas com eletrodos nos pés passam a medição apenas nas pernas, e a baseado nos dados faz uma ESTIMATIVA do resto do corpo. portanto esse tipo de balança q vc usou faz uma ESTIMATIVA da gordura e não uma MEDIÇÃO. isso não depende da marca da balança (as melhores são as TANITA e mesmo assim não vale a pena nem tentar)

Pois bem, levando em conta que meu exame foi feito com aparelho apenas nas pernas, eu ja teria quebrado um dos protocolos...e quanto a resposta, vou dar a mesma que dei no orkut:

quanto ao exame, eu fiz ele totalmente em jejum e sem ingestao nenhuma de liquidos...

acredito que ate hoje entao eu nao saiba quanto eu tenho, ao menos por perto, de BF%. Porque os exames que eu fiz com adipometro eram tiradas apenas 3 medidas, sendo que eu pesquisei esses dias e vi que o padrao e com 7 medidas se nao me engano...

qual seria o especialista que faz esse tipo de exame com adipometro? (estou cansado de instrutores mal informados, nao que todos sejam, mas ate agora todos que conheci o sao)

valeu!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Esse sujeito que te passou a informação no orkut está pelo menos uns 10 anos atrasado. As equações de impedância podem ser deduzidas com eletrodos em partes localizadas do corpo. Atualmente é feito assim. Antigamente, como há 10 anos atrás, era da forma que seu conhecido falou. O cara do orkut está muito por fora. As medidas por impedância evoluíram muito. Muitíssimo.

O método das dobras cutâneas (o adipometro) depende de um monte de coisa, até da marca do compasso. Então...

Portanto, esse quesito do protocolo você não quebrou.

A sensibilidade não é tão alta a um ponto de um copo de água fazer diferença. Quem usa sempre esse método (eu, semanalmente), sabe que não é assim.

O que aprendi que ajuda:

a) Se puder estar em jejum (de 10h) encontrará um valor muito real

B) Mãos ou pés limpos e secos.

c) Nada de pulseira nos braços e colar no pescoço.

d) Antes do treino (porque o treino vai te desidratar, e dar a impressão que você tem mais bf que o real).

O adipômetro não é melhor que os aparelhos de impedancia, desde que você ponha atenção nessas coisas. Outra coisa que ajuda: meça em sequencia (umas tres vezes) e fique com a medida do meio (por exemplo, se mediu 13,5, 14,0 e 15,0) considere 14.0 como valor verdadeiro.

Confia na medida do aparelho eletrônico. É boa. Mas tome os cuidados devidos.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

parece que eu fiz tudo certo...

no dia eu acordei e fui fazer a avaliacao, ou seja, deu mais de 10 horas...

tambem nao tinha pulseiras nem correntes...

e o avaliador mediu 3 vezes, porem nao vi qual resultado ele considerou...

Agora, quanto ao fato de, o adipometro medir apenas a gordura sub-cutanea e impedancia medir a gordura total, quer dizer que se num teste, a 2 meses atraz, eu estava com 18% no adipometro, e agora mediu 18% na impedancia, tem como fazer esse tipo de comparacao? ou e impossivel?

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 anos depois...

Sem querer eu descobri que minha balança trabalha com bioimpedancia, to rindo a toa aqui.........show de bola!

Para ficar show só se meu BF fosse menor.............marcou 22,5%.............chorei!

Para quem interessar é da marca Plenna, modelo lumina, igual a foto:

arquivoexibiraspx.jpg

Uploaded with ImageShack.us

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    • Nenhum usuário registrado visualizando esta página.
×
×
  • Criar Novo...