Ir para conteúdo
Fórum Hipertrofia
  • Cadastre-se
Clique aqui
Entre para seguir isso  
Linw

Creatina e a Queda Capilar

Avalie este tópico:

Posts Recomendados

Creatina e a Queda Capilar

 

===> Antes de mais nada, gostaria dizer que nada aqui é cientificamente comprovado, e sim apenas uma experiência para tentar mostrar a relação entre a creatina e o DHT. <===

 

DHT

O DHT, ou dihidrotestosterona, é um hormônio produzido pelo próprio corpo e sintetizado nas glândulas adrenais, testículos, próstata e fólicos capilares pela enzima 5a-redutase, através da redução da ligação dupla 4,5.  Ou seja, homens que são sensíveis ao DHT tendem a perder cabelo porque o hormônio impede que nutrientes cheguem aos fólicos capilares.

 

Creatina:

Como muitos já estão "carecas" de saber (não pude perder a piada hahah) , a creatina é um composto de três aminoácidos: Arginina, Glicina e Metionina; originalmente sintetizada no fígado e no pâncreas, presente nas fibras musculares e no cérebro. Através da enzima Creatina ocorre a transferência do grupamento fosfato da creatina para o ADP, produzindo assim ATP, e também transportando energia produzida na mitocôndria para o citoplasma.

 

- O experimento:

 

Tese: Três semanas de suplementação com creatina monohidratada afetou a relação de dihidrotestosterona (DHT) para testosterona em jogadores profissionais de rugby.

 

Grupo 1: 25 gramas de creatina monohidratada nos primeiros 7 dias (saturação) + 5 gramas nos 14 dias seguintes (manutenção).

Grupo 2: Somente utilizou placebos.

 

Resultados:

Grupo 1:  Noticiou-se um aumento de 56% nos níveis de DHT após a primeira semana de saturação (25g por dia), caindo para 40% nas duas semanas seguintes quando foi feita apenas a manutenção (5g por dia).

Grupo 2: Não apresentou resultados e mudanças significativas.

 

**Considerações finais: 

  1. O estudo foi feito com os jogadores fazendo a saturação da creatina, algo que muitos apontam ser completamente desnecessário e podendo ser prejudicial. Os resultados provavelmente seriam bem diferentes se esta tivesse sido administrada em doses regulares e consideradas seguras (3~5 gramas diárias).
  2. Há apenas um estudo prático realizado em grupo (pelo menos até onde sabemos) sobre a relação da creatina e o dht.
  3. Nada foi comprovado, mas é algo a se avaliar. Se você tem pré-disposição a calvície, melhor administrar com cuidado a creatina. 
  4. Não sou médico nem especialista no assunto, estou apenas compartilhando o estudo que eu li, e achei interessante.

 

Obrigado a todos que leram, um abraço, e bons treinos. 

Fonte:https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19741313

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

Muito bom cara, já tinha lido a respeito, mas não tinha a fonte. Obrigado pela informação.

Muito bom cara, já tinha lido a respeito, mas não tinha a fonte. Obrigado pela informação.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Creatina é um composto de aminoácidos e não uma enzima como referido no texto. E enzima responsável pela transferência dos fosfatos para a adenosina difosfato (ADP) é a creatinafosfoquinase (ou simplesmente creatinaquinase).

Não vejo relação alguma entre aumento de ATP e DHT, acredito que é mais provável haja alguma alteração hormonal devido ao desempenho aumentado nas atividades físicas do que um efeito direto da creatina.

 

Bom tópico para discussões.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sendo sincero o artigo é bem simplório, a pesquisa foi feita na África do Sul ainda e não fala o tamanho do grupo amostra usado. No final do artigo, ele ainda se contradiz, dizendo que "os mecanismos de ação da creatina não são completamente compreendidos para uso a longo prazo, especialmente em relação ao DHT". O grande lol é que o artigo foi escrito em cima de uma análise de um grupo teste que foi observado por 3 míseras semanas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso nem deveria ser chamado de artigo científico de tão tosco que é. Apresenta inúmeros erros, não fala qual a marca ou origem da creatina e esse pobre delineamento estatístico não pode ser utilizado para produzir conclusões.

Creatina para teste científico tem que ser de marcas amplamente testadas e analisadas no meio científico. Se ele não colocou aí muito provavelmente comprou uma creatina contaminada proposidamente com um esteroidezinho para dar aquele "UP" nos consumidores.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sou estatístico por formação e como não há informações referentes à amostragem da população não dá para tomar esse estudo como representativo e/ou válido cientificamente, a amostra pode ser simplesmente insuficiente ou enviesada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...