Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui
Entre para seguir isso  
Vecchio

Deficit calórico semanal funciona?

Avalie este tópico:

Posts Recomendados

Alguém tem por objetivo eliminar gordura e opta por cumprir com uma dieta cuja meta de deficit seja semanal ao invés de deficit diário.

 

O objetivo é também atingido?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

Funcionar funciona, mas é menos eficiente e mais difícil de se seguir esse tipo de dieta, sem contar que é menos saudável do que uma dieta restritiva convencional.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Interessante ponto de vista, mas supondo que durante a semana eu coma durante 5 dias acima do gasto calórico diário, e nos outros 2 dias eu opte por compensar, certamente não é saudável ao organismo. Meta de 17000 kcal semana, comendo 3000 kcal durante 5 dias e nos outros 2 comendo 1000 kcal dia para alcançar o saldo semanal total,  se torna inviável e não tão eficiente. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
46 minutos atrás, Vecchio disse:

Alguém tem por objetivo eliminar gordura e opta por cumprir com uma dieta cuja meta de deficit seja semanal ao invés de deficit diário.

 

O objetivo é também atingido?

amigo, tu comendo de 300kcal a 500kcal abaixo das calorias de manutenção, já é um deficit calórico que vai te trazer resultados. não recomendo fazer isso durante mais de umas 2 semanas, volta e meia sobe umas 200 calorias pra diminuir o deficit e enganar o corpo, dai fica mais difícil tua taxa metabólica diminuir. quando restringimos calorias, o corpo diminui produção de hormônios também, (por exemplo, os da tireoide - T3 e T4, o LH/FSH, precursor da testosterona e o último da espermatogênese). emagrecer vai "contra" a natureza do corpo, se não fosse assim, não estocariamos gordura...apesar de que raros indivíduos queimam gordura mesmo com grandes quantidades calóricas.

 

Do ponto de vista estético, parece interessante...mas causa uma certa bagunça hormonal, por isso que volta e meia tu vai precisar ver se não está comendo abaixo do teu BMR. eu aconselho a fazer deficit diário, minha opinião. se puder queimar calorias com um pedometro (tem até no tênis, tem uns que vem acoplados) e não quiser cortar tanto na alimentação, também está valendo.

 

usa esse site se quiser, aqui tem informações sobre cutting, bulking, BMR, etc  https://tdeecalculator.net/  

enfim, dieta hipocalórica é por si só uma restrição alimentar...mas há algumas pessoas que advogam a favor do uso de refrigerante zero, café preto, pra não "surtar" e não ficar só bebendo água e chá, isso é muito Mr. Miyagi pro meu gosto.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Caros colegas, eu agradeço-lhes o retorno.

 

Se puderem referenciar algum estudo em que o deficit diário se mostrou superior ao deficit semanal eu agradecerei. Caso não haja, algum relato pessoal, com fotos.

 

Do contrário ficará muito "minhas opiniões" vs "suas opiniões" e, juntos, chegaremos a lugar algum.

 

Calculadoras, secreções hormonais, dias em superavit vs dias em deficit, etc, etc, seriam, todos, elementos variáveis-alvo de nossas discussões.

 

Só pra rebater uma destas variáveis, desenvolvida à la espantalho*, de alguém que passe cinco - isso mesmo, alguém escreveu cinco dias - dias em superavit e queira compensar nos dois dias restantes. Caso tal pessoa queira, terá zero efeito sobre o organismo, uma vez que um ser humano, hidratado e com o devido aporte de vitaminas e sais minerais, possa passar muito mais do que 48 horas em jejum**.

 

Face ao exposto, provoco os amigos a refletirem acerca do seguinte: para eliminar gordura, conforme o objetivo apresentado apresenta, sem a preocupação de hipertrofia (que eu suponho que seja o que lhes incomoda), o deficit semanal funciona ou não?

 

*falácia do espantalho: quando você exacerba um argumento pra sombrear a hipótese a ser refutada ao ponto de cometer algum absurdo. Neste caso, alguém cujo objetivo seja o de perder gordura, iria querer passar cinco de sete dias da semana comendo mais do que o seu GCD e ainda iria esperar alguma diminuição de peso corporal no sétimo dia.

 

**Brad Pillon em seu "Eat Stop Eat" cita um estudo antigo onde um cabra passou algo como 90 dias sem comer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
30 minutos atrás, Vecchio disse:

Caros colegas, eu agradeço-lhes o retorno.

 

Se puderem referenciar algum estudo em que o deficit diário se mostrou superior ao deficit semanal eu agradecerei. Caso não haja, algum relato pessoal, com fotos.

 

Do contrário ficará muito "minhas opiniões" vs "suas opiniões" e, juntos, chegaremos a lugar algum.

 

Calculadoras, secreções hormonais, dias em superavit vs dias em deficit, etc, etc, seriam, todos, elementos variáveis-alvo de nossas discussões.

 

Só pra rebater uma destas variáveis, desenvolvida à la espantalho*, de alguém que passe cinco - isso mesmo, alguém escreveu cinco dias - dias em superavit e queira compensar nos dois dias restantes. Caso tal pessoa queira, terá zero efeito sobre o organismo, uma vez que um ser humano, hidratado e com o devido aporte de vitaminas e sais minerais, possa passar muito mais do que 48 horas em jejum**.

 

Face ao exposto, provoco os amigos a refletirem acerca do seguinte: para eliminar gordura, conforme o objetivo apresentado apresenta, sem a preocupação de hipertrofia (que eu suponho que seja o que lhes incomoda), o deficit semanal funciona ou não?

 

*falácia do espantalho: quando você exacerba um argumento pra sombrear a hipótese a ser refutada ao ponto de cometer algum absurdo. Neste caso, alguém cujo objetivo seja o de perder gordura, iria querer passar cinco de sete dias da semana comendo mais do que o seu GCD e ainda iria esperar alguma diminuição de peso corporal no sétimo dia.

 

**Brad Pillon em seu "Eat Stop Eat" cita um estudo antigo onde um cabra passou algo como 90 dias sem comer.

acho que tu tá entrando muito no mérito científico, o que não é errado (não estou te criticando negativamente), mas o corpo humano trabalha com outro fator, o chamado "individualidade biológica" e "gasto calórico diário", que pode ser até aumentado fazendo qualquer coisa... (subir escadas, falar horas no telefone, dançar, cantar, ou seja, o famoso NEAT, como os americanos chamam.)

 

tu restringindo calorias, como tu vai calcular ou não, realmente não importa. se tu quer fazer método A, B ou C, não importa, o que importa é que no fim da semana tu tenha obtido o mesmo que diariamente. se tu quer fazer que nem o  michael phelps ou o dean karnazes  que queimam horrores de calorias por dia, também vai resultar em emagrecimento. o que tu não pode ou não deveria fazer, é uma restrição muito abaixo do teu BMR, porque existe o "starvation mode", que tem gente que se recusa a acreditar. se tu fica muito depletado de macronutrientes, tua taxa metabólica diminuirá.

 

jejum prolongado de 48 horas eu acho loucura, tua curva do cortisol vai lá em cima fazendo isso. sem falar que há risco de hipoglicemia pós prandial entre outros problemas...vai haver uma descarga de noradrenalina, tu provavelmente não vai conseguir dormir, porque teu corpo vai querer te manter acordado...a não ser que tu te dope de remédios, dai é outra história. se eu fosse pensar em termos de jejum, não passaria de 24 horas e faria no máximo do máximo 1 vez por semana, tomando café preto pra aguentar. ainda assim não estou recomendando, pois sei que tem pessoas que são contra essa prática.

 

não acho legal fazer uma refeição por dia, nem sempre o corpo interpreta aquela "fome" durante o dia como "oba, baixou a insulina, vou queimar gordura". ele pode interpretar da seguinte forma: "não tá entrando alimento? ok, vou queimar pouca gordura". acho que não deveria dar intervalos maiores do que 3 ou 4 horas sem comer, não recomendo. igual, cara....essa é minha opinião e tô querendo te ajudar, não é de hoje nem do ano passado que eu venho estudando sobre isso, tu tem direito de coletar informações de vários sítios e ponderar da maneira que tu achar melhor pra ti.

 

90 dias sem comer, ok...vamos supor que seja verdade, mas imagina o quadro de saúde desse indivíduo dia após dia? o que adianta eliminar gordura se vai baixar os hormônios do cara? a primeira coisa que vai acontecer é o LH ir lá pro chão, basta fazer um exame de sangue e constatar. não precisa nem esperar 90 dias...sou contra essas loucuras, mas se tem quem goste, não vou nem falar nada.    

Editado por matheuskr (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
41 minutos atrás, Vecchio disse:

 

 

Só pra rebater uma destas variáveis, desenvolvida à la espantalho*, de alguém que passe cinco - isso mesmo, alguém escreveu cinco dias - dias em superavit e queira compensar nos dois dias restantes. Caso tal pessoa queira, terá zero efeito sobre o organismo, uma vez que um ser humano, hidratado e com o devido aporte de vitaminas e sais minerais, possa passar muito mais do que 48 horas em jejum**.

 

 

*falácia do espantalho: quando você exacerba um argumento pra sombrear a hipótese a ser refutada ao ponto de cometer algum absurdo. Neste caso, alguém cujo objetivo seja o de perder gordura, iria querer passar cinco de sete dias da semana comendo mais do que o seu GCD e ainda iria esperar alguma diminuição de peso corporal no sétimo dia.

 

 

 

Então, como seria a  estruturação da sua redução de sado calórico total semanal ?? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
44 minutos atrás, matheuskr disse:

...

"individualidade biológica" e "gasto calórico diário"

...

 

 

Ou seja, se eu fizer um experimento n=1, de 30 dias, com 2250 kcal diárias onde nos dias 1, 2 e 3 eu consuma, por exemplo, respectivamente, 3000, 1900 e 1850 (o que geram exatos 3 x 2250 kcal) será de valia para o fórum em termos de uma experiência pessoal?

8 minutos atrás, aprendizado disse:

 

Então, como seria a  estruturação da sua redução de sado calórico total semanal ?? 

 

resposta foi dada no texto acima

Editado por Vecchio (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
11 minutos atrás, Vecchio disse:

 

Ou seja, se eu fizer um experimento n=1, de 30 dias, com 2250 kcal diárias onde nos dias 1, 2 e 3 eu consuma, por exemplo, respectivamente, 3000, 1900 e 1850 (o que geram exatos 3 x 2250 kcal) será de valia para o fórum em termos de uma experiência pessoal?

 

 

Entre tanta variáveis, e algo a ser experimentado, proporcionado algum resultado que poder ou não ser satisfatório.

Como no caso hipotético descrito por mim, você achou um total absurdo, claro não deixa de ser, porém quis demostrar que naquele caso em especifico tais medidas para alcançar o objetivo fim são  ( ineficazes, inviáveis e  prejudicial ao organismo).

Agora estou a esperar o resultado de sua experiência ao finalizar seu experimento, sendo de relevância o resultado final.  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, aprendizado disse:

Entre tanta variáveis, e algo a ser experimentado, proporcionado algum resultado que poder ou não ser satisfatório.

Como no caso hipotético descrito por mim, você achou um total absurdo, claro não deixa de ser, porém quis demostrar que naquele caso em especifico tais medidas para alcançar o objetivo fim são  ( ineficazes, inviáveis e  prejudicial ao organismo).

Agora estou a esperar o resultado de sua experiência ao finalizar seu experimento, sendo de relevância o resultado final.  

 

Não é exatamente um experimento novo.

 

Mauro Di Pasquale em sua "Dieta Metabólica", já fornece como exemplo casos de dietas com deficits semanais. Porém, no caso em que ele cita no livro, há a intenção de causar esta variabilidade para criar "confusão" nos set points do organismo.

 

Já no meu caso eu prevejo dois casos em que haja essa variação diária:

  • cardápio de porta de geladeira: uma vez fixadas as quantidades presentes em um dado cardápio, a carne, no meu caso, seria a principal fonte de variação diária; e
  • No entanto, num belo dia em que eu queira "me presentear" com um misto quente no final da noite, isso iria também afetar o saldo diário, assim como os macros

 

Em resumo, o quão maior seja "o presente", maior seria "o castigo" no dia seguinte.

 

Enfim, estou bem curioso pra ver no que isso irá resultar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Zkx973 disse:

Já tentei mas só piora as coisas. Tentar compensar as gordices com déficit grande no dia seguinte piora tudo no médio prazo. A compulsão bate.

 

E você acha que eu não sei disso omi? A questão principal é a seguinte: cabe a cada um de nós provarmos que somos responsáveis pelos prejuízos que causamos.

 

Exemplo: sabe aqueles virais onde alguém apreende um veículo e o cara resolve quebrar o carro todo? Pois é. No final das contas ele paga também pelo prejuízo na via pública que venha a causar. Oras bolas, se temos de pagar por nossas extravagâncias para terceiros, porque nós mesmos não nos damos também a nós mesmos este direito?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, Vecchio disse:

"confusão" nos set points do organismo.

 

Achei interpresante esse ponto, vou ler posteriormente sobre.  

 

6 minutos atrás, Vecchio disse:

 

Em resumo, o quão maior seja "o presente", maior seria "o castigo" no dia seguinte.

 

Enfim, estou bem curioso pra ver no que isso irá resultar.

Aguardamos seus relatos sobre os resultado alcançados 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
39 minutos atrás, Vecchio disse:

 

Ou seja, se eu fizer um experimento n=1, de 30 dias, com 2250 kcal diárias onde nos dias 1, 2 e 3 eu consuma, por exemplo, respectivamente, 3000, 1900 e 1850 (o que geram exatos 3 x 2250 kcal) será de valia para o fórum em termos de uma experiência pessoal?

 

resposta foi dada no texto acima

de maneira lacônica, onde houver menos energia do que o organismo gasta, o corpo entra em lipólise, ele precisa usar algo como fonte de energia e tu está dando pouca energia pra ele, dai há mobilização maior de gordura, isso dai qualquer um já sabe... não tem um calculo matemático específico pra isso, se tivesse seria o mesmo pra todas as pessoas. existe uma estimativa... a grande sacada aqui é nunca comer sempre a mesma quantidade calórica, achando que vai emagrecer mais desse jeito...na verdade, as vezes um deficit muito grande de calorias, restringe a perda de gordura de modo deletério. por isso muitas dietas hipocalóricas falham, as pessoas ficam inventando de comer 800kcal por dia durante 1 mês e acham que o corpo não padece com isso. acho que no lugar de tu usar esse método em ti mesmo, tu deveria tentar um approach diferente sempre.

 

eu não entendi exatamente se tu quer que alguém comprove que esse deficit semanal funciona, acredito que esse seja o porquê do teu tópico...não posso te garantir que vai funcionar exatamente igual ao deficit diário, porque sinceramente sabe-se lá deus quando o corpo está queimando gordura, eu não sei a hora exata...isso dai de "ah, no momento em que baixa a insulina". se fosse assim, o pessoal iria tomar metformina, baixar a glicose de propósito, a liberação de insulina iria despencar e o emagrecimento ocorreria de maneira quase instantânea. imagina os riscos pra quem não é hiperglicêmico, de administrar um fármaco que diminui a glicose...eu não vou nem pesquisar, porque sei que tem inúmeras pessoas que devem usar metformina pra esses fins, por conta e risco. 

 

 

de maneira grotesca, a insulina é um hormônio que o pâncreas secreta pra jogar a glicose pra dentro da célula...se não tem glicose suficiente, a produção de insulina não está no seu ápice e se sabe "hoje em dia" que pra haver queima de gordura, precisa-se que a insulina não esteja a todo vapor, por isso presume-se que seja na janela de intervalo alimentar que ocorra a queima de gordura. teria que conversar com um doutorando em bioquímica ou ou endocrino pra ter uma resposta mais válida nesse quesito. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, matheuskr disse:

de maneira lacônica, onde houver menos energia do que o organismo gasta, o corpo entra em lipólise, ele precisa usar algo como fonte de energia e tu está dando pouca energia pra ele, dai há mobilização maior de gordura, isso dai qualquer um já sabe... não tem um calculo matemático específico pra isso, se tivesse seria o mesmo pra todas as pessoas. existe uma estimativa... a grande sacada aqui é nunca comer sempre a mesma quantidade calórica, achando que vai emagrecer mais desse jeito...na verdade, as vezes um deficit muito grande de calorias, restringe a perda de gordura de modo deletério. por isso muitas dietas hipocalóricas falham, as pessoas ficam inventando de comer 800kcal por dia durante 1 mês e acham que o corpo não padece com isso. acho que no lugar de tu usar esse método em ti mesmo, tu deveria tentar um approach diferente sempre.

 

eu não entendi exatamente se tu quer que alguém comprove que esse deficit semanal funciona, acredito que esse seja o porquê do teu tópico...não posso te garantir que vai funcionar exatamente igual ao deficit diário, porque sinceramente sabe-se lá deus quando o corpo está queimando gordura, eu não sei a hora exata...isso dai de "ah, no momento em que baixa a insulina". se fosse assim, o pessoal iria tomar metformina, baixar a glicose de propósito, a liberação de insulina iria despencar e o emagrecimento ocorreria de maneira quase instantânea. imagina os riscos pra quem não é hiperglicêmico, de administrar um fármaco que diminui a glicose...eu não vou nem pesquisar, porque sei que tem inúmeras pessoas que devem usar metformina pra esses fins, por conta e risco. 

 

 

de maneira grotesca, a insulina é um hormônio que o pâncreas secreta pra jogar a glicose pra dentro da célula...se não tem glicose suficiente, a produção de insulina não está no seu ápice e se sabe "hoje em dia" que pra haver queima de gordura, precisa-se que a insulina não esteja a todo vapor, por isso presume-se que seja na janela de intervalo alimentar que ocorra a queima de gordura. teria que conversar com um doutorando em bioquímica ou ou endocrino pra ter uma resposta mais válida nesse quesito. 

 

A coisa é mais simples que isso.

 

Repare, por favor, no exemplo que dei onde 2250 kcal diárias são atendidas em três dias de formas diferentes (3000, 1900, 1850 kcal), onde a variável acaso seja o principal fator atuante: "hoje eu falhei porém, amanhã e depois de amanhã repararei a falha e, no final, tudo corra conforme o previsto".

 

O deficit diário é melhor que o semanal? Aposto um time de futebol de botão que sim. A questão principal é: "o forista do hipertrofia é sujeito a falhas"; em outras palavras, "o mano dos teclados é aquele que tá lendo essa conversa e tá mamado de vodka e, mesmo assim, quer botar o shape". Há diversas outras formas de se escrever çaporra.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Funcionar funciona....basicamente é o que os Competitive Eaters usam pra fazer os desafios sem engordar.

Se é o melhor a fazer, ai já naum sei....EU prefiro fazer um deficit diário onde consiga controlar a fome. Tentar fazer dias muito restritos em um cutting pode acabar gerando uma compulsão. E muita gente tenta compensar essas calorias nos dias seguintes e acabam jacando de novo....

O Corbucci Eats (Competitive Eater) fez um podcast com o Bottura, ele falou que a semana dele é bem complicada, que ele passa fome para poder fazer os desafios.

Naum consigo ver isso como um estilo de vida sustentável. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
31 minutos atrás, SaBiih disse:

Funcionar funciona....basicamente é o que os Competitive Eaters usam pra fazer os desafios sem engordar.

Se é o melhor a fazer, ai já naum sei....EU prefiro fazer um deficit diário onde consiga controlar a fome. Tentar fazer dias muito restritos em um cutting pode acabar gerando uma compulsão. E muita gente tenta compensar essas calorias nos dias seguintes e acabam jacando de novo....

O Corbucci Eats (Competitive Eater) fez um podcast com o Bottura, ele falou que a semana dele é bem complicada, que ele passa fome para poder fazer os desafios.

Naum consigo ver isso como um estilo de vida sustentável. 

 

Suponha um universo maravilhoso, onde você bata diariamente 2250 kcal, 180 g de proteínas, 90 g de gorduras totais e 180 g de carboidratos.

 

Aí, deixando o dia rolar de acordo com o que as oportunidades lhe permitam, você ultrapassa ou não alcança tais macros ou tal total consumo calórico. Isso significa que nos dois dias que se sigam, você será abraçado pelo próprio asmodeu ou possa manipular deficit e macros de uma forma tal que possa fechar o saldo calórico médio desejado e até mesmo os macros médios desejados?

 

Sabiih, se çaporra der certo, isto seria a solução para muitos compulsivos, já que eu, você e muita gente velha deste fórum sabe que um jejum de 20 horas não gera perdas pra ninguém.

Editado por Vecchio (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu acho q seria interessante tentar se vc estivesse disposto a isso.

Mas tenho uma sugestão, ao invés de ir diminuindo as calorias nao seria melhor aumentar? acho mais seguro começar com o déficit maior e terminar a semana com as calorias mais altas pq em termos de vc consumir muito em um dia e tentar compensar nos proximos é algo mais arriscado de se conseguir, nao acha?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, sxils disse:

Eu acho q seria interessante tentar se vc estivesse disposto a isso.

Mas tenho uma sugestão, ao invés de ir diminuindo as calorias nao seria melhor aumentar? acho mais seguro começar com o déficit maior e terminar a semana com as calorias mais altas pq em termos de vc consumir muito em um dia e tentar compensar nos proximos é algo mais arriscado de se conseguir, nao acha?

 

Meu anjo, minha querida sxils, "a vida" seria o grande norte para o dia a dia.

 

Para um compulsivo, começar o dia com tudo certinho, tipo almoço, lanche e janta e, no final do dia, abusar da ceia e destruir em poucos minutos tudo o que construiu, é algo que faz tal pessoa sentir-se um camundongo.

 

Logo, eu desconfio que, se der certo uma estratégia como essa, muito gordo(a) "em modo ninja" irá se sentir motivado a sair da situação em que se encontra pra outra melhor. E eu te confesso que sou o cara mais foda do fórum pra proporcionar tal transformação a todos que queiram aceitar tal desafio.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 horas atrás, Vecchio disse:

 

Suponha um universo maravilhoso, onde você bata diariamente 2250 kcal, 180 g de proteínas, 90 g de gorduras totais e 180 g de carboidratos.

 

Aí, deixando o dia rolar de acordo com o que as oportunidades lhe permitam, você ultrapassa ou não alcança tais macros ou tal total consumo calórico. Isso significa que nos dois dias que se sigam, você será abraçado pelo próprio asmodeu ou possa manipular deficit e macros de uma forma tal que possa fechar o saldo calórico médio desejado e até mesmo os macros médios desejados?

 

Sabiih, se çaporra der certo, isto seria a solução para muitos compulsivos, já que eu, você e muita gente velha deste fórum sabe que um jejum de 20 horas não gera perdas pra ninguém.

Em teoria sim.

Tanto que o próprio Corbucci comenta que ele fica em déficit X por dia para cada desafio.

Por exemplo: O GCD dele é 4k dia, ele consome 2000-2500 kcals durante 6 dias na semana e durante o desafio ele manda 15.000 kcal. Assim, o estrago seria basicamente compensado.

Outro ponto que ele comenta é que quando o corpo recebe muitas calorias de uma vez, boa parte não é absorvida e "sai direto".

Novamente, não tenho dúvidas que para estética/desempenho isso não é nem de perto "optimal", porém, para manter o controle do peso sem dúvidas funciona.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...