Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui
Entre para seguir isso  
eduardojsilvajr

Queima de gordura localizada - uma solução??

Avalie este tópico:

Posts Recomendados

Fala ae galera, todo mundo que começa a malhar tem o sonho de "queimar só aquela gordurinha" localizada e todos nós aqui já cansamos de responder para os novatos que na verdade a gente tem que baixar o BF de maneira geral e que um bom Sixpack se constrói na cozinha.

 

Mas e se for possível "ajudar" o nosso corpo a queimar a gordura no lugar que a gente quer?? eu por exemplo, to em cutting e minha paturrilha está vascularizando mas o abs continua com dobra...

 

Um grupo de pesquisa italiano publicou o seguinte artigo: Effect of combined resistance and endurance exercise training on regional fat loss.(https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28497942)

 

onde resumindo um pouco a metodologia: eles pegaram dois grupos de mulheres: o primeiro grupo fazia uma rotina de Upper seguida de 30 min de cardio(leve), já o segundo grupo fazia um rotina de Lower seguida dos mesmos 30 min de cardio. ao final de 8 semanas o ambos os grupos perderam peso, mas(PULO DO GATO) o grupo que fazia a série UPPER queimou muito mais gordura em na parte superior do corpo assim como o grupo que malhou LOWER queimou muito mais gordura na parte inferior do corpo. Ou seja, esse estudo mostra que é possível sim queimar gordura de maneira localizada!

 

Mas porque isso funciona????? Nesse vídeo do Jeff Nippard ele faz uma avaliação desse estudo(onde eu descobri isso) e apresenta uma teoria mas é todo em inglês... segue um breve resumo

 

O treinamento resistivo ativa maior circulação sanguínea no local treinado o que leva a uma maior ativação das reservas de triglicerídeos (tecido adiposo) daquela região, ou seja, o corpo vai disponibilizar na corrente sanguínea moléculas de gordura que vieram de uma certa região do corpo. Começando um cárdio LEVE após o treino com pesos você favorece o uso do seu sistema aeróbico, conforme explicado pelo @Schrödinger num post recente dele, onde a matéria prima é gordura e oxigênio. Logo seu corpo vai queimar primeiro as moléculas de gordura que já estão na corrente sanguínea.

 

Lembrando que nada adianta tentar queimar gordura localizada sem estar em um déficit calórico!!!

 

 

Resumo, se quer queimar gordura localizada:

1º - Entre em déficit calórico

2º - faça algumas séries de exercícios da região que quer queimar gordura

3º - faça cárdio logo em seguida.

 

 

Editado por eduardojsilvajr (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

19 minutos atrás, eduardojsilvajr disse:

.Ou seja, esse estudo mostra que é possível sim queimar gordura de maneira localizada!

 

Não é exatamente isso. O estudo mostra que, em pessoas sedentárias, é possível perder mais gordura em uma região grande do corpo (quadril para cá) do que em outra região grande do corpo (quadril para baixo).

 

Mesmo considerando que o estudo seja válido em qualquer situação, é importante tentar quantificar essa perda de gordura a mais.

 

Digamos que toda a perda de peso seja proveniente da região (superiores ou inferiores) que foi treinada (isso não vai acontecer; se o aeróbico for uma corrida, por exemplo, em poucos minutos você terá exercitado bastante as pernas, isso aumentará o fluxo sanguíneo e o consumo de triglicerídeos desta região; isso sem contar o uso de triglicerídeos que já estão dentro das células musculares - estes serão preferencialmente utilizados e serão repostos pelos acidos graxos que estão na corrente sanguínea).

Um aeróbico leve vai te fazer consumir umas 300-350 kcal em 30 minutos (mais se você for mais pesado, menos se for mais leve). Isso equivale a cerca de 35g de gordura.

 

Fazendo esse aeróbico todos os dias, vai equivaler a 1 kg de gordura a mais por mês. 

 

Sendo realista, talvez você faça esse aeróbico dia sim, dia não; assim, seria uma perda de 0.5 kg de gordura por mês. E nem tudo será de só uma região do corpo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 minutos atrás, mpcosta82 disse:

em pessoas sedentárias,

isso é verdade, o estudo foi feito com mulheres sedentárias.

 

A perda de peso foi no corpo todo @mpcosta82 mas foi mais acentuada nas regiões treinadas. 3 vezes maior na região superior do corpo, para o grupo que treinava upper e 5 vezes maior pro grupo que treinava lower.

 

mas como eu disse o estudo é válido pois pode apontar uma solução, mas o bom e velho déficit calórico ainda é principal driver pra redução do BF mas esse truque pode apenas "ajudar" a direcionar a queima de gordura.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então a probabilidade de eu queimar gordura na barriga é maior ao fazer um aeróbio depois de um treino de abdômen ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Achei muito interessante.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 horas atrás, Gitos disse:

Então a probabilidade de eu queimar gordura na barriga é maior ao fazer um aeróbio depois de um treino de abdômen ?

na teoria, sim!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O que o Martin tentou explicar ali em cima é que mesmo que tenha uma diferença, não vai ser significativa. Na prática não vai fazer diferença.

 

 

22 horas atrás, eduardojsilvajr disse:

Começando um cárdio LEVE após o treino com pesos você favorece o uso do seu sistema aeróbico, conforme explicado pelo @Schrödinger num post recente dele, onde a matéria prima é gordura e oxigênio. Logo seu corpo vai queimar primeiro as moléculas de gordura que já estão na corrente sanguínea.

 

Acho que o tópico referido é esse:

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
32 minutos atrás, Schrödinger disse:

O que o Martin tentou explicar ali em cima é que mesmo que tenha uma diferença, não vai ser significativa. Na prática não vai fazer diferença.

Eu discordo cara... 0,5 kg de gordura no corpo e pouca coisa mas se vc em um mês perder 3 kg e digamos q perderia 0,5 kg no abs e fazendo esse protocolo vc consegue queimar 1kg de gordura na região abdominal e uma diferença gritante sim.

Óbvio q o estudo é inicial, foi feito com mulheres sedentárias, não teve controle de dieta e todos os outros pontos... Mas pra quem quiser vale a pena o teste...

 

Eu tenho feito desde agosto algumas séries de abs e depois o aej...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
21 minutos atrás, eduardojsilvajr disse:

Eu discordo cara... 0,5 kg de gordura no corpo e pouca coisa mas se vc em um mês perder 3 kg e digamos q perderia 0,5 kg no abs e fazendo esse protocolo vc consegue queimar 1kg de gordura na região abdominal e uma diferença gritante sim.

Óbvio q o estudo é inicial, foi feito com mulheres sedentárias, não teve controle de dieta e todos os outros pontos... Mas pra quem quiser vale a pena o teste...

 

Eu tenho feito desde agosto algumas séries de abs e depois o aej...

Mais uma vez: a divisão do estudo não foi em regiões específicas do corpo. Foi apenas superiores/inferiores.

 

A qual porcentagem dos membros superiores os abs equivalem? Mesmo sendo generoso e dizendo que equivalem a 40%, seriam apenas 0.2 kg a mais de perda. Isso não é significativo. E ainda seria no melhor dos casos...

 

Queima de gordura localizada mesmo, só com lipo. De resto, é seguir uma dieta com déficit calórico, como você mesmo falou, e aguardar a perda de gordura. Cada pessoa acumula gordura de forma diferente (embora existam padrões); pode ser que aquele local que mais te incomoda seja o ultimo a perder gordura de uma forma significativa; se for o caso, paciência. Uma hora a gordura vai sair.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vamos jogar uns pensamentos aleatórios aqui:

- Perder gordura é um processo de 3 etapas, mobilização, transporte e oxidação. A mobilização e o transporte estão relacionados ao fluxo sanguíneo, e portanto podem ter diferença dependendo do treino.
- Em indivíduos não-treinados que começam a treinar, a circulação sanguínea provavelmente vai aumentar bastante nos músculos treinados, não só durante o treino, já que durante toda a "janela de oportunidade" o corpo estará dando atenção aqueles músculos para repará-los.

- Sabemos que o mais importante para diminuir bodyfat é o déficit calórico, isso porque queima e armazenamento de gordura acontecem quase que o tempo todo durante o dia, por isso calories in - calories out é que vai determinar se você queimou mais gordura do que armazenou.
 

Agora aplicando esses pensamentos ao estudo:
- Temos um grupo de indivíduos sedentários, que provavelmente não está em déficit calórico e que nunca treinou. Colocamos eles em uma dieta hipo-calórica e treino. Provavelmente eles irão perder bastante gordura em um curto período de tempo, e de quebra é capaz de ganharem um pouco de massa magra (yay newbie gains!).

- Essas pessoas agora tem uma maior circulação sanguínea, bem maior do que quando eram sedentárias. Mas se o treino delas é direcionado à alguma região específica do corpo, provavelmente essa região terá uma circulação bem mais forte do que outra, não apenas durante o treino, mas até umas 48h depois talvez. E se voltam à treinar antes dessas 48h, temos um fluxo sanguíneo maior para essa região constantemente.

- Dessa forma, não é absurdo pensar que a pessoa perca mais gordura na região treinada.

Algum absurdo até aqui? Se não, vamos pensar agora no fella maromba:

- Nosso amigo maromba treina de 3 a 6 vezes por semana à algum tempo, treinando todos os músculos ao curso da semana. Ele está em déficit calórico e segue perdendo gordura como um todo.

- Agora ele resolve tentar aplicar o método para perder mais gordura em determinada região do corpo. Pra isso, eles dá uma atenção maior ao treino dessa parte do corpo, aumentando a circulação momentaneamente naquela parte, e depois parte para um aeróbico, para oxidar a gordura que está na sua corrente sanguínea.

- Como ele aumentou o fluxo de sangue daquela região do corpo, saiu um pouco mais de gordura daquela região do que de outras, que aliás, também saíram bastante, já que estamos tratando de um indivíduo treinado, com circulação sanguínea ativa em todo o corpo. 

- Essa gordura foi queimada durante os 30-45 min de aeróbico. Nesse aeróbico, nosso amigo queimou no máximo 400Kcal vindas PRIMARIAMENTE (e não exclusivamente) de gordura, vamos ser otimistas e dizer que foi 90% gordura. Isso daria cerca de 50g de gordura.

- Vamos pensar sobre um treino focado na região abdominal. Se no cenário normal nosso amigo teria 20% da gordura mobilizada e transportada vinda da região abdominal, ele teria queimado 10g de gordura abdominal. Mas como ele aumentou o fluxo sanguíneo dessa região, ele conseguiu fazer com que 40% da gordura total viesse de sua região abdominal (Isso é muito!), e portanto conseguiu queimar 20g de gordura abdominal.

- Diferente dos nossos amigos sedentários, nosso amigo maromba é fisicamente ativo, e portanto sua circulação sanguínea e uniformemente mais forte. Assim, o protocolo vai impactar sua perda de gordura APENAS durante sua execução, o que seria 10g à mais de gordura por dia.

 

Agora, antes de fazer a conta e dizer que em 14 semanas aplicando o protocolo diariamente, no melhor cenário possível vamos conseguir perder quase 1Kg de gordura à mais na região abdominal, vamos lembrar de outros fatores:

- 40% de gordura queimada em aeróbico vindo da região abdominal é um tremendo exagero, apenas pra mostrar a baixa efetividade desse tipo de estratégia.

- Quase ninguém vai fazer isso religiosamente todos os dias durante 100 dias.

- Quase ninguém consegue controlar sua equação de (TDEE - calorias consumidas) com um erro menor do que 200Kcal todos os dias.

- Quanto menor o BF, mais difícil queimar gordura.

- E o pior de tudo, é possível que por razões hormonais e genéticas, o corpo prefira armazenar gordura em locais onde a perda está sendo maior (lembrando que queimamos e armazenamos gordura quase o dia todo concomitantemente, não é um botão liga-desliga).

 

E ainda sobre o estudo, vocês notaram que em boa parte dos resultados a variância é maior do que a média? 😆

 

Eu ia dar uma re-estudada nos artigos do Lyle pra dar uma resposta mais precisa, mas isso se mostrou uma tarefa too much time-consuming 😅 então vou só deixar uma observação dele:

"Mas no fim do dia, e isso é verdade tanto para treino como para dieta, os fundamentos são o mais importante. até você ter TODOS eles perfeitamente ajustados, nada das coisas avançadas fará diferença.  E, de forma geral, você vai descobrir que uma vez que os fundamentos estão todos no lugar, os detalhes avançados não adicionam muito aos resultados. Novamente, em situações específicas, preocupar-se com detalhes importa (por exemplo bodybuilders naturais muito secos tentando ficar extra super secos); mas pra maioria das pessoas, não importa."

Tradução livre de "The Fundamentals of Fat Loss Diets Part 1" disponível em: https://bodyrecomposition.com/fat-loss/the-fundamentals-of-fat-loss-diets-part-1.html/

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tópico das antigas, mas interessante, e só fui ver agora. Vou dar uma lida melhor e ver qual é.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...