Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui
Entre para seguir isso  
Zkx973

Boxe é uma arte fraca para a porradaria?

Avalie este tópico:

Posts Recomendados

Sou completamente leigo se tratando de artes marciais. E ao conversar com alguns colegas que já praticaram karaté e Krav Maga sobre o assunto, eles desprezaram bastante o boxe dizendo que se o boxeador lutar contra alguém experiente em algumas dessas artes marciais, está fudido. Irão até quebrar o braço do cara se pá.

 

Na minha ignorância, enxergo essas artes marciais com um certo misticismo. O potencial delas nos filmes de ação é quase sobrenatural. 😂

 

E por favor, não estou querendo criar nenhuma contenda aqui ou insinuar nenhum tipo de violência. Porradaria não é minha praia. É só uma curiosidade mesmo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

Cara eu treino boxe faz algum tempo, boxe é bem técnico, você aprende a socar utilizando o peso do seu corpo + sua força, é uma nobre arte e dá pra machucar alguém legal, digo isso pelos sparring que fazemos. Mas se tu quer uma luta mais focada em porradaria mesmo recomendo Muay Thai (a arte marcial das  8 armas) ou MMA. Em geral qualquer arte marcial irá te ajudar um pouco numa briga de rua, mas sempre se lembre que é briga de rua kkkkk ali vale tudo mesmo e sempre que puder evite brigar, nunca se sabe se o cara está armado ou não.

4 horas atrás, Zkx973 disse:

ao conversar com alguns colegas que já praticaram karaté e Krav Maga sobre o assunto, eles desprezaram bastante o boxe dizendo que se o boxeador lutar contra alguém experiente em algumas dessas artes marciais, está fudido. Irão até quebrar o braço do cara se pá.

Numa briga de rua isso é meio óbvio se o cara utilizar da base do boxe, o Krav Maga original é pancadaria mesmo, já o Karate não acho tudo aquilo não, mas eu acho besteira comparar artes marciais...

Se você pesquisar no Youtube vai ver muito disso, Karate vs Muay Thai, Boxe vs Muay Thai e etc. Acho que cada arte marcial tem sua peculiaridade e não devem ser comparadas por terem regras diferentes, vai muito de cada um gostar ou não. Eu ia começar Muay Thai, mas me apaixonei demais pelo boxe e recomendo.

4 horas atrás, Zkx973 disse:

 

Na minha ignorância, enxergo essas artes marciais com um certo misticismo. O potencial delas nos filmes de ação é quase sobrenatural. 😂

 

Concordo, realmente viajam em filmes...

 

Em geral qualquer arte marcial vai lhe dar um recurso a mais caso precise se defender, mas jamais comece algo com intuito de fazer brigas de rua, pois você apenas estará buscando sua própria destruição. Abraço colega!

Editado por CachorroGiant (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
18 minutos atrás, CachorroGiant disse:

Cara eu treino boxe faz algum tempo, boxe é bem técnico, você aprende a socar utilizando o peso do seu corpo + sua força, é uma nobre arte e dá pra machucar alguém legal, digo isso pelos sparring que fazemos. Mas se tu quer uma luta mais focada em porradaria mesmo recomendo Muay Thai (a arte marcial das  8 armas) ou MMA. Em geral qualquer arte marcial irá te ajudar um pouco numa briga de rua, mas sempre se lembre que é briga de rua kkkkk ali vale tudo mesmo e sempre que puder evite brigar, nunca se sabe se o cara está armado ou não.

Numa briga de rua isso é meio óbvio se o cara utilizar da base do boxe, o Krav Maga original é pancadaria mesmo, já o Karate não acho tudo aquilo não, mas eu acho besteira comparar artes marciais...

Se você pesquisar no Youtube vai ver muito disso, Karate vs Muay Thai, Boxe vs Muay Thai e etc. Acho que cada arte marcial tem sua peculiaridade e não devem ser comparadas por terem regras diferentes, vai muito de cada um gostar ou não. Eu ia começar Muay Thai, mas me apaixonei demais pelo boxe e recomendo.

Concordo, realmente viajam em filmes...

 

Em geral qualquer arte marcial vai lhe dar um recurso a mais caso precise se defender, mas jamais comece algo com intuito de fazer brigas de rua, pois você apenas estará buscando sua própria destruição. Abraço colega!

Escuta esse cara não, ele só serve pra tirar selfies.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não existe arte marcial fraca, existem pessoas pouco técnicas ou mal preparadas, numa luta franca qualquer coisa pode acontecer, kravmagá não é arte marcial, é um sistema de defesa pessoal corpo a corpo. Envolve técnicas de luta, torções, estrangulamentos, defesa contra armas e afins. Portanto não é nem um esporte. Entretanto, não significa que isso é decisor de qualquer combate. Em um combate na vida real, existem inúmeros fatores a se considerar entre eles força, envergadura, velocidade, terreno, ambiente, e o quão preparado um indivíduo está pra situação a ser enfrentada. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Chute no saco + soco no pomo de adão >>>>> todo o restante de lutas.

 

Brinks, já fiz muay thai e boxe(bem pouco o segundo) acho q por o Muay Thai envolver pernas, joelhos, cotovelos eu gostei mais, toda arte marcial é válida.

2 horas atrás, CaçadorFantasma disse:

Não existe arte marcial fraca, existem pessoas pouco técnicas ou mal preparadas, numa luta franca qualquer coisa pode acontecer, kravmagá não é arte marcial, é um sistema de defesa pessoal corpo a corpo. Envolve técnicas de luta, torções, estrangulamentos, defesa contra armas e afins. Portanto não é nem um esporte. Entretanto, não significa que isso é decisor de qualquer combate. Em um combate na vida real, existem inúmeros fatores a se considerar entre eles força, envergadura, velocidade, terreno, ambiente, e o quão preparado um indivíduo está pra situação a ser enfrentada. 

 

Mas como o CaçadorFantasma disse, são muitas as variáveis. As vezes um cara que é leigo em artes marciais, mas é alto e tem uma boa curvatura encaixa um soco no queijo de um nego que faz boxe há 10 anos e derruba, pura sorte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boxe não é arte marcial. Ao mesmo tempo é uma das melhores práticas pra trocar porradas e se defender em "duelos" de rua, pois trás grande noção de distancia, esquiva, ataque bons e eficientes, movimentação e resitência pra levar porrada na cara, mas claro um boxe bem treinado e não esses FIT boxes. 

Arte Marcial, esportes de combate e artes de duelo são coisas bem diferentes. Alguns lidam com os três de forma bem orgânica, outros são só um deles, não irá ver competição de aikido nem duelo, pois ele só se pretende a ser uma arte marcial, ao passo que outras nunca foram arte marcial ou perderam o propósito marcial como o caso da esgrima. 

Esse papo de "Ah arte X até quebraria o braço de Y", isso é bobeira. Todas existem pq tem suas utilidades e propósito, todas tem praticantes bons e bunda moles, umas são melhores para x aplicabilidade outras para y. 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho importante ter esse esclarecimento do que é uma A.Marcial, Esporte de Combate (Luta pontuada em regra desportiva e de pontos) ou Arte de Duelo (luta não pontuada em regra desportiva mas sim pontuada em grau de letalidade e contundência do golpe). 

Hoje Judo, Karate, Jiu Jitsu são praticas que permeiam os 3 pontos, a depender do Dojo com mais enfase em um do que no outro, ou com enfase somente em 1. Esgrima perdeu sua Marcialidade, e é um esporte de compate e arte de duelo, Kendo é um A.M e Arte de duelo. Muaythai moderno é uma Arte de Duelo, o antigo já foi A.M. e remota inclusive a artes indianas como o Kalariphaitu. Enfim, da para discutir o quanto algo é mais de um do que do outro, mas o ponto aqui é entender as diferenças conceituais entre AM, EC e AD.  

Entender o quanto algo é mais de um do que de outro ajuda até a entender o que se espera do praticante e para o que ele teoricamente esta preparado.



https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/educacao-fisica/diferencas-entre-luta-arte-marcial-e-modalidade-de-combate/63045

http://www.eurekaeva.com.br/artigos/diferenca-entre-luta-e-artes-marciais

 

Ainda tem o conceito de Defesa pessoal, que tanto a Arte Marcial, Esporte de Combate e Arte de Duelo podem preparar a pessoa para, ou não rs, vai depender do direcionamento individual de cada praticante. 

Pense no Judô que é ensinado tanto pra policial quanto para atletas olimpicos, como pra criança, como para mulheres em regiões perigosas na Africa, os treinos podem ser diferentes, focados em questões diferentes, ter resultado diferente, e ainda assim é judô, que tb é uma arte de duelo visto que  ele é moldado encima de uma pauta samurai de duelo. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1982....2018... vai então pra quase quarenta anos que foi pra vala o tecnicismo envolvendo as discussões cinesiológicas, análise de biotipos, velocidade em metros por segundo que um soco se projeta, espessura/temperatura do bloco/temperatura ambiente/tempo de exposição do gelo  a ser quebrado com um o shuto, barulho de "flap" que o kimono fará no ar ao se analisar um hikiashi, tipo de tesoura apropriada para se cortar - e quando cortar - os galhos de uma pequena árvore no bonsai, como tomar o ban-chá, de que jeito devemos entrar ou sair de uma área de luta, etc, etc,  etc, etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc,etc,  etc

 

quarenta anos. Como isso aconteceu?

 

Quarenta anos que um brasileiro resolveu popularizar o que seu tio deu início no final da década de 30, entrando pelas décadas de 40, 50, 60, chegando a ter sido criado no Rio de Janeiro um ginásio só pra porrada.

 

PORRADA.

 

Aí, esse sobrinho, bom de marketing, foi pros EUA e sabia que lá só poderia difundir sua arte marcial abrasileirada através de... uma boa e velha troca de porrada.

 

E... só.

 

Ele ia nas tradicionais apresentações que ocorriam na década de 80 e, aguardava as danças, espetáculo de percussão com tambores, cortes de maçã com sabres, etc.  Daí chegava a hora de apresentarem as lutas combinadas. Karatê, Kung Fu, Tae Kwon Do, etc, variavam a dinâmica, mas tinha isso quase que garantido na agenda da apresentação. Após as lutas, algum graduado pegava o microfone e começava a mostrar o quão eficaz era a luta dele e sempre colocavam alunos como ladrões, assediadores, tudo de mentirinha, pra mostrarem a eficácia. Estava chegando perto a hora do sobrinho levantar a mão, mas ele esperava até mais um pouco. Daí, ao detectar uma ou outra chamada de voz que invocasse algum tipo de superpoder, ele levantava o bracinho. De lá da platéia ele dizia "se você aplicar essa técnica em mim, eu posso colocá-lo desmaiado em menos de x segundos". Aí, como era de se esperar, metade da platéia de familiares já começavam a se inflar, mas o apresentador jamais iria deixar passar barato isso e chamava o sobrinho. E, ao aplicar a mega-hiper-oriento-pica-grossa técnica, o sobrinho escapava, montava mata-leão e sub-julgava o mestre ou em pé mesmo ou deitava-o. Depois disso ele pegava uns panfletos, convidava os espectadores pra conhecer a arte marcial e ia embora.

 

Em pouco o sobrinho começou a receber "visitantes" a mando de mestres bem descontentes com suas intervenções que sempre davam certo. E tais visitantes novamente chamavam-no para um "desafio de vida ou morte" (eles a-do-ram essa expressão). Começava o desafio, double-leg, montada, mata-leão, dormiu. 

 

A coisa foi começando a tomar uma proporção maior, filas e filas de desafiantes de kempo, greco-romana, karatê, judô e o escambau tentavam passar por lá pra dar uma conferida. A essa altura, este sobrinho já tinha passado estes "serviços mais ordinários" pro irmão mais novo. Mais alguns eventos menores, todos com esse tipo de repercussão positiva pra ele (pois os de repercussão negativa, eu duvido que não tenham ocorrido, ele deve ter "arquivado"...), ele teve uma ideia junto com um promotor de eventos. Nascia o UFC.

 

Até o UFC15, creio eu, a comissão atlética dos americanos não conseguiram barrar as regras quase nulas das lutas, pois envolviam golpe baixo, chute com o rival no chão, tiro de meta, enfim, quase tudo. E todos os representantes de todas as artes marciais tiveram chance - de sobra e repetidas vezes - para irem lá e demonstrarem a eficácia de seus tecnicismos e pensamentos.

 

Com isso a década de 90 foi abençoada com todas os tipos de dúvidas, até então discussões filosóficas, por meio de porrada. Simples. Enfilerem 10 de um lado, 10 do outro lado, fecha a academia. Bota as crianças pra fora, liga a câmera, acertem as regras e já era, brother. Troquem porrada e quem ficar em pé, será o time dono da porra toda.

 

Dominou estatisticamente com base em tais conceitos ao longo desses quase quarenta anos: jiu-jitsu, muay-thai, wrestling e.... BOXE. Tanto isso é verdade que, uma rotina semanal de treino de um profissional de MMA invariavelmente passará por estas lutas (jiu-jitsu, provavelmente ele treinara no-gi).

 

Se eu tivesse o mal hábito de apostar dinheiro em alguma luta, supondo-se que as credenciais de ambos os lados tenham sido minimamente equiparadas (por exemplo, colocar um hepta-campeão profissional de peido mortal contra um arrotador faixa-branca, com dois meses de treino de arroto), não sendo nenhuma das três outras lutas acima mencionadas eu não teria nenhuma dúvida em apostar dinheiro de que um boxeador fosse massacrar um outro praticante de qualquer outra arte marcial. 

 

*o "sobrinho" é Rorion Gracie. Seu irmão mais novo é o Royce Gracie. O tio deste sobrinho é Carlos Gracie Sr. Quem quiser saber mais dessas perversidades leia "Carlos Gracie: o criador de uma dinastia" e "Filho teu não foge à luta".

EDIT: e pensar que um tópico sobre luta disputa espaço na página principal com "que tipo de homem vocês pegariam"... pqp...

Editado por Vecchio (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, Casemito disse:

Pra mim que sou leigo, boxe é o melhor. 

 

Penso que quanto mais simples forem os golpes, mais eles são treinados com frequência e, consequentemente, mais poderosos se tornarão. 

 

E briga de rua, via de regra, é só soco na fuça. 

 

 

 

Ótimo pensamento isso vale pro treinamento também e mais raro será a possibilidade de lesão.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

esse pessoal das artes que mal tem combate tem essa noção ridícula que tudo vai se resolver com um golpe secreto x ou y e que isso ou aquilo não é funcional.
mas o golpe de qualquer arte marcial seria bem encaixado é decisivo, mas ai tem o fator de maestria da arte para achar o tempo do golpe e etc.
como diria mike tyson, todo mundo tem um plano até tomar um soco na cara

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sou apaixonado por boxe! Tava treinando há quase um ano, mas precisei parar. Pretendo voltar em breve. Apesar da parada, ainda tenho timing e noção de distância, coisas que são treinadas a exaustão. Para uma confusão na rua, acredito que o boxe se encaixe perfeitamente, exatamente pelos motivos que citei acima. 

Mas, claro, que não se deve usar as habilidades na rua. Salvo em casos excepcionais, lógico. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Boxe é a melhor luta de pé assim como BJJ é a melhor sentada. É só ver os campeões da MMA e a grande quantidade de boxeadores. Praticamente não tem mestre de Karatê.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não posso criticar nem elogiar Boxe por ser um leigo, admirador da arte, ao mesmo tempo que admiro outras. 

Por hora deixo um video de curiosidade, uma dica na verdade, do Karate,  é soco também, pois acredito que  um praticante de boxe se beneficiaria muito com o uso da makiwara (aparelho do karate tradicional). O lance aqui é somar, não apontar dedos, aproveitem o vídeo. 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...