Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui
Entre para seguir isso  
FMSR

O negocio é força ou saber lutar?

Avalie este tópico:

Posts Recomendados

1 hora atrás, Danilo Z disse:



Sobre armas... na minha profissão é preferível vc matar um cara com um soco do que dar um tiro nele, é bem menos problema.

trabalha em que irmão?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

Galera, quanto ao treinador o currículo fala por si:

 

- faixa preta em karate

- faixa preta em defesa pessoal

- 2 anos de muay thai

- experiencias mais curtas em outras lutas como judo, boxe, etc.

- 20 anos de experiencia como policial de intervenção (chefe de equipe)

- vários anos de experiencia no exercito

- conheço ele há muitos anos

 

Quanto ao treino, o crossfit não é bem crossfit, é um treino mais virado para calistenia, quase todos os exercicios sao feitos com o peso do corpo, trabalhando principalmente resistência e potencia, descansos muito curtos e tudo feito em circuito. Sobre o treino de defesa pessoal, 30 minutos 3 vezes na semana me parecem suficientes porque ele ensina o exercício (o movimento) ate o sabermos fazer na aula, depois quem quiser evoluir treina em casa ou com amigos/parentes. Agora para quem é preguiçoso, realmente é pouco tempo. Mas quem quer mesmo aprender e evoluir treina todos os dias e se possível ate mais de que uma vez por dia.

Editado por FMSR (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
38 minutos atrás, FMSR disse:

Galera, quanto ao treinador o currículo fala por si:

 

- faixa preta em karate

- faixa preta em defesa pessoal

- 2 anos de muay thai

- experiencias mais curtas em outras lutas como judo, boxe, etc.

- 20 anos de experiencia como policial de intervenção (chefe de equipe)

- vários anos de experiencia no exercito

- conheço ele há muitos anos

 

Quanto ao treino, o crossfit não é bem crossfit, é um treino mais virado para calistenia, quase todos os exercicios sao feitos com o peso do corpo, trabalhando principalmente resistência e potencia, descansos muito curtos e tudo feito em circuito. Sobre o treino de defesa pessoal, 30 minutos 3 vezes na semana me parecem suficientes porque ele ensina o exercício (o movimento) ate o sabermos fazer na aula, depois quem quiser evoluir treina em casa ou com amigos/parentes. Agora para quem é preguiçoso, realmente é pouco tempo. Mas quem quer mesmo aprender e evoluir treina todos os dias e se possível ate mais de que uma vez por dia.

 

Esse treino seria o tal do cross combat?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 minutos atrás, Norton disse:

 

Esse treino seria o tal do cross combat?

Crossfight, o wanderlei abriu uma academia disso em Brasilia também... Sucesso no US provavelmente vem em peso pro Brasil tbm

4 horas atrás, Danilo Z disse:


Guarda civil/municipal .

Entendi, to estudando igual um cavalo pra PF/PRF...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
21 horas atrás, Norton disse:

 

Esse treino seria o tal do cross combat?

 

Pesquisei sobre cross combat e é +- por ai, embora tenha diferenças.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
17 horas atrás, FMSR disse:

 

Pesquisei sobre cross combat e é +- por ai, embora tenha diferenças.


Pq vc não treina 3h de algo já estabelecido, mesmo que 1h 3x por semana, e mantém seus treinos de calistenia e powerlifting?

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Wesley Pinto disse:


Pq vc não treina 3h de algo já estabelecido, mesmo que 1h 3x por semana, e mantém seus treinos de calistenia e powerlifting?

 

 

Algo já estabelecido como? alguma arte marcial, tipo karate, judo ou esporte de combate tipo boxe, etc?

Porque na minha região so tem estas aulas que estou frequentando, outro tipo de aulas "de algo já estabelecido" só a 1 hora de distancia, ou seja, totalmente inviável.

 

Editado por FMSR (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, FMSR disse:

 

Algo já estabelecido como? alguma arte marcial, tipo karate, judo ou esporte de combate tipo boxe, etc?

Porque na minha região so tem estas aulas que estou frequentando, outro tipo de aulas "de algo já estabelecido" só a 1 hora de distancia, ou seja, totalmente inviável.

 


Entendi, se for o caso então fique por ai mesmo. E o estabelecido é isso mesmo, jiu, judo, thai, boxe, karate algo com legado real, com técnicas bem claras e embasadas pelo tempo.  Esses cross algo me lembram a febre do morganti jiu jitsu, a 10 anos tudo era morganti, que praticasse era quase super homem. Enfim, o tempo pune. Era apenas Jiu com algumas coisas de hapikido e luta de trocação com técnica muito pobre. Não conheço muito, falo pelo o que observo, contudo ta ai ninguém mais fala dele em quase nenhum lugar. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Wesley Pinto disse:


Entendi, se for o caso então fique por ai mesmo. E o estabelecido é isso mesmo, jiu, judo, thai, boxe, karate algo com legado real, com técnicas bem claras e embasadas pelo tempo. 

 

O que nos fazemos também são técnicas bem claras e embasadas pelo tempo, acontece que é uma mistura de técnicas de defesa pessoal que nos prepara efetivamente para a vida real e situações reais no dia a dia, tais como um assalto, alguém querendo te dar socos, chutes, etc.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Agora, FMSR disse:

 

O que nos fazemos também são técnicas bem claras e embasadas pelo tempo, acontece que é uma mistura de técnicas de defesa pessoal que nos prepara efetivamente para a vida real e situações reais no dia a dia, tais como um assalto, alguém querendo te dar socos, chutes, etc.


Bom, você assistiu, soube avaliar, se ta confiante, toca o barco, é sempre bom :D. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Briga de rua (digo em festas e bares)  quebrou o nariz ou derrubou, ganhou a luta. Se derrubar é só bater o tiro de meta com o cara, que vc finaliza.

Sou judoca, briguei umas 3 ou 4 vezes, porque foi casos extremante necessário. Todas as brigas foram rápidas e foram +- do mesmo jeito, quedei o cara e bati um bom tiro de meta.

Eu morava no gama/df, e fazia parte da IRA...ou seja, sei bem o que é briga de no  mínimo 20 pessoas ao mesmo tempo e sim as brigas se resumem sempre a isso, o cara cai e vira bola.

Qualquer briga é ganha assim, não caia e derrube. Chutar o cara no chão, não precisa de treino, procure artes que te ensinem a derrubar e pronto. Judo, Aikido, wrestling (mas cuidado pq vc vai pro chão junto no wrestling).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
14 minutos atrás, Wesley Pinto disse:


Bom, você assistiu, soube avaliar, se ta confiante, toca o barco, é sempre bom :D. 

 

Wesley, meu treinador for treinado por bastantes anos por um grande homem que é faixa preta 8 Dan de karate (esteve 5 anos no Japão treinando comendo e dormindo com os melhores karatecas japoneses nos anos 70/80). Não percebo muito de karate mas penso que é um nível muito alto. O treinador japonês foi 10 Dan em karate.

Editado por FMSR (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10 minutos atrás, FMSR disse:

 

Wesley, meu treinador for treinado por bastantes anos por um grande homem que é faixa preta 8 Dan de karate (esteve 5 anos no Japão treinando comendo e dormindo com os melhores karatecas japoneses nos anos 70/80). Não percebo muito de karate mas penso que é um nível muito alto. O treinador japonês foi 10 Dan em karate.


QUe estilo de Karate? Não temos 10 Dan que tenha vindo para o Brasil lecionar de Karate tradicional (que eu saiba). Desconfio de todos que usam o Dan para designar qualidade, 8 Dan e 10 Dan são niveis que ne 0.1% dos Karatecas chegaram. Yahara é 8 Dan pela JKA, e bom, é o Yahara, icone do karate, e talvez se auto declarou 10 quando assumiu a JKS.  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Wesley Pinto disse:


QUe estilo de Karate? Não temos 10 Dan que tenha vindo para o Brasil lecionar de Karate tradicional (que eu saiba). Desconfio de todos que usam o Dan para designar qualidade, 8 Dan e 10 Dan são niveis que ne 0.1% dos Karatecas chegaram. Yahara é 8 Dan pela JKA, e bom, é o Yahara, icone do karate, e talvez se auto declarou 10 quando assumiu a JKS.  

 

Sobre isso vamos falar por MP por respeito as próprias pessoas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Depende da arte marcial, se for essas de curta distancia tipo Jiu Jitsu e Judô eu não apostaria muito não, uma pancada nos ovos, uma dedada no olho e pronto, ta acabado. Tem que ver também o nível da loucura do cara, já vi nego querendo imitar ator de filme pulando e andando sem parar até levar estouro no meio da cara e cair desmaiado, já vi nego querer revidar soco girando os braços violentamente na esperança de acertar o adversário e acabar levando um só para nunca mais. 

 

43 minutos atrás, Pedro,96 disse:

Briga de rua (digo em festas e bares)  quebrou o nariz ou derrubou, ganhou a luta. Se derrubar é só bater o tiro de meta com o cara, que vc finaliza.

Sou judoca, briguei umas 3 ou 4 vezes, porque foi casos extremante necessário. Todas as brigas foram rápidas e foram +- do mesmo jeito, quedei o cara e bati um bom tiro de meta.

Eu morava no gama/df, e fazia parte da IRA...ou seja, sei bem o que é briga de no  mínimo 20 pessoas ao mesmo tempo e sim as brigas se resumem sempre a isso, o cara cai e vira bola.

Qualquer briga é ganha assim, não caia e derrube. Chutar o cara no chão, não precisa de treino, procure artes que te ensinem a derrubar e pronto. Judo, Aikido, wrestling (mas cuidado pq vc vai pro chão junto no wrestling).

Pura verdade, depois que derrubar e cobrar o tiro de meta na cabeça é GG, não tem como se defender. Me lembrei dos meus tempos de galo de briga na oitava serie. 

Agora o risco de morte aqui é muito alto, o cara sofrer um traumatismo craniano ou uma lesão cerebral é muito fácil numa situação dessas. Nessas horas, é importante saber se controlar para não estourar de fúria e acabar na mala da viatura. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
7 minutos atrás, NewbieTrack disse:

 

 

Pura verdade, depois que derrubar e cobrar o tiro de meta na cabeça é GG, não tem como se defender. Me lembrei dos meus tempos de galo de briga na oitava serie. 

Agora o risco de morte aqui é muito alto, o cara sofrer um traumatismo craniano ou uma lesão cerebral é muito fácil numa situação dessas. Nessas horas, é importante saber se controlar para não estourar de fúria e acabar na mala da viatura. 

exatamente isso, eu ia até escrever isso mas esqueci....nunca chute a cabeça do amiguinho, vc pode ser lascar....miro no estomago, evito ainda as costelas (pode rolar uma perfuração no pulmão).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 24/11/2016 at 13:49, BUSY disse:

uma cara passa a mão na sua mina ou te agride do nada, daí OBVIAMENTE vc tolera e da um abraço nele..

 

sempre curti mto luta, mas sempre fui pesado e lento, daí não aproveitei o que elas oferecem, por isso me interessei por armas, bem mais eficiente na defesa pessoal, de qq forma ainda admiro mto esse mundo..

 

Bom dia

 

Compreendo que você ame sua esposa e quer cuidar dela, mas seria mais efetivo não leva-la a lugares onde é de notável saber 

que as pessoas estarão alcoolizados,drogadas estando já pensamento em fazer o mal.

 

Rafael, a sabedoria encaminha para a vida mas a loucura para a morte.

 

Tenha um bom final de semana

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bem, passadas 6 semanas de treinos e horas de vídeos e artigos sobre artes marciais, venho aqui a esta tópico contar a galera que me deu a primeira ajuda "nesse mundo das artes marciais".

Nos treinos tenho aprendido algumas técnicas básicas (claro), aprender a posição de guarda, como defender de um soco, como atacar (jab, direto, cruzado, upper cut, chutes, etc) sem nunca perder a guarda. Aprendi algumas técnicas de judo e jiu jitsu, kung fu, como levar seu oponente para o solo, as quedas, as torções, como finalizar. Na ultima semana fizemos bastantes vezes o arm lock por exemplo.

Resumindo, nosso treinador nos ensina as melhores técnicas das artes marciais mais eficientes e para uso rápido e eficaz em caso de necessidade. Todo dia fazemos algo novo, já fiz algumas vezes treino no saco, treino olhando para o vidro, etc.

Quanto ao aquecimento/treino físico, normalmente são feitos 7,8 ou 9 exercícios, quase todos calisténicos, com 20 ou 30 segundos de exercício e 10 ou 15 de descanso entre cada exercício. Tudo gira em volta de pernas/core, por exemplo agachamento com salto, flexões, remada na argola, lunge, ab whell, plank, salto para a caixa, static sprint, russian twist, burpee, hip thrust,  clean and press com bola de 10kg etc...já fiz também clean and press com barra olímpica, agachamento com barra olímpica. Resumindo é principalmente um treino de força relativa (calisténicos) e não força absoluta (treino com pesos externos)

Os treinos físicos são bastante exigentes pois 20 ou 30 segundos dando o máximo e apenas 10 ou 15 segundos de descanso por 8 ou 9 exercícios quase seguidos é muito pouco e o coração bate a mil.

Estou cada vez mais interessado e entusiasmado com as artes marciais, estou gostando muito apesar de achar que é pouco tempo de treino (a galera aqui no tópico já tinha dito), apenas 1 hora 3 vezes por semana é pouco, tenho que compensar muito com treinos em casa mas fica difícil pois não tenho colega de treino, apenas saco de pancada e espelho.

Tenho visto muitos vídeos e quero aprender cada vez mais, e agora depois destas 6 semanas de treino e pesquisa constante vou responder a minha própria pergunta quando iniciei este tópico...o negocio é força ou saber lutar?

O negocio é principalmente técnica/conhecimento, saber o que fazer na hora certa e automatizar milhares de vezes cada movimento. Depois ai sim vem a força que apesar de não ser o mais importante tem muita importância, mas acima da força penso que a velocidade, a potencia é ainda mais importante que força bruta. Acho que o físico ideal para um lutador é um cara seco, não com muita massa muscular, com pernas fortes, core de aço mas acima de tudo com todos os músculos muito resistentes.

Obrigado a quem ajudou ate agora e continuem a postar e a enriquecer o tópico.

Valeu

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Vo falar sobre uma experiencia minha quanto ao jiu e judo.

Força é importante na hora da luta ? Sim porem tem que saber usar-la  geralmente quem tem muita força costuma ser confiante nela (que é um grande erro que eu mesmo cometi no começo) usando muita força e cansando rápido.

Eu pesando cerca de  100kg já fui finalizado varias vezes por gente de 50kg e ate por mulheres que teoricamente tem menos força é algo humilhante eu sei hsahs , mais é fato a técnica tem um grande efeito sobre uma luta só apos uns 2 vezes para conseguir lutar de igual com gente mais experiente com peso inferior ao meu.

Em outras lutas alem do judo e jiu não posso falar mais acredito que seja algo similar. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Super Fitness disse:

Vo falar sobre uma experiencia minha quanto ao jiu e judo.

Força é importante na hora da luta ? Sim porem tem que saber usar-la  geralmente quem tem muita força costuma ser confiante nela (que é um grande erro que eu mesmo cometi no começo) usando muita força e cansando rápido.

Eu pesando cerca de  100kg já fui finalizado varias vezes por gente de 50kg e ate por mulheres que teoricamente tem menos força é algo humilhante eu sei hsahs , mais é fato a técnica tem um grande efeito sobre uma luta só apos uns 2 vezes para conseguir lutar de igual com gente mais experiente com peso inferior ao meu.

Em outras lutas alem do judo e jiu não posso falar mais acredito que seja algo similar. 


Tem dois pontos ai. Primeiro é que foi no Dojo, ou seja, existe uma preservação em relação ao companheiro e a si próprio. Segundo que existe critérios técnicos limtiados a arte, por exemplo você não vai meter o soco no peito de uma mina treinando jiu. Na rua esse cara de 50kg aumenta muito as chances dele de ganhar de alguém de 100kg se treinar algo, mas ainda assim é muito difícil (não impossível), outra é que quase sempre a envergadura de alguém com 100kg é maior que o de 50, considerando que o peso não seja devido a uma obesidade mórbida, a perna chega muito antes, logo o que recebe o chute tem que ter um arsenal para pelo menos se virar contra esse tipo de golpe, um cara de Aikido talvez fique perdido se tiver 1,60 contra um de 1,80 com o dobro do peso vindo com um golpe não previsto. 

Outro fator, nem sempre o Dojo, o treino de MMA, ou seja la o que for, simula a rua, eu diria que jamais simula a rua, apenas de prepara para certas situações e o te deixa mais criativo para situações adversas. É como ouvi esses dias sobre treino tático de futebol, o técnico treina diversas variações que podem ocorrer no jogo, mas jamais deve deixar de treinar e estimular a individualidade do jogador pois é isso que irá salvar em momentos que ocorrer situações adversas. Por isso que por mais forte que seja a arte e o sensei, os individuos ainda podem ser separados em aqueles que tem aptidão para os que não tem. 

Video interessante para refletir a respeito
 




 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Por isso é que não se deve treinar apenas uma arte marcial.

Um Krav Maga ou algo parecido é o ideal para te preparar para se defender na rua contra assaltos, caras burros querendo briga, etc.

Agora você fazer Jiu Jitsu, Judo ou Aikido e pensando que vai vencer uma luta de rua onde normalmente esses caras estão totalmente habituados ao ambiente e a usar todos os golpes possíveis, é não ter muita noção da realidade.

Ou você é muito forte, rápido, com alguma altura e peso (uns 1,80 e 85kg) ou então dificilmente vencera uma luta dessas com um cara habituado a lutar nessas condições.

O mesmo já não digo de praticantes de kickboxing, Muay Thai, krav maga, taekwondo, ate boxe...pois esses estão acostumados a golpes rápidos e certeiros tanto socos quanto chutes, a defender também de forma rápida e aguentar pancada,  o que te prepara muito melhor para uma luta desse tipo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo plenamente,no mundo da luta, já se distingue o jiiu jitsu de competição e o de rua por exemplo.

 

 

46 minutos atrás, FMSR disse:

Por isso é que não se deve treinar apenas uma arte marcial.

Um Krav Maga ou algo parecido é o ideal para te preparar para se defender na rua contra assaltos, caras burros querendo briga, etc.

Agora você fazer Jiu Jitsu, Judo ou Aikido e pensando que vai vencer uma luta de rua onde normalmente esses caras estão totalmente habituados ao ambiente e a usar todos os golpes possíveis, é não ter muita noção da realidade.

Ou você é muito forte, rápido, com alguma altura e peso (uns 1,80 e 85kg) ou então dificilmente vencera uma luta dessas com um cara habituado a lutar nessas condições.

O mesmo já não digo de praticantes de kickboxing, Muay Thai, krav maga, taekwondo, ate boxe...pois esses estão acostumados a golpes rápidos e certeiros tanto socos quanto chutes, a defender também de forma rápida e aguentar pancada,  o que te prepara muito melhor para uma luta desse tipo.

 

Acredito que desses que vc citou, o krav maga  por ser mais voltado a defesa pessoal mesmo, tanto que não existem competições, mas das outras a única completa que você citou seria o muay thai, o taekwondo, boxe , kickboxing pra rua não acredito ser muito eficiente contra um atleta de outras modalidades de luta. Um cara do muay thai seria muito mais completo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A melhor arte é uma coisa bem particular. Mas no mais é isso mesmo, tem que ter uma visão ampla, não pode treinar só luta de pé, nem só luta de solo, torções e projeções, e principalmente não pode ficar no campo da competição, e isso inclui MMA como uma forma de competição. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quanto mais treinos eu tenho e experiencia eu ganho nas artes marciais, mais eu percebo que o negocio é saber lutar (técnica).

Agora 2 indivíduos que tem um nível de técnica semelhante, sem duvida a força é um fator chave.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 10/01/2017 at 08:43, Super Fitness disse:

Vo falar sobre uma experiencia minha quanto ao jiu e judo.

 

 

Na minha minúscula "experiência" de Judô e Jiu, que se resumem a olhar os treinos enquanto espero meus filhos, força e tamanho influem, parecem ser bem mais relevantes no Judô que no Jiu. Koshi Guruma em sujeito maior é um parto... :)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 10/01/2017 at 16:28, FMSR disse:

Por isso é que não se deve treinar apenas uma arte marcial.

Um Krav Maga ou algo parecido é o ideal para te preparar para se defender na rua contra assaltos, caras burros querendo briga, etc.

Agora você fazer Jiu Jitsu, Judo ou Aikido e pensando que vai vencer uma luta de rua onde normalmente esses caras estão totalmente habituados ao ambiente e a usar todos os golpes possíveis, é não ter muita noção da realidade.

Ou você é muito forte, rápido, com alguma altura e peso (uns 1,80 e 85kg) ou então dificilmente vencera uma luta dessas com um cara habituado a lutar nessas condições.

O mesmo já não digo de praticantes de kickboxing, Muay Thai, krav maga, taekwondo, ate boxe...pois esses estão acostumados a golpes rápidos e certeiros tanto socos quanto chutes, a defender também de forma rápida e aguentar pancada,  o que te prepara muito melhor para uma luta desse tipo.

 

O Krav Magá ajuda demais na questão de avaliar a situação (posso reagir? devo reagir? sou obrigado a reagir?). Isso é algo que as artes marciais (e eu sempre digo que Krav é Sistema, não Arte Marcial) normalmente não ensinam. Isso é valioso demais. Artes marciais às vezes te dão uma falsa sensação de poder enquanto o Krav é pé no chão, no no-notion.

 

Jiu-jitsu numa briga onde você sabe que vai ser 1x1 e não tem arma envolvida talvez não exista outra arte marcial igual.

 

Taekwondo? Esquece. Chute em luta de rua pode ser uma das coisas mais idiotas a fazer... isso incluindo os chutes circulares do Muay Thai que eu pratico. Taekwondo hoje em dia basicamente é o de competição. São raríssimos lugares que ensinam ele completo. É como Judô... o Judô original do Jigoro Kano não é o Judô olímpico faz tempo.

 

E não é "até boxe", boxe é a número um numa briga de trocação. O boxe puro treina técnicas de esquiva, de bater e sair com um passo para trás na diagonal, coisas que o MT (que prega você ficar o tempo todo de frente) não ensina... 

 

Em resumo... se a luta for desarmada 1x1 eu boto meu dinheiro no cara do boxe e do Jiu. Um lutador de Jiu vai esfregar o companheiro de Krav no chão... o cara do boxe vai ser mais rápido porque não tem treino no mundo que seja tão rápido quanto para socar...

 

Se for uma situação de briga de rua aleatória onde sujeito não sabe o que vem pela frente... eu boto meu dinheiro no cara do Krav Magá.

 

"Mas na verdade a única coisa que vai te defender bem numa briga de rua contra sujeitos que queiram teu pescoço é um revóver" (palavras de um velho amigo meu com anos de experiência em artes marciais, praticante e fã de Krav Maga).

Editado por Avin1973 (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Depende, acredito que força pode vencer a experiência. Mas o cara tem que ser o dobro do tamanho e bem mais pesado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A questão é complexa depende muito de n variáveis, então na dúvida como já sou powerlifter,resolvi aprender boxe. Tenho um amigo lutador profissional de MMA da chuteboxe  que me ensina 2x na semana. Confesso me enganei,não sabia  socar com efetividade e com danos reais, agora aprendi um bilionésimo do que é o boxe!!!!!é muito interessante.

OBS: fui até a azul de jiu.. e não cabe uma comparação entre as artes, mas os danos que vc pode causar com boxe... quase quebrei a mão algumas vezes,dada a potência que vc consegue gerar!! resumo gosto de ambos jiu e boxe.Mas escolhi o boxe como defesa primária.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Concordo com o @eduardo25121985

 

Se pegar dois atletas de mesmo nível técnico, aí a força faz diferença, do contrário... não tem nem começo. Sujeito do vídeo abaixo até que se saiu bem... aí você vai aparar chute de um sujeito franzino que sabe girar bem no pé da base, projetar o quadril e esticar a perna só quando o chute já está encaixado e vê que técnica manda...

 

 

 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acredito que depende se é luta ou briga.
Uma luta com regras como MMA, tem que ter os dois, força e técnica pra encaixar os golpes.
Agora uma briga, creio que 50% força e 50% mente, se você pensar e se manter calmo, com certeza vencerá.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 10/08/2017 at 15:11, AntonioLK disse:

Acredito que depende se é luta ou briga.
Uma luta com regras como MMA, tem que ter os dois, força e técnica pra encaixar os golpes.
Agora uma briga, creio que 50% força e 50% mente, se você pensar e se manter calmo, com certeza vencerá.

 

Precisa ter força e técnica, óbvio, mas considerando que o MMA envolve grappling e BJJ/Judô/Wrestling tem a manha de reduzir demais a variável "força" da disputa, a técnica vai acabar prevalecendo.

 

Sobre briga de rua, a "calma" vem da prática. Você pode ser excelente nos treinos e se ferrar por causa do boost de adrenalina na hora da briga... é nessas que artes marciais com sparring intenso ajudam bastante.

 

Cansei de ver sujeito bombado fazendo sua primeira aula de BJJ, entrando com toda força nos faixas brancas... até que um roxa ou marrom franzino vai lá e acaba com a festa dele... a força do cara grande só começa a dar resultado na medida em que ele aprende a técnica. Senão é um tapinha atrás do outro...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, Avin1973 disse:

 

Precisa ter força e técnica, óbvio, mas considerando que o MMA envolve grappling e BJJ/Judô/Wrestling tem a manha de reduzir demais a variável "força" da disputa, a técnica vai acabar prevalecendo.

 

Sobre briga de rua, a "calma" vem da prática. Você pode ser excelente nos treinos e se ferrar por causa do boost de adrenalina na hora da briga... é nessas que artes marciais com sparring intenso ajudam bastante.

 

Cansei de ver sujeito bombado fazendo sua primeira aula de BJJ, entrando com toda força nos faixas brancas... até que um roxa ou marrom franzino vai lá e acaba com a festa dele... a força do cara grande só começa a dar resultado na medida em que ele aprende a técnica. Senão é um tapinha atrás do outro...


Na verdade a força pode até jogar contra o cara, um bom Judoca ama alguém que luta na força. A força atrapalha o soco e chute, visto que a variável de potência é a aceleração e a massa, se o cara fizer "força" tal qual na academia o soco é fraco. Uso da força faz cansar mais rápido, quem cansa rápido fica burro mais rápido.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 18/08/2017 at 17:12, Wesley Pinto disse:


Na verdade a força pode até jogar contra o cara, um bom Judoca ama alguém que luta na força. A força atrapalha o soco e chute, visto que a variável de potência é a aceleração e a massa, se o cara fizer "força" tal qual na academia o soco é fraco. Uso da força faz cansar mais rápido, quem cansa rápido fica burro mais rápido.

 

Esse argumento F = m x a é muito usado para estimar o que faz um chute ou soco mais forte, mas está longe de ser adequado fisicamente... A força empregada não é constante, a variação da área de impacto (tamanho da mão) altera o cálculo. A distância também é uma variável essencial (mais distância, mais aceleração sob a mesma força). 

 

Não é só a questão de gerar muita energia cinética (sujeito forte) e sim garantir que essa energia cinética atinja o alvo de forma correta e maximizada para gerar o maior estrago possível.

 

Significa que se o sujeito grandalhão não souber socar ele vai dissipar energia cinética na própria musculatura e cansar mais rápido como você bem disse.

 

Esse site aqui tem um cálculo em função de velocidade e massa: http://www.martiallife.com/index.php/component/content/article/4-personal-development/44-the-science-of-punching-harder-why-is-speed-more-important-than-mass.html

 

Power lifter x lutador de MMA:

 

https://www.unilad.co.uk/news/world-champion-powerlifter-killed-by-mma-fighter-after-ridiculous-argument-in-street/

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1 - Respondendo o criador do tópico
 

Citar

 

Acredito eu que um bom lutador dependa de um bom físico, não só em questão de força. Eu já fiquei em bastante desvantagem por causa de técnica já, quando fiz sparring leve com um conhecido meu que luta há décadas, o cara me dominou de verdade - um puta aprendizado digasse de passagem.

 

A minha questão para os que tem mais experiência que eu é: O ideal não é usar essa força de forma mais efetiva? Vamos usar a ideia de que nosso corpo é nossa ferramenta, não é melhor usar uma ferramenta boa ao invés de uma "mais ou menos"?

 

Não vejo porque ter técnica tira o peso do cara de ter um bom atributo físico geral, como força, velocidade, resistência entre outros. É até obrigação do praticante melhorar esses atributos, ao meu ver.

 

Agora em briga na rua, não tenho experiência pra falar não. Estou me limitando as minhas pouquíssimas vivências no esporte.

 

 

2 - Seguindo o assunto de vocês ai.

 

Gostaria de tirar outra dúvida. Bom, em questão de briga de rua vejo bastante gente achando que é o superman, sendo que até lutando no esporte entra um golpe as vezes e tu fica vendo estrela. A minha duvida é... será que essas aulas de defesa pessoais são realmente efetivas? É porque não imagino numa situação de sobrevivência, por exemplo um ataque de faca, o agressor usar todos aqueles movimentos padronizados dessas aulas. Geralmente o que vemos de gravações de câmeras de segurança é um agressor com movimentos bastante diferentes do apresentado, até a questão da agressividade, vi que o professor treinava mais devagar. Será que é válido manter a intensidade e a agressividade próxima da realidade pra trabalhar esse lado até mais mental também? (nunca vai ser igual, isso eu já suponho)

 

Obs: defesa pessoal nunca fiz, me vem a duvida, só vi as aulas sentado esperando começar o treinamento de MT

Obs²: A segunda dúvida é algo que estava refletindo bastante, quando vi essa tal aula, eu entendo o fato de ser mais lento pra pegar a técnica, mas estou bastante curioso pra saber como preparam esse lado mental, se é igual a gente. Porque algo que garanta sua sobrevivência parece-me por mais pressão que uma luta esportiva.

 

Valeu pela atenção ai.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Briga de rua = Roça capim sem coordenação nenhuma, se pegar sorte, se não pegar é aquela coisa ridícula toda desgovernada que parece que o soco sai do cotovelo... A força física e resistência prevalece, devido aos golpes saírem todos sem coordenação e o usa da força sem necessidade cansa muito..

 

Em uma briga, a técnica sempre prevalecerá, pois se um cara de 80kg souber dar um cruzado, usando todo o corpo (pés, quadril e ombro) sairá com muito mais potência que um maromba com 100kg... E um cruzado no queixo my friends, raramente a pessoa fica acordada pra saber como foi..

 

Aprender a defender-se na rua: Muay Thai, você vai ter noção de espaço, chute, soco, cotovelos, combinações, ângulos, bem completo...

 

Arte mais eficiente no 1x1 = Jiu Jitsu (quem pratica sabe).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Polemarco Não sei se já falei nesse fórum... mas se eu fosse um sujeito que precisasse de treinamento em defesa pessoal pegaria uma base de striking (boxe, muay thai) com grappling (judô, BJJ) e depois cataria um curso decente de Krav Magá para aparar as arestas (avaliar a situação, bater rápido, sair rápido).

 

É quase um consenso nos fóruns gringos que boxe é o melhor desempenho em briga de rua geral em termos de artes marciais... (só estou repassando o que li). Não vou entrar no mérito do Jiu em 1x1, é no sentido geral: bater e sair sabendo que pode ter mais gente vindo.

 

Estava conversando com um amigo viciado em artes marciais (já fez kung fu, judô, BJJ, aikidô...) e ele me disse que, o cara já tendo a base apropriada nas artes marciais, aproveita bem o KM... além de separar o joio do trigo em termos de qualidade dos instrutores.

Editado por Avin1973 (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na época que eu praticava Muay thai percebi que a técnica muda e muito o final de uma luta, porém, altura, peso, entre outros fatores também influenciam. Eu tenho 1,80, tive um sparring com um cara da academia de nível técnico menor que o meu (eu tinha 1 ano e pouco, e o cara uns 6 meses, não lembro ao certo), porém, o cara media 2,05, a curvatura dele era muito maior, para acertar o rosto dele era quase impossível pra mim.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
3 horas atrás, Avin1973 disse:

 

Esse argumento F = m x a é muito usado para estimar o que faz um chute ou soco mais forte, mas está longe de ser adequado fisicamente... A força empregada não é constante, a variação da área de impacto (tamanho da mão) altera o cálculo. A distância também é uma variável essencial (mais distância, mais aceleração sob a mesma força). 

 

Não é só a questão de gerar muita energia cinética (sujeito forte) e sim garantir que essa energia cinética atinja o alvo de forma correta e maximizada para gerar o maior estrago possível.

 

Significa que se o sujeito grandalhão não souber socar ele vai dissipar energia cinética na própria musculatura e cansar mais rápido como você bem disse.

 

Esse site aqui tem um cálculo em função de velocidade e massa: http://www.martiallife.com/index.php/component/content/article/4-personal-development/44-the-science-of-punching-harder-why-is-speed-more-important-than-mass.html

 

Power lifter x lutador de MMA:

 

https://www.unilad.co.uk/news/world-champion-powerlifter-killed-by-mma-fighter-after-ridiculous-argument-in-street/

 


Sim, mas em hierarquia a aceleração é oq mais gera fator de contundência, comparado a mesma região de impacto. Distancia é fato que impacta na aceleração e ponto de vibração, fato. Agora o crucial pra mim é a precisão. Queijo, mesmo que mascado é superior que acertar na bochecha. Nariz, superior que peito. Entre os olhos, melhor que no olho. Na duvida mira na garganta, se o cara levantar a cabeça é óbito, se baixar é queixo K.O.

Tamanho da mão e do membro também. E técnica óbvio para não ter desperdício de força, por isso uma boa técnica começa por se manter "relaxado".

___
 

Sobre fazer o movimento mais lento:

Fazer mais lento evita seu corpo memorizar movimentos errados, acerte a técnica depois evolua velocidade. Se começar querendo ser rápido seu sistema motor vai decorar movimento errado, visto que a intensidade ao por a velocidade é maior e forçará mais o seu sistema motor a decorar o movimento errado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sobre qual melhor arte, novamente repito:

As com mais repertórios demoram mais, treinar 2x por semana kung fu, não é igual treinar 2x boxe. Boxe vai ser mais eficiente. Tenho mais medo de um cara que treina 1000x o mesmo golpe do que aquele que treina 1x 1000 golpes.

Por exemplo, eu faço Karate, Shotokan tem 26 katas, alguns estilos mais de 30. Pra mim é muito pra uma vida conseguir decorar e armazenar toda essa informação no sistema autonomo do cerébro, de forma a reagir automaticamente. Talvez na época que foi criado que alguém treinava 5-6h por dia todo dia, fosse possível, mas eu com minhas 3h a 4h por semana, é dificil. Por isso no meu dia a dia foco em 5-6 katas e suas aplicações, principalmente aquelas que mais funcionam pra mim, cada Kata tem 3-4 bunkais diferentes que valem a pena estudar, pra mi ja é muita coisa, 2 de cada pra repetir pelo resto da vida. Os demais Katas me resumo a conhecer o bunkai e saber os movimentos, mas treinar os bunkais e mentalizar me resumo a 4. (Bassai-Dai e Sho, Tekki Nidan e Shodan, Jion e agora Sochin).

Inclusive pra mim os Tekkis compilam muita coisa boa do Wing Chun e do KravMaga, só que poucos sabem e menos ainda treinam.
 

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Particularmente acho Kombato mais Mkt do que outra coisa. Mas sou leigo nunca vi uma aula, e falando isso entro em contradição com meu argumento de o que vale é quem treina mais.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 horas atrás, Avin1973 disse:

@Polemarco Não sei se já falei nesse fórum... mas se eu fosse um sujeito que precisasse de treinamento em defesa pessoal pegaria uma base de striking (boxe, muay thai) com grappling (judô, BJJ) e depois cataria um curso decente de Krav Magá para aparar as arestas (avaliar a situação, bater rápido, sair rápido).

 

É quase um consenso nos fóruns gringos que boxe é o melhor desempenho em briga de rua geral em termos de artes marciais... (só estou repassando o que li). Não vou entrar no mérito do Jiu em 1x1, é no sentido geral: bater e sair sabendo que pode ter mais gente vindo.

 

Estava conversando com um amigo viciado em artes marciais (já fez kung fu, judô, BJJ, aikidô...) e ele me disse que, o cara já tendo a base apropriada nas artes marciais, aproveita bem o KM... além de separar o joio do trigo em termos de qualidade dos instrutores.

 

A questão que eu quis colocar não é nem estilos, tanto que evitei falar do que era a tal aula que acabei vendo - e sim como lutar. (independente do estilo de luta escolhido por você, eu não curto entrar nesse tipo de debate e citar estilos até pra evitar o pessoal que acha que o seu estilo é o melhor e insuperável, eu sou totalmente contra esse tipo de pensamento). Não sou muito de me apegar a estilos, obviamente que como o @Wesley Pinto disse, a efetividade depende muito do cenário (tempo disponível do indivíduo, por exemplo).

 

Quanto as lutas de chão, não acho que sejam essa efetividade toda na questão de sair vivo de um ataque. Porque a ultima coisa que eu iria querer numa situação dessas, é ir pro chão. Até pelo fato do que você citou, @Avin1973, a questão de poder ter mais pessoas vindo. Mas ainda tem certa efetividade, pois se acontecer de você ter que levar esse conflito pro chão, você vai ter armas pra usar. Só não acho que seja essa maravilha toda, depende de bastante variáveis pra ficarmos julgando qual estilo é melhor que outro em defesa pessoal.

 

3 horas atrás, Wesley Pinto disse:

Particularmente acho Kombato mais Mkt do que outra coisa. Mas sou leigo nunca vi uma aula, e falando isso entro em contradição com meu argumento de o que vale é quem treina mais.

 

 

Também nunca pratiquei, nunca vi. Seria legal um sparring leve com um praticante pra ver os movimentos e como utilizam a economia de energia.

 

3 horas atrás, 225618_1442526771 disse:

Tudo depende de coragem, se o individuo tiver coragem de dá uma paulada na cabeça do outro, nem precisa praticar arte marcial alguma.

 

 

Que confusão, véio. kkkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu acho que não existe nego que aguente uma pancada bem dada na cara. Então, na minha opinião o importante é técnica mesmo (saber lutar).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Andrey Drachev, campeão mundial de levantamento de peso na categoria até 120 quilos em 2015, morreu neste domingo (21) aos 32 anos. O russo se envolveu em uma briga de rua com um homem identificado como Anvar Zinarov, lutador de MMA, azerbaijano de 27 anos, e não resistiu aos golpes. Zinarov fugiu do local e é procurado pela polícia.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Briga de rua é injusta cara, nunca acha que vai se dá bem em uma briga, treinei kickboxing e muay thai durante 3 anos, dedicado e já lutei, mas em um bloco de carnaval, aconteceu umas coisas pessoal lá e acabei dando um soco de direita em um, mas como eu estava muito bebado quase dando pt virando copos de vodka não tinha como, pois veio mais 3. eai? adianta ter feito luta? eu seria justo como se fosse em uma luta? claro que seria injusto igual eles se eu não tivesse cabeça no próximo dia, os colegas na rua tudo some nessas horas, se eu tivesse sóbrio era outros 500 pois também sei ser covarde ou talvez nem brigaria pq acabei saindo como errado, viu como briga de rua é injusto? se tem que ser ligeiro na rua, não basta só saber lutar pq quem fala que quem saber brigar na  rua, sabe mais do que quem treina com profissionais é sacanagem isso, é desmerecer o esporte e achar sabidão. O calor do momento de um brigão de rua é a coisa mais legal de se aproveitar.

Hoje em dia ninguém briga mais na rua, acabou isso, é covardia (3x1) madeirada, facada e tiro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...