Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Clique aqui
Entre para seguir isso  
Junioreduardo93

Discussão com a família por treinar

Avalie este tópico:

Posts Recomendados

Olá. O que vou relatar, não tem tanto à ver com o treino em si, mas sim com o ato de treinar. Hoje no meu almoço, disse que achei quem compra meu rack de agachamento, e a discussão começou. Minha amada mãe, disse que viu meu anuncio no Facebook, e fazendo uma cara de desespero, disse que não acreditou que eu comprei tudo por R$1500 e estava vendendo por R$400..

(na verdade gastei R$700 com o rack, barras, halteres e 90kg de anilhas, e estava vendendo por R$1500. Mas como decidi vender apenas o rack e uma barra, ia fazer por R$400 que é pouco mais que gastei). O objetivo é de fazer um novo Rack mais completo pelo mesmo preço. (vender o antigo e "trocar" por um novo)

tentei explicar, mas não quis me ouvir.. disse que me avisou sobre gastar esse dinheiro com equipamentos e agora estava vendendo.. me chamou de decepção por não ser uma "pessoa normal", que paga 90 reais por mês para ir na academia, ser uma pessoa que socializa e convive com outros. Disse que sou 8 ou 80: ou tudo ou nada. Que não devia ter parado de tomar refrigerantes, comer açúcar como qualquer outra pessoa, sair de casa a noite para tomar cerveja com amigos... (Quando parei de comer açúcar, ao invés de apoiar, me criticou por ser extremista).

 

"Amigos" meus que não me apoiaram por treinar, e pior ainda, que não gostaram nada em eu treinar sozinho em casa, hoje estão me perguntando o que estou tomando que cresci tanto, que estou "torinha" por que tomo anabolizante, por que não tem como crescer malhando em casa... 

 

É um triste desabafo sobre o que sofro em casa.. dentro de casa, com minha família.. sou tão radical assim em cuidar da minha saúde? Em ter uma mente mais aberta e disposta a me diferenciar de qualquer outro que está neste momento deitado num sofá se entupindo de bobagens?? 

Se sou uma decepção para minha mãe por pensar assim tão "diferente", que bom.. pois ser igual a maioria não está em meus planos..

 

amém.

Editado por Junioreduardo93 (veja o histórico de edições)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

Ah manoo... la em casa minha mãe me acha extremo tbm por seguir a dieta na risca, mas ela me apoia pq sabe que eu entendo do assunto! Inclusive ela começou a se cuidar, eliminando oleos vegetais, o máximo de açúcar ela eliminou. Questão de vc conversar, mostrar pra ela que vc entende. Justificar o que vc faz, pq vc deixou de comer açúcar? "ah, pq faz mal". Isso nao serve. "Ah pq altos niveis de açúcar causam diabetes, aterosclerose, aumentam o colesterol, triglicerídeos, riscos de infarto..."

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Velhão, tenho 36 anos, casado com 2 filhos. Tenho uma rotina muito pesada de exercícios incluindo academia, tennis e corrida. Ontem por exemplo saí de casa às 5, cheguei na academia às 6, Fiz ombro até às 6:30, peguei a mochila do tennis e corrí 4 kms até a quadra onde tenho aula, fiz aula das 7 às 7:30, corrí mais uma vez para a academia, ou seja +4km e depois fiz 1/2 hora de abdominais. Trabalhei como um cavalo das 8:30 às 22:00, ou seja, 13 horas e 1/2. Hoje às 6:10 da manhã já estava na academia para o meu AEJ e por aí vai... Perdí 26kg em 2 anos e estou em cutting pesado há 3 meses. Não como açúcar, não bebo, não como carbo lixo, nada, nada, nada. Faltam agora os último 8kg para secar. Tomo whey de qualidade (60g/dia), BCAA pesado (25g/dia), cafeína ou franol (dependendo do meu humor), beta-alanina e arginina. Gasto algo na casa de uns 300 reais por mês nesta suplementação. Além disso, tenho planos de me federar no tennis ano que vem e correr uma maratona em 2017 (hoje já corro 21km).

 

Todo mundo me chama de doente, mas quando eu me olho no espelho e meu quadro de medalhas fico muito feliz com o resultado do esforço e da dedicação. É um desafio alcançado, uma meta batida, e alcançar resultados não tem preço. O sucesso vicia mesmo!

 

As pessoas normais estão acostumadas a fracassar e farão de tudo para que você fracasse também e seja mais um normal medíocre!

 

Ame sua família, traga ela no coração, cuide dos seus amigos, mas NUNCA, NUNCA abandone seu objetivo por ninguém!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu te entendo cara. Não adianta falar nada, tem que só ouvir e fingir que não se importa. Aqui em casa meus pais, principalmente meu PAI, me julga como fresco e extremista por não comer açucar, bolachas, farinha branca, etc. E fala "eu como tudo isso e tô gordo?" Só que ele é um puta de um ectomorfo, desde jovem é magrelo, e hoje com 45 anos ele pesa 63 com 1,70. Eu tento explicar, que é opção minha e lalala, mas sempre me julgam. Minha mãe é mais "parceira" nesse quesito, ela prepara as comidas com menos sal por que eu expliquei sobre o mal do consumo excessivo, açucar ela vem cortando da dieta dela também, ela tá aderindo a umas práticas de vida bacana... meu pai que não muda, e o pior é que o cara não ganha UM GRAMA (ou uma, sei lá). Enfim, isso rola/já rolou muito aqui em casa, mas com o tempo, e com conversa, como o cara ali em cima disse, tudo se resolve. Ou pelo menos, se ameniza. Boa sorte cara, não desiste dos teus objetivos, não deixa ninguém te dizer o que tu pode, deve ou precisa fazer. Segue o teu coração e foco, determinação, tamo junto :thumbsup_anim:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Isso é algo muito complicado de lhe dar, a sociedade está acostumada com todas as porcariadas na alimentação e péssimo estilo de vida em relação a saúde, não estão nem ai para isso e acham que tem uma rotina saudável é quem está errado, "doido, radical", apenas por você não ser como a grande massa.

 

Sempre terá alguém para criticar e querer te jogar para baixo, tem que ignorar e seguir em seus objetivos, não é fácil aturar críticas de pessoas tão próximas como a mãe, mas não está fazendo nada de errado ou prejudicando alguém, a realidade é triste, pena que tantos outros tem essa mesma mentalidade.

Já sou casada e meu marido leva o mesmo estilo de vida que eu, treinamos juntos e fazemos dieta juntos, isso ajuda muito quando tem alguém te apoiando ou ao menos não te criticando pelas suas escolhas, mas mesmo quando solteira morando com minha mãe, nunca tive este tipo problema dentro da família. Não deve ser fácil, mas não se deixe abater.

  

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essas pessoas que te criticam no fundo queriam ter a sua determinação. Ver alguem sair da zona de conforto e se dedicando pra algo é praticamente uma tortura para eles. Por isso tentam te levar pra baixo, te olham como uma especie de "ameaça". Eles querem ter sua determinação mas não conseguem 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, comecei a frequentar academia com 15 anos, meus familiares me chamavam de "etiopia" por eu ser extremamente magro, pesava apenas 55kg com 1,73, quem pagava era minha mãe, mas nunca me alimentei nem perto de um atleta. Com 20 anos, depois de idas vindas resolvi dedicar-me de verdade ao esporte, é minha vida mudou, minha casa virou um inferno, pq meus pais nunca aceitaram a rotina de comer de 3 em 3h. No começo era pq não conseguiam bancar minha alimentação, passei a bancar. Depois começou a ser pq eu não lavava a louça, comecei a lavar, depois pq eu sujava a cozinha inteira, passei a lavar a cozinha todos os dias. Hoje eu tenho 1,78 88kg 8% Bf e moro sozinho. Meus pais me chamam de doente, quiseram até me internar pq acham que sou louco de ficar um ano inteiro sem comer, de sair e levar minhas marmitas para onde for. Tudo tem um preço, estou chegando a um shape TOP, porém meu relacionamento com meus pais é péssimo. Vida de bodybuilder é assim amigo, eu não tenho a menor pretenção de subir aos palcos, não tenho shape para isso (ainda), mas vivo sempre ao meu limite. Quanto a amigos eu não posso reclamar, sempre tive bons amigos e graças a Deus gostam do esporte também hahahaha. Eu lhe digo uma coisa, junte-se com os "anormais" saia dessa bolha que a sociedade te impoe. Coloque na balança se realmente vale a pena para você. Hoje eu namoro, quase moro junto, mas fiquei bom tempo solteiro e curtindo o role também, sair não significa que tem que encher a lata hahaha. Da sim para curtir a vida e levar uma vida regrada com foco e determinação!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acabei de ler o texto abaixo na minha timeline do face

 

"Você é taxado de insano por levantar peso,obsessivo porque nunca está satisfeito ,narcisista porque ostenta no corpo seu esporte e anti social porque não sucumbe as delícias gastronômicas da vida?‪#‎tamojunto‬#Por que será que nunca levam em consideração que podemos,sim,amar este estilo de vida ?Nosso esporte incomoda porque ele é o verdadeiro retrato da vida que diz que seu corpo é fruto da realidade e a realidade NÃO mente jamais!Errou?ta lá no seu corpo!Acertou?idem!Nao tem como esconder!Acho que é por isso que esse lifestyle provoca sentimentos tão fervorosos entre as pessoas!Ele separa os persistentes dos desistentes e os perseverantes dos renunciantes e isso às vezes incomoda! E assim surgem os rótulos:Fútil!so pensa em treinar e fazer dieta!E finalizo com uma frase bem pertinente:É MUITO NATURAL DESTRUIR O QUE NÃO SE PODE POSSUIR ,NEGAR O QUE NAO SE COMPREENDE E INSULTAR O QUE SE INVEJA!!!E para você que acha fútil cultivar este estilo de vida,um conselho:Aprenda sobre ele!Você se encantara!!!"

Dra Paula Leal

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Visitante

É complicado mesmo, meus pais acham academia uma futilidade, que eu poderia fazer outras coisas "saudáveis"(esportes por exemplo), que suplementos fazem mal a saúdde, mas é claro que não vou desgastar meu relacionamento com eles por isso, tento ficar na minha e não deixo o assunto "render" e seguindo rumo aos meus objetivos. Deixo claro para eles, para minha namorada e amigos que musculação é apenas parte da minha vida como varias outras coisas e não vivo em função disso. Tolerância, jogo de cintura, empatia são fundamentais para diminuir estes atritos e com o tempo e conhecimento as coisas se tornam mais tranquilas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Cara, eu vejo relatos como o seu e fico abismado, sério!

Eu nunca passei por nada disso :o

 

O máximo que minha mãe dizia era pra não ficar muito grande e feio kkkkkkkkkkk 

Minha noiva as vezes fala algo mas explico e fica tudo certo, além de as vezes falar pra não ficar giga tbm (impossibru hehe). 

 

Aqui no trabalho talvez a galera me ache meio extremista pq sempre me veem comendo batata doce e ovo mas tem uma galera que faz isso tbm então fica tudo na zoeira. Enfim é foda hein, essa de voltar a tomar refri foi tensa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...