Ir para conteúdo
Fórum Hipertrofia
  • Cadastre-se
Clique aqui
Entre para seguir isso  
y BlackStar z

Legalização Do Aborto No Brasil

Avalie este tópico:

Posts Recomendados

2 minutos atrás, {..mAthEUs..} disse:

Seguindo sua linha de raciocínio um assassino deveria ficar livre

Em momento algum eu quis dizer que ele deve ser livre. Claro que ele deve pagar pelo que fez, mas pagar como ser humano, näo como um animal.

Se um estuprador é preso, ele deve permanecer preso, mas o Estado tem que tentar garantir que ele näo vá ser estuprado ou näo seja tratado como um animal, assim como o cidadäo livre tem essas mesmas garantias. Ou os presidiários näo devem ser protegidos contra crimes?

 

Do mesmo jeito que querem que o Estado proteja o feto näo nascido, ele tem que proteger os seres humanos já nascidos, sejam eles criminosos ou näo. Isso foi o que eu quis dizer.

 

O meu argumento é que eu acho uma hipocrisia  que algumas pessoas do tópico que defendem o feto contra o aborto em nome do direito à vida, defendem também a pena de morte.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Conteúdo continua após a publicidade.

5 minutos atrás, Torf disse:

 

Torf não vejo como vc pode pensar assim... 

não sei aí na Alemanha, mais aqui no Brasil um estuprador não vai estuprar só uma pessoa, e sim várias pois a mesma tem problemas mentais (obvio...) então vc acha correto  um exemplo: um estuprador estupa sua irmã, você vai achar que ele tem direitos, e não vai fazer nada??? aposto que não, por mais que vc é correto na internet, sabemos que na real não é assim.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, Danilo Z disse:

assim fazendo o autor a pagar pelo crime com valor equivalente ao dano que cometeu.

Entäo quem deu uma surra leva uma surra? Quem roubou vai ter um bem subtraído do mesmo valor do bem roubado? Quem dá uma cuspida na cara de uma pessoa leva uma cuspida na cara?

Assim sendo só iria preso quem cometeu o crime de cárcere privado.

Seu pensamento está com MILÊNIO de atrasos. Olho por olho, dente por dente.

 

4 minutos atrás, Danilo Z disse:

Vira um infrator e como tal deve ser tratado.

Aposto que você pelo menos uma vez na vida já infringiu uma lei. E aí, como você deve ser tratado?

5 minutos atrás, Danilo Z disse:

vishhh, vc quer exceção pra BANDIDOS???

Näo, näo quero. Quero apenas igualdade. Bandido é ser humano. 

4 minutos atrás, lucasf21 disse:

mais aqui no Brasil um estuprador não vai estuprar só uma pessoa

Ou seja, você está dizendo que uma pessoa deve ser julgada pro um crime que näo cometeu? Todo estuprador é doente mental? Entäo ele näo deve ser preso pois ele näo é responsável pelos seus atos, já que näo tem consciência daquilo que faz.

Uma pessoa que comete um crime é pressuposto que ela cometerá o crime repetidas vezes?

4 minutos atrás, lucasf21 disse:

um estuprador estupa sua irmã, você vai achar que ele tem direitos, e não vai fazer nada???

Se ele estuprar a minha irmä e eu matá-lo por isso, eu vou preso?

Se for esse caso de ter que fazer alguma coisa, näo precisamos da justica. Cada um faca a sua justica e estamos resolvidos.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 08/03/2016 at 05:20, Faabs disse:

 

Vamos falar então de economia. Não se tem dados confiáveis sobre o tema, então vou usar os dados dessa notícia que vc colocou. Ai fala sobre 7 milhões de mulheres no mundo que tem problemas relacionados ao aborto (número questionável), e que esse total gera um gasto de 810 milhões de reais (número questionável). No Brasil, segundo essa reportagem, são 113164 casos. Se mantermos a mesma proporção são 13 milhões de reais que o governo brasileiro gasta com essas mulheres, ou 115 reais por mulher. Agora imagine 850 mil mulheres fazendo aborto legalmente (isso no primeiro ano, pois como no video que o Danilo mostrou, a quantidade de abortos aumentou após a legalização em diversos países). Um procedimento de aborto legal custa ao serviço público cerca de 443 reais. Seriam, portanto, 376 milhoes de reais no primeiro ano. Mesmo que só 10% das mulheres usassem o serviço público, ainda sim, seriam 37 milhões de reais de custo para o governo. Isso supondo que o aborto legalizado seja 100% seguro, o que, de fato, é uma mentira absurda.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Danilo Z, @lucasf21, caso você esteja dirigindo o seu carro e, acidentalmente, atropele alguém e esse alguém venha a morrer e você seja condenado por homicídio culposo, você merece morrer por ter tirado a vida de uma pessoa?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
5 minutos atrás, Torf disse:

 

Ué, me diga você um assassino vai matar apenas uma pessoa? um estuprador vai estuprar apenas uma pessoa? não. ele vai continuar fazendo males para sociedade pois o mesmo tem algum problema neurológico (meio obvio, não consigo imaginar um ser humano de verdade fazer isso).

você acha então que um ser humano que mata e estupra tem total consciência daquilo que está fazendo? eu não imagino uma pessoa sem problemas fazer isso.

Quanto ao exemplo de alguém matar sua irmã, se alguém matasse alguém da sua família (sem hipocrisia agora) você iria na policia denunciar e esperar, se eles acharem o assassino algum dia eles prenderiam o mesmo, e daqui alguns dias o mesmo estaria solto, você estaria feliz? sabendo que alguém que tirou a vida de uma pessoa que você ama está solto, e pode matar outra pessoa?

quanto ao seu pensamento, você distorce muito as coisas, acho que os colegas a cima comentaram em relação a crimes graves, como tirar a vida de um ser humano ou estuprar um ser humano, isso sim na minha opinião e na opinião de pessoas sensatas que temem pela sua própria vida pensam.

não sei aí na Alemanha, deve ser muito mais exigente as leis, mais aqui no BR ninguém está seguro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, Torf disse:

 

 

O Estado mal consegue garantir que pessoas de bem tenham uma vida digna, quiça garantir que pessoas que tiraram a vida de outras, que estupraram uma menina de 10 anos, que sequestraram uma pai de família, que roubaram um banco sejam tratados dignamente. Quando cometeram tais delitos eles violaram o direito a vida de outros, agiram como animais e trataram o próximo como um animal também; isso não é desculpa para o estado não garantir a eles segurança, mas violando as leis é um risco que essas pessoas correm.

 

Mas ai a discussão já vai pra outra vertente de que o Estado não cumpre seu papel básico, e um feto não deve pagar pelo erro do Estado, ou deve? 

 

Isso de comparar feto com criminosos não tem sentido. Quem cometeu um crime teve uma escolha, o feto não. Quem cometeu um crime ao menos já nasceu, tem consciência dos seus atos. O feto... bem, acho que nem preciso dizer, né. Quando utilizam argumentos como "a mulher deve ter direito sobre seu corpo", etc até dá pra levar, agora essa comparação de criminosos vs feto é muito sem noção mesmo.

 

Eu não apoio a pena de morte, mas não acho hipocrisia de quem defenda, são pontos de vista. Uma pessoa que já teve o filho assassinado na sua frente vai ter um ponto de vista diferente sobre o assunto. Vai muito do que a pessoa já passou, o que já viu, personalidade, etc., mas hipocrisia creio que não seja. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
6 minutos atrás, lucasf21 disse:

Ué, me diga você um assassino vai matar apenas uma pessoa? um estuprador vai estuprar apenas uma pessoa? não. ele vai continuar fazendo males para sociedade pois o mesmo tem algum problema neurológico (meio obvio, não consigo imaginar um ser humano de verdade fazer isso).

Você está vendo o tamanho do seu erro????

Você está culpando a pessoa por um crime que ela nem chegou a cometer!!!!

Se é meio óbvio que assassinos e estupradores têm problemas neurológicos, há algum estudo que sustente sua teoria?

 

Se um cara matar seu pai e você, por vinganca matá-lo, significa que você tem problemas neurológicos? Significa que você vai matar mais e mais pessoas?

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Agora, Torf disse:

Você está vendo o tamanho do seu erro????

Você está culpando a pessoa por um crime que ela nem chegou a cometer!!!!

Se é meio óbvio que assassinos e estupradores têm problemas neurológicos, há algum estudo que sustente sua teoria?

 

Se um cara matar seu pai e você, por vinganca matá-lo, significa que você tem problemas neurológicos?

 

torf é impossível debater com vc, vc põe argumentos nada haver, tenta colocar defeitos onde não há, acho que essa sua teoria de defender bandidos sem nenhum mérito...

eu disse se um assassino que já matou alguém (a pessoa ja morreu) ele pode matar outras pessoas, e mesmo assim ele já matou deve pagar por aquilo.

Não tenho nenhum estudo, se você fosse mente aberta saberia que ninguém que tem uma cabeça sã faria isso, você mesmo mataria alguém para roubar? estupraria alguém para satisfazer seu desejo sexual? mataria alguém por prazer? você acha que alguém em sã consciência faria isso? a resposta é obvia: NÃO.

se um cara mata meu pai sem nenhum motivo ele tem problemas neurológicos, e se eu revido obviamente eu não vou ter problemas, só não vou ser trouxa de depender de um governo que não faz nada pra ninguém.

quanto a atropelar alguém por ACIDENTE a pessoa em questão deve pagar ficando preso, mas pena de morte não se deve a esse caso, sendo que a pessoa matou a outra sem querer.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sob o ponto de vista estritamente da lei brasileira:

 

O artigo 2º do Código Civil de 2002 expõe: “A personalidade civil da pessoa começa do nascimento com vida; mas a lei põe a salvo, desde a concepção, os direitos do nascituro”.

O nascituro é considerado pessoa, para a lei brasileira, desde a concepção, tanto é assim que desde então está assistindo por diversos direitos que poderá usufruir somente no futuro. Vejamos:

 

- Nas ações civis de ajuizamento de alimentos, os juízes consideram desde a concepção, seja in vitro ou in utero, os direitos do nascituro à pensão;

- Nas ações trabalhistas, goza o nascituro de proteção contra demissão injustificada da mãe, desde que comprovada a gravidez;

 

Enfim, não existe um direito à vida positivado claramente, mas o reflexo dos direitos do embrião em diversas outras áreas do direito nos pode permitir supor que o legislador supõem, desde a concepção, que aquele embrião gozará de vida futura e tem o direito a ela, devendo os pais ter por ele responsabilidades desde já. Sendo o direito a vida o pressuposto inicial para o exercício de qualquer direito é de se concluir que o embrião deverá tê-lo para que seja possível o exercício dos demais.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

Entre para seguir isso  

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.

×
×
  • Criar Novo...